Placa da Catedral de Nossa Senhora del Pilar

Miguel Juan Pellicer Blasco morava em Calanda. Um município que produzia azeitonas e pêssegos.

Ele morava com seus pais e ao atingir a idade foi trabalhar na casa de um tio, em Castellón de La Plana.

Uma vez andando de carroça puxada por duas mulas, escorregou e caiu. A carroça passou por cima de sua perna e fraturou a tíbia.

Catedral de Nossa Senhora del Pilar - Imagem da aparição de Nossa Senhora ao apóstolo São Tiago

Catedral de Nossa Senhora del Pilar – Imagem da aparição de Nossa Senhora ao apóstolo São Tiago

Ele precisou ir ao hospital de Zaragoza para cuidar de sua perna, mas antes foi a Catedral de Nossa Senhora Del Pilar e rezou aos seus pés.

Ao chegar ao hospital os médicos decidiram amputar a sua perna, e o membro foi enterrado no hospital.

Diante daquela situação, Miguel que estava aleijado não podia trabalhar passando a viver na porta da Catedral de Nossa Senhora Del Pilar pedindo esmolas. Era um grande devoto de Nossa Senhora que participava das missas diariamente.

Ele era conhecido por todos os freqüentadores da Catedral e todo o dia untava com o azeite da lamparina do altar a sua perna amputada.

Após dois anos, Miguel despediu de Nossa Senhora e retornou a sua cidade com a ajuda dos tropeiros.

Chegando a sua cidade, os seus pais o acolheram com muito carinho, mas sem poder trabalhar continuou a pedir esmolas e a ajudar os vizinhos nas tarefas domésticas.

Em uma noite, sua família acolheu dois soldados que ficaram hospedados em seu quarto. O jovem querendo ser hospitaleiro se dispôs a ficar em uma esteira no quarto de seus pais.

Ao entrar no quarto, sua mãe sentiu um suave perfume e viu debaixo das cobertas dois pés cruzados.

Altar da Catedral de Nossa Senhora del Pilar

Altar da Catedral de Nossa Senhora del Pilar

Miguel dormia em um sono profundo e foi acordado por seus pais pois, estavam admirados ao perceber que sua perna amputada estava milagrosamente restaurada.

Naquele momento ele contou que “sonhava estar na Catedral de Nossa Senhora del Pilar untando a sua perna com o azeite da lamparina, conforme fazia em Zaragoza” ele tinha certeza que era Nossa Senhora quem havia realizado este grande milagre.

Os vizinhos constataram o milagre e o membro que havia sido enterrado já não estava no cemitério do hospital.

Todos que o conheciam em Zaragoza também ficaram surpresos, pois viam Miguel aleijado na porta da Igreja com freqüência.

O milagre se propagou em toda a região!

 

Ele não está aqui, mas ressuscitou! Lc 24,6 

 

José tomou o corpo, envolve-o num lençol branco e o depositou num sepulcro novo, que tinha mandado talhar para si na rocha.

Interior do Santo Sepulcro, foto da primeira câmara. Este local é chamado de Capela do Anjo.

Interior do Santo Sepulcro, foto da primeira câmara. Este local é chamado de Capela do Anjo.

Depois rolou uma grande pedra à entrada do sepulcro e foi-se embora. Mt 27,59-60

O Santo Sepulcro é o local onde Jesus foi depositado após ser preparado na Pedra da Unção para a sepultura.

Contemplamos a 14ª estação da Via Sacra.

A edícula do Santo Sepulcro mede 8,30m de comprimento e 5,90 m de altura e largura. Ela pertence a três principais comunidades religiosas, os cristãos, gregos e armênios.

A estrutura do túmulo foi construída com duas câmaras. A primeira é chamada de capela do Anjo, um local maior onde a família se reunia para o luto. Sua entrada mede 1,30 m de altura.

Este nome foi dado em memória do anjo que ficou sentado na pedra diante do sepulcro no dia da ressurreição de Jesus.

E a segunda câmara, é o cerne do Santo Sepulcro um local menor. Após ter sido enrolado em lençóis brancos, o corpo de Jesus foi depositado em uma prateleira de pedra ou caixão, conforme o costume da época.

Entrada para o Santo Sepulcro

Esta é a entrada para o Santo Sepulcro, local onde Jesus foi sepultado após a sua morte de cruz.

Suas medidas são de 2,02 m de comprimento e 0,93 cm de largura.

Abaixo deste revestimento de mármore encontramos a rocha primitiva.

Depois rolaram uma pedra grande e arredondada para fechar o túmulo.

Um jazigo onde Jesus ficou de sexta-feira até o pôr do sol de domingo.

 

No post Celebre a Epifania falamos sobre a manifestação de Deus para os Reis Magos.

A estrela se manifestou para os representantes do paganismo que mudam o seu caminho ao ver o menino Jesus.
O local da manifestação é visitado em Belém, chamado de Campo dos Pastores.
Alguns pastores vigiavam o rebanho nos campos quando um anjo apareceu e disse: “Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria de todo o povo. Hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é Cristo Senhor.” Os anjos se juntaram com uma multidão do exército celeste que louvava a Deus: “Gloria a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens.” Lc 2, 10-14
Os pastores foram ao encontro do menino que estava envolvido em faixas e deitado numa manjedoura. Tiveram o privilégio de serem os primeiros para contemplar a glória de Deus, pois eram sempre os últimos, os marginalizados.

A manifestação aconteceu para os que seguiam a lei de Deus e para aqueles que eram pagãos, para os simples e para os diplomatas. O que importa é que o Senhor se manifesta a todos, e nós precisamos corresponder.

Que o nosso coração possa estar aquecido com o nascimento de Jesus, que a sua simplicidade toque em nós.

Que o nosso coração possa estar aquecido com o nascimento de Jesus, que a sua simplicidade toque em nós.

Os pastores foram glorificando e louvando a Deus, pois aguardavam a vinda do Messias durante gerações.
O Campo dos Pastores fica na cidade de Beit Shahour.
Neste local foi construído um Santuário “Gloria in Excelsis”, no ano de 1953 por Antonio Barluzzi e hoje os peregrinos se reúnem para celebrar a véspera do Natal.
Encontramos várias grutas, onde eram guardados os rebanhos que aqueciam os pastores.
Aquele que existia antes de nossos antepassados nasceu, e é filho do Altíssimo.
O menino Deus foi adorado numa manjedoura, na simplicidade de um estábulo.
O Rei Herodes recebeu a manifestação de Deus, mas estava com outra intenção (MT 2,4).
Uma pergunta, em que situação colocamos o nosso coração, na simplicidade do lar de Nazaré ou no fausto Palácio de Herodes?
Que o nosso coração possa estar aquecido com o nascimento de Jesus, que a sua simplicidade toque em nós.

Nazaré fica aproximadamente a 150 km de distância da cidade de Belém, onde Jesus nasceu.

Naquela época era a casa que acolheu a Sagrada Família, mas hoje é a Basílica da Natividade local do nascimento de Jesus.

Na Basílica da Natividade encontramos o local do nascimento de Jesus, simbolizado com a bela estrela de prata.

“Aqui nasceu Jesus, o filho de Deus.”

Local do nascimento de Jesus

Aqui nasceu o Salvador que é Cristo o Senhor!

O local onde Maria dá a luz a Jesus nos mostra a simplicidade e a humildade que se realiza a vontade de Deus.

Naquela época a casa era dividida, em baixo havia o silo, o forno, a dispensa com os mantimentos e era o local onde os animais ficavam. Podemos falar que era como um depósito ou como um sotão.

Ali era o trabalho do dia a dia das mulheres, durante a noite iam para a parte superior da casa. Ela era feita de pedra e coberta de palmeiras.

Para que possamos entender, vou ilustrar a passagem bíblica de Lc 2,7 onde fala “Ela deu à luz o seu filho primogênito, envolveu-o em faixas e deitou-se numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.” Esta era a parte de baixo da casa, onde ficavam os animais, onde era chamado também de catalina. Foi em um lugar deste que Jesus nasceu (em Belém).

O menino Jesus não nasceu em um local de desonra, mas um lugar simples, podemos dizer na cozinha, na sala de uma casa, pois não havia lugar nos quartos. Pois, naquela época as casas, comportavam toda a família, ali viviam os clãs desde os avós, filhos até filhos e netos, cerca de 10 a 15 pessoas.

Em seu nascimento, a vontade de Deus concretiza-se quando nos esvaziamos para receber a graça de Deus. Assim iremos compreender o que o Senhor quer.

Certamente naquela noite do nascimento de Jesus, Maria e José não compreenderam o que estava acontecendo. Mas entendemos o que Deus queria dizer por meio daquele menino colocado sobre a manjedoura, o Filho de Deus, o mais nobre de todos os homens.

Capela do Berço local onde foi colocado o menino Jesus. Uma cave que está sob a Igreja da Natividade.

Capela do Berço local onde foi colocado o menino Jesus. Uma cave que está sob a Igreja da Natividade.

O menino Deus é o verdadeiro sinal do contrário, ele era Deus e veio por meio de uma família simples. Deus está na simplicidade.

Temos esta gruta tão bonita que naquela época se encontrava cheia de graça.

Que possamos reconhecer o amor que Deus tem para conosco a ponto de fazer coisas tão grandiosas, na simplicidade.

Em Belém é Natal todos os dias e vivenciamos este momento rico onde Jesus se faz homem e nasce no meio de nós.

Diante de uma viagem, muitas dúvidas aparecem principalmente relacionado a remédios e daí surge a pergunta: como remédios numa viagem internacional?

O primeiro passo é deixá-los na bagagem de mão, para que não corra o risco de extravio e você acabe sem eles. Fora do Brasil, comprar remédio pode ser bem complicado, baseando-se nas regras de cada país. Alguns chegam a exigir até receita local.

remedio1

Solicitar a seu médico uma receita em inglês é uma ótima sugestão. Outra dica é levar uma quantidade suficiente para toda a sua viagem e com sobra.

É sempre positivo levar os medicamentos fechados em suas embalagens originais, a não ser que seja necessário o uso durante o voo. Essa recomendação é da própria Infraero.

E afinal, o que levar em qualquer viagem? A resposta é simples: Remédios para gripe, dor de garganta e de estômago, diarréia, enjôo, febre, má digestão, anti-inflamatório, e cólicas e outros. Se puder acrescentar um termômetro, melhor ainda!

“Vinde todos, com alegres cantos”

José era da descendência de Davi e por causa do recenseamento foi a Belém, para registrar-se com Maria, sua esposa que estava grávida.

Enquanto estavam ali, chegou o tempo do parto. Ela deu a luz o seu filho primogênito, envolveu-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Lc 2,4-7

José e Maria estavam diante do menino Deus, o enviado do Pai. Naquele estábulo onde encontraram abrigo para o seu nascimento.

No local do nascimento de Jesus foi construída a Igreja da Natividade. Nela encontramos o altar da Natividade e em baixo está a Estrela de Prata que marca o lugar do nascimento de Jesus.

Nós podemos tocar na simplicidade do nascimento do menino Jesus e dizer: “Entra Jesus, em meu coração e transforma-o em um coração simples e humilde”.

A Estrela de Prata marca o local do nascimento de Jesus. Sobre ela está escrito e latim, “Neste ponto, Jesus Cristo nasceu da Virgem Maria”.

Ao observarem a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande. Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. Mt 2,10-11a

Próxima a Estrela de Prata está a Capela do Berço, onde Jesus recém nascido ficou deitado na manjedoura.

Naquele tempo, o significado de manjedoura era o local onde se guardavam as rações para o gado e muitas vezes onde ficavam os utensílios domésticos. Uma cave (pavimento inferior de uma casa, destinado a arrumações) que são mais quentes no intenso inverno ou mais frescas no calor sufocante.

Esta cave teria sido a escolha perfeita para aquecer o menino Deus.

Capela do Berço local onde foi colocado o menino Jesus. Uma cave que está sob a Igreja da Natividade.

Maria e José adoravam o menino Jesus na manjedoura, enquanto meditavam as palavras do Anjo Gabriel: Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande: será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim. Lc 1,31-33

Em Belém todos os dias é Natal! Alegramo-nos com o nascimento do menino Jesus.

Preliminares da Viagem

Após semanas ou meses de pesquisas, finalmente decidimos… vou viajar.

Começamos outra maratona, além de uma série de coisas a organizar e comprar, como a mala, roupas, calçados. A forma de condução e seus horários para chegada ao aeroporto.

Precisamos ver as passagens, os horários da mesma, reservar o hotéis, realizar os pagamentos, seguro de vida e saúde, fazer pesquisas dos restaurantes, horários de trens, ônibus, seus valores… ufa! Mas se você optar em viajar com a Canção Nova não precisará se preocupar com nada disso. Qualquer pacote em que for escolhido estará incluso passagens de avião, refeições, reservas dos hotéis, guias e translado (ônibus com ar condicionado, trem ou navio dependendo do roteiro).

Enfim, deixamos por último e porque nos esquecemos dele… o PASSAPORTE.

Quem já emitiu o seu passaporte, conferi a data do seu vencimento quando marca uma viagem. Válido por 6 meses, após a data da viagem.

Renove o passaporte com 8 meses de antecedência da data do vencimento.

E quem pela primeira vez emiti o passaporte, muitas vezes não sabe por onde começar.

Clique aqui para obter informações de como tirar o seu passaporte.

 

As Malas 💼

Eu já viajei com várias pessoas que levaram a mala tamanho G e cheia de roupas e calçados. Nela não tinha reserva para que fossem colocadas as lembranças e outros.

Escolha pela mala tamanho M de 65 cm altura e uma bolsa ou mochila de mão para levar dinheiro, documentos, passaporte, remédios e etc.

Combine roupas entre si, cores neutras, calças jeans 👖🎽👗👚👕. As mulheres podem levar lenços para mudar o visual.

Calçados confortáveis 👡👟👢👠 e de uso do seu dia a dia. Não compre um calçado para laciar durante a viagem, ele vai fazer volume em sua mala porque pode incomodar os seus pés.

Para aqueles que gostam do inverno prefira casados com revestimento de penas. O inverno na Europa é bem diferente do Brasil.

 

Sono e Descanso 💤

Esta é uma dica importante, durma bem!

Não caia na tentação em querer “aproveitar”.

Andamos e visitamos muitos lugares durante o dia. Chegando no hotel estamos muito entusiasmados, eufóricos por isso queremos conversar, trocar experiências, lanchar. Sair para um passeio a noite com as pessoas que fizemos amizade. Ficamos na internet postando fotos, conversando com parentes e amigos. Tudo isso é muito bom e divertido, mas descanse.

Lembre-se que no dia seguinte iremos acordar cedo e caminhar, visitar lugares, conhecer pessoas. Nos primeiros dias estamos num pique total, chegando no final podemos estar muito cansados e daí sabe o que vai acontecer? Ou você vai ficar o dia todo no hotel para ganhar forças e perder um dia de roteiro ou então vai ficar no ônibus sem coragem de fazer algumas visitas.

Sem contar o fuso horário, onde o nosso corpo nota a diferença de horário e o descanso não é o mesmo.

São detalhes e cuidados que precisamos ter, mas que isto não impede realizar uma boa peregrinação e viagem.

Para aqueles que são ligados no 220 não tem problemas ter este ritmo durante os dias de viagem.

Aconselhamos para as pessoas que tem imunidade baixa tomarem antes da viagem e durante algum tipo de vitamina.

 

Dinheiro ou Cartão 💵💳

O que é melhor levar para uma viagem internacional, dinheiro ou cartão?

Levando dinheiro você estará isento das taxas oferecidas pelo cartão. É preciso mais cuidado pois, em uma viagem de 10 a 15 dias levamos um valor significativo, acima de 300 dólares ou euros.

O mais seguro é usar o cartão de crédito, porém estamos sujeitos a variação cambial, IOF e outras taxas.

Mas por outro lado o cartão de crédito gera milhas e isto é vantajoso para quem viaja.

Temos os prós e os contras destas opções e você vai precisar decidir, diante da sua realidade econômica.

 

Aqui estão algumas dicas, espero ter ajudado.

Até a próxima!!

 

 

Atenção Renovação Carismática Católica de todo Brasil! 🔥🔥🔥🔥🔥🔥

Participe do Encontro Internacional de Pentecostes na Terra Santa e da Celebração do Jubileu de Ouro na Itália.

Entre em contato conosco ou deixe o seu comentário, planos de pagamento e roteiros já disponíveis.

Mais que viagens, encontros com Deus! ✈✈✈✈✈

Anúncio Revista CN Fevereiro 2017 (opc 02)

Quando pensamos em Israel lembramos do deserto e do clima quente.

Mas Israel não é só isso, é um país a nível de desenvolvimento muito superior ao que imaginamos.

Você sabia que foi desenvolvido em Israel o aparelho celular?

Jerusalém

Jerusalém

E cientistas israelenses desenvolveram a primeira câmera de vídeo engolível, permitindo filmar o aparelho digestivo para prevenção do câncer.

Além de ser um território desértico, apenas 20% das terras são aráveis. Mais da metade de Israel é composto de um solo desértico, com um clima quente. No Brasil, graças a Deus temos um clima muito bom para a agricultura.

Contamos também com a escassez de recursos hídricos, porém diante de todo este quadro, Israel é sem dúvida um país pioneiro com relação ao sistema de irrigação de gotejamento.

A agricultura em Israel é considerada muito desenvolvida, em relação ao clima, solo, recursos hídricos e etc.

Em Israel 95% dos produtos naturais, são cultivados em Israel e diante deste contexto somente 5% são importados, os cereais, sementes oleaginosas, carne, café, cacau e açúcar.

 

 

Os judeus iniciaram as técnicas de agricultura moderna no século XIX. Os terrenos ainda semi-áridos abandonados, secos e inférteis, foram se recuperando a partir dos procedimentos de limpezas, dessalinização e drenagem.

O maior problema enfrentado é a escassez de recursos hídricos e os meses de chuva são Setembro e Abril, porém a sua distribuição é de maneira desigual em todo país.

Em Israel as frutas são menores, porém mais adocicadas. Nós vemos no percurso da peregrinação muitas plantações, árvores um pouco menores como de costume no Brasil.

Na agricultura, há o processo de gotejamento devido a escassez de água e é ele quem faz a irrigação de todas as plantações. Durante todo o dia as mangueira gotejam água.

É um sistema muito rico onde eles não pararam nas dificuldades, por meio de estudos conseguiram enfrentar e vencer.

É uma terra muito abençoada por Deus.

 

O ano de 1985, foi marcado com um calor muito intenso, as águas do mar da Galiléia precisou ser usado para irrigar as plantações da região.

Dois irmãos pescadores moradores do Kibutz, aproveitaram que o nível de água estava baixo e a noroeste do mar foram procurar objetos escondidos.

A grande descoberta foi marcada em fevereiro de 1986, em primeiro lugar encontraram moedas, pregos e depois um grande contorno oval coberto por lama. Quem poderia imaginar, por baixo desta lama havia um barco do século I.

O seu casco estava bem preservado, graças a esta lama e aos micro-organismos.

Não podemos afirmar que Jesus sentou neste barco, pois não foi encontrado o seu nome, mas afirmasse que Jesus tenha avistado este barco e que ele é do mesmo século que Jesus.

É evidente que os seus quatro remos encontrados no barco, indicam que o mesmo transportava cinco pessoas e um timoneiro. Podendo ser carregados o dobro de pessoas.

Apesar de sua construção ter sido com um madeiramento forte, o barco já não estava nestas condições, precisaria ter todo o cuidado possível para tirá-lo do mar.

Todo cuidado era pouco, foram usadas vários processos para escavação, seria muito triste vê-lo desfazer-se, após dois mil anos.

Foi usada uma espuma de poliuretano em todo o barco para que ele endurecesse e pudesse após dois mil anos flutuar novamente no mar da Galiléia.

Passando pelo processo de restauração, o barco ficou por em baixo d’agua durante 14. Depois foi trabalhado no processo de secagem, colocado-o em uma estrutura de ferro pudesse sustentá-lo.

O barco foi construído com doze tipos de madeira e passou por várias reformas naquela época, provavelmente porque o proprietário era pobre ou pela dificuldade de se conseguir madeira.

Pelo clima de calor intenso da região e por seus escassos recursos hídricos para armazenar água em abundância, até mesmo pela irrigação das plantações, as árvores são mais baixas, e seus frutos menores e mais adocicados.

Encontramos o barco no Museu Yigal Allon, na Galiléia.

Quer realizar uma peregrinação à Terra Santa e conhecer este grande tesouro?

Entre em contato conosco!