O medo é o meio que o demônio encontrou para abafar a vivência do amor (Deus) que atinge as pessoas no que elas precisam”.

Essa frase veio como inspiração em meio a uma conversa de amigos e senti de partilhar com você! Sei que muitos medos acometem nossa vida por circunstâncias diversas e por isso precisamos ficar atentos pois os sinais desses abafamentos são por vezes camuflados e acabamos envolvidos no projeto de desamor implantado na sociedade.

Quantos andam em busca de um amor maior! Algo que venha preencher e completar as lacunas do coração. Buscam em tudo e em todos, sujeitam-se a qualquer realidade em prol dessa conquista e na maioria das vezes só encontram frustração. Todo esse desgaste vem como uma massa de cimento que com o passar do tempo petrifica o coração e aprisiona a sensibilidade afastando até mesmo o sentimento mais verdadeiro.

As circunstâncias da vida até podem parecer um balde de água fria diante do verdadeiro amor que por vezes não enxergamos, amor que foi até a cruz e que esta pronto para dar-se sempre. Imagine você se todo aquele medo e angústia que abateu Jesus no horto das oliveiras o tivesse impedido de seguir com a vontade do Pai! Recordemos a cena do filme da Paixão de Cristo onde a figura do mal aparece no momento da angustia. Posso dizer que o medo foi esmagado assim como a serpente que rodeava Jesus.

cadastre-se grátis e receba todas as novidades do blog por e-mail

cancaonova

Aproveite um momento oportuno e diante de Jesus esmague também você todo medo que ronda sua vida. Lembre-se:

Porquanto não recebestes um espírito de escravidão para viverdes ainda no temor, mas recebestes o espírito de adoção pelo qual clamamos: Aba! Pai! O Espírito mesmo dá testemunho ao nosso espírito de que somos filhos de Deus”.(Romanos 8, 15-16)

O mesmo São Paulo na carta a Timóteo afirma:

Pois Deus não nos deu um espírito de timidez, mas de fortaleza, de amor e de sabedoria”. (II Timóteo 1, 7)

Por fim deixo uma situação concreta que vivi: Depois de ouvir uma pessoa sobre o seu relacionamento familiar tive a graça de encontrar toda a família, confesso que o medo de não ser aceito e compreendido me tomou por um instante mais consegui vencê-lo e diante da situação fui impulsionado a rezar pelo pai e falar tanto para ele como para a mãe o quanto sua filha sentia falta deles. Quantas vezes temos oportunidades de realizar algo e por medo permitimos que o mal aconteça? Lembro da frase de um filme e deixo como motivação para que você ultrapasse todos os seus medos:

O mal triunfa sempre… que os bons não fazem nada!” Edmund Burk

 

Veja também:

Como ser santo?

Devocionário: A Profecia do Avivamento

Siga: ax_cn

Comunidade Canção Nova

 

 

Share and Enjoy:
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn

Comments

comments

2 Comentários

  1. Gostei do texto, foi bem oportuno para algo que tenho experimentado. Deus abençõe.

  2. Cleber Rodrigues
    Cleber Rodrigues

    Muito bomm! Parabéns por deixar-se guiar pela inspiração do Espírito Santo.

  3. Pingback: Me ama como sou | Sempre Fiel

  4. Pingback: Para onde ir!

  5. Pingback: Viver com-partilhando

  6. Pingback: Eu sou uma estrela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *