Deus nos tem falado neste tempo, que existe uma profecia a se cumprir na face da terra, e em muitos grupos e regiões do Brasil, temos testemunhos confirmados na Palavra, de que o Brasil é o país escolhido pelo céu para que esse mover do Espírito aconteça.

Somos muitos que acreditamos e buscamos o cumprimento dessa “Profecia do Avivamento”, que profetizamos nos ares, lançamos palavras de benção sobre a nação brasileira, vivendo em constante expectativa de que essa intervenção Divina aconteça o quanto antes.

Podemos constatar que esse avivamento tem acontecido em muitas vidas, em vários grupos e em regiões da nossa nação, mais ainda não experimentamos quase nada do que Deus tem para nós. Com o Apóstolo Paulo preciso proclamar: “Sabemos que o que Deus tem preparado para nós, nenhum olho viu, nenhum ouvido ouviu, ou nenhum coração foi capaz de sentir”.

Tem um bom tempo, que junto ao meu querido irmão Fabio Lira, temos rezado para que tivéssemos uma oportunidade de reunir os avivalistas (aqueles que creem e esperam com ansiedade o cumprimento deste profecia), e o Senhor nos concedeu um fim de semana para estarmos juntos, orando, escutando a Deus, partilhando sobre as inspirações, adorando a Jesus na Eucaristia, e comungando do Seu Corpo e Sangue na Santa Missa, pedindo à Esposa do Espírito Santo, a Virgem Maria, que una-se a nós nesta intercessão pelo avivamento.

Queremos por esse instrumento, um devocional, nos preparar para esse grande momento de graça que vamos viver. Vale a pena lembrar que os jovens que se reuniram em Dukesne nos EUA quando o avivamento atingiu a Igreja Católica, e ali surgiu a Renovação Carismática Católica, prepararam-se antes, viveram mortificações, leram a Palavra, buscaram instrução no Senhor.

Queremos nos preparar e deixar que a expectativa tome conta de nós, para experimentarmos juntos o que o Espírito Santo quer fazer na nossa vida.

Teremos a seguinte direção para esses cinquenta dias que antecedem o nosso aprofundamento: Uma Palavra para que seja motivação do nosso dia, para a meditação e oração pessoal, uma mortificação, oração e clamor diários.

cancaonova

1º Dia: Começamos a nossa experiência em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do Vosso amor, enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra. Oremos: Óh Deus que instruístes os corações dos Vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito e gozemos de Sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém.

 Pedimos Senhor, que esta Palavra se torne viva e eficaz na nossa vida, e não volte para o Senhor, sem produzir em nós o efeito esperado.

 Palavra: Gênesis 1, 2

“A terra estava deserta e vazia, as trevas cobriam o abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas”.

 O Espírito, o poder de Deus pairava sobre as águas. Esse Espírito é o poder criador de Deus, é aquele que organiza todas as coisas, que coloca no lugar tudo aquilo que está fora, em desordem, que arruma tudo o que está desarrumado.

Talvez na sua vida de Cristão, de homem ou de mulher de Deus, algumas coisas estejam desarrumadas, desorganizadas, e que precisam ser colocadas no devido lugar. Hoje é o dia de você permitir que o Espírito Santo organize todas as coisas: se é o seu interior, permita-O agir; se são seus pensamentos, permita-O tocar; se é sua vida de oração, deixe-O provocar em você um desejo por Deus; se é a sua casa, Ele quer entrar e organizar tudo. Seja o que for, deixe o Espírito de Deus repousar sobre essa situação, confia a Ele, e a obra se realizará.

(Ore com essa Palavra e peça ao Senhor que te traga revelação para que você compreenda verdadeiramente o que está em desordem na sua vida, Ele te mostrará).

cadastre-se grátis e receba todas as novidades do blog por e-mail

Mortificação: Fazer silêncio para escutar a voz do Espírito Santo e sentir Sua direção.

Oração e Clamor: Senhor, creio que o Seu Espírito renova e organiza todas as coisas, em muitos momentos a minha vida encontra-se num caos, totalmente desorganizada. Isso me impede de experimentar o que o Senhor tem para a minha vida. Tudo está tão desorganizado que as vezes não sei qual é a Sua direção para a minha vida. Chego a desacreditar na ação do Seu Espírito, e que realmente o Senhor tem uma avivamento para a nação brasileira, pois na minha desorganização e indisciplina, não consigo te sentir, te perceber, te tocar, Senhor. Envia o Seu Espírito Santo para colocar em ordem a minha vida, a minha casa, a minha vida de oração, o meu contato com a Palavra.

Confesso a Ti, óh Espírito Santo, que tenho sido indisciplinado na oração, na leitura orante da Palavra, no clamor para que o Avivamento venha. Mas hoje, neste primeiro dia de preparação para a experiência do aprofundamento que vou viver, quero voltar ao que tens para mim, quero organizar a minha vida, e permitir que o Senhor coloque tudo no devido lugar. Eis-me aqui, Espírito Santo, para consagrar tudo o que tenho e sou, repousa sobre a minha vida, repousa e organiza tudo o que está desorganizado. Assim como preparastes todas as coisas para o ato criador do Pai, prepara-me para aquilo que Deus quer fazer na minha vida. Amém.

(Deixe agora livremente o Espírito Santo leva-lo a experiência de um grande clamor e de toda a revelação que Ele tem para a sua vida).

 

Tradução em espanhol

 

cancaonova

Começamos a nossa experiência em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do Vosso amor, enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra. Oremos: Óh Deus que instruístes os corações dos Vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito e gozemos de Sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém.

Pedimos Senhor, que esta Palavra se torne viva e eficaz na nossa vida, e não volte para o Senhor, sem produzir em nós o efeito esperado.

Palavra: Jeremias 2, 12-13

“Ó céu, fica pasmado, tomado de grande susto – oráculo do Senhor. Duplo crime cometeu o meu povo: abandonou-me a mim, fonte de água viva, e para si preferiu cavar cisternas defeituosas que não retém a água”.

Deus fala pela boca do profeta, que aquele povo O tinha abandonado, foi atrás de ídolos, se desviou do projeto de salvação, esfriou na sua fé, se tornaram vazios, como as cisternas defeituosas e furadas. E meus queridos, quantos de nós não estamos nos sentindo assim? Cisternas defeituosas, furadas, estamos vazios. Chegou a hora de avaliarmos a nossa vida, de fazer um sincero exame de consciência para verificarmos o que temos colocado no lugar de Deus, a quem temos buscado. Será que realmente estamos buscando o Senhor com sinceridade?

Será que queremos o avivamento do Espírito Santo, ou que o nosso nome seja reconhecido como avivalistas? Temos buscado a glória de Deus ou a nossa própria glória? Corremos o risco de querer roubar a glória de Deus, isso é uma tentação constante. Quantos a muito tempo já abandonaram o Senhor e nem perceberam. Estão buscando os aplausos, o dinheiro, estão se alimentando de água suja, de psicologismos, de doutrinas falsas, e deixaram de buscar o Deus verdadeiro, o mover do Espírito, voltaram para a carne e as coisas deste mundo, estão na emoção e no sentimentalismo infecundo, e não na experiência verdadeira do Espírito Santo.

Amados, só no Senhor encontramos a fonte de água viva, que nunca se esgota e que sacia a nossa sede, é na Sua Palavra, é na experiência do Espírito Santo, no esforço e na luta de todos os dias que verdadeiramente vamos experimentar o que Ele tem para nós, muitas vezes sem sentimento, mais com muito amor Àquele que por nós morreu na cruz, com muita devoção e adoração ao Espírito Santo. O melhor de tudo, é que Deus hoje nos dá uma chance de voltar a ser o que realmente devemos ser.

Mortificação: Não ligar a televisão, e aproveitar o tempo que se perde na TV para a intimidade com Deus.

Oração e Clamor: Senhor, hoje eu quero reconhecer que em muitos momentos eu tentei roubar a Sua glória, que eu Te abandonei e me coloquei no centro de tudo. Meu Deus, quantas vezes isso ficou tão explícito e eu não percebi: deixei de orar, de buscar a Sua face, de ser íntimo do Espírito Santo. Coloquei o meu coração e o meu tempo em tantas coisas. Te peço perdão por isso. Realmente, em muitos momentos tenho me sentido uma cisterna furada, defeituosa, que não retém água. Que vazio, Senhor, que experiência terrível, parecia que o Senhor tinha se afastado de mim, mais na verdade eu me afastei de Ti.

Li tantos livros, mais não me alimentei daquilo que era o principal, a Tua Palavra. Assisti tantos programas na TV, e estive tão pouco tempo na Tua presença. Eu me arrependo, Senhor, e quero voltar. Envia o Teu Espírito sobre a minha vida e me revela os ídolos que preciso quebrar, que preciso queimar, que tenho que me desfazer. Pois quero essa água viva que não para de jorrar e, que pode saciar a minha sede. Perdoa-me, Senhor, e faz com que eu seja amigo do Teu Espírito Santo. Amém.

(Deixe agora livremente o Espírito Santo leva-lo a experiência de um grande clamor e de toda a revelação que Ele tem para a sua vida).

 

 Tradução em espanhol

 

cancaonova

Palavra: Jeremias 33, 3

“Clama por mim, que Eu te ouvirei e te mostrarei coisas grandiosas e sublimes, que tu não conheces”.

Neste período do profeta Jeremias, o povo estava dividido em dois reinos – o reino do norte e o reino do sul. O reino do sul era composto por dez tribos, das doze que Israel possuía, e na história teve dezenove reis, tendo sua sede em Samaria; o reino do norte era composto por duas tribos, a de Judá e Benjamim, com sua sede em Jerusalém. Quando Jeremias profetiza para eles neste capitulo trinta e três, o reino de Judá estava no exílio, longe de Jerusalém, longe do Templo, estavam no exílio da Babilônia, exatamente porque tinham abandonado o Senhor, e adorado falsos deuses. Essa profecia é messiânica, cheia de esperança. Deus falava ao seu povo o chamando ao clamor e à oração.

Querendo devolver-lhes a esperança que o exílio havia arrancado deles. O Senhor estava com eles naquele momento de sofrimento e humilhação, Ele continuava sendo o Deus de Israel. Eu não sei qual é a situação que você vive hoje, mas eu tenho a certeza de que essa palavra é atual para a tua vida, como também para a minha. Deus escuta o nosso clamor. Talvez você esteja cansado de clamar e tenha a impressão de que o Senhor não te escuta. Talvez você esteja num exílio por tê-lo abandonado ou por causa da perseguição e incompreensão. Mais perceba, há uma promessa, Ele está escutando o teu clamor: Eu te ouvirei, diz o Senhor, e além de te ouvir, Ele quer te mostrar coisas grandiosas e sublimes que não conheces.

Um grande perigo que corrermos na nossa caminhada espiritual é achar que já sabemos tudo e experimentamos tudo. Que pobreza quando assim nos comportamos, que fechamento para a novidade do Espírito Santo. Deus é inesgotável, e tem muito mais para mim e para você. Ele quer nos mostrar coisas grandiosas e sublimes, nos abramos e deixemos o novo de Deus fluir na nossa vida. Faça a experiência.

Mortificação: Dar o dobro que você tem dado para orar. Ou seja, se você reza meia hora por dia, hoje vai rezar uma.

Oração e Clamor: Espírito Santo, preciso ir além na minha experiência de oração, tenho que orar mais, é uma necessidade. Sei que tens muito mais para mim, e hoje estou me decidindo que eu também quero mais. Quero escutar a voz de Deus, quero acolher as Suas revelações, quero experimentar o Seu amor, a Sua condução. Ouça a minha voz, escuta o meu sussurro, sonda o meu coração. Revela, meu Senhor, as coisas grandiosas e sublimes que tens para mim. Estou aberto, estou preparado, e quero muito mais da Sua presença e da Sua revelação.

Aumenta o meu desejo por Ti, meu Senhor e meu Deus, coloca em mim a disposição necessária para orar mais, para te buscar mais, para clamar mais. Eu te quero, eu preciso de Ti, eu tenho necessidade da Sua revelação. Toca-me, Senhor, revela-Te a mim, Espírito Santo. O que queres de mim, onde queres me levar. Vem Espírito Santo, eu te adoro, eu te recebo, eu te glorifico, eu te exalto, eu quero mais de Ti. Vem Espírito Santo, vem Espírito Santo, vem Espírito Santo. Amém. Aleluia!

(Deixe agora livremente o Espírito Santo leva-lo a experiência de um grande clamor e de toda a revelação que Ele tem para a sua vida).

 

Tradução em espanhol

 

 

cancaonova

Começamos a nossa experiência em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do Vosso amor, enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da Terra. Oremos: Óh Deus que instruístes os corações dos Vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito e gozemos de Sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém.

Pedimos Senhor, que esta Palavra se torne viva e eficaz na nossa vida, e não volte para o Senhor, sem produzir em nós o efeito esperado.

Palavra: II Crônicas 7, 14

“Se então o povo sobre o qual for invocado meu nome se humilhar, orar, me procurar e se converter de sua má conduta, Eu escutarei do céu, lhe perdoarei o pecado e restituirei a saúde a terra”

Deus fala a Salomão durante a noite, depois da conclusão da construção do Templo, dizendo que ouviria a oração que fosse feita naquele lugar, mas que principalmente quando vissem calamidades, que esse povo orasse a Deus. Contudo, não seria uma simples oração, mais o primeiro passo da mesma seria a conversão, a mudança de vida, dando um passo importante da humilhação, do reconhecimento do nada diante do Tudo que é o Senhor Deus, pois oração sem conversão não tem efeito e nem eficácia, é apenas multiplicação de palavras, sem a real experiência da ação poderosa de Deus.

Lembremo-nos do fariseu e do publicano no templo: o fariseu se exaltava, pois jejuava três vezes na semana, pagava o dizimo da hortelã, e ainda referia-se ao publicano com desdém; já o publicano não tinha coragem de erguer a cabeça diante de Deus, sentindo-se indigno, e pedia insistentemente perdão ao Senhor dos seus pecados. Qual foi a oração que Jesus disse que foi acolhida, ouvida? A do publicado que se humilhou e pediu perdão para Deus! Deus faz uma grande promessa ao humilde, ao que se humilha, ao que não se exalta: escutarei do céu, lhe perdoarei o pecado e restituirei a saúde a terra.

Você é o justo que Deus escolheu para salvar a sua cidade, o seu estado, a nação brasileira. Desafio a que você se humilhe, busque a conversão e ore ao Senhor, e as catástrofes serão afastadas da sua região e nação, e serás ouvido em tudo o que colocar em oração na presença do Senhor.

Mortificação: Buscar o Sacramento da confissão, para experimentar o perdão de todos os seus pecados.

Oração e clamor: Senhor Deus, obrigado pela clareza com que Te revelas a mim, pela direção da Tua Palavra. Sou provocado a reconhecer o quanto sou pecador, frágil, pequeno, diante da Tua Santidade, Força e Grandiosidade. Confesso que em muitos momentos me senti orgulhoso, até mesmo na oração, pela facilidade em orar, pelas grandiosas experiências que fiz, pelo tempo de caminhada que tenho, mas hoje diante da Tua face, quero reconhecer o meu nada, a minha pequenez, e que eu não sei orar verdadeiramente.

Multipliquei as palavras, mas meu coração estava distante de Ti, e não experimentei o que tinhas para mim. Quantas vezes eu rezei para aparecer, e não porque meu coração não estava rendido a Ti. Quero de agora em diante, ter meu coração rendido totalmente a Ti, quero fazer uma caminhada séria de conversão, e experimentar a luz do Teu Espírito, quero agradar Teu coração com a minha rendição e comprometer-me em viver uma vida justa e de intercessão pela nação, pelo meu estado, pela minha cidade. Vem Espírito Santo, e leva-me a ser aquilo que Deus realmente quer que eu seja, leva-me a oração que agrade e toca o coração de Deus. Amém.

(Deixe agora livremente o Espírito Santo leva-lo a experiência de um grande clamor e de toda a revelação que Ele tem para a sua vida).

 

Tradução em espanhol