Muitos de nós crescemos na Fé Católica, mas não levamos a sério. Somos aqueles que dizem eu cresci Católico, mas, ao invés de mas deveria ser E… Quando isso acontece na nossa vida? Talvez uma doença, uma perda, um acidente, uma traição, algo que tira o conceito abstrato de Jesus e se torna Concreto! Então, se Jesus é o que Ele diz que é, chegou a hora em que  eu irei comprovar a Sua presença na minha vida.

 

Quando o Servo de Deus Guido Schaffer, filho de uma mãe muito Católica se tornou jovem, experimentou tudo que os jovens experimentam. Contudo, diferentemente de muitos jovens que vão para o fundo das trevas para então ao se perderem se acharem, Guido foi encontrado pelo Amor! E após tomar a Palavra ( João 14:23) Quem me ama guardará minha Palavra, passou a transpirar a Palavra de Deus, como se seus lábios fossem a própria Torah! Não havia nada que ele mencionasse que não comprovava pelo Livro, Capítulo e Versículo Bíblico. Seus lábios eram a Torah. No seu funeral, com apenas 33 anos de idade, Dom Orani celebrando sua primeira Missa Oficial como Arcebispo do Rio de Janeiro, tomou conhecimento daquele Médico que renunciou a tudo pelo Mestre, renunciou a vida de glória para se tornar o Servo de Deus, e nem chegou a se tornar Diácono, Deus o chamou primeiro. Neste Sermão Dom Orani pronunciaria uma Palavra que descreveria Guido como alguém que soube morrer, pois morreu Amigo de Jesus!

Tudo na vida do Guido era oportunidade para Evangelizar, curar e libertar os cativos da mão do tentador e do pecado. Todos os presentes ouviram dos lábios de Nazaré sua mãe, que quem sabe onde o filho está nunca perde ele, para todos os que diziam meus sentimentos pela sua perda. Guido após encontrar Jesus, viveu Filipenses 2:1-11. Viveu como Jesus, foi aos lugares que Jesus gostaria de ir com ele. Consolou corações, se doou em suas penitências, aprofundou-se no conhecimento da Palavra de Deus para anunciar aos pobres, e aqui nada de pejorativo, a todos que não conhecem Jesus nós precisamos anunciar com destemor, sem respeito humano, como os primeiros apóstolos. Nós vimos o Senhor e viemos anunciar.

            O objetivo da vida do Guido não  apenas  ser um bom menino. Não quer dizer ser correto, mas ser discípulo, colocar na mente de Jesus. Agir como Ele, ter a disposição para o outro, estar conectado ao outro. E ao olhar como Jesus olha o mundo e as coisas, hoje gostaria de compartilhar com todos a respeito de como Jesus vê a morte!

            Como Jesus olha a morte? Extremamente diferente de como o mundo vê a morte. Nós católicos dizemos que Jesus venceu a morte e por isso não temos medo. Mas quando vivemos numa sociedade atual que aboliu Jesus de tudo e então ficam apenas com a primeira parte da resposta: – Eu não temo a morte, porque? Não sei o porquê, ou porque morte é algo natural, ninguém deve temer. Porque morte é assim, e daí vem a teologia do Rei Leão, que come o antílope que come grama, que nos tornamos quando morremos e assim o ciclo da vida, isso é o que toda religião primitiva pregava antes de conhecer o Cristianismo. Jesus venceu a morte através da Ressurreição! A morte para o  mundo parece bem realista, bem adulto, como encarar o fato, mas é desonesto. A morte que todos experimentamos é muito mais do que isso. Ser indiferente em relação a morte é ser COVARDE. Pois Morte é Inimigo. É inimigo a tudo que é bom, inimigo de tudo que nós amamos. Quem nega isso, é porque é o covarde ou se alia ao Inimigo que é pior que ser covarde. E se aliar a isso é oposto ao Amor. Oposto ao Amor não é ódio, mas indiferença. Indiferença ignora o ser que deveria ser amado. Não estar nem aí para o amado, é ser muito covarde e omisso.

            Perguntando a civilização ocidental como desejaria a morte, a maioria escolheria ser rápida e indolor. O momento mais frutífero da vida de um ser humano, hoje é ignorado ou negado ou ainda buscado até a interrupção artificial através da cultura da eutanásia, mas este momento é uma profunda experiência da presença de Deus. Esse é o momento onde nós observamos a morte como Jesus vê a morte. Em São Paulo aos Filipenses, Jesus se humilhou vindo ao mundo e se submeteu até a morte e morte de Cruz. Jesus vê a morte como Inimigo. Livro da Sabedoria capitulo primeiro mostra que Deus não criou a morte. A morte é fruto do pecado e Jesus que não tinha pecado assume o pecado do mundo inteiro e vence a morte na Cruz. João Capitulo 11, Jesus encara a morte de Lázaro seu amigo amado, e Ele chorou. Jesus sabia que iria ressuscitar Lázaro, mas não negou o seu sentimento diante da morte. Jesus deixou claro que nosso coração se fere pela morte, mas não nossa Esperança. Todos nós sentimos a nossa alma doer pela morte de alguém querido. Jesus olha a morte, e em silêncio fala com o seu Pai. Na sua agonia Jesus contempla sua morte e faz suar sangue. Jesus não se distrai em frente da morte, não ignora, mas olha de frente e encara o inimigo. O que Jesus nos ensina, que não devemos ignorar, ser indiferente, sabendo que o nosso coração ficará partido, mas nossa confiança em Deus não, pois se Jesus venceu a morte, nós venceremos por sua morte. Mesmo experimentamos morte, luto e  a dor profunda nós não sofremos como quem não tem fé, pois não sofremos como alguém que não tem esperança.

            Guido morreu aos 33 anos, não desejando morrer, pelo contrário ser Padre, ser missionário trazer muitas almas para Jesus, mas ele obedientemente aceitou sua morte, para estar com o Senhor! Isso não tirou a dor seu pai nem de sua mãe e irmãos e nossa dor, mas quanto mais aumenta em nós o sofrimento maior é nossa consolação ( 2Cor1). Guido profetizou sua morte, onde ele mais amava, no mar.

            Nós não vivemos para nós mesmos, nem morremos para nós mesmos segundo São Paulo, mas para o Senhor que vivemos e morremos. Não deixemos que nada, nem a morte mate nossa esperança. Para que um dia possamos como o Guido, ao final da nossa jornada aqui, podermos morrer da melhor maneira que existe, ou seja, morrer amigo de Jesus!

           

 

Oremos: Senhor, hoje eu quero entregar todos os meus amados que partiram, pois vieram do Senhor  e por isso voltaram para o Senhor! Cura o meu coração machucado e ferido, e renova-me na Sua esperança, pois quem tem Jesus tem esperança! Restaura todo o meu interior que ainda não experimenta a Sua plena consolação! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém!

1 comentário

  1. Thaíza N G Ruiz

    Que reflexão linda Dr Nasser. Adorei!!

Deixe uma resposta para Thaíza N G Ruiz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *