O TRABALHO DO ESPIRITO SANTO É A RENOVAÇÃO!!!

           

           

            Hoje nós rezamos e clamamos aos céus, que Renove a face da Terra, renove os países, os estados, as cidades, os bairros, nossa casa, nossa família, os nossos mais queridos, a nós! Renova-me Senhor, porque tudo que há dentro de mim precisa mais de ti!

            Muitas vezes nós pensamos neste dia maravilhoso nós pensamos em Missão. Claro, hoje é o aniversário da Igreja, que somos nós. Parabéns a todos nós! Hoje nasceu para nós em Jerusalém no Cenáculo, a nossa Igreja. Sobre aqueles primeiros desceu o Espírito Santo, sobre Maria e os Apóstolos. Desde então os Sete Dons do Espírito espalharam sobre a Terra e por isso hoje temos ao redor do mundo Igrejas e Locais Sagrados de Veneração, pois  o Senhor em sua Ascenção ( semana passada celebramos) prometeu aos seus que iria de volta ao Pai e derramaria sobre todos o seu Espírito Santo. O Espírito Santo no Antigo Testamento pairava sobre poucos, apenas os escolhidos para determinada missão, Elias, Elizeu, Samuel, Saul, Davi  e assim em poucos, até chegar em São João Batista que vai dizer: – Eu batizo com água e virá alguém após mim que vos batizará com a água e com Espirito Santo, Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. E então Jesus após a Ressurreição, aparece aos seus e  sopra sobre eles o Espirito Santo. Santo Irineu disse que o Espirito Santo precisou habitar em Jesus ( verdadeiro Deus mas verdadeiro homem) para se acostumar a viver entre nós homens. Sim, a força do Espírito Santo é agir onde quer e como quer, ninguém o vê mas sim é possível ver as suas ações através daqueles que se abriram à Ele.

            O Espirito Santo que faz da Igreja Una, Santa , Católica e Apostólica. Mas antes de sermos Missionários, algo que é próprio do Espírito Santo deve acontecer em nós. A experiência do Batismo no Espírito Santo nos traz o maior de todos os Dons, que é ter a certeza que SOMOS AMADOS POR DEUS! A primeira coisa que é renovada dentro de nós é a pertença a Deus, que somos amados por Deus e isso basta! Essa certeza viva faz que muitos de nós que não convivemos ou não tivemos oportunidade em vida de estar com nosso pai ou com a nossa mãe, sermos preenchidos por este Amor que está acima do amor humano, e não carregarmos a ferida da ausência ou da rejeição. Assim acontece com aqueles que nasceram do Espírito Santo.

            Hoje me vem à memória da minha experiência com o Espirito Santo e como minha vida mudou a partir desta experiência. Eu sempre fui criado dentro do ambiente católico seja de uma família mineira , seja do lado libanês. Desde pequeno recebi os Sacramentos, participava dos encontros de jovens, das festas e das Missas Dominicais. O tempo passou, vindo para o Rio de Janeiro, aos poucos fui ficando apenas com a Missa Dominical, assim mesmo não vivenciada de forma mais adequada, para mim era um hábito. Muitas coisas aconteceram na minha vida, e um dia eu quis ir até um grupo de oração na Comunidade Bom Pastor em Copacabana, e para minha surpresa o que eu vi naquele lugar mexeu muito com todo o meu ser. Eu via os prodígios, eu via as pessoas manifestarem os Dons do Espírito Santo, até que eu pedi na Oração, a Efusão do Espírito Santo. Como algo que transcende nosso entendimento, uma mão suave passou sobre minha cabeça, e imediatamente eu abri os olhos, achei que alguém estava orando por mim, mas não havia ninguém em minha volta. O dia seguinte começou de uma forma totalmente diferente. Minha sede pelo conhecimento me fez montar uma biblioteca sobre o Ruah, o Pneuma, o Sopro do Espírito, os Carismas enfim, da Patrística, aos Padres do Deserto aos Autores modernos e aos meus Pais da Fé, Padre Jonas Abib e Padre Robert DeGrandis, além do Frei Cantalamessa. Minha vida na fé se transformou, pois já não era mais eu que vivia mas sim Cristo que vivia em Mim. Tudo a partir da certeza que eu tive naquele dia, Deus  me ama! Isso eu quero partilhar com você. Os desafios vieram, pude conhecer e caminhar em missão por três anos com Guido Schaffer que será beatificado em breve, e ver as maravilhas que Deus operava através dos nossos Dons! Ontem mesmo na Vigília de Pentecostes fui me recordando com os irmãos estes presentes de Deus. Pois bem, cheio do Espirito Santo, participando do Ministério de Cura, me deparei com um Tumor em mim mesmo. De inicio, veio ao meu coração,  que esta doença seria para que eu ensinasse aos meus filhos, como fazer diante de uma batalha como esta, com fé! Como Deus me preparou para tal desafio, e tantas outras coisas que aconteceram após esta grande batalha. Você vê a morte de perto, como cristão, sabendo que você é amado por Deus, que a Palavra proclamada nela foi: João 11;4. Esta doença não te causará morte mas por ela será glorificado o Filho de Deus!.

            Irmãos vivemos num Exílio, para um dia habitarmos na Casa do Pai, no lugar das muitas moradas. Muitos dos nossos vivem como se não tivessem família. O Espirito Santo é Espirito de Adoção. A única forma que podemos dizer ABBA Pai é pelo Espirito Santo que habita em nós! O Amor do Pai é o Espirito Santo!

            Em João 15 Jesus diz que : Assim como o Pai me Ama Eu vos amo! Esta é a medida do Amor ( Santa Ceia). E hoje Ele nos envia: Assim como o Pai me enviou assim eu também vos envio! Nós temos idéia do quanto Deus nos ama? Nós vivemos em certos pensamentos bitolados duvidando que Deus nos conhece! Ele nos conhecia antes de nos escolher( Jeremias). Deus já viu todos os lugares que nós iremos falhar. Ele sabia sobre a nossa infidelidade, sobre aborto, sobre raiva, ódio, quantas pessoas nós ferimos, Ele sabia de tudo isso antes de nos escolher. Você tem idéia do quanto Eu vos Amo? Olhe para cruz esta é grande prova. Na Encarnação Jesus santifica o corpo humano manchado pelo pecado original e na Cruz Ele vence o pecado e a morte consequência de todo nosso erro! Ele sabia de tudo antes de nos escolher!

            Jesus orando ao Pai diz: – Com o Amor que o Senhor me ama que este Amor esteja neles! Este neles sou eu e você! O Amor com que o Pai ama o Filho é o Espirito Santo, uma das designações do Espirito Santo é o AMOR ( Ágape)!

            Pentecostes é hoje. Somos o templo do Espirito Santo! O povo do Velho Testamento somente poderia adorar a Deus e louvar a Deus no Templo. Com o Espirito Santo, nós somos o Templo do Espirito Santo! Podemos e devemos adorar a Deus no nosso coração, sacrário vivo! Deus está em todo lugar, Ele é onipresente, mas em particular no nosso Coração!

            Como os Judeus ao voltar da Babilônia, reconstruíram o templo, choraram de alegria ao ver o Templo de Yaweh reconstruído, mas os mais idosos apenas choraram de tristeza pois alguma coisa faltava neste novo Templo. Alguma coisa não havia sido restaurada. É assim amados, muitos de nós ainda não deixamos ou não acolhemos, ou não assumimos o Templo do Espírito Santo em nós. 

            Nós não podemos receber o Espírito Santo se vivemos uma vida contrária a Palavra de Deus. Contudo nós não podemos ligar e desligar nosso Batismo, nosso Crisma, mas podemos ser renovados, e viver segundo a Palavra de Deus, para que o Espírito Santo que habita em nós desde nosso Batismo dê frutos em nós.

            Hoje é dia de Confirmar o nosso Sacramento do Crisma ( Confirmação). Hoje eu louvo a Deus em minha vida por tudo o que o Espírito Santo realizou e realiza e realizará na minha vida. Mas um ponto importantíssimo a salientar hoje aqui. Eu relatei sobre meu testemunho para lembra a todos, que o meu e o seu coração são os templos do Espírito Santo. O Templo não é apenas para louvar a Deus, mas também para o Sacrifício! São Paulo aos Romanos 1: – Que seu corpo seja o lugar do Sacrifício VIVO ao Pai! Não há medo, quando enfrentamos as doenças graves tendo a certeza que Deus está conosco e mesmo se a doença não curar, Deus continua sendo Deus e o meu sacrifício que é a minha carne, meus sofrimentos, queimando em cautérios, em medicamentos, em radiações, torna meu templo ainda mais significativo para a Salvação de muitos, pois me aproximo da Paixão do Senhor Jesus, o Messiah, o Ungido, o Cristo que se deu por mim, por todos os meus pecados e as consequências eternas deles.

            Finalizando, quando tiverdes uma doença não deixe de entregar desde o início até o final cada sofrimento, cada dor, cada complicação, cada recidiva, cada cirurgia, cada tratamento agressivo e suas consequências e amputações  como Sacrifício Vivo, pois somente quem renasceu do Espirito Santo, cujo Templo dia e noite ascende ao céu seu próprio corpo como  sacrifício de suave odor a Deus, pode realizar com Sabedoria o verdadeiro louvor e a verdadeira doação aos outros, mesmo que seja o último!

            Que toda o nosso Sofrimento seja transformado em ORAÇÂO no Templo do Espirito Santo que é o nosso coração!

           

            Oração: Abbá Pai. Hoje é o dia Especial de Pentecostes. Hoje é o primeiro dia do resto das nossas vidas que fomos restaurados, renovados , renascidos da água e do Espírito. Vem sobre nós Espírito Santo de Deus, restaura a cada um de nós no Seu Amor. Faça com que tenhamos Sabedoria para louvar o Senhor dentro do nosso coração, no Templo vivo que é o nosso coração e ao mesmo tempo do local do Sacrifício! Que neste templo as dores, as misérias, os sofrimentos, as doenças físicas, mentais e espirituais sejam ofertadas ao Senhor para que muitos tenham vida e que muitos sejam convertidos. Senhor fazei-nos Morada do Espírito Santo e Templo Santo que sempre estará pronto para o verdadeiro sacrifício do Amor!

 

 

                                                                                  

            De algum modo, o exílio irá acabar! Nós poderemos voltar. Mas por que? Qual é a razão para que eu e você voltemos?

           

            Para entendermos um pouco melhor o que significa a festa de hoje, o conceito de Restauração é o conceito de fazer tudo a partir da planta original e não apenas um conserto ou um remendo, mas derrubar tudo e começar de novo como se faz com obras de arte, com carros antigos. Fazer deles conforme eles devem ser.

            Nós estamos neste tempo de possibilidade da volta para nossa atividade normal junto à Igreja, vivendo neste período de quarentena longe do solo Sagrado, longe do lugar de louvar verdadeiramente o Senhor! Estamos como os Judeus na Babilônia como falamos semana passada. O Rei Ciro libertou os Judeus e disse para eles voltarem a Jerusalém onde, poderiam novamente louvar ao Senhor no Templo! Mas isso não era o fim, pois eles não podiam voltar para Jerusalém e simplesmente viver como viviam antes, não é assim que as coisas funcionam. Agora o processo era doloroso. Para auxiliar neste processo Deus envia alguns homens que ajudarão o povo durante a volta. Um deles é Zorobabel, que iria dizer ao povo que a razão pela qual o povo deveria voltar seria para reconstruir o Templo e no Templo poder dar a Deus o louvor e a adoração que Ele merece. Não deveria apenas estar em Jerusalém no Templo, mas Restaurar o louvor e a Adoração.

            Outro enviado de Deus foi Neemias, que conclama o povo para restaurar as muralhas de Jerusalém , para que pudesse se defender dos possíveis ataques. E o terceiro homem de Deus foi Esdras que concorda com todo o processo de restauração mas adiciona um até mais importante, a Restauração do Coração do povo de Israel. O povo depois de setenta anos na Babilônia, poderia não estar mais na Babilônia mas a Babilônia ainda estava dentro deles. Nós precisamos restaurar o coração do povo para o Senhor. Deus trouxe o povo de volta a Jerusalém, para restaurar o Relacionamento com Deus!

            Nós cristãos no dia de hoje estamos vivendo um Exilio, e desejamos de todo o coração retornar as nossa Igrejas, tanto católicos como evangélicos, padecem de não poder estar aos Domingos no local de Adoração ao Deus Altíssimo. Como  a profetiza Ana dizer: – Eu derramo  a minha alma diante do altar do Deus Altíssimo . Disso temos fome e sede.

            Semana passada discutimos sobre ter a Razão para voltar, não somente por ser uma formalidade, mas porque sabemos em Quem nós confiamos e damos nossas vidas.

            Crer em Deus não pode ser somente ter o conhecimento que Ele existe, pois senão, qual o propósito da ASCENÇÃO, a festa que hoje nós católicos do mundo inteiro celebramos? Qual a essência de tudo isso?  Jesus já havia se mostrado aos discípulos durante estes 40 dias após a sua morte, todos creram que Ele havia Ressuscitado, mas por que se elevar ao Céus? O que isso conclui em nossa fé? Por que levar seu corpo ao Céu? A ASCENÇÃO ao  céu é o Clímax de todo o Mistério Pascal. Toda a nossa história de Salvação, desde a Encarnação até a Ressurreição não são o CLÍMAX da nossa história, mas a Ascenção. A Ressurreição não é o final mas a ASCENÇÃO que significa RESTAURAÇÃO!!!

            Restauração é o objetivo final, e vemos isso nas Escrituras. No Evangelho de hoje, eles viram Jesus, eles louvaram mas eles duvidaram. Os Apóstolos estiveram com Jesus nos últimos dias e eles não precisavam mais de provas. Mas porque eles duvidaram? Dúvida é intelectual. Dúvida também é enraizada no nosso coração!

            Muitas vezes nós vamos à Missa, nós louvamos e adoramos o Senhor Jesus mas nós duvidamos, duvidamos que Ele possa nos deixar. Somos humanos, temos dúvidas humanas. Somos humanos e falhamos, e se falhamos podemos ficar longe do Senhor! Eu tenho medo do que virá a seguir. Senhor, eu sei que o Senhor Ressuscitou, venceu a morte, e ascendeu ao céu, Senhor e se o que o Senhor me pede é demais para mim?

 A FÉ REAL É IGUAL AO AMOR, EXIGE MUDANÇA EM NOSSAS VIDAS!

             Os apóstolos não duvidaram do Senhor mas deles mesmos! Os apóstolos sabiam que a Ressurreição não era o fim. Eles perguntaram a Jesus: – Senhor, a partir de agora o Senhor irá Restaurar o Reino de Israel? Eles sabiam, não era mistério para eles, eles sabiam que a Ressurreição não era o ponto final mas a RESTAURAÇÃO SIM, então eles fizeram esta pergunta. Jesus responde: – Vocês receberão o Poder do Alto e quando Eu for ao Pai derramarei sobre vocês  e então vocês irão aos quatro cantos da Terra. Eu vos dou o meu Poder e o meu Espirito e vocês serão minhas testemunhas. Os discípulos a partir daquele momento descobrem a Razão! A razão da ressurreição é Restauração, a razão da Redenção é Restauração! RESTAURAÇÃO ME FAZ DE ALGUMA FORMA TER UMA LIGAÇÃO DIRETA COM JESUS! A  todos nós!

            Exílio não significa apenas geografia, para nós cristãos significa VOCAÇÃO E MISSÃO! Não é apenas ter uma razão mas um RELACIONAMENTO! Então por que Ele ascendeu? Porque a partir da sua Ascenção derramou sobre nós o Espirito Santo, nosso Advogado, pois precisamos de um paráclito que nos defenda dia e noite. O Espirito Santo é o RESTAURADOR das nossas pontes e elos com Deus para sermos missionários destemidos. Jesus ascende ao céu, para ser nosso eterno Intercessor!. Jesus está dizendo para mim e você: – Junto eu e você iremos levar a Restauração ao mundo, e não é um novo porquê, mas um novo O quê, este O quê professar ao mundo um novo tempo de Relacionamento com Deus! Nós somos feitos sozinhos por Deus mas não seremos salvos sozinhos, nós estaremos com Ele até o fim.

            O Grande mistério  da Ascenção é : Jesus une a humanidade à Divindade ! A essência dá significado a nossa existência. O que nós fomos criados para ! Voltar do Exilio significa mais do que viver em um novo local mas uma nova vida em Cristo!

            Comece no seu lugar, na sua família, no seu meio. Apresente ao Senhor tudo em você que hoje precisa ser Restaurado em seu coração. Faça como Zorobabel, como Neemias, como Esdras reconstruindo o altar do seu coração, proteja as suas muralhas, seus relacionamentos, seus limites, e também restaure em todos as áreas do seu Coração! Comece primeiro em você!!! Depois comece a fazer pontes e ligações com os que Deus vos confiar!

            Finalmente, eu temo voltar às Igrejas e nada tiver mudado, viver apenas por viver sem que a Restauração tenha me feito uma pessoa melhor para os outros. Precisamos com Cristo viver nossa Comissão ( missão com Jesus) da RESTAURAÇÃO!

 

                    Oração: Abbá Pai. Preciso de Ti,  a cada dia que passa mais eu tenho me acostumado com o exilio. Pai me falta forças às vezes para as batalhas que estão sendo travadas lá fora, o medo tomou conta do meu coração. Por isso hoje, na festa da Ascenção eu preciso abandonar a dúvida, abandonar o medo e abraçar a RESTAURAÇÃO. Hoje eu desejo do fundo da minha alma, juntar as minhas forças e com o Seu Poder e Sua Presença levar esta Restauração ao mundo partindo de mim mesmo. Envia-me Senhor e    Batiza-me com Seu Santo Espírito, faça-se em mim nova todas as coisas, RESTAURA-ME. Derrama sobre nós a Sua Infinita Misericórdia! Amém.

           

 

           

 

 

           

 

 

                                                                                  

            Caríssimos, hoje estamos vivendo um tempo semelhante, claro guardando as devidas proporções, ao Exílio na Babilônia. A diferença é que não fomos transportados para terras longínquas físicas, como os nossos irmãos judeus  foram  para a Babilônia, mas de certa forma sim, fomos transportados para nossas prisões. Babilônia era um lugar magnífico, onde tudo acontecia, sabemos dos Jardins Suspensos da Babilônia, considerada entre as sete maravilhas do mundo antigo.  Depois de 70 anos, Ciro determina aos Judeus, vocês agora podem voltar a Jerusalém. O que significava voltar para Jerusalém! Voltar ao Templo, pois somente em Jerusalém havia o Templo e somente no Templo era possível adorar o Senhor dos Senhores, o Rei dos Reis, o Senhor dos Exércitos, YEAWEH!. Na Babilônia não haviam mais sacerdotes ,portanto não havia mais onde Adorar o Senhor, e assim o povo foi ficando sem as dimensões do Sagrado em seus corações.

            Bem, após umas dez semanas mais ou menos, seremos também liberados para sairmos de casa, do exílio, para muitos, pela condições sócio econômicas, uma prisão, com pouco espaço e muita gente aglomerada. Contudo algo que aconteceu com os Judeus e acontece conosco hoje, muitos de nós irão se perguntar, para quê voltar? Muitos Judeus perderam a fé e voltar para Jerusalém seria sem propósito, para muitos hoje sair de casa não faz sentido, pois grande parte do povo que sofre hoje, não tem mais para onde ir!

            Nós vivemos num Exílio hoje, perdemos a liberdade de viajar, de andar livremente pelas ruas, exceto aqueles ligados aos bens essenciais, ir à praia, encontrar os amigos e o mais importante, fomos privados de irmos ao nosso local de profissão de fé. Nós Católicos fomos privados de  ir à Igreja, de Celebrar a Eucaristia fisicamente. Apesar das mais diversas formas de transmissão online, nada substitui estar dentro do Solo SAGRADO!. Fomos separados dos nossos Padres. Ficamos afastados dos nossos Sacramentos.

            E a partir de agora muitos lugares estão liberando a vida das pessoas. Assim poderemos voltar a nossa Igreja e estar fisicamente na Presença do Sagrado. Na Babilônia também foi assim, liberados para voltar apenas uma pequena parte da população dos hebreus voltaram para Jerusalém, a maioria ficou na Babilônia. Eles disseram que não tinham razão para voltar. Imagine você, vivendo na Babilônia e de repente se vê na posição de que Adorar a Deus no Templo em Jerusalém não era importante, que não valeria a pena voltar. Quantos jovens respondiam: – Pode haver razão para os  meus avós, meus pais, mas para mim, eu não tenho razão para voltar.

            Estamos aos poucos voltando e em breve voltaremos para as nossas Igrejas, e alguns irão se argumentar: – Pra que voltar? Eu vou a Missa por hábito. Isso porque meus pais me carregam para a Missa.

            Um estudo recente falando a respeito dos jovens talvez duas gerações para esta, respondendo ao questionário sobre o porquê de terem se afastado das coisas de Deus, especialmente após terem entrado na faculdade e inicio de vida cheia de trabalho responderam: – Não é por algum escândalo na Igreja que eu me afastei, eu me afastei e esta foi a resposta mais comum disparado, porque eu não encontro razão para isso!

            Uma situação de exilo como esta, aqueles que já estão meio afastados, ficaram muito mais, pois em casa, não acharam mais razão para  acompanhar celebrações online.

            Caríssimos, hoje o que precisamos trazer para estas gerações de descrentes, sem sentido na vida, é a RAZÃO por que nós cremos, e como é lógico crer. Isto não é um hábito, uma obrigação mas uma razão. Eu tenho que ser, mas o coração é a razão. Qual é a razão? Por que voltar?  A resposta simples é : Jesus! Continuando neste raciocínio vamos ver no início da vida pública Dele, quando os galileus levaram um homem paralisado em uma maca, não havia como entrar, fizeram uma manobra fazendo aquele homem e sua maca descerem pelo teto até à frente de Jesus. Jesus disse:- Seus pecados estão perdoados, e todos ficaram chocados pois somente Deus poderia perdoar os pecados, e bem ali o LOGOS ( o Verbo) se manifesta um com o Pai e o Espirito Santo, portanto, Jesus é Deus, o LOGOS. Ele demonstra que Ele é o que Ele diz que é ( Marcos:2). Jesus cura o paralítico.  Antes da Sua Paixão em João : 11, Jesus ressuscita Lázaro dos mortos. Quem poderia fazer isso a não ser Deus?  E claro, ainda estamos no tempo Pascal, tempo que celebramos a paixão, morte e Ressurreição de Jesus, onde tudo passa a fazer sentido na nossa existência ( Santo Agostinho).  Jesus prova na Ressurreição que Ele é quem Ele diz que é!  A marca histórica de sua Presença e a fundação da Igreja sobre Pedro o Primeiro Ministro do Reino de Deus! Conhecemos como Primado de Pedro! – Pedro tu és Pedra e sobre esta Pedra eu edificarei minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela! A cabeça é Cristo!

            Jesus hoje nas Leituras acalma e dá esperança aos Apóstolos: – Eu irei, mas não vos deixarei sozinhos. Eu vos enviarei o Espirito Santo que habitará em todo Batizado para que dê Testemunho do Reino de Deus.

            O Segredo de tudo isso, como São Paulo, é dizer: Eu encontrei Jesus e o Amei! (Santo Agostinho), que ainda diz tarde te amei! Jesus é fruto de um Encontro, de uma experiência e de uma certeza que a vida que vivemos aqui não é nem de perto o que nos espera na Vida Eterna.  Por que você deve voltar? Porque você O encontrou e O amou.

            Amor não é um sentimento é muito mais que um sentimento. É desejar o melhor para o OUTRO!

            Amar a Deus é obedecer ( dar a Deus o seu coração). Siga meus mandamentos. Faça isso em memória de MIM! Este é o meu corpo e meu sangue! Não é um hábito, não é uma obrigação, mas Ele me pediu para fazer isso! Por Amor, eu desejo sempre voltar ao Seu encontro. A melhor maneira de Amá-lo é fazer o que Ele me pediu para fazer!

            A GRANDE RAZÃO PARA VOLTARMOS PARA MISSA DOMINICAL E OS QUE TEM A CHANCE PARA MISSA DIÁRIA É : PORQUE A RAZÃO DO ENCONTRO É JESUS!

            Nós precisamos nos alimentar Dele, que se dá em corpo e sangue para nos restaurar. Caríssimos, quantos de nós neste tempo adoecemos, quanto de nós , eu em especial, tivemos que deixar nossas casas e encarar os hospitais a trabalho, quantos de nós percorremos ruas e avenidas vazias. Contudo em tudo isso, a Mão Dele esteve sobre nós, e em cada oração que fizemos por nossos e por quem nós cuidamos ou amamos, foi a Ele que entregamos.

            Nós não somos os primeiros povos a serem separados dos outros, que viveram no Exilio. Cristãos no Japão por 250 anos após São Francisco Xavier viveram sem Missa, sem Padres. Veja hoje na China e em tantos lugares no Oriente Médio e Índia, vivendo em exílio, sem local para louvar e adorar o Senhor. Contudo quando os localizamos eles professam exatamente porque são Católicos mesmo arriscando suas vidas.

            Todos os Cristãos que sobreviveram nas perseguições, professando o Amor a Jesus para nós hoje, é o exemplo de como nossa Fé precisa desta Razão, que se torna mais importante do que doença, política ou perseguição. Quem realmente encontrou Jesus, não tem medo mais da morte, e vive um Amor que ninguém no mundo pode dar.

            Finalmente que a lição do ser obrigado a ficar em isolamento traga a todos o Verdadeiro Sentido da LIBERDADE que deve ser defendida custe o que custar. Jesus sempre nos deu liberdade até para errarmos , mas para termos a certeza de que Ele sempre nos espera em seus braços para o Recomeço!

           

            Oração: Abbá Pai. Preciso de Ti, quero caminhar contigo e não mais andar sozinho, Eu preciso de Ti. Por isso Senhor venha sobre cada um de nós, retira-nos desta Babilônia da indiferença que temos vivido, desta ignorância ao Seu Chamado, restaura em cada coração o desejo de voltar a Jerusalém Celeste que é a Igreja Santa a qual ardemos o nosso peito ao entrar, de portas abertas como o Seu Sagrado Coração, para nos consolar, para nos Curar e para nos Libertar das falsas idolatrias.   Batiza-me com Seu Santo Espírito, faça-se em mim nova todas as coisas. Derrama sobre nós a Sua Infinita Misericórdia! Amém.

           

 

           

 

 

           

 

 

 

                                                                                  

            Se nós fôssemos sábios pensaríamos o futuro, nos planejaríamos para ele. E se nós fôssemos ainda mais sábios, nós seríamos capazes de abandonar aqueles planos quando fossem necessários serem deixados para trás.

            Quantos de nós médicos em algum tempo da nossa vida, especialmente quando recebemos o chamado mesmo, a conversão, temos o desejo do coração de servir a Deus, cuidando fisicamente e espiritualmente de pessoas miseráveis. Eu tive esta experiência anos atrás cuidando dos acolhidos pela Fraternidade Toca de Assis e também junto as Irmãs Servas da Caridade de Madre Teresa de Calcutá. Esta experiência marca profundamente a vida de cada um de nós, pois ali, na pessoa do pobre, do miserável, do antes indigente, podemos adorar o Cristo que sofre. Claro que neste tempo você fica em dúvida se Deus quer que você vá pelo mundo a terras mais distantes para servir aos mais necessitados. Contudo, o discernimento vem com a maturidade espiritual e você vê que não é por aí. Os nossos planos são incertos, por isso Deus tem os planos certos para cada tempo na nossa vida. Deus faz com que eu olhe para os que estão a minha volta e cuide de cada um como seu corpo Místico.

            Falando em planos, uma estatística americana recente demonstra que apenas 26% dos alunos que graduam em uma Faculdade vão realmente atuar na área em que eles se formaram. Todo este investimento, todo este esforço e de repente tudo muda.  Alguém pode dizer. Eu tenho um plano mas tudo mudou.

            Dando sequência na nossa série INSEGURO, nada mais pertinente que abordar este assunto de planos incertos. Por exemplo. Nós começamos nossa vida no ensino fundamental, depois ensino médio e depois vamos para a faculdade para alcançarmos nossos sonhos, a carreira que tanto sonhamos para trabalhar naquilo que sonhamos. Veja que é um passo atrás do outro e assim por diante. De repente você termina a faculdade e o caminho, o trilho chega ao fim, o próximo passo será Incerto e inseguro. Neste momento de insegurança você pensa que talvez tivesse esperança e coragem no seu plano, mas agora o que vem a seguir? Claro que temos sempre que ter um plano, é bom termos um plano. Um famoso lutador de boxe das antigas dizia, que ele tinha sempre um plano para determinada luta, e este plano mudava quando tomava o primeiro golpe no rosto. O golpe no rosto meus caros é uma palavra chamada REALIDADE! Realidade é dura. Eisenhower dizia que, somente quando se chega na batalha que se descobre que um plano é inútil, mas é indispensável. Planejamento é indispensável. Todo General sabe o significado da palavra FLOG OF WAR – Névoa da guerra ( do alemão Nebel des Krieges – criada pelo general PRUSSIANO – Carl Von Clausewitz) é a incerteza das experiências imprevisíveis das batalhas.  No meio da batalha há muitas variáveis que não dá para abraçar tudo e controlar. Mesmo assim é necessário se mover.  Depois de se planejar e se mover, você deve avançar nas sombras das incertezas, das inseguranças.

            Não é porque o plano original não funciona como você desejaria que o plano estava errado. Não significa que era uma decisão errada. Não era o passo errado. Talvez este lugar que você está agora é o lugar que Deus te trouxe  para te formar e te purificar e preparar para o próximo passo.

            Nós temos na Leitura deste Semana, Estevão que foi escolhido juntos com mais seis para servir as pessoas vulneráveis e pobres. Ele então é ordenado Diácono. Ele foi designado para uma função  e o curioso é que movido pelo Espírito Santo, Estevão vai ao templo e faz uma das pregações mais estarrecedoras dos atos dos Apóstolos. Todos nós sabemos o que aconteceu depois, ele foi condenado e apedrejado fora dos muros e neste lugar estava Saulo que mais tarde seria Paulo! Estevão foi ordenado para uma coisa, mas foi chamado para outra função determinada desde o principio pelo próprio Senhor da Messe.

            Não é porque  você  decidiu e discerniu que é imutável, ou que já está resolvido. Não, é importante perseguir no plano, no processo.

            Padre Walter J. Ciszek em seu livro He leadath Me, descreve sua epopeia, deixando os Estados Unidos em meio a Segunda Grande Guerra e indo para a União Soviética através da Polônia para evangelizar o povo Russo comunista. Após dez dias na Polônia foi capturado pelo Exército Russo, sendo tachado de Espião do Vaticano e mandado para o Gulag, onde ficou preso por 23 anos nos campos de concentração da Sibéria. Father Ciszek revela a força de se sustentar na oração, recebendo todos os dias documentos para negar a sua fé, e sob tortura continuava ter que assinar e renegar a sua fé. Quanta dor, quanto sofrimento. Ciszek olhava em sua volta , com seus planos iniciais todos destruídos, lembrou que o que havia planejado na verdade tinha acontecido. Ele era o  único guerreiro que Jesus tinha para levar o Evangelho aos sedentos da Misericórdia do Senhor naquele inferno.

            A vida é insegura. Para ser um bom cristão é necessário manter um discernimento contínuo, ser capaz de se adaptar a realidade nova que se apresenta, pois por detrás desta nova realidade está a Vontade de Deus, que eu somente descobrirei, se der o próximo passo. Nós precisamos aprender a deixar os nossos planos para trás, para abraçar os novos de Deus, para não cair nas armadilhas da lamúria, do ressentimento e da amargura. Father Ciszek nos ensina isso, ao invés de se revoltar passou a enxergar as coisas com os olhos de Jesus, e não se economizou quando o assunto era levar a Palavra de Deus aos renegados, excluídos e torturados, assim como ele.

            Nenhum plano sobrevive com o primeiro contato com o Inimigo, assim como nenhum plano sobrevive ao contato com a Realidade. O que importa é,  o quanto o Comandante é capaz de se adaptar a nova realidade, para passar através desta batalha, desta derrota, desta decepção, deste ressentimento.

            Hoje você pode estar passando por isso por estar em um trabalho ou em uma situação que não é que você desejaria,  tudo bem, como você vai fazer para passar através desta situação? Muitas pessoas sentem assim quando estão em um trabalho que não é o que desejava, mas cabe a você olhar para frente e para o alto, a fim de superar.

            No campo dos relacionamentos, você hoje pode estar olhando para trás e vendo o quanto errou, o quanto bagunçou a vida dos outros, dos pais, dos irmãos, do namorado(a), da noivo(a), esposa, marido enfim. É preciso encarar isso de frente para superar, ou para uma reconciliação com o outro e consigo mesmo ou para o próximo relacionamento não carregar os erros do anterior.

            Todo pai ou mãe sabe o quanto dá de si para os filhos e quantas vezes na vida vamos nos confrontar com as decepções. As pessoas que mais nos machucam são as mais próximas e o que fazer para não deixar que isto se perpetue para o resto da vida? Nós ensinamos a fé aos nossos filhos desde pequeno e agora quantos de nós estamos vendo nossos filhos nem se interessando pelas coisas Sagradas? Quanto dói o coração do pai e de uma mãe temente a Deus ver os filhos indiferentes ao Senhor? Infelizmente eles voltarão pela Dor e quanto dói em cada um de nós assistindo impotentes?

            Pelo fato de não termos mais o plano nas nossas mãos, quanta insegurança brota em cada um de nós. Para vencermos tudo isso precisamos pegar a Palavra deste Domingo, onde São Tomé pergunta a Jesus, mostra-nos o Caminho Senhor. Mostra-nos o Pai! E Jesus responde: – Eu sou o Caminho! Ou seja Eu sou o PLANO!  Mesmo que vocês tenham planos maravilhosos, planos santos, veja, neste mundo de Insegurança e Incerteza EU SOU O PLANO, EU SOU O CAMINHO, VERDADE VIDA! Ninguém ( sem exceção), ninguém vai ao Pai sem antes passar por MIM! Tenha esperança em MIM! O Plano de Deus  para nós não é faça isso e receba aquilo, não, o Plano dele é, ANDE EM MEU CAMINHO para que os outros ao verem vocês, verão a MIM!

            Mesmo no meio da escuridão, do luto, do choro profundo, mesmo no meio de toda tribulação, se estivermos com o Senhor, teremos o Plano certo e o nosso coração estará em Paz! Jesus é o Caminho, Ele é o Plano. Onde nós estivermos estaremos seguros , mas  se estivermos com Ele.

           

            Oração: Abbá Pai. Venha sobre mim o Vosso Santo Espirito. Endireita meus caminhos. Eu creio que o Senhor tem os planos que são melhores para mim. Quantas vezes fazemos tantos planos e teimamos neles, por isso te peço Senhor, ensina-me a discernir o que o Senhor tem para Mim, guia-me pelos seus Caminhos. Dá-me sempre um coração Adorador, Coração disposto a te obedecer e seguir os seus passos para que um dia eu seja totalmente conformado com a Sua vontade em Mim.  Batiza-me com Seu Santo Espírito, faça-se em mim nova todas as coisas. Derrama sobre nós a Sua Infinita Misericórdia! Amém.

 

 

                                                                                  

            Muitas coisas nestes dias estão vindo à tona, nossas mentes estão aflitas e a pergunta que não quer calar: – Eu gostaria de saber quando tudo isso irá terminar? Quando eu voltarei ao trabalho? Quando eu poderei terminar meus estudos? Quando finalmente eu poderei fazer uma entrevista que foi adiada pela pandemia? Quando finalmente eu serei batizado, ou quando será meu matrimônio? Quando será minha formatura? Eu só queria saber , quando isto tudo irá acontecer!

            Porque que nós queremos saber? Muitos responderão, eu não sei , eu só queria saber! Mas porque se eu souber, eu não ficarei mais preocupado. Mas a questão é , você não precisa se preocupar!

            O fato de querermos saber continuamente, gera em todos algo muito sério, do ponto de vista mental que é ANSIEDADE! A preocupação que passa dominar nossas vidas. Recentemente vários estudantes demonstraram nesta epidemia que necessitaram de ajuda de profissionais de saúde mental, ou seja,  psicólogos e psiquiatras. Ansiedade é a supervalorização do perigo e subvalorização da esperança por ajuda neste perigo. Dentro desta pergunta sobre o que irá acontecer, vem as duas vertentes a supervalorização do perigo e a subvalorização da ajuda, assim se manifesta a ANSIEDADE GENERALIZADA.

            Dentro deste contexto preciso esclarecer um mito que existe, que criamos: – Saber igual a  segurança. Tem a sensação que isso nos traz paz. Estamos falando de Insegurança. Claro que nós precisamos saber das coisas para nos planejarmos melhor. Eu preciso saber qual a quantidade de pessoas que virão para uma festa, por exemplo, para que todos possam usufruir da festa e serem bem servidos.  Profissionais de esportes precisarão das datas de forma correta, pois seus treinamentos estarão ligados a quanto tempo lhes restam para ser prepararem de forma adequada.

            Saber é algo muito importante, mas eu preciso me planejar para realizar algo de forma adequada. Eu não preciso saber para ter paz, pois saber não é igual a segurança, pois este mundo não é seguro.

            Cristãos, nosso chamado não é para vivermos sem estresse, mas estarmos em meio a tantos combates podendo estar em paz, pois temos em quem confiar. Por isso nós somos chamados a não permitir que as coisas nos perturbem, mesmo que nós não conheçamos. O desconhecido não é para o católico uma ameaça. Para isso, nós precisamos de duas coisas: SERMOS CORAJOSOS E CONFIANTES.

            Uma coisa muito importante para nós pais nestes tempos modernos é: Não protegermos nossos filhos do mundo, mas tornarmos nossos filhos corajosos para enfrentarem o mundo! Não vamos fazer do mundo um lugar seguro, mas temos que fazer nossos filhos mais fortes e corajosos para enfrentar o mundo, que não é um lugar seguro.

            Deus fez a mesma coisa por nós. Ele criou este mundo bom mas não inquebrável. O mundo se tornou corrompido e inseguro. Não podendo mais fazer este mundo seguro, nos fez mais corajosos , fortes e destemidos.  A Bíblia inteira é cheia de exemplo de pessoas corajosas, destemidas que ouviram a Voz de Deus e foram à luta. Dentre todas estas figuras, alguém muito especial ouviu o chamado e se pôs em ação, Maria a Virgem Santíssima. Pense Maria ouvindo o Anjo. A pergunta que ela faz :- Como isso se dará? O Anjo explica: – O Espirito de Deus virá sobre você  e você conceberá e dará a luz a um filho e será chamado Jesus. Maria simplesmente se coloca a serviço do Pai e da história de Salvação. FIAT, faça-se em mim conforme a Vossa Vontade! Maria é uma mulher cheia de coragem, cheia de confiança em Deus. Mesmo sabendo de tudo o que iria acontecer com Ela, jamais temeu! Maria não agiu com um de nós que iria perguntar tudo que iria acontecer, para responder. Ela simplesmente disse SIM! Isso foi o suficiente. Ela não se perturbava com o desconhecido porque ela era corajosa e confiante (  do grego com fé).

            Hoje Jesus diz: – Eu sou o BOM PASTOR! Eu conheço as minhas ovelhas e elas me conhecem, elas ouvem a minha voz e me seguem! Será que eu e você ouvimos a voz do Pastor todos os dias e fazemos o que Ele está nos pedindo? Quantas vezes nós caímos nesta armadilha de querer saber para ter segurança e Deus está nos chamando para caminharmos com confiança mesmo naquilo que não conhecemos bem ou nada.

            Cristão não precisa saber onde eu te colocarei diz o Senhor, mas Eu estarei contigo até o fim e isso é o suficiente!

            Deus nos deu a voz pela Igreja e pela Palavra, Ele já falou muito para nós sabermos o que fazer e ainda ficamos ansiosos para saber. A gente pode não saber o que virá mas nós podemos saber o que acontece agora!

            Nós não precisamos saber o que vai acontecer mas entender o que acontece agora. Muitos querem saber o que virá para certamente estragar tudo. Nós frequentemente tomamos a decisão errada e falhamos. Imagine se soubesse o que iria acontecer, iríamos falhar ainda mais.

            Na vida de discernimento ouvimos histórias sobre jovens que são chamados para vida consagrada. Certa vez um jovem universitário após muitas orações, retiros, direções e discernimentos entrou para a Vida Consagrada. Algum tempo discerniu através de orações, direções e retiros  que ali não era o seu lugar. Voltou a vida anterior e novamente veio uma crise muito séria sobre sua vida com  um não religioso. Ao final ele concluiu: – Senhor, mesmo eu não entendendo nada de qual caminho o Senhor quer para mim, eu vou seguir o caminho que o Senhor está traçando para mim agora, porque um dia eu vou chegar lá, onde o Senhor preparou para mim aquilo que é melhor para a minha vida! O mais importante não é o que na verdade eu serei, mas o que eu serei vocacionado e deveria exercer com um homem virtuoso e isso é o suficiente.

            Concluindo eu e você já sabemos o suficiente para viver bem e sabiamente AQUI E AGORA! Que possamos ser corajosos neste mundo tenebroso e confiantes, neste mundo Inseguro, pois temos um Bom Pastor! Cabe a nós não ficarmos longe para sempre podermos ouvir a Sua Voz!

           

Oração: Abbá Pai. O Senhor é o meu Pastor não me falta coisa alguma. Senhor como Pai, um Pai zeloso, sabes muito bem quantas vezes eu te abandono, fico longe passando a não ouvir a Sua voz! Eu sei também que o Senhor sempre fala baixo, para que eu possa ouvi-lo sempre em silêncio. Senhor, pelos braços de Maria que eu seja sempre reconduzido a sua presença como uma ovelha ao Seu Redil. Jesus acalma minha alma, retira de mim toda Ansiedade e todo o desejo de saber todas as coisas, faça-me corajoso e confiante na Sua Palavra que nunca falha e nunca tarda. Batiza-me com Seu Santo Espírito, faça-se em mim nova todas as coisas. Derrama sobre nós a Sua Infinita Misericórdia! Amém.