Jesus nos salva de sermos órfãos ou abandonados.

 

            Eu fui salvo no meu Batismo. Eu estou sendo salvo. Eu espero ser salvo. O Pai Eterno nos adotou em Cristo. E Ele não pode voltar atrás. A propósito, nós vivemos como filhos  do Pai?

            Você é salvo? Tem certeza sobre isso? Já pensou sobre isso? É um excelente pergunta, mesmo que você tenha certeza, que bom é meditar sobre isso! Em todas as Missas nós testemunhamos que somos salvo justamente após o cálice ter sido levantado e consagrado. Pedro vai dizer, que em Nome de Jesus nós fomos salvos! Antes da Comunhão nós respondemos: – Senhor eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei um Palavra e eu serei SALVO! O nome de Jesus em Yeshua em Hebraico quer dizer : DEUS SALVA! Sim, nós somos Salvo pois fomos batizados. E devemos viver como pessoas que foram salvas.

            Dando sequencia a essa pergunta, Salvo do que? São Paulo vai esclarecer, Jesus veio ao mundo para nos salvar dos nossos pecados. Muitas pessoas pensam que isso não significa nada. Todos nós batizados sabemos pelo nosso Catecismo que a Palavra de Deus diz que todos nós somos pecadores e quem se diz não pecador é cego sobre si mesmo. Todos nós experimentamos pecado e necessitamos de salvação.

            Um dia em nossas vidas, um dia seja na adolescência, seja como adulto jovem, ou adulto ou até mesmo na velhice, nos depararemos com um momento de profunda experiência com Deus vivo. Neste dia onde experimentaremos um encontro pessoal com Jesus Cristo vivo e ressuscitado. A partir deste momento nosso coração se encherá de alegria do encontro e já não poderemos mais conter  de alegria e amor , desejando encontrá-lo mais e mais em cada Eucaristia,

Adoração ou momento de fé. No dia do encontro tomamos ciência da nossa condição de pecador e entendemos que Ele morreu na Cruz no nosso lugar, pelos pecados que nós cometemos , estamos cometendo agora e iremos cometer. E fica claro que necessitamos de um Salvador.

            A resposta Católica sobre se somos salvos:- Fomos salvos no Batismo e estamos continuamente sendo salvos pelo Senhor em cada Confissão e em cada Eucaristia. A Salvação foi um evento e permanece como um processo. É necessário continuarmos sendo salvos até o final.

            Salvação não é um cartão de libertação do inferno. Salvação é algo muito mais profundo. Salvação é ser livre de não se parecer com Jesus. Quando a Salvação começa a acontecer,  nós somos colocados no relacionamento de Deus com seu Filho , Deus Pai e Cristo.

            Nosso primeiro passo para este relacionamento, significa ser salvo de sermos abandonados, de não se transformar em alguém com perda da orfandade paterna. Deixar de ser escravo para ser Filho. Deixa de ser escravo para ser Filho Adotivo. Nós somos adotados e parece que não queremos morar na Casa deste Pai. Como se vê isso na Parábola do Filho Pródigo. Ele tem tudo, mas não quer viver na Casa do Pai. Todos temos em nosso coração este desejo de sermos só nós! Queremos experimentar viver a vida por nossa própria conta e responsabilidade.

            Como tudo isso é louco, nós queremos viver fora da Casa do Pai! Para ilustrar isso como o Pai nos vê e nos ama. Pense em um casal que resolve adotar uma criança e chega o grande dia, são chamados e de repente ao ver o bebê eles notam uma mancha feia no rosto do bebê e ficam em dúvida sobre se ficam ou não com um bebê, e um Padre ao ser chamado para aconselhar-lhos diz:- Puxa para mim este bebê é lindo. Em cinco minutos após os dois conversarem se vêem como o Pai Eterno os vê, como lindos não importando se eram ou não bonitos, e eles eram, aliás muito bonitos, e minutos depois estavam com o bebê nos braços para levá-lo para casa. Que alegria saber que o Espírito Santo vem em nós como São Paulo nos fala em Romanos : – O Espírito em nós fala: Abbá ( Papaizinho), Pai nosso que está no  Céu. 

            Muito importante sabermos que quem é adotado recebe tudo como  filho que está sendo adotado. Como se fosse uma criança naturalmente nascida. Na Lei Romana, se você tivesse um bebê natural e este bebê tivesse algum defeito , você poderia descartá-lo. Mas se você tivesse adotado, jamais poderia abandoná-lo.

            Nós somos adotados, como filhos, jamais seremos adotados. Nós fomos adotados para jamais sermos órfãos. Deus nos olha e diz : Eu jamais o abandonarei, jamais te deixarei. Deus me salvou quando me fez como seu filho. Continuamente Ele está me salvando. Um dia eu entrarei na Casa do Pai com Filho livre de todo pecado, pois: – “ por suas chagas fomos Salvos”. Lembre-se que Salvo e Curado em grego é a mesma palavra.

 

Oremos: Abbá (Pai) Amado, meu papai, meu papaizinho. Quero hoje me abandonar em seu amor e ser aquilo que o Senhor quer de mim, quero ser constantemente ser Salvo. Eu sei que quantas vezes o tentador me leva para fora da sua Casa e tenta me destruir como filho, que tenta me diminuir como filho, que tenta me convencer de que eu não sou filho e que não poderia ser salvo, mas O Senhor vem em Socorro das minhas fraquezas e sopra em mim o Espirito Santo que me defende, que  me ergue e me faz proclamar a minha filiação com o Pai Eterno.  Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *