Uma das maiores revelações cristãs para o mundo é o Sermão da Montanha. Neste sermão Jesus revela a verdade dos nossos corações. Nós precisamos da LEI. Ele quer que sejamos livres pela Lei. Não quer abolir a Lei. Mas fazer o nosso coração semelhante ao Dele. Para que isso aconteça devemos assumir nossa responsabilidade, agir e abraçarmos e dependermos da força que Ele nos dá.

           

            Hoje gostaria de partilhar com vocês um assunto muito atual. Quão facilmente eu e você  quebramos as regras e burlamos a lei! Pois é, um exemplo comum eu diria sobre Leis de trânsito. Necessitamos que alguém nos puna seja presencialmente ou eletronicamente para sentirmos a dor da punição. Pois precisamos da Lei. A velocidade indicada é 80km e andamos a 100Km. No pedágio a velocidade é 30 e queremos passar a 40km, aviso de escola e ficamos torcendo para que não seja horário escolar, o que jogaria a velocidade lá embaixo. Quanta liberdade sentimos quando após sermos parados na estrada e o policial rodoviário nos diz , que nós poderíamos estar até 92km mas  não 100km. Que sentimos um liberdade nesses doze km a mais que está sendo sugerido nas placas.

            Quando o assunto é criminologia, interessante estudo feito nos Estados Unidos mostrou que aumentar a austeridade da pena não reduz criminalidade. O que melhora os índices de controle é o criminoso perceber que pode ser preso. O ato de ser apanhado e punido, não importa quão austera ela seria. Então não é a pena menor ou maior que determina e sim o medo de ser pego naquele limite. Todos temos um coração assassino, criminoso. Mesmo se eu obedecesse a todos os semáforos do mundo, há uma coisa dentro de mim que é fraqueza , que me faz avançar o sinal, por isso eu posso dizer que tenho um coração propenso a algo fora da lei. Eu quebraria a lei até eu ter a segurança de que eu não serei pego.

            No sermão das montanhas, Jesus discorre sobre as cinco Antíteses. Lembram de que Ele diz: Mt 5: 17-37

37Seja o vosso ‘sim’: ‘Sim’,
e o vosso ‘não’: ‘Não’.
Tudo o que for além disso vem do Maligno.
Palavra da Salvação.

 

            Quando Jesus fala sobre tudo isso e menciona os fariseus, Ele fala pois os Fariseus eram os que viviam obedecendo meticulosamente a Lei. Jesus quer dizer que a regra não é obedecer apenas a Lei, o objetivo é ter o Coração igual do Pai.

            Lembrando de novo, temos um coração criminoso e desta forma, quebramos a Lei continuamente. Sem Ele , sem o Espírito Santo não temos nada de Santos! Deus não quer que sejamos acorrentados na Lei, mas livres pois Se amamos cumpriremos a Lei naturalmente. Quantas vezes o nosso coração ao invés de amar nosso irmão, condenamos e não vemos o  mal que temos dentro do nosso coração, no mínimo faríamos pior do que ele  fez. Isso determina o que temos dentro de nós. Temos um coração machucado e ferido, e precisamos do Senhor para amar e ver nossos irmãos com liberdade de coração, ver com Jesus significa ver lá no interior e não através de aparências e condenações frívolas.

            Nós olhamos para outra pessoa e desejamos ela, no modo de usá-la. Pior ainda EU FARIA SE EU PUDESSE! Nós temos um coração capaz de quebrar o que de mais importante temos em nossa vida que é um Juramento de Matrimônio ou um Celibato! Este coração que é criminoso que é capaz de manipular pessoas, enganar as pessoas, romper alianças. Então, todos os que a Palavra de Deus é um Fardo Pesado, segundo João Paulo II, tem um coração ferido e machucado capaz de quebrar todas as Leis que seria para os libertar, e quebrando os faz escravos e servos das consequências. A única razão para que a Lei para mim é um problema porque eu desejo violar a lei! Mas Jesus hoje quer anunciar um coração que pode ser convertido, liberto não forçado, ser restaurado a partir do Coração do Pai.

            Voltando então para o que fazer diante do nosso coração criminoso, como fazer para transformar este coração num coração semelhante ao do Pai. Para que isso aconteça devemos assumir nossa responsabilidade, agir e abraçarmos e dependermos da força que Ele nos dá.

            Nós não podemos mudar as circunstâncias. Muitas vezes não podemos também mudar as consequências do que foi escolhido. Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas. Não podemos mudar as circunstâncias mas podemos escolher o que nós escolhemos. O que nós escolhemos será nos dado. Ter responsabilidade para permanecer no Amor e na Lei . Dizer não a morte e escolher a Vida. Nós não podemos escolher como uma pessoa nos trata, mas sim como  responder.

            Quantas vezes nós agimos de forma incontrolável, agressiva e inconsequente com alguém, mas temos uma chave para resolver isso, antes da próxima Missa, se volte para o seu irmão e se reconcilie então vá louvar a Deus. Não deixe este coração criminoso voltar a existir. Peça perdão, se humilhe. O Orgulho nos mantém longe do perdão. Pare e peça perdão. Diga que sente muito por ter sido motivo daquele ato impensado.

            Quais são as fontes da suas tentações? Todos nós de alguma forma reconhecemos quais são essas fontes e se livrar delas é um bom começo para se fortalecer no combate da responsabilidade e prevenção de novas quedas. Talvez para você hoje seja as suas companhias, suas redes sociais, enfim, as avenidas que te levam aos erros. Livre-se delas e serás livre. Tudo que te leva a tentação de quebrar as regras e a lei, livre-se. Então, a Sabedoria divina vai te dizer nestas situações: – Seja paciente com você mesmo, não desista de tentar e tentar,  seja implacável com seu meio ambiente, com o seu ao redor. Eu me conheço, eu sei onde eu caio, então seja paciente contigo. Não deixe seu meio te controlar.

            Purifique seu viver. Você mesmo sabendo que seu telefone, seu tablet, seu computador, seus apps, tudo isso pode ser o caminho das tentações, seja implacável, em usar apenas para seu trabalho e para seu dia a dia, não deixando que estes caminhos venham nas horas inesperadas, decida por agir e não por ser passivo diante das possibilidades de violar a Lei.

            Sempre diga a Verdade! Sempre diga a verdade ou ao menos nunca MINTA! Quem está sob a verdade toma a responsabilidade. Ação é viver na verdade.

            Ao final, muitos de nós sentimos que não temos força para mudar tudo isso. A força não é nossa, a nossa força vem do quanto nos abrimos ao Senhor, Ele diz: O Poder e Bondade só vem de DEUS! Sozinho não temos nada disso. Santo Agostinho sentindo que desejava mudar de vida, mas não tinha força para isso ouviu uma voz de criança dizendo a ele para abrir a Palavra. Ele obedece e abre a Palavra em 1 Corintios   onde São Paulo abre os olhos daquela comunidade para que não agisse se não conforme a luz do Dia.

            Estas três ações, podem mudar o coração criminoso e assassino para um coração que obedece, que age como um coração Livre , como coração igual ao Pai.

 

Oração: Abbá Pai. Abra nossos corações Senhor para que possamos converter estes corações semelhantes ao Seu. Sem ti não somos nada, sem o seu Amor, sem sua Unção. Tira de nós tudo aquilo que não é de ti, coloca em nós tudo aquilo que te imita, vem Senhor em socorro das nossas fraquezas. Para que o nosso Sim, seja Sim e o nosso Não , Não! Dai-nos um Coração igual ao Teu! Amém

           

 

           

 

 

           

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *