Nós vivemos num mundo que tem nos quebrado, partido nossos corações e relacionamentos. Jesus vem tocar nas consequências destas chagas. Ele é a água Viva!          

           

 

 

            Quantas vezes nós perguntamos a alguém : – Oi como vai você?  E ele responde: – Bem. Estou ótimo, ou estou OK. Muito frequentemente a resposta está ótimo é mentira. Apenas acostumou a ficar com coração partido. Acostumou a viver fingindo. NO mundo que é desfeito, eu fico me sentido falsamente ótimo, mas não estou ótimo.

            Quantas vezes nós olhamos ao redor, vemos tantas pessoas que não acreditam em nada e  parece que estão muito bem! Parece que estão ótimos! Por quê? A razão é porque nós olhamos pessoas que estão bem, mas apenas parece que estão bem. A máxima da anti-religião hoje é: – Esqueça o passado, ignore o presente e não pense no futuro.

            Esta história sobre viver assim, é assim há muito tempo. Voltemos para João 4,onde Jesus encontra a Samaritana, ao meio dia, no poço de Jacó. Este diálogo é muito profundo e muito atual. Nada se torna mais tenso neste diálogo do que no momento em Jesus pergunta: – Vá e chame seu marido! Esta mulher vive sua própria vida, se alguém a cumprimentasse na rua: – Olá como vai você? Mesmo naquela situação ela iria dizer:- Bem estou ótima! Mas não está. Ela disse que não tinha marido e Jesus diria que ela teve cinco e o homem que ela estava vivendo naquele momento não era seu marido. Ela divorciou 5 vezes. Ela teve 5 casamentos, 5 luas de mel.  Voltemos no primeiro casamento, na noite anterior ao seu primeiro casamento. Quanta esperança alimentava seu coração. Iria se casar, iria prometer amar o seu homem, seu esposo até o fim.  E isso não aconteceu,  seu coração foi se partindo, toda vez que ela se levanta e com a esperança de que neste novo relacionamento vai dar certo, volta a se desfazer e como consequência mais seu coração foi sendo  ferido, mais uma vez a experiência do fracasso. E agora depois de cinco tentativas emocionalmente desastrosas  ela vive com alguém, que nem sequer é seu marido, sem promessas, sem aliança, sem compromisso, sem aproximação de coração em sua essência. Ela não acreditava mais no amor. Toda quebra de aliança, quebra de promessa a fez se fechar devagar e devagar para agora ela estar descrente de tudo e de todos. Tenta esquecer o passado, ignorar o presente e não se importar com o futuro.  Neste momento aparece Jesus e Jesus dá nome ao que aquela mulher sente: – Vá e chame pelo seu marido! Naquele momento ela se dá conta que, diante daquele homem que a olhava no coração, ela não poderia mais fingir. Ela não estava ótima, sequer bem, sequer ok, estava quebrada, desfeita, miserável.

            Isso acontece hoje conosco. Tentamos esquecer nosso passado, ignorar nosso presente e não pensar no futuro.  Viver a vida sem Deus é assim. Mas no silêncio que estamos vivendo nesta Quaresma forçada, esta crise está nos revelando tanta coisa. Tantas pessoas foram ao supermercado para comprar um monte de papel higiênico! Por quê? Isso revela nossa total incapacidade de nos olhar e verificar o que realmente nós precisamos para estar em casa com o que necessitamos.

            Samaritanos eram pessoas que pertenciam as tribos do norte de Israel, uma vez que foram dominados passaram a adorar outros deuses, para eles estavam ótimos. Para eles não fazia diferença vir a Jerusalém para adorar, eles não seguiam a religião judaica mais como o Deus único. Para eles casarem várias vezes não fazia diferença. Contudo aparece Jesus e vai revelar que tudo isso não era legal.

            No momento em que ela está diante de Jesus, ela entende que não estava ótima, mas que não era sem esperança. Olhando para ela, quantos homens disseram que iam amá-la e não o fizeram. Quão destruída internamente ela estava. Neste dia não. Neste dia ela estava diante de alguém que a olhava com Amor divino além de tudo que ela possa ter sonhado. Os discípulos estavam chocados com aquele momento. O mais incrível em tudo isso: – Nas Escrituras , quando se tinha um homem, uma mulher e um poço ou uma fonte, tinha-se um Casamento! Jesus diz : Eu te dou água viva. Nas Escrituras, no dia antes da mulher se casar, ela era banhada em Água Abençoada. E Jesus continua: – A Ferida que sangra dentro de você é que nenhum homem verdadeiramente te amou até hoje. Quantas vezes os corações dela foi despedaçado em tantos relacionamentos destruídos. Neste momento Jesus o esposo de todas as esposas ( almas) diz: – Eu sou a água viva, que você bebendo não mais terá sede. Jamais terá sede de amor de ninguém pois Eu sou o Amor infinito!

            Nós somos esta samaritana. Mesmo sabendo de todos nossos pecados, Ele ( amor) veio ao mundo e se deu por Amor, por cada um de nós na Cruz, para nos Salvar para  a eternidade.

            Quantas vezes nós chegamos a um ponto tão distante que não acreditamos mais que o amor exista, que alguém possa nos amar de verdade, que nós não temos mais jeito. Hoje o Senhor está te chamando para sair da miragem do estar ótimo e fingindo que isso é verdade, esquecendo o passado, ignorando o presente e não pensando no futuro.

            Neste tempo quaresmal, como é salutar e curativo para nossos corações feridos e dilacerados  nos aproximarmos da Confissão, e experimentarmos o mesmo encontro que a Samaritana experimentou com Jesus. Ele está hoje sentado no confessionário esperando o seu sim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e venha até Ele. Entregue suas misérias, seus relacionamentos desfeitos, suas amarguras, mágoas e ressentimentos de pessoas que passaram por sua vida te destruindo, te humilhando, te fazendo inexistir, te usando, te fazendo de objeto, te machucando de forma sangrenta indo até os ossos, de forma profundamente dolorosa, ao Senhor! Entregue tudo e se deixe ser lavado(a) pela Água Viva. Sinta-se como uma noiva nas suas Vésperas das núpcias. Sinta-se de novo a pessoa que Deus criou para ser amada, para ser mais do que apenas falsamente ótima, para ser realmente feliz e que saberá a partir deste encontro fazer os outros felizes, levando-os ao encontro do Senhor, o verdadeiro Esposo. Assim fez a Samaritana, ela foi até sua cidade e trouxe muitos para serem como ela, lavados pela água viva.

        Oração: Abbá Pai. Hoje eu quero te pedir, venha em mim refazendo tudo o que foi se desfazendo ao longo de toda a minha vida. Senhor, só tu podes me tocar com este Amor que vai  me curando e cicatrizando feridas que muitas vezes eu já tinha desistido de ter algum alento, quanto mais uma cura! Sim, Senhor lava toda a iniquidade que habita em mim! Jesus eu quero ser todo seu Senhor! Faz-me fiel no Teu Amor! Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *