Ter uma Família

 

Todos nós temos uma família. Umas são unidas, outras conflitantes, outras totalmente devastadas. Viemos ao mundo por uma.  Todos nós quando chegamos no tempo do Natal de alguma forma paramos para pensar na nossa família. Sim, muitos podem torcer o nariz e dizer: – Humm, família. Mas mesmo essas pessoas estão pensando e refletindo sobre tudo isso. Tempo de se unir, reunir e infelizmente muitas famílias usam este tempo Sagrado para se conflitar. Corações feridos quando se encontram, sem a devida cura, ferem entre si com agressões, discussões e separações.

Uma das  maiores bênçãos do mundo é uma família, assim como uma dos lugares mais complicados e conflitantes, também é uma família. Ter uma familia as vezes é um problema e não ter também o é.

Todos estes sentimentos de ter e não querer, de não ter e querer, estão ligados no âmago de uma vida humana e mais ainda, em uma existência humana nesta terra. No filme o Céu da Meia Noite, George Clooney interpreta um cientista visionário que tenta desesperadamente impedir que uma Nave retorne para a Terra, pois a Terra foi destruída pelo próprio ser humano e suas explosões nucleares. Lembra muito o the day after neste aspecto. Mas ali no meio do Ártico, há menos 60º C, os pensamentos que o assolava era sobre sua família, sua esposa e filha, seus delírios e sua força estavam ligados à sua própria família e mesmo sem saber estava salvando uma outra família que estava na espaçonave. Dentro da espaçonave vai ter gente querendo tomar um shuttle e arranjar um ponto de entrada possível na Terra para tentar encontrar suas famílias. Tudo gira em torno de Família, pois Família importa e importa muito.

Infelizmente nós temos uma falsa idéia de que iremos encontrar Felicidade dentro da nossa família e eu preciso te dizer que isso não vai acontecer. Nós não iremos encontrar Felicidade pura na nossa família. O mesmo se aplica ao Casamento, eu digo que Casamento é o lugar onde duas pessoas más  vão para morrer. Como? Sim, casamento é o lugar onde duas pessoas más vão para morrer para si mesmas ao invés de viverem sozinhas. São João Paulo II o Grande, dizia que o Casamento é a Escola do Amor! Este é o lugar onde vamos para aprender como é Amar! Contudo, não é a fonte da nossa Alegria e nem a fonte da nossa felicidade. Eu queria te dizer que se você está procurando plenitude de alegria e felicidade na família e no casamento você está procurando no lugar errado. Aqui está a Sagrada Família, mesmo para eles não foi fácil. Pense, mesmo nesta família Santa, Maria livre do pecado e José chamado de o bom, nem para eles foi fácil. Imagine antes de casar Maria chega para José com um pacote de surpresas e José fica tão confuso que ele queria sumir para não expô-la. Imagine que aqui é claro humanamente falando, havia certos problemas de confiança. Os dois tinham problemas de intimidade. Como viver com alguém sendo marido e mulher e não terem seus momentos de intimidade. José tem que tomar a família e levá-la para o Egito, fugindo, provavelmente desempregado, sem conhecer a língua, como o desemprego afetou esta Sagrada Família e afeta a milhões de pessoas hoje, dezembro 2020! Imagine os momentos que eles experimentaram solidão. Solidão é algo real na vida de cada um de nós. Nada foi fácil para a Sagrada Família. Por que então há uma diferença substancial nesta família e que ensina a todas as nossas famílias? A Sagrada Família estava fundada na Rocha que é Cristo, o Amor Vivo.

O objetivo da família é fazer a vontade de Deus. O objetivo, fazendo a Vontade de Deus, tudo o mais é acrescentado ( Mt 6:33). Quantas pessoas não podem ter filhos e isso não muda a vida do casal apoiado em Cristo.

Lembre comigo no Livro de Samuel. Hannah reza anos e anos por um filho. Hannah derrama lágrimas diante do Templo clamando por um filho. Um dia ela faz uma das orações mais lindas do Velho Testamento e diz: – Eu derramo minha alma diante do trono do Deus Altíssimo. Deus atende Hannah e tempo depois ela ficou grávida, após lágrimas e lágrimas Hannah foi mãe. Nasce Samuel, e Hannah o que faz? Vai ao Templo oferecer seu único filho Samuel a Deus. Deus deu a Hannah um filho e Ela devolve no Templo seu filho a Deus. Isso é o que fazemos quando batizamos nossos filhos. Eu e você vamos dizer: – Nós somos pais  biológicos desta criança mas após o batismo o  nosso filho poderá até a eternidade chamar Deus de Pai ( Abbá).

Nós como Pais e educadores e responsáveis sagrados pelos nossos filhos, damos a fé e o estudo, damos o exemplo aos nossos filhos. Contudo esta geração está buscando se afastar das coisas de Deus e servindo as criaturas ao invés do Criador ( Rom 1:7). Eles estão perdendo a fé e buscando serem deus de si mesmos, ou seja , rejeitando Deus como Pai. O que traz esta Palavra Dura: – Possivelmente nós falhamos como pais. É possível falhar como pais. Por favor não se condene. Claro que o objetivo de todos os pais é educar os filhos para a eternidade e para a Deus e Jesus sobre todas as coisas e serem luz para o mundo. Não sendo assim, nós falhamos e isso é verdade.

Muitos jovens hoje estão sendo educados em Escola Católica  ou Cristã e tem perseverado na fé até o meio do ensino médio. Dali em diante quando adentram na faculdade apenas dez por cento estão participando da Juventude com Cristo, fazendo aprofundamentos, atendendo às Missas dominicais, e todas as festas e dias de guarda. O que a maioria experimenta é que Domingo é dia de tudo menos de Missa, tudo está a frente, quando não chegam em casa ao amanhecer e dormem até o escurecer. Imagine agora que as Missas passaram a ser online, mesmo em casa é difícil deles estarem conosco.

Agora vem comigo. Você não é não impotente, você não é um fracasso. Há quatro coisas que você pode fazer agora:

– 1)     Ensine seu filho quando é pequeno como rezar, especialmente a oração ao        Espirito Santo.

-2)       Mostre o Poder da benção do Pai. , abençoe seus filhos na testa com o sinal da Cruz, há mais poder na benção do Pai sobre os filhos do que o Papa sobre

seus filhos.

-3)       Seja exemplo de que Cristo é o Centro da suas vidas. Pai e Mãe famosos por  serem exemplos e seus filhos viram Cristo neles. Primeiro é Santo Agostinho                 pelas orações e lágrimas de Santa Mônica foi convertido na idade adulta. Segundo São João Paulo II que ficou órfão de mãe cedo, e teve seu pai como                        exemplo de fé. Terceiro São João da Cruz, órfão de Pai e recebeu a fé de sua mãe  se tornando Doutor da Igreja, o que quer dizer Ele e mais 20 em dois                      mil anos. E  assim sucessivamente lembrando Santa Teresinha tendo irmãs santas e seus Pais Santos. O exemplo arrasta. J.R.R. Tolkien, orfão de pai ainda               cedo, Teve em sua mãe todo seu exemplo de fé. Através do exemplo e da profunda espiritualidade herdada de sua mãe, mesmo em condições de rejeição total             da família de seu pai, pode perseverar e dedicar o Senhor dos Anéis e tantos outros livros a sua fé herdade de sua mãe.

-4)       Jejue por seus filhos. O jejum é extraordinariamente poderoso para libertação  e  conversão daqueles que amamos.

 

Não há melhor Pai do que Deus. Porém seus filhos fogem Dele toda hora. Infelizmente somente após as dores do mundo chegarem eles se lembrarão da semente de Fé plantada por vocês pais, lá atrás. Não desista de seus filhos, pois Deus nunca desiste de nós. A história ainda não acabou.

Por último faça duas coisas: – Confie em Deus e não desista nunca. Assim com o Pai Celeste jamais desiste de cada um de nós, isso  até o fim.

 

 

Oração:

Pai Santo, Pai querido , Pai Amado. Hoje eu quero consagrar a minha Família à Sagrada Família de Nazareth. Recebe Senhor minha esposa(o), meus filhos. Recebe Senhor toda a minha família e a família da minha esposa(o). Sim, Senhor fortaleça dentro de nós a paternidade e a maternidade. Enche nos com seu Santo Espirito para que sejamos exemplos de Fé em nossa família e em nossa casa. Afaste para longe de nós o veneno da infidelidade. Vem Senhor habitar em nossa casa, libertando-nos e curando-nos de todo mal. Obrigado Senhor por esta benção. Louvado seja o Seu Santo Nome! Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *