Tenho vivido várias experiências com Deus e, de forma especial, recentemente, fiquei pensando se Deus estava me ouvindo, ouvindo minhas preces, meus pedidos. Como filho, pedia várias coisas para o Pai, mas parece que Ele não estava escutando, pois nada se realizava/concretizava. Pensei então no meu pai da terra, seu José. Ele, em muitos momentos, também não me deu coisas que pedi. Em alguns momentos até tinha o dinheiro, mas, via que não era a hora ainda, ou ainda, não me faria bem se realizasse aquele meu pedido.

Além do pensamento acima, a Liturgia veio me ajudar nesse questionamento, pois o Salmo 34,5 disse-me: “TODAS AS VEZES que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.” Essa Palavra me falou forte, pois Deus, como Pai, ouve TODOS OS NOSSOS PEDIDOS, mas também como PAI, sabe o que é melhor pra cada um de nós. Sabe o momento certo de nos dar algo, sabe se deve nos dar o que pedimos, ou algo melhor ainda que está por vir. Ele sabe de tudo e nos ouve. A questão é que queremos do nosso jeito e na hora que pedimos, assim como fazíamos com nosso pai da terra, quando éramos pequenos. Somos ansiosos.

Hoje, sendo pai, entendo bastante muitas atitudes do meu pai, entendo muitos “Não” recebidos. Com essa Palavra do livro dos Salmos, tenho pedido a Deus-Pai que me ajude a saber esperar o melhor que Ele já está dando, pois, na espera do que eu quero, posso deixar de aproveitar o que Deus quer pra mim.

Vamos juntos!

Junior Alves

Cantor, compositor, músico e palestrante

Comments closed.