10359502_795617280519429_6954628068401129813_n

Vem você também!

Rua: Açu, 335, Tirol (ao lado da Catedral Metropolitana)

Informação: (84) 3201-1689

O que nos faz ter um olhar complicado diante das coisas?


Nós falamos várias vezes, sobre o olhar de Deus, pois Ele tem o olhar que nos cura. Muitas vezes, olhamos para a Hóstia Consagrada, mas é importante nos darmos conta de que a cura vem do olhar que o Senhor tem para nós.

Existe o olhar de Deus sobre nós, mas se somos curados por meio de dele, essa cura proporciona a nós um olhar curado, uma forma nova de ver o mundo.

Ninguém traz uma lâmpada para colocá-la num lugar escondido ou debaixo de uma vasilha; coloca-a no suporte, a fim de que os que entram vejam a claridade. A lâmpada que ilumina o corpo são os olhos (cf. Lc 11,33-34a). São Lucas era médico, mas também pintor. Fez diversos ícones da Virgem Maria como nos ensina a Sagrada Tradição. Todos sabemos que os olhos não têm luz própria, mas aqui Ele não fala sobre a biologia do nosso corpo, mas revela o segredo da alma. Existe uma forma de enxergar o mundo que nos ilumina e outra que nos leva às trevas. Jesus nos fala da visão espiritual. continue lendo

“Concebidos na era digital, democrática e da ruptura da família tradicional, essa garotada está acostumada a pedir e ter o que quer”. (Rita Loiola)

Oie!

Fazia era tempo que não trazia nada para os jovens sarados né galera? Mas hoje trago algo do meu coração, experiências que estou vendo na vida de muitos jovens e que quero partilhar com vocês, porque pode ser que você viva esta realidade. Espero que te ajude a refletir e a tocar em algo tão essencial em nossa juventude, o amor de Deus que nos transforma.

Estão se falando muito sobre a Geração Y, que é a nossa geração! Eu ainda não aprofundei o assunto para tocar nesta realidade e trocarmos idéia aqui no blog… mas já estou procurando saber. Um fato é certo… somos de uma geração como disse a Rita Loiola que nasceu na era digital, democrática e que é fruto de uma estrutura de família totalmente diferente da tradicional. Se você fizer uma pesquisa entre seus amigos, quase todos os pais estão separados, ou não conhecem seus pais, ou suas mães também trabalham e vocês quase não a vêem em casa… enfim são muitas realidades que acompanha o jovem hoje. Fora a situação profissional, o que vale hoje é capacitação, qualificação, cursos…um currículo bem recheado para acompanhar o mercado de trabalho, o mundo globalizado.

Toco neste assunto hoje, porque estamos esquecendo muitas vezes do essencial, o AMOR, a presença de DEUS na nossa vida. A ciência quer muitas vezes dá uma de Deus e criar seres humanos, mas independente de como vivemos hoje, somos fruto de uma concepção amorosa de nossos pais e este valor não pode se perder dentro de nós!

Eu, você, nós somos a criação mais perfeita de Deus… pensados, planejados por Deus para fazermos a diferença no mundo.

Qual o sentido da sua vida hoje? O que você busca? Porque você se esconde de Deus?  Você sabia que o vazio que muitas vezes você procura preencher na festa, nos relacionamentos, no excesso de trabalho, só vai ser ocupado quando você se encontrar com o amor de Deus? Pois é, comigo foi assim e com você também pode ser!

“Foge das paixões da mocidade, busca com empenho a justiça, a fé, a caridade, a paz com aqueles que invocam o Senhor com pureza de coração.” (2 Tm 2,22)

Há alguns meses atrás, voltava do trabalho e sentaram no banco de trás do ônibus que estava, dois jovens que deveriam ter entre 17 e 18 anos… eu como sempre rezando meu rosário… só que eles conversavam tão alto que acabou chamando minha atenção… eles tavam falando sobre uns jogos de computadores… quando do nada a conversa foi interrompido por um dos jovens que disse assim: – Tá vendo aquele hospital ali, minha trabalha ali, desde ontem que não a vejo. O outro jovem continuou o assunto do jogo, sendo indiferente ao que seu amigo falava. Mas eu senti em seu falar uma tristeza enorme, um vazio, uma saudade de que ele queria que sua mãe trabalhasse menos e estivesse mais presente com ele. Naquele momento me uni aquele jovem e pedi a Nossa Senhora que o envolvesse com seu amor de mãe.

Hoje é assim, os pais trabalham, trabalham, trabalham para oferecer as seus filhos o melhor, mas estão esquecendo do essencial, o amor com gestos concretos… com o valor que tem a sua presença na vida de seus filhos, de valer a pena cada segundo que estão ao seu lado. Por que muitas vezes não é tempo, mas a qualidade do tempo.

Meu pai era assim, mas teve um dia que cheguei nele, faz alguns anos… e disse a ele que sentia falta de estar com ele. Quando estavámos todos em casa, ele trabalhava e que queria estar com ele. E ele mudou! Então se você vive esta realidade na sua casa, faço mesmo. Chegue para seu pai, sua mãe e diga o quanto você sente saudade de estar com eles, junto deles. Não tenha vergonha. Muitas feridas interiores são causadas por essas ausência e elas só são curadas quando abrimos o nosso coração ao AMOR que com gestos concretos transforma os relacionamentos. Perdoe e ame seus pais, não são eles que precisam mudar. A mudança precisa começar em você, porque aí você vai conseguir também atingir o outro.

Você foi escolhido por Deus, jovem, “foi em primeiro lugar para vós que Deus suscitou o seu servo, para vos abençoar, a fim de que cada um se aparte de sua iniquidade” (Atos 3,26). Você é canal que Deus precisa hoje para entrar na sua casa, na vida de seus pais. Você convidado a ser luz lá aonde você mora.

O mês de setembro, é o mês das surpresas de Deus, uma nova primavera começou… dê a você também a chance de descobrir o novo pra sua vida. Abra o seu coração para Deus agir e realmente fazer uma obra nova na sua vida!  Basta de buscar no barulho do mundo, algo que é a sua essência e que está dentro de você e como a primavera precisa apenas desabrochar para ver a beleza e a simplicidade.

Não é só decidir-se hoje, mas é renovar essa decisão todos os dias. Porque se não você sempre estará em cima do muro. Pule sem medo para o lado que te espera com os braços abertos e que precisa apenas do seu SIM para te amar!

“Senhor atinge meu coração com teu amor, fazei-me com que eu rompa com as barreiras do ressentimento, da mágoa que trago do meus pais, pela sua ausência na minha vida. Ensina-me Senhor o caminho do perdão, dai-me um coração misericordioso que sabe amar. E que teu amor me envolva, preencha todo o vazio do meu coração. Tantas vezes endureci meu coração, tantas vezes te busquei no barulho do mundo e tu estava tão próximo, nunca me abandonastes. Ama-me Senhor como nunca fui amada. Vem em meu auxílio, santifica minha vida, fazei com que eu busque honrar teus mandamentos, teus ensinamentos. Sara a minha alma, o meu coração. Que eu seja capaz de levar o amor aqueles que o Senhor escolheu para me trazer ao mundo. Vem Senhor Jesus, dai-me o colo da tua mãe para que possa sentir o amor que me faltou. Muito obrigada, porque já posso sentir a tua presença em minha vida, porque meu coração já se abre ao teu amor. Muito obrigada Senhor por ter me escolhido para ser tua. Amém.”  Reze uma ave-maria e um Pai Nosso.

Tamu juntos sempre!

Maria Monique

Vocacionada Canção Nova


Canção Nova, 10 anos em Natal – Um tempo de Graça!

Siga-nos no Twitter e ouça a Rádio Rural On-Line!

Clique aqui para entrar em contato!

26. dezembro 2009 · Write a comment · Categories: Sem categoria · Tags: , , ,

border: 1px solid #ff6600;

26 de dezembro de 2009

Saudações, povo amado de Deus!

Nestes dias em que celebramos a vida, o nascimento de Jesus Cristo, gostaria de trazer mais uma reflexão a respeito da vida:

A VIDA É UMA ESTRADA

Onde só se pode rodar num sentido. Não há desvio ou retorno que nos conduza para trás. Se soubermos aceitar este fato, a vida se torna mais simples e só então poderemos tirar o melhor proveito do que temos e do que somos.

A vida é muito preciosa, nunca se esqueça disso. Você tem apenas uma vida e pode até não dar o valor que ela realmente mereça, mas com certeza há pessoas que dão este valor para a sua vida.

Muitas vezes nossa vida parece um pouco complicada, mas é tudo passageiro… São barreiras que aparecem para se vencer, e aprender cada vez mais com elas…

Viva para o bem, que o bem será feito a você. VIVA SUA VIDA COM MUITO AMOR A ELA MESMA!!!

Águas passadas não movem moinhos! O futuro a Deus pertence! Por isso, viva intensamente o presente, realizando tudo o que pode fazer de bom ainda HOJE!

(texto extraído do livro “Histórias para Meditar”, Prof. Felipe Aquino, Ed. Cléofas, pág. 19)

A vida é uma grande “boa”.

Fraternalmente,heitorfigueira@tjrn.jus.br


Rádio Rural de Natal – A 51 anos levando esperança pelo Ar!

Siga-nos no Twitter e ouça a Rádio Rural On-Line!


Temos a fisionomia de Deus

A afeição é a capacidade de, ao longo de uma vida, dar um pouco da nossa feição, dar o mais profundo da nossa alma, e também ter a capacidade de receber isso das pessoas: dos nossos pais, dos irmãos, professores, dos que nos amam. Pessoas as quais você ama e que também amam você, e pessoas que o próprio Deus colocará na sua vida.

Você também vive com Deus a sua afetividade. Em você também está a face de Cristo, assim como Jesus disse: ‘quem me vê, vê o Pai’. Por exemplo, quem vê algum membro da comunidade Canção Nova, vê um pouquinho do padre Jonas. Preciso te dizer: quem me vê, vê o Padre Jonas, porque existe essa afetividade, essa afeição entre nós, que é a capacidade de ter a feição de alguém ou de dar a sua feição a alguém. Para isso é preciso entrar num processo de santificação.

Uma pessoa que está na prostituição, que convive com outras que vivem a mesma coisa, essas pessoas também vivem a afetividade entre elas, mas é uma afetividade deformada, e se a afetividade está deformada, passa-se também uma feição deformada.

A afetividade é a capacidade de termos ou darmos a nossa feição ou ter a feição de alguém.

Quem me vê, eu, Dunga, vê o padre Jonas, vê a minha esposa, meus filhos, meus melhores amigos. E quem vê essas pessoas vê um pouquinho de mim também. Isso porque tenho afeição por estas pessoas e elas por mim.  E nós nos parecemos com o nosso Deus. Que maravilha!

Tomemos a passagem no livro I Tessalonicenses 4, 3: “Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; que eviteis a impureza.” Deus está pedindo para que nós não nos misturemos com a impureza. Ele quer a nossa santificação.

Você já nasceu santo, porque Deus quer a sua santidade. O fato é que nós nascemos também pecadores.  São dois fatos: 1º sou santo, 2º sou pecador. A vontade de Deus não é a sua santidade, porque santo você já é. A vontade de Deus é a vossa santificação. Nesse processo contínuo de santificação, de afetividade, você vai dando a sua face, o melhor de você para que as pessoas colham dessa ‘árvore maravilhosa cheia de frutos’ que você é.

Você pode ser melhor a cada dia! O mundo fala tanto em qualidade de vida, mas vive se ferindo. Existe aquela lei da vantagem, de ganhar vantagem em tudo, em cima de outras pessoas. Para gente ser feliz de fato é necessário que haja pessoas felizes ao nosso lado. Felizes e realizadas. Eu já me convenci disso. Hoje, eu trabalho para que as pessoas sejam felizes: as pessoas que trabalham comigo, a minha esposa, o meus filhos, os meus amigos.

Sabia que você se relaciona com mais ou menos 50 pessoas? Ninguém se relaciona com 500, 1500 pessoas. Isso, segundo pesquisa realizada. Pessoas com as quais todo dia você se encontra: o padeiro, o seus pais, seus vizinhos, seus colegas de escola/faculdade etc… São essas pessoas com as quais verdadeiramente você vai conviver. Tem pessoas que vivem realmente perto de você, que te conhecem, que sabem o que você gosta, o que te irrita, o time que você torce. Dentro desse grupo, você é convidado a viver a afetividade.

Quantos aqui tiveram um namoro na ‘carne’, mas, hoje, não mais. Agora estão sendo honestas com a pessoa com quem namoram. Mesmo que esse namoro acabe, não dê certo, a amizade continua. Isso porque houve respeito, houve afetividade entre as pessoas. Isso é processo de santificação.

A intenção do diabo não é vencer Deus, é juntar mais derrotados a ele, porque ele é um derrotado.
O Nome de Jesus está acima de todos os nomes. O diabo é um vencido! E se você estava com a sua afetividade deformada, Deus diz para você: ‘se você voltar eu farei de ti meu servo, eu o usarei para reconstituir faces, farei de você um servo bem usado por mim’. Deus fará de você, como diz a palavra: ‘se você apartar o precioso daquilo que é vil e desprezível, se você tomar essa decisão na sua vida, de separar o que é precioso do que é desprezível, você será como a minha boca, será a boca de Deus na sua casa, na sua família, na sua escola, no campinho de futebol onde você joga, com o seu namorado(a)’.

Você se tornará a ‘boca’ de Deus e as pessoas que você ama virão ao seu encontro.
As pessoas buscarão em você a feição de Deus, elas vão querer pegar um pouquinho de você, de sua face, sua afetividade.

Eis o meu filho muito amado, o qual eu coloco toda a minha afeição’. Diga isso: Eu sou esse filho muito amado, o qual Deus colocou a Sua afeição, e eu vou viver a minha afetividade dentro do processo de santificação. Serei como a ‘boca de Deus’ e as pessoas virão até a mim para viver comigo o amor de Deus.

Dunga – Comunidade Canção Nova

leia na íntegra: clique aqui

Fraternalmente,
Heitor Galúcio – Comunidade Canção Nova