Print Friendly

A experiência mais forte que vivi!

“Fazer memória” do tempo em que morei na Casa de Maria em Queluz (SP), é novamente retomar as maravilhas que o Senhor fez na minha vida pelas mãos da Virgem Maria.Adoração a JESUS SacramentadoEm 2008, tempo que vivi o meu discipulado, foi o ano que fiz a “Páscoa” com a minha história. Me recordo de uma experiência forte do amor de Deus que aconteceu quando nós fizemos o diário do perdão diante de Jesus Eucarístico. Passamos 2 dias sendo conduzidos a retomar a nossa história, recordando todas as pessoas que precisávamos dar e receber o perdão. Nestes 2 dias o Senhor foi me conduzindo a perdoar várias pessoas que passaram na minha vida, em especial a minha mãe. Neste momento fui conduzida a ir no dormitório, e passando por um dos quartos o Senhor me pedia que entrasse e lá me foi revelado o tão grande amor que o Senhor tem por mim através do meu nascimento. Com palavras não teria como explicar o que vivi e senti.

Morar na Casa de Maria é estar aos cuidados da Virgem Maria. Ela não deixa ninguém passar desapercebido e sempre proporciona o encontro com o seu filho Jesus. Seja no dormitório, na capela, na gruta, na escadaria, observando as roseiras, contemplando os montes e em tantos outros lugares da casa. O padre Jonas Abib fala que “Ela está na origem de tudo e constatamos sua presença de Mãe e de mestra sempre e em tudo”.

liberdadeAgradeço a Deus pela oportunidade de ter feito o meu discipulado na Casa de Maria, pois foi o tempo que me encontrei com a minha história, e hoje posso cantar as maravilhas de todos os feitos do Senhor em minha vida. Eu vivi a Páscoa: a passagem da vida oprimida e ferida, para a vida nova e curada!

A virgem é boa!

Deus abençoe você e seu processo de cura.

Sua irmã,
Aurelisia Medeiros

Missionária na frente de missão CN de Aracajú
@aurelisiacn

Ahhh esses na foto abaixo são meus irmãos que viveram comigo em Queluz em 2008. Hoje cada um segue sua missão, mas vivemos unidos ao Coração de Maria para sempre.

Turma de Formação 2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *