Somos Escolhidos

“Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor”

O Senhor nos escolheu e predestinou para sermos seus filhos adotivos, por obra de Jesus Cristo. O Pai queria ter muitos filhos, por isso nos predestinou antes mesmo de nossa existência. É isso que nos afirma a Palavra de Deus: Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com toda bênção espiritual nos céus, em Cristo. 

Nele, Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor. Conforme o desígnio benevolente de sua vontade, ele nos predestinou à adoção como filhos, por obra de Jesus Cristo, para o louvor de sua graça gloriosa, com que nos agraciou no seu bem-amado (Ef 1,3-6).

Essa é uma verdade de fé, revelada pela Sagrada Escritura. Deus nos escolheu antes mesmo da fundação do mundo. Por meio de Jesus, tornamo-nos filhos do Pai: “Deus nos escolheu, antes da fundação do mundo, para sermos santos e íntegros diante dele, no amor”. Uma vez que somos filhos, somos também herdeiros. Assim, a herança de Jesus também é nossa: fomos escolhidos, predestinados a sermos herdeiros de céus novos e uma terra nova.

Foto: http://br.freepik.com/

Por graça, eleitos de Deus

Este é o nosso primeiro chamado, nossa primeira vocação: Nele, também vós ouvistes a palavra da verdade, a Boa-Nova da vossa salvação. Nele acreditastes e recebestes a marca do Espírito Santo prometido, que é a garantia da nossa herança, até o resgate completo e definitivo […] (Ef 1,13-14). Quando compramos algo e não temos como efetuar o pagamento à vista, adiantamos uma parcela do valor. O “adiantamento” que o Senhor nos dá nesse momento é a graça do derramamento do Espírito Santo. Deus está nos dando um “adiantamento” daquilo que será a nossa herança.

O Espírito Santo é o penhor da nossa herança. Muitas vezes somos obrigados a penhorar um bem para conseguir comprar outro. O Senhor quer nos dar a certeza de que receberemos a nossa herança, em céus novos e uma terra nova. Por isso, penhorou um bem maior: o seu Espírito Santo, que está sendo derramado sem medida sobre o seu povo,  seus filhos escolhidos. 

Cada um de nós tem um lugar único, e somos convocados a ocupá-lo. Ele virá para implantar o seu Reino, e somos escolhidos para fazer parte dele. Assuma essa escolha: Sou escolhido por graça de Deus. Sou um eleito de Deus. Não por merecimento, mas por pura graça. Deus me escolheu antes da criação do mundo para participar desse Reino que Jesus implantará.Sou um escolhido. Não posso faltar. Preciso conquistar esse Reino e garantir o meu lugar.

A Marca do Espírito Santo

Deus me dá esta certeza: Existe um lugar em céus novos e uma terra nova que me pertence. Por isso, Ele derramou sobre mim Seu Espírito Santo. Essa é a garantia que Ele mesmo me dá. Não posso perder o meu lugar. O Senhor me quer santo e irrepreensível. Ele não quer menos. Ele quer trabalhar em mim, imprimindo a sua santidade e perfeição em mim. Ele quer fazer de mim a sua obra-prima.

Antes da criação do mundo já fomos predestinados a sermos herdeiros do Reino que o Senhor virá implantar. Deus nos escolheu, por isso enviou o seu Filho, que nos salvou com seu sangue derramado na cruz. O Senhor nos predestinou e nos marcou com o sinete do seu Espírito Santo. 

Mas o que é sinete? É uma peça de metal que, quando colocada no fogo, torna-se ferro em brasa e é aplicado no couro do animal para marcá-lo. Fomos marcados com o sinete do Espírito, e tal marca não pode ser removida. Somos herdeiros do Reino! É semelhante a quando enviamos algo pelo correio e precisamos colocar o destino da encomenda para que a transportadora consiga entregá-la no local certo. Trazemos em nós não somente a inscrição, mas também a marca do Espírito Santo, com a qual fomos selados para que ninguém tenha dúvida: o nosso destino é o Céu!

Leia também: 

:: Eucaristia: fortaleza dos Santos.

:: Semeadores da Esperança.

:: O Espírito Santo renova todas as coisas.

Não se deixe enganar 

A todo instante o inimigo tenta cegar-nos, tornar-nos insensíveis para não acreditarmos em nossa predestinação. Na verdade, é o inimigo que nos cega, ensurdece-nos e insensibiliza nosso coração para que não reconheçamos a maravilha que Deus fez em nós. É pela ação do Espírito Santo que o Senhor tira todas as vendas que causam essa insensibilidade, dureza e torpor. Até hoje agimos como tolos, como crianças ingênuas.

Na época da colonização do Brasil, nossos índios foram enganados pelos colonizadores, que levaram o nosso ouro e muitas pedras preciosas, oferecendo em troca espelhinhos e outros objetos sem valor. Os índios, ingenuamente, aceitavam esse tipo de objeto e entregavam o ouro. Não estamos agindo diferente! A cada dia entregamos para o inimigo o nosso ouro, a nossa herança de filhos de Deus.

A palavra “predestinação” já mostra que existe um destino para cada um de nós. Justamente por isso, a tentação continuamente nos oferece brinquedinhos, coisas que satisfazem a nossa carne, nos dão prazer, e posição social… Deixamo-nos enganar pelo inimigo por pequenas coisas. Ele é mestre em nos enganar e iludir, fazendo-nos acreditar que somos autossuficientes, ou seja, capazes de conseguir tudo sozinhos. Em certos momentos, até mesmo nos sentimos superiores a Deus.

Infelizmente, assim como os índios foram enganados pelos colonizadores, somos agora enganados pelo inimigo com “bijuterias” que nada são em comparação com a nossa herança: “o que Deus preparou para os que o amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu” (1Cor 2,9).

Peça a Deus a graça de não mais se deixar enganar pelo inimigo:

Senhor, não quero mais ser tolo. A tua Palavra diz qual o meu destino e onde devo chegar. A marca do Espírito Santo está em mim. Ele me marcou com o seu sinete. Não quero mais ser enganado pelas bijuterias que o inimigo me apresenta, pelas tolices que ele me oferece.
Sou filho, escolhido, predestinado. Tenho um lugar que é só o meu no Reino que Jesus virá plantar. É por isso que, a cada dia, rompo e luto contra o pecado, pois preciso chegar lá. Retiro da minha vida todo e qualquer vício, toda e qualquer dependência, porque não posso ser amarrado por nada. Nessa luta serei um vencedor, não por mim, mas pela tua graça.
Obrigado, Senhor, porque me escolheste, porque me predestinaste: o Senhor me escolheu  antes da fundação do mundo. O Senhor me predestinou a ser seu filho por Jesus Cristo. Amém.

Texto do Livro: “Vocação: um desafio de Amor” de Monsenhor Jonas Abib.