Momento de um profundo significado histórico para a Igreja de Moçambique e também para a história da pátria, pois depois de 43 anos voltou-se a celebrar-se uma Santa Missa na capela reabilitada do antigo Seminário São João de Brito de Zobué.

Passaram por este seminário os primeiros bispos moçambicanos, muitos padres, muitas figuras públicas de profunda importância para o país e até alguns presidentes da República foram seminaristas neste seminário. Assim, a importância do momento vivido em um lugar tão importante para Moçambique. 

Hoje o Antigo Seminário se encontra em ruínas consequências dos tempos de guerra colonial e do tempo de guerra civil. Logo após a independência do país, muitos prédios particulares e da Igreja foram nacionalizados. O Seminário foi transformado em centro de formação de professores. Mas apenas um ano após a independência começou uma guerra civil que deixou milhões de mortos. A região onde está o antigo seminário de Zóbuè foi uma zona de forte combate, aqueles que estavam no Seminário de Zóbuè – então centro de formação – tiveram que fugir.

Desde desta época o espaço ficou abandonado, sendo devolvido após o acordo de paz entre os dois partidos políticos que promoveram 16 anos de guerra. Depois de devolvido para Diocese pouca coisa se fez pelo espaço que se deteriorou mais ainda com o passar dos anos, ficando em uma completa ruína.

Mas com a chegada do nosso Bispo Dom Diamantino Antunes existe o esforço de resgatar o lugar, se não restaurar tudo, transformar e reabilitar o que for possível para transformar-se em memorial histórico para Igreja de Moçambique.

Assim, com o esforço da Diocese, fiéis católicos de Zóbuè e de benfeitores conseguiu-se limpar todo o terreno e reabilitar a capela. E neste domingo fizemos uma bonita festa para comunidade de Mwezi que volta depois de 43 anos a celebrar em sua capela.

Deus abençoe a todos.

 

Forte abraço!

 

Até a próxima!

 

Padre Ademir Costa

Missionário da Canção Nova/Moçambique

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *