NOSSO PAÍS TEM UMA HISTÓRIA ONDE MUITO SE DOARAM PARA CHEGARMOS ATÉ AQUI E SERMOS HOJE UM PAÍS EMBORA MUITO CONTURBADO, AINDA LIVRE. OS ESTADOS UNIDOS SÃO MELHORES DEFENSORES DESTA LIBERDADE E QUE NOS SERVE DE EXEMPLO PARA MUITAS COISAS, PRINCIPALMENTE EM DEFENDER QUE ELES DERAM AO MUNDO UMA NAÇÃO REPUBLICANA QUE PARA SER LIVRE DEVERIA OBEDECER OS TRÊS PESOS: MORAL, VIRTUDE E RELIGIOSIDADE.

           

            PARA começarmos nossa reflexão desta semana, peguemos o livro dos Juízes. Juízes tem muitas história de glória como a  de Sansão e tudo mais. Mas não é exatamente aí que eu estou meditando hoje, estou no final do Livro e onde vemos coisas muitas sérias acontecerem, muito parecido com o que vivemos hoje em muitos lugares. “ E nestes dias era como se não houvesse Rei em Israel”. O povo sem Rei, sem alguém referência para o povo, faz com que  cada um haja  com o que lhe vier à cabeça, achando  o que é certo. No início deste Livro, o povo vivia a Anarquia, então o Senhor dá ao seu povo os Juízes, para poderem governar Seu povo com Sabedoria e aí volta ao final à Anarquia ao final dos três capítulos do Livro. Não é definitivamente um livro para crianças. Pense nesta história, um Levita tem uma filha e uma concubina, ela foge de casa, pois a situação em sua casa estava horrível e volta para casa dos pais. O Levita vai com sua filha virgem buscar a concubina. No caminho de volta chega numa praça na terra dos descendentes de Benjamim, perto de Gabaa.  Contudo ao chegar em uma  praça eles pensam em passar a noite lá pois ninguém queria os acolher. Um senhor mais velho vem se apresenta a eles e diz que eles não poderiam ficar ali pois poderia ser maltratados.  Daí então os levou para sua  casa. A noite os habitantes da cidade vieram e queriam maltratá-los, para não ferir o Levita lhes foi entregue a concubina e durante toda a noite, eles abusaram desta menina. Quando o Levita de manhã vem até a porta encontra a menina morta com a mão sobre a soleira. O  Levita volta para casa trazendo o corpo daquela menina, e ao chegar em casa ele corta seu corpo em 11 pedaços enviando cada pedaço para uma das onze tribos de Israel. Isso foi feito pela tribo de Benjamim. O Levita envia a mensagem junto ao corpo: – Isso que eles fazem ao seu próprio povo! Então ao final do Livro, as onze tribos se unem e destroem os homens da tribo de Benjamim. Ao final eles se perguntam, por que fizeram isso? Agora, pensam eles,  nós exterminamos a tribo de Benjamim ou seja, uma das tribos da benção de Deus! O que eles deveriam fazer?  Lembre-se que eles viviam a Anarquia, todos agiam por si mesmos. Aos que sobraram na floresta, os representantes dos onzes decidiram que os homens deveriam ir até a floresta e tomar para si quem eles encontrassem como esposa. E vai terminando dizendo: – E neste tempo não havia Rei de Israel e cada um  decidia o que via diante de seus olhos. Anarquia. Em seguida vem o Livro de Samuel, o último Juiz de Israel.

            No Livro de Samuel o povo foi até Samuel e suplicaram, Samuel nós precisamos de um Rei. Ao invés de Anarquia precisamos de Monarquia. Depois de relutar, Samuel ouve a Deus e constitui Saul seu Rei e depois Davi e depois Salomão, bons e maus Reis.

            Esta semana foi celebrado o Dia 04 de julho nos Estados Unidos, The Independence Day. O dia da Independência. Também poderíamos dizer, o dia da Liberdade. Para isso ilustra bem  é Benjamim Franklin ao ser interpelado por uma senhora que pergunta: – E aí Mr. Franklin, o que o senhor vai nos dar, uma Monarquia ou República?  B. FRANKLIN responde: – REPÚBLICA, SENHORA, SE VOCÊS PUDEREM MANTÊ-LA!

  1. Franklin sabia que a República significa Liberdade e para isso a luta é diária. Nós podemos receber o presente de sermos uma República, mas mantermos a República é uma outra história. É fácil viver em outros regimes, que tiram de cada um de nós a responsabilidade de manter. Pois República é o Governo do povo, para o povo e pelo Povo! A pergunta, que tipo de POVO?  Claro o país de República é habitada por um tipo de pessoa  que B. Franklin estava se referindo quando ele disse: – SOMENTE UM POVO VIRTUOSO É CAPAZ DE SER LIVRE!

            Os fundadores conheciam a história do povo ferido e machucado, do Livro dos Juízes, o livro de Samuel  e seus Reis, e por serem um povo pautado na Palavra de Deus, tem como a Virtude algo necessário e vital ao povo republicano. Pois somente um povo virtuoso é capaz de vivenciar liberdade! Liberdade não é fruto de passividade mas de luta e de batalhas. Somente dá valor a liberdade quem foi cativo.

            No livro de Eric Metaxas, If you can Keep it , ele menciona o escritor Os Guiness que descreveu O TRIANGULO DE OURO DA LIBERDADE. Liberdade requer Virtude. Virtude Requer Fé e Fé requer Liberdade.  

            Quando nós exigimos alguém que nos dirija em termos de governo, nós precisamos governar a nós mesmos primeiro!  John Adams foi o segundo Presidente do Estados Unidos e certa vez disse algo muito importante a respeito disso: – As futuras gerações da América se não tiverem um grande grau de virtude não terão liberdade que  perdure.

            O que estes radicais hoje fazem no Brasil e nos Estados Unidos é uma ameaça a história, para reinventá-la de forma vazia. Uma figura simbólica que está ali não é uma pessoa perfeita, mas uma pessoa que fez algo que contribuiu para que hoje as pessoas tenham um país mais livre. Um anarquista deveria sim, derrubar um monumento se ele já tiver algo maior que aquela figura que ali está representada. Qualquer animal adestrado com um martelo pode destruir uma estátua, mas apenas o Ser humano e sua criatividade pode fazer uma igual ou mais bonita. É fácil destruir mas muito duro construir. John Adams estava dizendo que as futuras gerações deveriam ser procurar serem melhores do que eles foram, para honrar o sangue derramado pelos seus libertadores. Você pode querer mudar o regime de um país livre, mas somente vai conseguir mudar em Tiranias e Totalitarismo, pois fora da República não há liberdade, pois não é construída por pessoas virtuosas que buscam sempre a verdade na fé.

            A Constituição dos EUA foi feita com base em pessoas com princípios morais e religiosos ( John Adams). Completando este pensamento temos Cristian Smith, ele é sociólogo da Universidade da Carolina do Norte, e fez um estudo bastante atual fazendo pergunta ao redor do pais para jovens e universitários a respeito de: – Como estes jovens tomam decisões baseados em princípios morais? A idade variou de   18 a 28 anos. Ele e sua equipe ficaram chocados. Cerca de 66%, dos jovens não tiveram condições de responder sobre questões morais. Eles não tiveram categorias ou habilidades para tomar decisões morais. Categorias sobre o que é certo ou errado, bom ou mal, eles não conseguiam aprofundar neste assunto. Falta de habilidade, seria perguntaram a uma jovem como você chegou a esta conclusão, ela responde que apenas teve um pressentimento sobre aquilo.  Lembre -se que assim, parece que não há Rei em Israel, ou seja, muitos nos Estados Unidos e Brasil vivem desta maneira. Todos fazem as coisas como lhes parecem frente aos seus olhos. Ser um povo virtuoso, significa que primeiro nós em primeiro lugar precisamos urgente nos tornar pessoas não bonzinhas, mas virtuosas, pessoas que buscam melhorar a cada dia , ter opinião formada sob coisas importantes que tem consequência nas nossas vidas e dos outros. Liberdade requer Virtude.

            São Paulo aos Romanos nos diz hoje, que nós não somos guiados pela carne, não somos guiados pelas paixões. Nós não recebemos o espirito de escravidão e sim de adoção. Como filhos adotivos temos parte no Reino, e devemos protegê-lo com toda força. Nós pertencemos a Deus e ao seu Reino que dita as regras, e estabelecer o Reino na terra requer a virtude que leva a liberdade.

            Alexis de Tocqueville escritor francês quinze anos após a Independência dos Estados Unidos, escreveu uma obra chamada A Democracia na América. Qual era o segredo da Independência da América,  ter sido mais pacífica do que a Revolução Francesa, que foi uma caos e  que trouxe muitas mortes. Em resumo o que ele descobriu nos Estados Unidos: – Eu pensei que a grandeza da América era porque eles tinham grandes portos e rios caudalosos para navegar, mas não era por isso. Eu pensei então que era pelos campos férteis e florestas e não era. Em minas e metais preciosos e não era por isso. Então eu pensei que era pela sua Democracia e sua Constituição, mas não era por isso. Finalmente eu entrei nas Igrejas da América e na maneira como os americanos expressam a sua fé. América é grande porque é Boa. América almeja por ser boa, e almeja por ser Grande. Segunda parte do triângulo, diz que a Virtude Requer Fé! Eu busco a Deus e ele responde. Ninguém pode se importar comigo mas Ele se importa comigo. Há um Deus no céu em que minhas escolhas importam para Ele. Liberdade requer Virtude e Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade. Nossas escolhas devem ser em Deus sempre livres.

            Tudo aquilo que hoje estamos vivendo desde março, seja doença,  o lockdown(isolamento), teorias da conspiração, uso de máscaras, engenheira social, enfim todas estas questões pairando por ai, este caos, violência, enfim o que é certo o que é errado. Eu moro aqui no Rio de Janeiro, então vem a pergunta: –  O que eu deveria fazer, além de viver através de opiniões na mídia social?   Irmão Brian, grande pregador católico americano, sempre é consultado quando há estas questões raciais, ele por ser negro tem uma opinião contrária aos BLM.  Suas palavras são muito sábias. Ele disse para mim e para você: – Você não precisa resolver isso, você não precisa ter todas as respostas. Eu devo me submeter a Jesus e me fazer a minha parte primeiro.

            Ao invés de dizer aos outros o que eles tem que fazer! Eu devo me fazer primeiro. Ao invés de dizer aos outros como eles tem que viver! Eu devo aprender a viver primeiro. A invés de me queixar dos meus lideres e governantes! Eu devo fazer minha parte primeiro. Antes de ficar seguindo tudo quanto é notícia, eu preciso fazer a minha parte primeiro. Ao invés ficar reclamando da Igreja! Eu preciso mudar primeiro. Antes de corrigir quem quer que seja, primeiro eu preciso me corrigir.

            Em um mundo onde não há um Rei, as pessoas fazem o que está a frente dos seus olhos, os nossos olhos estão fixos no Senhor! Nós submetemos tudo às suas mãos e ao seu cuidado , pois nós somos um tipo de povo que vive num mundo de caos, mas que antes de tudo precisamos nós sermos os primeiros e buscarmos sermos um povo Virtuoso, pois a Liberdade requer Virtude, Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade e assim se fecha o Triângulo da LIBERDADE!

           

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Hoje estou aqui diante de ti, para consagrar meu país o Brasil e todos os países que buscam a viver a Liberdade e servir ao Senhor. Deus salve a América, Deus salve todo seu povo que agoniza perante tantas influências marxistas culturais e que tem assolado nos filhos e destruindo gerações. Senhor nós te pedimos que não deixe que caiamos nas mãos dos Inimigos que somente sabem roubar e escravizar. Nós somos seus Senhor e assim seremos até o fim! Amém

 

 

 

 

 

 

                        DEUS TEM NOS DADO LIVREMENTE TANTAS COISAS…E NÓS SOMOS GRATOS. MAS PORQUE NÓS AINDA EXPERIMENTAMOS AS CONSEQUENCIAS DA ESCRAVIDÃO? DEUS NOS DÁ A CHANCE DE CRESCER EM CONFIANÇA DELE E NO SEU AMOR… E ELE NOS PERMITE CRESCER EM FORÇA E HABILIDADE COMO SEUS FILHOS…AUTÊNTICOS GUERREIROS!

                       

            Dando sequencia a nossa série de formações sobre estar atrás das linha inimigas, hoje falaremos sobre por onde anda nossa confiança.

            Você já parou para pensar durante sua vida, principalmente escolar e universitária,quantas com pessoas em nosso redor tem tanta facilidade de aprender coisas, ou ser naturalmente grandes esportistas. Por mais que você se esforce aquela pessoa tira notas acima de você. Por mais que você treine essa pessoa está sempre em sua frente. Muitos de nós pensamos que a pessoa não mereça, pois não estuda tira boas notas, vive na balada e chega primeiro do que a gente em uma competição de atletismo. A questão aqui não é que a pessoa não mereça, é que a pessoa não dá valor ao Dom que possui, não sabe como usá-lo, pois não valoriza.

            Quando o assunto é seguir Jesus, com tudo aquilo que Ele nos provê, com sua graça, sua força, sua coragem, porque ainda nós ainda temos medo das nossas batalhas? Lembre-se que na última semana falamos sobre sermos o pior inimigo de nós mesmos. Sim, posso falar por mim, que as piores coisas que aconteceram na minha vida, aconteceram por minha própria responsabilidade. Por que ainda eu e você vivemos atrás das linhas inimigas? Por que? Ao entender precisamos tomar a história do povo Israel. Para termos a liberdade que Deus nos dá é preciso LUTAR!

            Tomando como exemplo o povo de Israel, escravos,  sendo libertos do Egito. O plano A de Deus não era ficar com seu povo 40 anos no deserto, claro que não. Mas o que ocorreu? O povo após a passagem pelo Mar Vermelho foram até o Monte Sinai, onde recebem os mandamentos e Aliança e então partiram para  a Terra Prometida( Canaã) e Jerusalém, a Terra que o Senhor tinha prometido onde jorrava Azeite e Mel. Contudo seus guerreiros ao fazer o reconhecimento daquela terra voltaram amedrontados, pois já havia um povo lá habitando e eram muito mas fortes que eles , descendentes de Anakim( Num 13). Confiaram em suas próprias forças e fracassaram, eles viram Deus fazer todos os prodígios na Escravidão do Egito, tudo o que Deus fez para os tirar do Egito e eles fracassaram. O que Deus fez? Deus os tomou então para o Deserto para os treinar em confiança e força, para então retomar a Terra Prometida. Deus treinaria todos para a força e para a confiança, para luta e para a Guerra.

            Quando falamos sobre pessoas que ganham na loteria, 75% dos vencedores quebram em 5 anos. A razão para isso acontecer é que não se valoriza aquilo que não se conquista. É muito fácil um povo receber tantas coisas gratuitas de uma nação e não ter que lutar, pois irão se acostumar a não  trabalhar, a não lutar, a não buscar algo melhor e a se tornarem perdedores ou pior , indiferentes e preguiçosos e serão presa fácil de se manipular, pois sem saberem já estão escravos, já não tem mais vontades próprias, já se acostumaram à vida fácil, e isso é o que o tentador mais adora, é fazer os povo de Deus achar que a vida é fácil, que a vida pode ser vivida apenas na curtição, apenas na moleza e o maior erro, deixar as armaduras e as espadas de lado. Que grande engano, a vida é uma Luta e uma luta contínua para uma Vida Eterna gloriosa.

            Pense de novo nos que ganham na loteria e quebram e os que jogam constantemente na loteria estão sempre provando ao mundo que não sabem o valor do dinheiro.  Não sabem como usá-lo e mantê-lo. A propaganda da loteria é ótima, você não pode ganhar se não jogar. E está certo. Alguém tem que ganhar. Mas a lição aqui é, se você não sabe como usar uma coisa, você precisa ser treinado!!!

            O treino em confiança faz o povo crer que Deus está o tempo todo conosco em todas as nossas  batalhas e isso faz com que o povo tenha uma Confiança inquestionável em Deus. Como aconteceu com o Povo de Israel então? Bem o primeiro passo foi o Maná, que era providenciado todos os dias, apenas para um dia! Não durava mais que um dia. Quantos ficaram em dúvida tentando guardar para o outro dia, e Deus se manifestava alertando e renovando a promessa de estar no dia seguinte também. Outro voto de confiança e treinamento era a Nuvem ( Shekinah) que pairava sobre o povo de Israel e eles deviam se mover apenas quando a nuvem se movesse. E assim foi o treinamento de Confiança entre Deus e seu Povo escolhido.

            Quantos de nós seríamos tão livres e felizes vivendo apenas o HOJE. Movendo ou não caso a nuvem do Shekinah movesse. E se ela parasse, não importando por quanto tempo ficasse parada, daí nós  permaneceríamos. Quantos de nós nos preocupamos excessivamente com o amanhã. Deus está falando agora: Eu não partirei sem VOCÊ!

            Quantas vezes nós nos desesperamos por respostas, por certezas, e vamos voltando a escravidão. Voltando ao Povo de Israel, quantos começaram a murmurar dizendo que preferiam as coisas de graça, como a Água no Egito, peixes , os alimentos no Egito, a cama no Egito, mas todos se esqueceram que tudo isso estava ligado a ESCRAVIDÃO! Em nenhum momento esses rebeldes observaram a Graça de Deus, pois preferiram voltar a insegurança da Escravidão.

            Exemplo recente temos o Curdistão. Esse país enquanto parte da União Soviética, liderados por comunistas, foram dizimados, com mais de cem mil cidadãos mortos. Durante a Perestroika se tornaram livres. Como  livres eles teriam que tomar conta do país, reconstruir o país em todas as responsabilidades e trazer de volta a cidadania do próprio povo fazendo seu país um nação próspera. Quinze anos depois, uma pesquisa mostrou que a maioria dos cidadãos preferiam não terem sido libertos, ou seja, a maioria queria voltar a ser ESCRAVO, significa que queriam voltar a ser liderados por uma tirania perversa a serem livres e tomarem as responsabilidades de seu próprio país. Por que? Por que não queriam lutar!

            Quando somos treinados em confiança e luta fazemos as coisas acontecerem. Quantas vezes nós somos aborrecidos ou frustrados porque temos uma batalha que lutar. Pense nisso agora, quais são as batalhas que você precisa lutar hoje e que te traz frustração? Lavar uma louça, arrumar uma casa, fazer trabalhos complexos na faculdade, se preparar para um exame de motorista, fazer compras do mês, encarar um estágio, uma pós graduação, um mestrado, um doutorado, um exame para se tornar professor universitário, um casamento, ter filhos, lutar com uma doença curável ou incurável… E por aí vai.

            Quantas pessoas adiam a vida toda para ir a uma Confissão! Quantas pessoas escondem certos pecados durante anos a fim! Quantas pessoas ficam envergonhadas de ter que confessar o mesmo pecado muitas vezes! Quantas pessoas hoje estão escondendo seus pecados, suas fraquezas por medo de enfrentar suas batalhas, sabendo hoje que seu pior inimigo é você mesmo. LUTE!

            Toda luta nos faz mais fortes. O que não nos mata nos faz mais forte! Todos falam mas não refletem sobre isso.  Deus quer sempre mais de cada um de nós. Ele não nos quer escravos e sim Soldados, Guerreiros. Hoje Deus quer te fazer enxergar que Ele te quer Filho e Filha! Então Deus sendo Deus, seus filhos serão valentes Guerreiros que tem o Pai o Senhor dos Exércitos à frente!

            São Paulo nos fala hoje 1 Cor 10 nos alertando sobre a história do povo de Israel, que Deus fez tantos prodígios na vida do seu povo, com o Maná diário e o treino para vencer batalhas impossíveis. Hoje temos o Pão dos Anjos, o Pão do Céu, o Maná que nos capacita a toda e qualquer batalha em nossas vidas, na certeza de o Guarda de Israel nunca dorme e luta por nós. Ele nos treina em confiança todos os dias! Ele se maravilha com seus filhos que não fogem a luta, pois  a Confiança em Deus nos dá a certeza da vitória! Quantos de nós hoje precisam voltar à liberdade que o Senhor pode oferecer na Confissão: – tomar a decisão de mudar e confiar na confiança da Misericórdia e Graça do Senhor.  Tome a decisão por essa liberdade que se conquista na Luta!

            Façamos nossos propósitos de mantermos na luta de hoje em diante. Quaresma é um tempo perfeito para enxergarmos melhor a complexidade das nossas batalhas. Também é o tempo de se enxergarmos toda a força de Deus em nossas batalhas. Tempo de renovarmos nossa confiança! Todos os dias façamos a opção desse treino em confiança! Assim seremos fortalecidos em guerrear! Esse Dom ninguém poderá tirar de nós. Esse tempo de nos revelarmos os Filhos de Deus, não mais escravos do mundo!

         Oremos: Abbá (Pai) Amado, fortalece-me na Sua Confiança. Pai eu reconheço que muitas vezes tomo a atitude da sedução da escravidão, onde tudo me parece ser gratuito, tudo me parece ser gostoso, mas não só me tira das verdadeiras batalhas, como me enfraquece até me tornar um perdedor, um fraco. Não Senhor, eu quero e decido em meu coração ser treinado em Confiança, fortalecido em minhas batalhas, para um dia chegar a Glória do Céu, me alimentando com o Maná (Eucaristia) e sob sua Égide ( Shekinah) que me instruí a me mover ou ficar, na certeza de que o meu movimento acontece somente quando o Senhor me sinaliza.

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém