“Quando não se prega do inferno, a consequência é descobrir o inferno pessoalmente”. Não lembro de qual santo é essa frase, mas o conteúdo se aplica bastante nos dias de hoje quando se tenta vender a ideia de que o inferno não existe e assim tentar amenizar os pecados seus e dos outros. O mundo vive um momento de busca de prazer a qualquer custo. Como a existência do pecado e, por consequência, da existência do inferno, de certa forma, impedem essa busca de prazer, existe uma tentativa, cada vez maior, de se tentar propagar a inexistência do inferno/pecado. More »

Você se lembra da solução pra equação biquadrada? Lembra da equação de Torricelli? Talvez não lembre mais porque parou de ler e estudar o assunto. Não faz mais parte do dia-a-dia.

Em contrapartida, o gosto do café, do suco ou do refrigerante talvez seja bem atual e concreto pra você pois faz parte do seu cotidiano.

Da mesma forma ocorre com o seu dia-a-dia de cristão: se você se afasta e não alimenta a sua espiritualidade, o ser cristão se torna incompreensível e sem sentido determinadas realidades do cristianismo. More »

Hoje vi uma cena constrangedora na rua. Muitos ficaram parados olhando, mas, quando me deparei com aquela cena e vi que para mim, cristão, não seria benéfica, virei os olhos e continuei a fazer o que estava fazendo…

Porém, muitos, inclusive senhores e senhoras, continuaram olhando… mas eu havia tomado a decisão de não olhar… Aquela cena havia gerado curiosidade a mim, mas não me faria bem…

Questionei-me sobre aquelas pessoas que ficaram olhando e o fato de eu ter decidido parar de olhar… fiz então uma analogia ao pecado, que está a nossa espreita, a nosso lado, bem próximo a nós… Vemo-nos dia-a-dia sendo tentados em várias questões, mas cabe-nos a decisão de não nos abrirmos ao pecado X ou Y, que vem ao nosso encontro. More »

Essa é a frase que precisa ser dita pelo dependente químico para que possa iniciar o tratamento contra as drogas. Se não houver o reconhecimento de ser um dependente químico e não tiver, por parte dele, o querer ser tratado, não tem como iniciar nenhum processo de tratamento do mesmo, a não ser rezando para que os 2 passos anteriores aconteçam antes dele vir a falecer, para que possa viver a experiência do SER LIVRE. More »

Vício x Pecado

Quantas vezes você pediu a cura de Deus numa determinada área de sua vida? Quantas vezes você saiu do retiro sabendo que Deus lhe tinha curado, mas você voltou a pecar novamente? Será que Ele não curou? Curou mais ou menos? Tenho-me feito alguns questionamentos sobre esse assunto e buscado em Deus as respostas. Deus quando cura, realmente cura. Não tem meio termo para Deus. O que acontece é que o pecado deixa vícios em nós. Isso mesmo, você se acostuma a pecar e isso gera costume, sua cultura muda e aquele pecado se torna normal a você, comum a você. Para o dicionário Babylon CULTURA é “Refinamento de hábitos, modos ou gostos”. É isso que ocorre, seus hábitos vão-se refinando, seus gostos pelo pecado vão sendo refinados. Daí, muitas vezes você se confessa e se compromete a não cometer mais aquele pecado, você se mostra arrependido diante de Deus e do sacerdote, e muitas vezes você volta a cometer o mesmo pecado. More »