Para se relacionar bem com todos precisamos observar alguns pontos e dar passos acertados

É impressionante perceber o quanto damos volta em torno de nós mesmo tentando esconder-se dos problemas. Camuflar situações que preferiríamos que não existissem.

Dentro de um relacionamento nos deparamos com muitas situações não programadas que nos desinstalam e revelam as situações camufladas, muitas delas por nós mesmos, por um motivo simples: fugir dos conflitos!

Um relacionamento entre duas pessoas contribui para esse encontro conosco mesmo e constatar que situações afetivas passadas estão resolvidas ou ainda necessitam de alguma atenção.

Nessa hora se entende o que realmente significa o ditado popular que diz que cada panela tem sua própria tampa, pois, a dificuldade de expressar-se de um é desinstalada pelo interesse do outro, o orgulho de um é desinstalado pelo desejo do outro em não deixar nada mal resolvido, até mesmo a timidez de um é vencida pelo jeito extrovertido do outro. E assim o relacionamento vai acontecendo e tomando forma.

como se relacionar bem com todos

O próprio relacionamento proporciona um tempo intenso de cura. Os conflitos veem e trazem a tona situações antigas, isoladas que na maioria das vezes pensamos que foram sanadas. Corre-se o risco de situações ficarem guardadas por muito tempo. Mas um dia elas aparecem como um dispositivo avisando que tem coisa velha impedindo o novo acontecer.

Deus se utiliza do outro dentro do relacionamento para que isso seja trabalhado e curado, como a medida certa para o outro.

Um conflito muito comum dentro de um relacionamento é o fato de não saber se fala ou não fala e que horas falar? Certo de que no momento do desencontro não será a melhor hora o melhor a fazer é aliar-se ao tempo e permanecer atento ao movimento do Espírito que vai agir a partir da minha disposição em ser para e com o outro.

Partilha, transparência e muita disposição é indispensável para um casal que busca ajustar-se a história um do outro. Um caminho de crescimento que requer dedicação, paciência e sabedoria para que nesses momentos de conflitos, que hora passamos de forma particular ora como casal, nos leve a discerni e fazer juntos a leitura do que realmente se passa buscando assim a direção para viver bem.

Convido você a se colocar na brecha das rachaduras causadas pelo relativismo moderno, investimento direto contra a base da sociedade: A Família!

Veja também:

O aborto do Espírito Santo

Servir é como dividir um biscoito

Você nasceu para ser estrela

O medo é uma arma do demônio

Follow @ax_cn

Comments

comments

2 Comentários

  1. Pingback: Alex CN

  2. Pingback: Radio CN 1020 AM

  3. Pingback: Alex CN

  4. Pingback: Alex CN

  5. Pingback: Alex CN

  6. Pingback: Alex CN

  7. Pingback: Alex CN

  8. Pingback: Alex CN

  9. Pingback: Alex CN

  10. Pingback: Alex CN

  11. Pingback: Alex CN

  12. Pingback: Alex CN

  13. Relacionar-se não é tão simples assim.
    Estar no dia a dia com o outro requer muita sabedoria. Sabedoria do Alto. Sabedoria para discernir o momento de falar, de calar, de perceber as diferenças, o jeito de se expressar, as dificuldades de partilhar, o olhar de desespero, a necessidade do cuidado, de alegrar-se com a alegria do outro, de estender o ombro na tristeza e no silenciar também.
    E esse relacionar-se é num todo. No trabalho, na amizade, no relacionamento…
    E muitas vezes por não perceber esses pequenos detalhes, que fazem a grande diferença em um relacionamento, acabamos no “achismo”. Achando que o outro não gosta, não nos dar atenção, não se alegra com nossa alegria, não se compadece… E ai surge a necessidade de olhar para nós mesmo e percebermos que esta faltando algo. Que o problema não esta no outro, e sim, em mim.
    Preciso perceber onde tenho que mudar, curar. Me encontrar comigo mesma. Por que no relacionamento, nós temos que completar o outro, aprender, acrescentar ao outro.
    “E assim o relacionamento vai acontecendo e tomando forma. “
    Os conflitos nos relacionamentos vêem e vão, nos fazem pensar e repensar, lembrar e relembrar. E Deus vai nos permitindo vivê-los a cada dia para que sejamos curados de tudo, que vamos descobrindo com o tempo, que é necessário curar. E o outro chega em nossa vida pra isso, para nos curar, para que possamos nos relacionar da maneira mais inteira e pura.
    Muitas vezes, se faz necessário o TEMPO. Se afastar, para que eu possa me encontrar comigo mesma, me curar e voltar ao ponto que parei, para que o relacionamento aconteça de verdade com o outro.
    O tempo nos permite tudo. Com Ele Deus nos concede toda graça.

  14. Pingback: Alex CN

  15. Pingback: Alex CN

  16. Pingback: Alex CN

  17. Pingback: Alex CN

  18. Pingback: Alex CN

  19. Pingback: Kathia Silva

  20. Pingback: Alex CN

  21. Pingback: Alex CN

  22. Pingback: Adrielle Lopes

  23. Pingback: Alex CN

  24. Pingback: Luana Sarita Zaqueu

  25. Pingback: Recomeçar

  26. Nossa como estava precisando ler essas palavras, foi muito forte, compreendir algumas coisas!

  27. Pingback: Alex CN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *