O Exorcismo e os tempos atuais…

Voltaram alegres os setenta e dois, dizendo: Senhor, até os Demônios se nos submetem em Teu Nome!” (Lc 10,17)

O que é um Exorcismo?A questão do Exorcismo foi sempre cercado de grandes polêmicas e especulações.
Sempre que filmes trataram desse tema, o que se viu foram pessoas indo às salas de cinema para poderem ver ou entender algo que ainda não foi mostrado claramente.
Isso talvez porque a questão do Exorcismo sempre foi tratado com muita prudência por parte da Igreja, mas as pessoas vêem o Exorcismo como algo secreto da Igreja e coisas do tipo, e isso lhes causa a curiosidade de saber o que realmente acontece, como acontece, o que se faz e etc…No fundo acredito que as pessoas sabem que a nossa vida também é cercada por uma realidade espiritual, e ter o conhecimento deste mistério, faz com que filmes com esta temática se destaquem.

A verdade é que os filmes nem sempre mostram a realidade da questão do Exorcismo, nem no que diz respeito as cenas – que em geral exageram na interpretação – e nem mesmo no ensinamento correto sobre o tema.
Existem sim filmes que chegam bem próximos, mas por se tratar de filmes, sempre precisam fazer com que as cenas e o enredo prendam a atenção do público, é quando saem um pouco da maneira correta de se explicar um Exorcismo.

O que é de fato um Exorcismo?

Exorcismo vem de uma palavra grega EXORKIZEIN que significa conjurar.

O Exorcismo é um sacramental. Em geral ele é realizado dentro de uma celebração litúrgica, onde sua essência é a conjuração ao Demônio, isso é, o ato de ORDENAR ao Demônio que se retire do corpo da pessoa possuída em Nome de Jesus, e pela “autoridade espiritual” da Igreja.
O Exorcismo pode ser realizado conforme nos diz o Catecismo da Igreja Católica, no numero 1673 em 2 realidades: “O Exorcismo tem por fim expulsar os demônios ou libertar do poder diabólico, e isto em virtude da autoridade espiritual que Jesus confiou à sua Igreja
O Catecismo usa o Exorcismo a fim de EXPULSAR os Demônios, ou LIBERTAR do poder diabólico.
O Catecismo ainda diz: “Quando a Igreja pede publicamente e com autoridade, em nome de Jesus Cristo, que uma pessoa ou objeto seja protegido contra a ação do Maligno e subtraído ao seu domínio, fala-se de exorcismo.” (CIC 1673)

Quando eu estive com o Padre José Fortea, e com o Padre Duarte Sousa Lara, os dois me disseram que o Exorcismo é a melhor maneira de se comprovar se naquela pessoa existe realmente uma ação diabólica, e que o Exorcismo pode também ser usado como diagnostico em alguns casos na qual há suspeita e fortes indícios da ação direta do Demônio.

Agora é importante sabermos quem pode realmente Exorcizar:

:: As faces da Nova Era
:: Encontrei um homem de Deus
:: Minha vida precisa mudar!

Todo Bispo é Exorcista, isso precisa ficar bem claro. Pois ele não precisa de nenhuma autorização ou licença para realizar um Exorcismo.
Agora sem ser o Bispo, somente um Sacerdote com uma licença ou autorização explicita do Bispo pode realizar um Exorcismo.

O Código de Direito Canônico diz no número 1172: “Ninguém pode legitimamente exorcizar os possessos, a não ser com licença especial e expressa do Ordinário do lugar.
§ 2. Esta licença somente seja concedida pelo Ordinário do lugar a um presbítero dotado de piedade, ciência, prudência e integridade de vida.

Uma outra coisa importante de se saber é: Um padre que foi nomeado Exorcista, ele só pode realizar a celebração litúrgica do Exorcismo em sua Diocese. Ele não tem autorização para Exorcizar ninguém fora de sua Diocese. Se ele estiver em alguma paroquia que pertença a outra Diocese, ele precisará da permissão do Bispo local.
Quando Padre Rufus, Padre Jose Fortea, Padre Duarte Sousa Lara estiveram na Canção Nova, em nenhum momento realizaram Exorcismos, pois não poderiam sem a autorização do Bispo de nossa Diocese.
Um Bispo também pode nomear um Sacerdote como Exocista de sua Diocese, e este será o Exorcista fixo, que poderá sempre que entender necessário dentro do que recomenda a Igreja realizar a celebração do Exorcismo, ou ainda o Bispo pode dar uma licença para um Sacerdote em casos determinados e específicos.

No que diz respeito ao Exorcismo em si, uma vez que o Sacerdote tenha identificado que os sinais, e sintomas que identifiquem uma Possessão Diabólica, não é obrigatório nenhum tipo de diagnostico médico ou algo do tipo. É claro que um diagnóstico médico poderá servir de ajuda para o discernimento, mas não irá determinar nada. Isso porque a linha entre os sintomas de uma possessão e um distúrbio psiquiátrico podem ser muito parecidos.
Agora, quanto buscar a ajuda na medicina em si ou em psiquiatras, no próprio Ritual de Exorcismos, em suas explicações Preliminares, há uma recomendação: “…e consulte, na medida do possível,
peritos em ciência médica e psiquiátrica, que tenham a sensibilidade das realidades espirituais.” (Cap III – Preliminares 17)
A observação é bem clara: “…peritos em ciência médica e psiquiátrica, que tenham a sensibilidade das realidades espirituais.” Os profissionais que tratarão deste tipo de situação, precisam ter certo conhecimento sobre as realidades espirituais. Não pode – se escolher qualquer profissional…

Penso que já deu para ter um bom entendimento do que é um Exorcismo…E somente para terminarmos, pois é certo que outros artigos sempre trarão esta realidade, destaco aqui o que o Cardeal Angelo Scola fez em sua Diocese em Milão, na Itália.
O Cardeal Angelo Scola precisou nomear mais 6 novos Exorcistas em sua Diocese por consequência da grande solicitação de fiéis que estavam procurando este tipo de ajuda. Além de nomear 6 novos Exorcistas, Card. Angelo Scola ativou um telefone na qual as pessoas podem ligar e serem informadas onde se encontra um Exorcista mais proximo de sua regiao, referente a Diocese de Milão. Hoje sua Diocese conta com 12 Sacerdotes Exorcistas, e os mesmos foram orientados pela Cardeal Scola a atender entre 2 a 4 casos por dia somente. Isso porque o discernimento de cada caso pode ser bem demorado e envolve questões do psicológico da pessoa, espiritual, familiar e etc…

Eu trouxe este exemplo do Cardeal, para ficar claro que a questão do Exorcismo e de pessoas que realmente estão sofrendo com este situação é real e crescente…E não podemos virar as costas e fingir que nada esta acontecendo, ou achar que tudo é da cabeça das pessoas…
Quem dera eu tivesse um tempo maior para responder aos e-mails que me chegam, um tempo maior para receber as pessoas e rezar por elas…

O que não podemos como cristãos é deixar que estas pessoas não encontrem em nós ao menos uma palavra de conforto, e que contem ao menos com as nossas Orações.

Deus abençoe voce!

– Nos siga no Instagram
– Acompanhe também nossa Pagina no Facebook
– Se inscreva em nosso canal no Youtube
– Me acompanhe diariamente pelo Twitter

Leia também:

1. Passos para a Cura Interior

2. Não entre no Combate de maneira leviana

3. Preciso de Cura, Libertação ou Exorcismo? – Parte 1

Sobre o Autor:

Danilo Gesualdo, é membro da Comunidade Canção Nova e atua junto ao Ministério de Cura e Libertação, residindo em nossa sede em Cachoeira Paulista.
Para contato me envie um e-mail:
livresdetodomal@cancaonova.com

20 Comentários

  1. O exorcismo nos dos atuais e muito eficaz que antigamente, e um erro doutrinária da igreja católica nas falar de demônios como se não existisse a Bíblia fala claramente dos demônios e em apocapse 12 diz Satanás irá perseguuir até o fim os filhos de Deus, nega a existência do demônio e pertence a elei ou ter medo dele, eu não tenho medo de demonio a igreja católica colocar um medo nas pessoas quando aborda esse assunto, e mediocri passar por médicos pois a medicina não crer em relegião alguma é sempre vão distorce o assunto por exemplo é viciado em craque que vão fazer vão dar remédio ele vai ficar pior do que tá até morrer, outro um assassino oum estrupador vão dizer que estão doente e não com demônio e daí vai tudo tem uma desculpa, em quanto as igrejas protestantes não tem medo do demônio e os paatores fazem exorcismo a quem precisa não precisa de tudo isso, tem muita gente possesa dentro do catolicismo, tem católicos que fazem simpatias e até frecuentan centro espírita.

  2. Mc 16:17 E estes sinais seguirão aos que crerem; em meu nome, expulsarão demônios;falarão novas línguas… Jesus não nomeou especificamente a ninguém para ser exorcista.
    AOS QUE CREREM !!!!!!

  3. Quem crer e for batizado será salvo; em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; Mc 16:17 JESUS NÃO NOMEOU NINGUÉM EM ESPECIAL.

  4. Um desabafo!

    Infelizmente para o clero brasileiro o sofrimento psíquico ou espiritual não merece o cuidado pastoral da Igreja. Para o clero brasileiro, só entra na categoria de sofrimento o sofrimento material causado pela pobreza. Os sofrimentos morais e espirituais não são considerados como sofrimento para o clero brasileiro que só se preocupa com as coisas materiais.

    Volta logo, Senhor Jesus!

  5. Amigos, já repararam como tem crescido o interesse geral pelo exorcismo? Até mesmo a televisão e o cinema têm abordado o tema do exorcismo. Eu vi que foi lançado nos EUA um novo seriado sobre o assunto. O título é The Exorcist: O Exorcista em português. Mas infelizmente os bispos e o clero não têm acompanhado esse interesse geral das pessoas comuns, mas que mostra como as pessoas estão precisando mais de cura e libertação.

  6. Infelizmente muitos padres a quem são confiados casos de possessão ou de alguma outra forma de distúrbio diabólico (como opressão ou obsessão), tentam resolver esses casos com a parapsicologia. Isso acontece porque eles não acreditam que exista possessão de verdade nem nas outras formas de distúrbio diabólico. Eles acham que os problemas que as pessoas que sofrem de possessão ou de alguma outra forma de distúrbio diabólico são produzidos pela mente dessas próprias pessoas; daí o motivo de tentarem resolver esses problemas com a parapsicologia. Só que a parapsicologia não resolve nada, como comentou uma irmã. O Pe. Duarte Sousa Lara que os demais leitores deste blog já devem conhecer explica o que é a parapsicologia. Cito as palavras dele:
    “O que é a parapsicologia?
    É uma falsa ciência (pseudo-ciência) que se propõe de estudar os fenómenos ditos “para-normais”, como,
    por exemplo, a telepatia, a clarividência, a mediunidade, as experiências extra-corpóreas, os espíritos,
    com o método científico das ciências experimentais. A comunidade cientifica mundial é unânime na
    crítica negativa que faz do valor científico dos métodos e dos resultados obtidos pela parapsicologia.
    Contrariamente, a teologia sempre soube explicar, partindo da Palavra de Deus, as verdadeiras causas dos
    fenómenos hoje chamados “para-normais”, denominados tradicionalmente por “praeternaturais”,
    apoiando-se sobretudo na angelologia.
    Ou seja, em vez de usarem o remédio certo, o exorcismo no caso, usam um remédio ineficaz, a parapsicologia.

  7. DANILO, ESSE ARTIGO E DE UM VALOR IMENSO,COMO E TRISTE TERMOS ALGUEM DA FAMILIA QUE SOFRE POR POSSESSAO,OU OPRESSAO E A GENTE VAI ATRAS DOS PADRES DE VARIAS CIDADES E ATE ATRAS DO NOSSO BISPO E E INCOMPREENDIDO,MALTRATADO,E AINDA DIZEM QUANDO ELE MORRER DARA CONTAS A DEUS. UM POSSESSO OU OPRIMIDO POR SATANAS NAO CONSEGUE SE CONFESSAR E UM TORMENTO DIARIO QUE NUNCA ACABA. COMO DISSE UMA PESSOA EM UMA REVISTA QUE LI : QUANDO O NOSSO AMADO PAPA FRANCISCO VEIO AO BRASIL :MUDEI DE RELIGIAO HOJE SOU ESPIRITA POR NAO SER ACOLHIDA E COMPREENDIDA PELO MEU PAROCO QUEM DERA TIVESSE CONHECIDO O PAPA FRANCISCO ANTES,QUEM SABE CONTINUARIA A SER CATOLICA,POIS ESSE HOMEM DE DEUS NOS COMPREENDE E NOS AMA,E ACOLHE NUM UNICO OLHAR. COMO A IGREJA PRECISAVA DE PADRES ASSIM. DANILO,TAMBEM CONTINUO SOFRENDO MUITO COM MEU PAI E JA NAO SEI O QUE FAZER ESTOU VENDO QUE LOGO VEM A FALECER POIS O SOFRIMENTO E MUITO E ATE AGORA NADA DE AJUDA DE NINGUEM. A GENTE CHEGA A FICAR ATE REVOLTADA COM A IGREJA E COM OS PADRES E UM ABSURDO TAL CONDUTA ,DANILO VC NAO ACHA ME AJUDE? O QUE FAZER PARA CONSEGUIR ESTE PADRE POIS MEU BISPO MANDOU PROCURAR 2 PADRES ASSIM MAS QUE NA VERDADE MEXIAM COM PARAPSICOLOGIA E NAO RESOLVERAM NADA E AINDA ME MALTRATARAM.QUIS SABER SE LEVANTAVA MESA OU VOMITAVA SANGUE PARA SER EXORCISADO E UM DESCASO E AINDA SE DIZEM TRABALHAREM PARA JESUS E QUE SAO UNGIDOS DE DEUS MAS NESSA HORA SE ESQUECEM DO QUE PROMETERAM PRA DEUS DE NAO DEIXAR SE PERDER NENHUMA DE SUAS OVELHAS.

  8. Gostaria de completar meus comentários anteriores sobre as dificuldades que as pessoas que precisam de exorcismo encontram.

    Uma outra dificuldade é o argumento de que o exorcismo é coisa séria. Com esse argumento, o clero e as pessoas que são contrárias ao exorcismo querem dizer que o exorcismo só deve ser feito em situações excepcionais, muito raramente e quase nunca. Isso é um erro porque como o Danilo explicou na maioria dos casos é só através do exorcismo que se vai ter certeza se a pessoas está sofrendo de uma possessão ou de algum tipo de perturbação diabólica. Esse argumento que eu citei no início também é errado porque “um exorcismo desnecessário nunca faz mal”. E quem diz isso não sou eu, mas o maior exorcista da atualidade: o Pe. Gabriele Amorth. Repito, segundo o Pe. Gabriele Amorth, um exorcismo desnecessário nunca faz mal. E aqui se refuta um outro argumento que os que são contra o exorcismo costumam usar e que está por trás daquele primeiro argumento de que “o exorcismo é coisa séria.” Essas pessoas que são contra o exorcismo, inclusive infelizmente, o clero, acham que um exorcismo sem necessidade vai traumatizar ou fazer mal a pessoa que está sendo exorcizada, mas, segundo a experiência do Pe. Gabriele Amorth, repito mais uma vez: um exorcismo desnecessário nunca faz mal.

    Por isso, exorcizar uma pessoas que está sofrendo por causa de uma ação do demônio, esteja ela possessa ou não, não é falta de seriedade. Falta de seriedade é deixar de socorrer uma pessoas que está sofrendo nas garras do maligno e cuja libertação depende do exorcismo. Omissão é que é falta de seriedade.

  9. Prezado Danilo: A Paz de Cristo!

    Eu estava conversando com um rapaz na internet sobre possessão e ele falou do conceito de possessão perfeita (acredito que seja a mesma coisa que possessão plena). Me lembrei então de você que é um estudioso do assunto. Vc poderia postar alguma coisa sobre possessão perfeita x possessão imperfeita (possessão plena x possessão parcial)?

  10. Outra coisa que eu acho importante observar é que os sacerdotes exorcistas procurem se dedicar com maior exclusividade ao ministério do exorcismo, pois se eles deixarem de atender as pessoas que precisam para fazer o que os outros padres podem fazer, o que adianta então eles terem sido nomeados exorcistas?

  11. Gostaria de fazer uma observação em relação a uma medida que o Cardeal Angelo Scola tomou. Refiro-me a limitação do atendimento de 2 pessoas por dia. Acho que não se deve fazer esse tipo de restrição, pois o número de pessoas que necessitam de ajuda costuma ser muito maior. É necessário atender as pessoas sem fazer restrições a números, pois quando se faz restrições deixa-se de ajudar pessoas que realmente precisam. O sacerdote exorcista é que deve saber diferenciar quem precisa ser atendido com mais tempo e quem não precisa por que não tem nada.

  12. Há um grande preconceito contra os exorcismos, possessão diabólica, e outros assuntos relacionados. Por isso é muito importante divulgar o assunto e esclarecer como o Danilo vem fazendo. Infelizmente com o clero não é diferente. A grande maioria do clero, pelo menos o clero brasileiro, tem um grande preconceito em relação aos exorcismos, a possessões, etc. Eles não sabem quase nada sobre o assunto e acham que não existem possessões e distúrbios diabólicos e que as pessoas que estão sofrendo por causa da ação do diabo e dos demônios são simplesmente pessoas com problemas psicológicos ou mentais que não precisam de exorcismo, mas sim de tratamento psicológico ou psiquiátrico. Por isso, os bispos não nomeiam exorcistas nem os padres se dispõem a fazer exorcismos.

    É preciso fazer alguma coisa para mudar essa situação. Eu gostaria de fazer algumas sugestões:

    1 – Que os fieis exponham aos seus bispos e pastores a necessidade de exorcistas para as suas dioceses ou cidades.

    2 – Rezar para que os bispos nomeiem exorcistas.

    3 – Divulgar o assunto aos seus bispos e pastores (isto é, os sacerdotes encarregados do cuidado das almas: os párocos, os confessores, os diretores espirituais, etc).

  13. Muito esclarecedor! Tenho a certeza que nós da Renovação Carismática Católica, temos um papel muito importante na vida dessas pessoas, são nosso irmãos, e temos que ter consciência que eles sofrem com isso, por isso oremos por eles.

  14. Caro Danilo, bom dia!
    Esse tema é algo que mexe extremamente comigo, pois, já tive e tenho a graça de vivenciar várias experiências relacionadas a este fenômeno da paranormalidade que envolve a cura e libertação, ou seja, você se vê frente a frente com um demônio que mora no corpo de um (a) irmão (a). Eu digo isso não para me vangloriar, mesmo porque eu não sou nada, me considero, e não é por hipocrisia, o menor de todos, mesmo porque não posso cair na tentação do orgulho espiritual, e sei perfeitamente que se isso ocorrer, o mesmo Deus que me concedeu esses dons, também, os tirará de mim e dará a outro servo. Essas coisas acontecem é para que o nome do Deus Vivo e Verdadeiro seja glorificado no mais alto dos céus, porque a obra não é nossa, mas dEle. Eu creio verdadeiramente no que está escrito nas Sagradas Escrituras, e se está escrito, se CRERMOS de verdade, então, acontece o milagre, porque o nosso Deus, não é homem para mentir. Conforme o versículo com que você, Danilo, tão bem iniciou o seu Artigo, (Lc 10,17), voltaram alegres, os setenta e dois dizendo: Senhor, até os demônios se nos submetem em teu Nome. Muito forte e impactante este versículo. Tudo é possível aquele que CRÊ. Se CRERES, verás a glória de Deus. O Senhor Jesus de ontem, é o mesmo de hoje e será por toda a eternidade (Hb 13,8). Ele está vivo, no meio de nós. Não sei nada sobre Ritual de Exorcismo. Mas qual a atitude de um cristão, se você está orando por alguém e de repente, manifesta um ou vários, espíritos do diabo nessa pessoa. Qual nossa atitude, de imitadores de Cristo, sair correndo? Lógico que num primeiro momento, nos dá um certo medo. Mas sabemos que não é pela nossa força, que aquele diabo vai sair, mas pelo Espírito Santo de Deus que habita em nós. A Obra é d’Ele. Então, é hora de exercer nossa fé. E simples, como Jesus fazia. Ele disse: Expulsarão demônios em meu Nome. (Mc 16,17). Obedeço e creio do fundo da minha alma no que está escrito nas Sagradas Escrituras. Vamos ler e meditar o que Jesus nos diz: (Mc 16,15-20). O Senhor Jesus, também nos exortou: (Lc 24,49), Eu enviarei sobre vós o que meu Pai prometeu. Por isso permanecei na cidade até que sejais revestidos da força do alto. Portanto, está bem claro, para todos nós que CREMOS que Cristo é o filho do Deus Vivo, que essa autoridade é dada por Deus e não pelos homens. O poder está no Nome de Jesus. É uma ordem dEle, e quando nós, que pelo batismo somos revestidos da autoridade dEle, então temos autoridade sobre os espíritos imundos. E isso tudo acontece é para a honra e glória do Senhor dos Exércitos. Eu agradeço a Deus, Danilo, pelo dom de sua vida, e por ter abraçado, esse Ministério, que principalmente nos tempos em que vivemos se faz tão necessário, pois, são muitos os que estão escravizados pelas garras do diabo. Jesus, fisicamente já não está aqui, mas o seu Espírito vive no meio de nós. Glória a Deus por isso. O Senhor Jesus, nos exorta: Em verdade, em verdade, vos digo: Quem CRÊ em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. (Jo 14,12). O que falta a nós, na verdade, é ter uma fé inabalável, audaciosa, afinal o que está escrito na Bíblia, não é apenas uma estória bonita, mas sim a verdade. O mestre nos disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém, vai ao Pai, senão, por Mim. São Tiago, nos exorta: Todavia, sede praticantes da Palavra, e não meros ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. (Tg 1,22).
    Danilo, que o Deus Todo-Poderoso, continue a te iluminar e te fortalecer nesse Ministério.
    Fraterno abraço.
    Fique com a graça e a paz de Jesus!

  15. Rezemos para que outras dioceses nomeiem novos padres exorcistas.

  16. Uma madrugada peguei o meu terço e fui rezar no meu filho que estava dormindo, pois estava muito preocupada com o seu comportamento agressivo. Quando estava na metade do terço o meu braço começou a doer muito, o mesmo lado em que segurava o terço (o direito), a dor era insuportável, de repente dormindo ele deu um grande uivo, fiquei horrorizada, em pânico. A dor aumentava cada vez mais, para conseguir concluir o terço, foi preciso ajuda de travesseiros para apoiar o meu braço, porque eu não estava mais aguentando. Agora mais do que nunca continuo rezando o terço por ele, sinto que ele melhorou muito, mas sei que ele ainda precisa de muita oração.

  17. Danilo paz e bem. Muito edificante sua explicação sobre o tema exorcismo. O que me intriga as vezes é saber que dentro de nossa igreja católica, existem bispos que a lém de não nomearem sacerdotes para tal sacramental, não acreditam no poder sobrenatual dos demônios, ou melhor naõ acreditam do demônio e falam que não existem. Tenho lido muitas obras sobre exorcismo de grandes sacerdotes renomados, e muitos afirmam essa questão: Que já não se fala da ação dos demônios na atualidade. Creio que devemos rezar e interceder muito para que nossos pastores,com caridade, voltem a Jesus e se apiedem demuitos que possam estar vivendo essas situações.Pois ao meu ver, o que o mais o demônio quer é não ser lembrado, e atuar como se não existisse para muitos.
    Sempre sigo seus blog, pois me interesse muito nesse ministério.
    Que o bom Deus o abençõe sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com