Uma das maiores revelações cristãs para o mundo é o Sermão da Montanha. Neste sermão Jesus revela a verdade dos nossos corações. Nós precisamos da LEI. Ele quer que sejamos livres pela Lei. Não quer abolir a Lei. Mas fazer o nosso coração semelhante ao Dele. Para que isso aconteça devemos assumir nossa responsabilidade, agir e abraçarmos e dependermos da força que Ele nos dá.

           

            Hoje gostaria de partilhar com vocês um assunto muito atual. Quão facilmente eu e você  quebramos as regras e burlamos a lei! Pois é, um exemplo comum eu diria sobre Leis de trânsito. Necessitamos que alguém nos puna seja presencialmente ou eletronicamente para sentirmos a dor da punição. Pois precisamos da Lei. A velocidade indicada é 80km e andamos a 100Km. No pedágio a velocidade é 30 e queremos passar a 40km, aviso de escola e ficamos torcendo para que não seja horário escolar, o que jogaria a velocidade lá embaixo. Quanta liberdade sentimos quando após sermos parados na estrada e o policial rodoviário nos diz , que nós poderíamos estar até 92km mas  não 100km. Que sentimos um liberdade nesses doze km a mais que está sendo sugerido nas placas.

            Quando o assunto é criminologia, interessante estudo feito nos Estados Unidos mostrou que aumentar a austeridade da pena não reduz criminalidade. O que melhora os índices de controle é o criminoso perceber que pode ser preso. O ato de ser apanhado e punido, não importa quão austera ela seria. Então não é a pena menor ou maior que determina e sim o medo de ser pego naquele limite. Todos temos um coração assassino, criminoso. Mesmo se eu obedecesse a todos os semáforos do mundo, há uma coisa dentro de mim que é fraqueza , que me faz avançar o sinal, por isso eu posso dizer que tenho um coração propenso a algo fora da lei. Eu quebraria a lei até eu ter a segurança de que eu não serei pego.

            No sermão das montanhas, Jesus discorre sobre as cinco Antíteses. Lembram de que Ele diz: Mt 5: 17-37

37Seja o vosso ‘sim’: ‘Sim’,
e o vosso ‘não’: ‘Não’.
Tudo o que for além disso vem do Maligno.
Palavra da Salvação.

 

            Quando Jesus fala sobre tudo isso e menciona os fariseus, Ele fala pois os Fariseus eram os que viviam obedecendo meticulosamente a Lei. Jesus quer dizer que a regra não é obedecer apenas a Lei, o objetivo é ter o Coração igual do Pai.

            Lembrando de novo, temos um coração criminoso e desta forma, quebramos a Lei continuamente. Sem Ele , sem o Espírito Santo não temos nada de Santos! Deus não quer que sejamos acorrentados na Lei, mas livres pois Se amamos cumpriremos a Lei naturalmente. Quantas vezes o nosso coração ao invés de amar nosso irmão, condenamos e não vemos o  mal que temos dentro do nosso coração, no mínimo faríamos pior do que ele  fez. Isso determina o que temos dentro de nós. Temos um coração machucado e ferido, e precisamos do Senhor para amar e ver nossos irmãos com liberdade de coração, ver com Jesus significa ver lá no interior e não através de aparências e condenações frívolas.

            Nós olhamos para outra pessoa e desejamos ela, no modo de usá-la. Pior ainda EU FARIA SE EU PUDESSE! Nós temos um coração capaz de quebrar o que de mais importante temos em nossa vida que é um Juramento de Matrimônio ou um Celibato! Este coração que é criminoso que é capaz de manipular pessoas, enganar as pessoas, romper alianças. Então, todos os que a Palavra de Deus é um Fardo Pesado, segundo João Paulo II, tem um coração ferido e machucado capaz de quebrar todas as Leis que seria para os libertar, e quebrando os faz escravos e servos das consequências. A única razão para que a Lei para mim é um problema porque eu desejo violar a lei! Mas Jesus hoje quer anunciar um coração que pode ser convertido, liberto não forçado, ser restaurado a partir do Coração do Pai.

            Voltando então para o que fazer diante do nosso coração criminoso, como fazer para transformar este coração num coração semelhante ao do Pai. Para que isso aconteça devemos assumir nossa responsabilidade, agir e abraçarmos e dependermos da força que Ele nos dá.

            Nós não podemos mudar as circunstâncias. Muitas vezes não podemos também mudar as consequências do que foi escolhido. Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas. Não podemos mudar as circunstâncias mas podemos escolher o que nós escolhemos. O que nós escolhemos será nos dado. Ter responsabilidade para permanecer no Amor e na Lei . Dizer não a morte e escolher a Vida. Nós não podemos escolher como uma pessoa nos trata, mas sim como  responder.

            Quantas vezes nós agimos de forma incontrolável, agressiva e inconsequente com alguém, mas temos uma chave para resolver isso, antes da próxima Missa, se volte para o seu irmão e se reconcilie então vá louvar a Deus. Não deixe este coração criminoso voltar a existir. Peça perdão, se humilhe. O Orgulho nos mantém longe do perdão. Pare e peça perdão. Diga que sente muito por ter sido motivo daquele ato impensado.

            Quais são as fontes da suas tentações? Todos nós de alguma forma reconhecemos quais são essas fontes e se livrar delas é um bom começo para se fortalecer no combate da responsabilidade e prevenção de novas quedas. Talvez para você hoje seja as suas companhias, suas redes sociais, enfim, as avenidas que te levam aos erros. Livre-se delas e serás livre. Tudo que te leva a tentação de quebrar as regras e a lei, livre-se. Então, a Sabedoria divina vai te dizer nestas situações: – Seja paciente com você mesmo, não desista de tentar e tentar,  seja implacável com seu meio ambiente, com o seu ao redor. Eu me conheço, eu sei onde eu caio, então seja paciente contigo. Não deixe seu meio te controlar.

            Purifique seu viver. Você mesmo sabendo que seu telefone, seu tablet, seu computador, seus apps, tudo isso pode ser o caminho das tentações, seja implacável, em usar apenas para seu trabalho e para seu dia a dia, não deixando que estes caminhos venham nas horas inesperadas, decida por agir e não por ser passivo diante das possibilidades de violar a Lei.

            Sempre diga a Verdade! Sempre diga a verdade ou ao menos nunca MINTA! Quem está sob a verdade toma a responsabilidade. Ação é viver na verdade.

            Ao final, muitos de nós sentimos que não temos força para mudar tudo isso. A força não é nossa, a nossa força vem do quanto nos abrimos ao Senhor, Ele diz: O Poder e Bondade só vem de DEUS! Sozinho não temos nada disso. Santo Agostinho sentindo que desejava mudar de vida, mas não tinha força para isso ouviu uma voz de criança dizendo a ele para abrir a Palavra. Ele obedece e abre a Palavra em 1 Corintios   onde São Paulo abre os olhos daquela comunidade para que não agisse se não conforme a luz do Dia.

            Estas três ações, podem mudar o coração criminoso e assassino para um coração que obedece, que age como um coração Livre , como coração igual ao Pai.

 

Oração: Abbá Pai. Abra nossos corações Senhor para que possamos converter estes corações semelhantes ao Seu. Sem ti não somos nada, sem o seu Amor, sem sua Unção. Tira de nós tudo aquilo que não é de ti, coloca em nós tudo aquilo que te imita, vem Senhor em socorro das nossas fraquezas. Para que o nosso Sim, seja Sim e o nosso Não , Não! Dai-nos um Coração igual ao Teu! Amém

           

 

           

 

 

           

 

 

 

 

 

            Comparação   é o desejo de ser melhor do que o outro. No coração de quem se compara há o medo! A vulnerabilidade vem com esse medo.

            Um dos maiores presidentes dos Estados Unidos foi Ted Roosevelt. Conhecido como o URSO. Quando ele era criança se sentia como uma criança frágil, doente e muito medrosa. Um dia ele tomou a decisão de reagir a tudo isso e passou a treinar seu corpo e sua mente para ser mais forte, mais corajoso e mais destemido. Há muitas histórias sobre TED, mas uma é  muito interessante:-  Ted foi militar e participou de grandes batalhas defendendo seu país. Chegou a lutar em Cuba sofrendo tudo que um combatente podia sofrer na época. Quando TED era candidato à Presidência em campanha pelo país sofreu um atentado a bala em Milwaukee e mesmo com o ferimento no tórax fez seu discurso por 1 hora e meia, terminando chamou seu assessor e disse: – Pronto, agora pode me levar para o hospital. Até ele morrer ainda manteve o projetil em seu tórax para lembrá-lo de suas superações. Assim  TED era o conhecido como  BEAR (  O URSO). Suas condecorações superam qualquer outro candidato à Casa Branca e toda a história, pois de uma criança medrosa e frágil, se tornou um dos homens mais fortes da maior potência mundial. Ele foi o mais jovem presidente dos Estados Unidos, com 42 anos de idade. Mesmo com tudo o que ele fez e representou, sempre sabia que, não importando todas as suas realizações, havia um ladrão em cada esquina da sua vida, e este ladrão tem um nome, seu nome é COMPARAÇÃO! COMPARAÇÃO É O LADRÃO DA ALEGRIA! É o que faz qualquer coisa ser menor do que realmente é.

            Tomando o Caminho de Jesus, quando ele nos capacita como discípulos Ele nos promete várias virtudes e dentre elas a ALEGRIA. Jesus nos promete Alegria e porque a maioria dos cristãos não experimenta constantemente a Alegria? Pois somos roubados dia e noite pela ansiedade, pelas preocupações , mas o que mais nos rouba  a alegria é a Comparação, assim dizia TED ROOSEVELT!

            É impossível viver uma vida com alegria se deixamos a Comparação permear nosso caminho. O preço da Comparação não é apenas perder a alegria mas perder a ALMA!

            Muitas vezes nós evitamos comparação para evitar grandeza. Mas isso não é verdade. Nem toda comparação é ruim. Nós temos um desejo interior de sermos competitivos e isso é bom.

            Eric Erikson, grande escritor em Neurociências do Comportamento,  diz que nós somente nos conhecemos quando nos comparamos aos que estão ao nosso redor. Eu posso ver alguma coisa em você que eu vejo em mim, ou não e assim vamos nos reconhecendo. Estas são as comparações saudáveis. Seria como um mapa que vamos comparando o nosso interior com os outros. Muitas vezes o que nos incomoda nos outros  se reflete no que nós temos em nós mesmos e comparando reconhecemos para combater.  

            C.S.Lewis diz que Orgulho é ficar feliz sobre alguém ser menos do que nós, ser menos bonito, ser menos inteligente, ser menos talentoso. Comparação e orgulho é essencialmente competitivo. Comparação do ponto vista negativo tem em sua essência o MEDO, o medo de encontrar alguém que faz algo melhor do que eu, e então as pessoas passam a ser ameaças . Isso  quer dizer que o seu MAIS  significa o meu MENOS! Alguém pode ser mais bonito que eu, mais inteligente, mais  talentoso. Falando sobre hoje a realidade de mídia social, nós não nos comparamos às celebridades no Instagram, mas aos nossos próximos. Há algumas pessoas que se  não fosse pela comparação certas pessoas que estão próximas a nós seriam nossos melhores amigos.

                        Quantos jovens se tornaram escravos da comparação, e aqui eu chamo a atenção de todos os que vivem assim hoje, parem de se maltratar, isso os mantém medíocres. Eu também falo a formadores, professores, religiosos, que pela presença de outros similares que vem visitar suas escolas e universidades, passam a se tornar ameaças, pois ao final de tudo quando seus alunos irão dar testemunhos de quanto aquelas pessoas puderam edificar aqueles alunos, e você professor, com eles diariamente não escuta isso a tanto tempo e na mesma hora vem a comparação para te destruir, ao invés de rasgar um elogio aos visitantes , que podem ser comparados aos  semeadores que vieram semear  para sua colheita, preferem comparar, sentir aquele sentimento retido no interior de algo que não é bom. Como somos medíocres quando nos prendemos as comparações.

            Quando você passa por isso acima, chamamos de Comparação indesejada. Faça o seguinte exercício:

–           Seja paciente com você mesmo. Isso é tão velho quanto a existência humana. Então seja paciente.

–          Aprenda e se esforce como TED para ser melhor em tais circunstâncias. Tente se vencer.

–          Caim ao invés de se superar e buscar cultivar as virtudes de Abel, preferiu matá-lo pela ameaça que o irmão oferecia. Ressentimento é uma coisa muito vil. Culpar uma pessoa por ela ser  ela mesma. Porque eu não faço uma coisa eu fico com ódio por aquela pessoa que faz aquilo muito bem.

            Ressentimento é tomar um veneno para matar outra pessoa. Pessoas que são assim, vão ficando isoladas, pois a consequência do ressentimento é perder uma comunidade, uma vida em comum. De tanto afastar as pessoas, vai se afastando do mundo e vivendo uma vida de solidão. Perdoe as pessoas e perdoe a sim mesmo e verás a Alegria voltar ao seu coração e a necessidade de estar em comunidade.

            Deixe de ser vulnerável afastando as comparações e os ressentimentos. Não deixe que as pessoas sejam uma ameaça para você.

            Comparação para ser destruída precisa ser combatida, tendo paciência consigo mesmo. Para Renunciar ao ressentimento, evite comparação, evite o isolamento e se reconcilie com os outros e consigo mesmo. A Alegria reascenderá dentro de você!

           

           

           

           

           

 

Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu quero Senhor entregar aos seus pés toda espécie de comparação voluntária que eu tenho cultivado em mim. Ensina-me e me dê a graça da Paciência. Combata comigo em meu coração o ressentimento através do perdão e da reconciliação. Faça Senhor que eu volte ao convívio dos meus irmãos e de todos os que o Senhor apresentar para estar ao meu lado, com amor, com paciência e com Alegria.

Amém

 

 

 

 

 

Jesus nos salva de sermos órfãos ou abandonados.

 

            Eu fui salvo no meu Batismo. Eu estou sendo salvo. Eu espero ser salvo. O Pai Eterno nos adotou em Cristo. E Ele não pode voltar atrás. A propósito, nós vivemos como filhos  do Pai?

            Você é salvo? Tem certeza sobre isso? Já pensou sobre isso? É um excelente pergunta, mesmo que você tenha certeza, que bom é meditar sobre isso! Em todas as Missas nós testemunhamos que somos salvo justamente após o cálice ter sido levantado e consagrado. Pedro vai dizer, que em Nome de Jesus nós fomos salvos! Antes da Comunhão nós respondemos: – Senhor eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei um Palavra e eu serei SALVO! O nome de Jesus em Yeshua em Hebraico quer dizer : DEUS SALVA! Sim, nós somos Salvo pois fomos batizados. E devemos viver como pessoas que foram salvas.

            Dando sequencia a essa pergunta, Salvo do que? São Paulo vai esclarecer, Jesus veio ao mundo para nos salvar dos nossos pecados. Muitas pessoas pensam que isso não significa nada. Todos nós batizados sabemos pelo nosso Catecismo que a Palavra de Deus diz que todos nós somos pecadores e quem se diz não pecador é cego sobre si mesmo. Todos nós experimentamos pecado e necessitamos de salvação.

            Um dia em nossas vidas, um dia seja na adolescência, seja como adulto jovem, ou adulto ou até mesmo na velhice, nos depararemos com um momento de profunda experiência com Deus vivo. Neste dia onde experimentaremos um encontro pessoal com Jesus Cristo vivo e ressuscitado. A partir deste momento nosso coração se encherá de alegria do encontro e já não poderemos mais conter  de alegria e amor , desejando encontrá-lo mais e mais em cada Eucaristia,

Adoração ou momento de fé. No dia do encontro tomamos ciência da nossa condição de pecador e entendemos que Ele morreu na Cruz no nosso lugar, pelos pecados que nós cometemos , estamos cometendo agora e iremos cometer. E fica claro que necessitamos de um Salvador.

            A resposta Católica sobre se somos salvos:- Fomos salvos no Batismo e estamos continuamente sendo salvos pelo Senhor em cada Confissão e em cada Eucaristia. A Salvação foi um evento e permanece como um processo. É necessário continuarmos sendo salvos até o final.

            Salvação não é um cartão de libertação do inferno. Salvação é algo muito mais profundo. Salvação é ser livre de não se parecer com Jesus. Quando a Salvação começa a acontecer,  nós somos colocados no relacionamento de Deus com seu Filho , Deus Pai e Cristo.

            Nosso primeiro passo para este relacionamento, significa ser salvo de sermos abandonados, de não se transformar em alguém com perda da orfandade paterna. Deixar de ser escravo para ser Filho. Deixa de ser escravo para ser Filho Adotivo. Nós somos adotados e parece que não queremos morar na Casa deste Pai. Como se vê isso na Parábola do Filho Pródigo. Ele tem tudo, mas não quer viver na Casa do Pai. Todos temos em nosso coração este desejo de sermos só nós! Queremos experimentar viver a vida por nossa própria conta e responsabilidade.

            Como tudo isso é louco, nós queremos viver fora da Casa do Pai! Para ilustrar isso como o Pai nos vê e nos ama. Pense em um casal que resolve adotar uma criança e chega o grande dia, são chamados e de repente ao ver o bebê eles notam uma mancha feia no rosto do bebê e ficam em dúvida sobre se ficam ou não com um bebê, e um Padre ao ser chamado para aconselhar-lhos diz:- Puxa para mim este bebê é lindo. Em cinco minutos após os dois conversarem se vêem como o Pai Eterno os vê, como lindos não importando se eram ou não bonitos, e eles eram, aliás muito bonitos, e minutos depois estavam com o bebê nos braços para levá-lo para casa. Que alegria saber que o Espírito Santo vem em nós como São Paulo nos fala em Romanos : – O Espírito em nós fala: Abbá ( Papaizinho), Pai nosso que está no  Céu. 

            Muito importante sabermos que quem é adotado recebe tudo como  filho que está sendo adotado. Como se fosse uma criança naturalmente nascida. Na Lei Romana, se você tivesse um bebê natural e este bebê tivesse algum defeito , você poderia descartá-lo. Mas se você tivesse adotado, jamais poderia abandoná-lo.

            Nós somos adotados, como filhos, jamais seremos adotados. Nós fomos adotados para jamais sermos órfãos. Deus nos olha e diz : Eu jamais o abandonarei, jamais te deixarei. Deus me salvou quando me fez como seu filho. Continuamente Ele está me salvando. Um dia eu entrarei na Casa do Pai com Filho livre de todo pecado, pois: – “ por suas chagas fomos Salvos”. Lembre-se que Salvo e Curado em grego é a mesma palavra.

 

Oremos: Abbá (Pai) Amado, meu papai, meu papaizinho. Quero hoje me abandonar em seu amor e ser aquilo que o Senhor quer de mim, quero ser constantemente ser Salvo. Eu sei que quantas vezes o tentador me leva para fora da sua Casa e tenta me destruir como filho, que tenta me diminuir como filho, que tenta me convencer de que eu não sou filho e que não poderia ser salvo, mas O Senhor vem em Socorro das minhas fraquezas e sopra em mim o Espirito Santo que me defende, que  me ergue e me faz proclamar a minha filiação com o Pai Eterno.  Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém

 

 

 

         O Pai tem proferido sua declaração, cabe a nós responder ao seu chamado, ou seja, de coração darmos a nossa resposta.

         Todo o Cristianismo se resume a uma questão: – Deus tem permissão para te AMAR?

         Nós temos uma mania de complicar as coisas. Quando o assunto é Cristianismo aí sim nós complicamos ainda mais. Honestamente falando sobre isso vemos como muitos de nós não alcançaram o cerne da questão. Caríssimos podemos resumir em uma questão e uma pergunta. Reflita comigo!

         Os países quando são dominados por outro, no caso aqui no Brasil éramos uma colônia portuguesa. No dia sete de setembro de 1822 foi declarada nossa Independência. Declarar a independência não quer dizer que você é imediatamente independente. O Brasil precisou lutar para que a Independência se concretizasse e assim os Estados Unidos e outros países até hoje. Outro exemplo é um cara que fica falido e vai para rua e grita: – Eu estou falido! Não significa que gritando você pode juridicamente estar.

         Declarar livre não significa que você é ou está livre! Uma coisa é dizer outra e inteiramente diferente é Viver assim!

         Voltando ao início da nossa reflexão , qual é a pergunta que todo cristão deve ter em mente todos os dias! – Deus está te perguntando hoje:

         – Você Me dá permissão para te amar do jeito que você é?

         Esse é o amor de Deus, não importando todos os piores atos que eu e você tenhamos cometido em nossa vida toda. Esta é a grande diferença entre céu e inferno, vida e morte. Deus está hoje aqui te fazendo esta pergunta que ele faz todos os dias e só depende de nós darmos a resposta!

         Nós evitamos dar a resposta, nós adiamos a resposta, nós dizemos que quando formos melhores, quando ficarmos mais velhos! E Deus nos repreende hoje, nesse momento, e ao perguntar: – Agora? Hoje é o dia! Chegou a hora!

         Esta é a Declaração de Deus para conosco! Declaração de Amor! E  a resposta certa é: Sim, Pai , Eu dou permissão para que Senhor me ame Agora! E assim nós demonstramos que nós confiamos Nele!

         Em Harvard há um professor que todo primeiro dia do Semestre ele chega para sua turma e faz a seguinte questão antes mesmo de se apresentar: – Bom dia, se você hoje morresse, chegasse diante dos portões do paraíso e se apresentasse para Deus Pai, o que você responderia a Ele se a pergunta fosse essa: – Porque razão eu te deixaria entrar hoje?

         Quantas pessoas iriam responder: – Porque eu sou uma boa pessoa. Sim comparável a quem? Hitler, Stalin …Mas você e eu  nem somos bons assim! Sabe por quê? Porque comparando com o que nós poderíamos ser, não somos nem de perto tão bons quantos poderíamos e deveríamos ser, do que fomos feitos para ser.

         Outros responderiam: – Nós seguimos os mandamentos. Mas numa reflexão melhor vemos que nem aqueles que nós achamos que seguimos, realmente seguimos.

         Quantos de nós hoje estamos mais preocupados em Glória, glória dos homens, vanglória, ostentação do que de coração darmos a resposta certa: – Quem se glorie que se glorie no Senhor! São Paulo nos ensina praticamente  em todas as suas cartas sobre os perigos de nos gloriarmos e não remetermos a glória ao Rei da Glória!

         Quantas vezes São Paulo que foi reconhecido por ser uma pessoa irrepreensível, publicamente se declarava o pior dos pecadores. São Paulo foi açoitado pelos judeus cinco vezes com 39 chibatadas, pelo fato de pregar publicamente sobre Jesus Cristo o único Senhor e Salvador. São Paulo foi expulso de tantas e tantas cidades e sinagogas e jogado de penhascos. Tudo isso por amor a quem? Por estar falando em nome de quem? Falando de Jesus Cristo e mesmo assim não se vangloriava de suas provações.

         Quem somos nós para nos gloriarmos e dizermos por que estamos na Igreja servindo somos melhores que os outros. Deveríamos estar na Igreja sendo melhores para os outros assim fiéis seguidores do Cristo Ressuscitado.

         A RESPOSTA DE DEUS ATRAVÉS DE SÃO PAULO :- CRISTO ME AMA, DEUS ME AMA E DEU A VIDA POR MIM!  Porque Deus me ama por isso devo entrar no céu, pela Sua Misericórdia. Jesus não morreu por causa de mim, Mas Ele morreu por MIM!.

         Quantas vezes em minha vida eu tenho passado diante da Cruz de Cristo e tenho me atentado a isso? – Meu Senhor, o Senhor me Ama Demais!!!

         Após nós entendermos, tudo passa a fazer sentido. O Senhor se esvaziou por mim em sangue e água na Cruz! Uma amor incontestável, inesgotável!

         Uma coisa é declarar independência outra coisa é fazer valer essa liberdade. Uma coisa é Deus declarar o seu Amor por nós outra é darmos permissão para que Ele nos Ame do jeito que somos e estamos agora!

         No ano de 33 DC,  o Pai DECLAROU a cada um que habita sobre o mundo todo o seu Amor ! Cabe a cada um de nós dar a permissão para que Ele nos ame. Em caso positivo, todas as vezes que você for a Igreja, for a Confissão, for a Missa ao receber a Eucaristia você dará a sua resposta verdadeira dando permissão para que Ele te ame do jeito que você é HOJE!

        

        

         Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu quero Senhor, professar a minha fé em ti! Hoje eu quero nesse dia declarar o meu amor por ti Senhor. Sim Senhor eu creio na Sua Misericórdia infinita vindo ao meu encontro nesse momento onde Eu te dou livre acesso ao meu coração, Eu dou te dou permissão plena para me amar do jeito que sou hoje, aqui e agora. Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém

 

 

 

 

         O Espírito Santo prometido nos dá muitos dons, mas poucos são mais poderosos e profundos do que o Dom da  PAZ!

         Quando estamos vivendo em meio aos acontecimentos deste mundo, e as peças que a vida nos prega, nos decepcionamos com as pessoas que nos magoou, se tornando nossos inimigos. Outro exemplo, nas Universidades e Escolas onde se têm a oportunidade de se morar dentro do alojamento estudantil. Algo que no Brasil se tornou muito complicado nos últimos anos. Mas em anos mais saudáveis, muitos estudantes optavam por essa forma de moradia. Morando em ambiente comum, se deve ter o respeito  um pelo  outro, por onde o outro se aloja e respeitar seus limites e dos outros. Mas é muito comum haver brincadeiras entre os colegas, que muitas vezes passam do limite em termo de respeito. Há sempre as brincadeiras de mau gosto que acabam atrapalhando a convivência e ao invés de fazer as amizades universitárias serem para sempre, se semeia ali a inimizade. No coração dos que sofrem as Inimizades são para sempre, caso não se cultive  o perdão, onde se estabelecem tréguas, cessar fogo. Mesmo diante desta realidade, você nunca mais confia naquela pessoa que fez uma brincadeira não muito legal contigo. Você terá sempre uma guarda alta para com ela!

         Passando tudo isso para o campo espiritual, estamos num tempo de meditar a Paz,  o maior de todos os Dons do Espírito : A PAZ! A paz é para nós a Trégua de Deus para conosco! A trégua para sempre. Existem os Dons do Espírito, tais como : Sabedoria, fortaleza, ciência, profecia, línguas, piedade, enfim e os grandes Dons: Amor, Alegria e PAZ!

         A Paz é o poder nuclear dos Dons do Espírito. Paz não é ausência de conflito ou de batalhas, Paz é a trégua! É trégua porque estamos entre Inimigos continuamente. Até Jesus Cristo vir, nós estávamos perdidos em nossos pecados, ou seja, nas mãos dos nossos acusadores, e quem no acusa é sempre nosso Inimigo. Jesus na Cruz é a Trégua, é a nossa liberdade. Ele disse: – SE Eu não vos libertar não sereis verdadeiramente livres!

         Jesus em suas primeiras palavras disse : Eu  não sou seu inimigo. Todas as vezes que Jesus se aproximava após sua Ressurreição dos seus discípulos, Ele dizia: – A Paz esteja com vocês! Esta é a trégua. E ainda diz: -Todo aquele que possui o Espírito Santo me pertence. Todos os que estão longe do meu Espírito continuam meus inimigos. Jesus disse Eu não sou Inimigo e eles mesmo assim o crucificaram, pois se colocaram na posição de Inimigo.

         A paz não é ausência de conflito. Paz é  estar em posição estável  com o que  Jesus tem. Jesus sabe o que Ele Tem. Ele sabe que ele tem. Ele tem o que

Ele necessita . Ele sabe que Ele tem o que Ele necessita!

         Em João 14: Ele diz aos seus discípulos na última ceia:- Paz eu deixo para vocês. Minha Paz eu vos dou! Não é a paz do mundo mas a minha Paz! O que ele está dizendo!  Ele está dizendo que essa paz nos dá: Saber o  que ele tem. Ter  o que necessita. E saber que tem o que necessita!  Jesus sabia que mesmo após Ele estar entregando a verdadeira paz a todos eles, Ele seria entregue aos Inimigos, Ele seria traído, Ele seria morto e crucificado! Mesmo assim Ele continua em Paz, pois esta Paz não se altera! 

         A palavra para essa paz é Confiança! Jesus no Getsêmani mesmo sofrendo e suando sangue, sua Paz não se abalou! Quem recebe o Espírito Santo não sente que nada abala sua Paz! Esse é o grande fruto do Espírito Santo! Essa Paz vem na confiança absoluta ao PAI!

         Quando nós recebemos o Espírito Santo, como diz São Paulo Romanos2, nós recebemos não somente a trégua, o cessar fogo do Pai conosco, mas a Reconciliação! Na Cruz Jesus assume em toda a nossa carne, mente e espírito todo o nosso pecado, para que em se fazendo tudo isso nos desse a veste nova, o vinho novo, um  ser novo em nós. A paz vem e nos transformamos em uma nova criatura, tudo o que é velho passou! Eis que faço nova todas as coisas! Somente da boca de Deus é possível não somente ouvir tudo isso mas testemunhar que tudo isso é real e está acontecendo nesse momento na sua e na minha vida se de coração aberto pedirmos:- Vinde Espirito Santo, Vinde Espírito Criador!!!Faz morada em mim! Eu preciso desta paz para continuar meu caminho em direção ao céu, onde não haverá mais choro, nem sofrimento porque tudo passou! E Deus será tudo em todos.

         Enquanto aqui, caminheiros, em missão nessa grande batalha que é a vida, precisamos do Espírito Santo que nos vivifica, nos fortalece e nos faz vitoriosos com Ele! Não precisamos estar num monte isolado para sermos inundados por esta Paz, pois podemos estar no meio do mundo em Paz, sendo Luz para o mundo!

         O que é Pentecostes? Pentecostes é  receber o Acesso ao PAI! O que  você pode ter neste momento é Acesso livre ao Pai das Misericórdias! Eu sou médico e meus filhos quando chegam no meu consultório não precisam ficar na sala de espera. Todos têm acesso a minha sala. Esta comparação é precisa para o que significa ter acesso ao Pai! Onde você mora? Você mora na casa do Pai, ou você vive na sala de espera? Quantas vezes o Pai chega como agora e  te vendo na sala de espera  te chama: – O que você meu amado está fazendo na sala de espera? – Venha aqui, entre, você pertence a essa Casa, a Minha Casa, a Casa de Deus, a Casa do PAI!

         Pertencer a Deus, significa pertencer ao Coração do Pai e ser revestido e inundado pela Paz que não passa! Pelo poder da Cruz o Senhor declarou a trégua com os seus, e pela Cruz derramou sobre nós a Paz que o mundo não tem! Assim Ele restabeleceu a Paz! E de agora em diante: Você tem acesso ao Pai: Você sabe o que você tem. Você Tem  o que você  necessita. E  você sabe que tem o que necessita!

         Porque a partir do Pentecostes somos Um com Ele!

        

        

Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu quero Senhor, receber os Dons do Espírito Santo. Na verdade eu sei que quando fui batizado(a), eu recebi o Espírito Santo e não sou mais seu inimigo. Mas neste dia eu necessito de uma nova Efusão do Seu Santo Espírito para que eu venha a ser aquilo o que o Senhor quer de mim, por isso Vem Espirito Santo, oh Vem Espirito Criador! Vem curar as minhas feridas, fecundar me com nova Vida, vem Curar me com o seu Amor e me Dar a Sua Paz! Que essa Paz eu possa tê-la de hoje em diante até o dia de contemplar com a Vossa Face! Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém!