NOSSO PAÍS TEM UMA HISTÓRIA ONDE MUITO SE DOARAM PARA CHEGARMOS ATÉ AQUI E SERMOS HOJE UM PAÍS EMBORA MUITO CONTURBADO, AINDA LIVRE. OS ESTADOS UNIDOS SÃO MELHORES DEFENSORES DESTA LIBERDADE E QUE NOS SERVE DE EXEMPLO PARA MUITAS COISAS, PRINCIPALMENTE EM DEFENDER QUE ELES DERAM AO MUNDO UMA NAÇÃO REPUBLICANA QUE PARA SER LIVRE DEVERIA OBEDECER OS TRÊS PESOS: MORAL, VIRTUDE E RELIGIOSIDADE.

           

            PARA começarmos nossa reflexão desta semana, peguemos o livro dos Juízes. Juízes tem muitas história de glória como a  de Sansão e tudo mais. Mas não é exatamente aí que eu estou meditando hoje, estou no final do Livro e onde vemos coisas muitas sérias acontecerem, muito parecido com o que vivemos hoje em muitos lugares. “ E nestes dias era como se não houvesse Rei em Israel”. O povo sem Rei, sem alguém referência para o povo, faz com que  cada um haja  com o que lhe vier à cabeça, achando  o que é certo. No início deste Livro, o povo vivia a Anarquia, então o Senhor dá ao seu povo os Juízes, para poderem governar Seu povo com Sabedoria e aí volta ao final à Anarquia ao final dos três capítulos do Livro. Não é definitivamente um livro para crianças. Pense nesta história, um Levita tem uma filha e uma concubina, ela foge de casa, pois a situação em sua casa estava horrível e volta para casa dos pais. O Levita vai com sua filha virgem buscar a concubina. No caminho de volta chega numa praça na terra dos descendentes de Benjamim, perto de Gabaa.  Contudo ao chegar em uma  praça eles pensam em passar a noite lá pois ninguém queria os acolher. Um senhor mais velho vem se apresenta a eles e diz que eles não poderiam ficar ali pois poderia ser maltratados.  Daí então os levou para sua  casa. A noite os habitantes da cidade vieram e queriam maltratá-los, para não ferir o Levita lhes foi entregue a concubina e durante toda a noite, eles abusaram desta menina. Quando o Levita de manhã vem até a porta encontra a menina morta com a mão sobre a soleira. O  Levita volta para casa trazendo o corpo daquela menina, e ao chegar em casa ele corta seu corpo em 11 pedaços enviando cada pedaço para uma das onze tribos de Israel. Isso foi feito pela tribo de Benjamim. O Levita envia a mensagem junto ao corpo: – Isso que eles fazem ao seu próprio povo! Então ao final do Livro, as onze tribos se unem e destroem os homens da tribo de Benjamim. Ao final eles se perguntam, por que fizeram isso? Agora, pensam eles,  nós exterminamos a tribo de Benjamim ou seja, uma das tribos da benção de Deus! O que eles deveriam fazer?  Lembre-se que eles viviam a Anarquia, todos agiam por si mesmos. Aos que sobraram na floresta, os representantes dos onzes decidiram que os homens deveriam ir até a floresta e tomar para si quem eles encontrassem como esposa. E vai terminando dizendo: – E neste tempo não havia Rei de Israel e cada um  decidia o que via diante de seus olhos. Anarquia. Em seguida vem o Livro de Samuel, o último Juiz de Israel.

            No Livro de Samuel o povo foi até Samuel e suplicaram, Samuel nós precisamos de um Rei. Ao invés de Anarquia precisamos de Monarquia. Depois de relutar, Samuel ouve a Deus e constitui Saul seu Rei e depois Davi e depois Salomão, bons e maus Reis.

            Esta semana foi celebrado o Dia 04 de julho nos Estados Unidos, The Independence Day. O dia da Independência. Também poderíamos dizer, o dia da Liberdade. Para isso ilustra bem  é Benjamim Franklin ao ser interpelado por uma senhora que pergunta: – E aí Mr. Franklin, o que o senhor vai nos dar, uma Monarquia ou República?  B. FRANKLIN responde: – REPÚBLICA, SENHORA, SE VOCÊS PUDEREM MANTÊ-LA!

  1. Franklin sabia que a República significa Liberdade e para isso a luta é diária. Nós podemos receber o presente de sermos uma República, mas mantermos a República é uma outra história. É fácil viver em outros regimes, que tiram de cada um de nós a responsabilidade de manter. Pois República é o Governo do povo, para o povo e pelo Povo! A pergunta, que tipo de POVO?  Claro o país de República é habitada por um tipo de pessoa  que B. Franklin estava se referindo quando ele disse: – SOMENTE UM POVO VIRTUOSO É CAPAZ DE SER LIVRE!

            Os fundadores conheciam a história do povo ferido e machucado, do Livro dos Juízes, o livro de Samuel  e seus Reis, e por serem um povo pautado na Palavra de Deus, tem como a Virtude algo necessário e vital ao povo republicano. Pois somente um povo virtuoso é capaz de vivenciar liberdade! Liberdade não é fruto de passividade mas de luta e de batalhas. Somente dá valor a liberdade quem foi cativo.

            No livro de Eric Metaxas, If you can Keep it , ele menciona o escritor Os Guiness que descreveu O TRIANGULO DE OURO DA LIBERDADE. Liberdade requer Virtude. Virtude Requer Fé e Fé requer Liberdade.  

            Quando nós exigimos alguém que nos dirija em termos de governo, nós precisamos governar a nós mesmos primeiro!  John Adams foi o segundo Presidente do Estados Unidos e certa vez disse algo muito importante a respeito disso: – As futuras gerações da América se não tiverem um grande grau de virtude não terão liberdade que  perdure.

            O que estes radicais hoje fazem no Brasil e nos Estados Unidos é uma ameaça a história, para reinventá-la de forma vazia. Uma figura simbólica que está ali não é uma pessoa perfeita, mas uma pessoa que fez algo que contribuiu para que hoje as pessoas tenham um país mais livre. Um anarquista deveria sim, derrubar um monumento se ele já tiver algo maior que aquela figura que ali está representada. Qualquer animal adestrado com um martelo pode destruir uma estátua, mas apenas o Ser humano e sua criatividade pode fazer uma igual ou mais bonita. É fácil destruir mas muito duro construir. John Adams estava dizendo que as futuras gerações deveriam ser procurar serem melhores do que eles foram, para honrar o sangue derramado pelos seus libertadores. Você pode querer mudar o regime de um país livre, mas somente vai conseguir mudar em Tiranias e Totalitarismo, pois fora da República não há liberdade, pois não é construída por pessoas virtuosas que buscam sempre a verdade na fé.

            A Constituição dos EUA foi feita com base em pessoas com princípios morais e religiosos ( John Adams). Completando este pensamento temos Cristian Smith, ele é sociólogo da Universidade da Carolina do Norte, e fez um estudo bastante atual fazendo pergunta ao redor do pais para jovens e universitários a respeito de: – Como estes jovens tomam decisões baseados em princípios morais? A idade variou de   18 a 28 anos. Ele e sua equipe ficaram chocados. Cerca de 66%, dos jovens não tiveram condições de responder sobre questões morais. Eles não tiveram categorias ou habilidades para tomar decisões morais. Categorias sobre o que é certo ou errado, bom ou mal, eles não conseguiam aprofundar neste assunto. Falta de habilidade, seria perguntaram a uma jovem como você chegou a esta conclusão, ela responde que apenas teve um pressentimento sobre aquilo.  Lembre -se que assim, parece que não há Rei em Israel, ou seja, muitos nos Estados Unidos e Brasil vivem desta maneira. Todos fazem as coisas como lhes parecem frente aos seus olhos. Ser um povo virtuoso, significa que primeiro nós em primeiro lugar precisamos urgente nos tornar pessoas não bonzinhas, mas virtuosas, pessoas que buscam melhorar a cada dia , ter opinião formada sob coisas importantes que tem consequência nas nossas vidas e dos outros. Liberdade requer Virtude.

            São Paulo aos Romanos nos diz hoje, que nós não somos guiados pela carne, não somos guiados pelas paixões. Nós não recebemos o espirito de escravidão e sim de adoção. Como filhos adotivos temos parte no Reino, e devemos protegê-lo com toda força. Nós pertencemos a Deus e ao seu Reino que dita as regras, e estabelecer o Reino na terra requer a virtude que leva a liberdade.

            Alexis de Tocqueville escritor francês quinze anos após a Independência dos Estados Unidos, escreveu uma obra chamada A Democracia na América. Qual era o segredo da Independência da América,  ter sido mais pacífica do que a Revolução Francesa, que foi uma caos e  que trouxe muitas mortes. Em resumo o que ele descobriu nos Estados Unidos: – Eu pensei que a grandeza da América era porque eles tinham grandes portos e rios caudalosos para navegar, mas não era por isso. Eu pensei então que era pelos campos férteis e florestas e não era. Em minas e metais preciosos e não era por isso. Então eu pensei que era pela sua Democracia e sua Constituição, mas não era por isso. Finalmente eu entrei nas Igrejas da América e na maneira como os americanos expressam a sua fé. América é grande porque é Boa. América almeja por ser boa, e almeja por ser Grande. Segunda parte do triângulo, diz que a Virtude Requer Fé! Eu busco a Deus e ele responde. Ninguém pode se importar comigo mas Ele se importa comigo. Há um Deus no céu em que minhas escolhas importam para Ele. Liberdade requer Virtude e Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade. Nossas escolhas devem ser em Deus sempre livres.

            Tudo aquilo que hoje estamos vivendo desde março, seja doença,  o lockdown(isolamento), teorias da conspiração, uso de máscaras, engenheira social, enfim todas estas questões pairando por ai, este caos, violência, enfim o que é certo o que é errado. Eu moro aqui no Rio de Janeiro, então vem a pergunta: –  O que eu deveria fazer, além de viver através de opiniões na mídia social?   Irmão Brian, grande pregador católico americano, sempre é consultado quando há estas questões raciais, ele por ser negro tem uma opinião contrária aos BLM.  Suas palavras são muito sábias. Ele disse para mim e para você: – Você não precisa resolver isso, você não precisa ter todas as respostas. Eu devo me submeter a Jesus e me fazer a minha parte primeiro.

            Ao invés de dizer aos outros o que eles tem que fazer! Eu devo me fazer primeiro. Ao invés de dizer aos outros como eles tem que viver! Eu devo aprender a viver primeiro. A invés de me queixar dos meus lideres e governantes! Eu devo fazer minha parte primeiro. Antes de ficar seguindo tudo quanto é notícia, eu preciso fazer a minha parte primeiro. Ao invés ficar reclamando da Igreja! Eu preciso mudar primeiro. Antes de corrigir quem quer que seja, primeiro eu preciso me corrigir.

            Em um mundo onde não há um Rei, as pessoas fazem o que está a frente dos seus olhos, os nossos olhos estão fixos no Senhor! Nós submetemos tudo às suas mãos e ao seu cuidado , pois nós somos um tipo de povo que vive num mundo de caos, mas que antes de tudo precisamos nós sermos os primeiros e buscarmos sermos um povo Virtuoso, pois a Liberdade requer Virtude, Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade e assim se fecha o Triângulo da LIBERDADE!

           

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Hoje estou aqui diante de ti, para consagrar meu país o Brasil e todos os países que buscam a viver a Liberdade e servir ao Senhor. Deus salve a América, Deus salve todo seu povo que agoniza perante tantas influências marxistas culturais e que tem assolado nos filhos e destruindo gerações. Senhor nós te pedimos que não deixe que caiamos nas mãos dos Inimigos que somente sabem roubar e escravizar. Nós somos seus Senhor e assim seremos até o fim! Amém

 

 

 

JESUS HOJE NOS DIZ PARA QUE NÃO TERMOS MEDO, E ISSO NÃO QUER DIZER QUE NÃO HÁ PERIGOS, MAS PORQUE ELE ESTÁ NOS CONVOCANDO A NÃO NOS ACOMODARMOS E  ESCONDERMOS PELO MEDO!

           

           

            Em meio a Segunda Guerra Mundial, Londres estava em constante ataques pelos nazistas ( alemães) e a cidade tinha se preparado com bunkers. O autor David Brooks escreve que os londrinos sabiam que pelos menos duzentas mil pessoas morreriam pelos ataques aéreos, não ao todo, mas simplesmente no primeiro grande ataque. Milhões de pessoas iriam enlouquecer pelo simples fato de estarem em constante apreensão do que iria acontecer nos ataques contínuos, bombas após bombas. Eles criaram sanatórios no interior do país para receber pessoas com problemas psiquiátricos. Isso foi acontecendo em vários meses. Alguma coisa aconteceu aos cidadãos de Londres. De repente os cidadãos comuns de Londres se uniram, e ao invés de enlouquecerem juntos tomaram uma decisão de fé.  Algo aconteceu dentro de cada cidadão inglês daquela região. Eles começaram  a aparecer no topo nos prédios e casas, atirando contra os alemães com o que tivessem nas mãos, para eles saberem que ainda haviam muitos guerreiros no solo para serem abatidos. Eles não tinham propriedade, eles não tinham paz, eles não tinham segurança. Eles tinham algo maior. ELES TINHAM CORAGEM! Seja homem ou mulher, não importa, você não poderá fazer nada SEM CORAGEM!

            Jesus nos desafia a não termos medo. Mateus 5-7 nos narra o Sermão da Montanha, Jesus o Mestre que ensina seus discípulos toda Sabedoria que enchia o coração daquele povo, como nunca antes havia acontecido, depois em  Mateus 7-9 Milagres e prodígios, Jesus curando, tocando as pessoas e elas eram libertas, curadas e convertidas. No Capitulo 10 Jesus envia seus discípulos em Missão. Jesus dá sua Autoridade para irem dois a dois realizarem em Seu nome Milagres e Prodígios. Ele então vai dizer: – Vocês irão falar em meu Nome, com Minha Autoridade. Vocês serão perseguidos, serão levados às Sinagogas e serão interrogados e irão até Governadores e Reis e serão executados. Pais matarão pais, filhos matarão pais, vocês serão odiados por tudo mundo por causa do meu nome. Sendo perseguidos não parem, não desistam. Desta forma, após tudo isso: – NÃO TENHAS MEDO! Não porque vocês são fantásticos, não porque vocês são destemidos, não porque não há perigo, mas porque Eu estou convosco!    Neste momento  da história todos nós estamos vivendo esta situação onde as autoridades dizem para nós todos: – Fiquem em casa, fiquem seguros. Todas as vezes na vida de um Cristão que estas palavras foram proferidas a intenção era ao inverso. Vocês ficaram aterrorizados ficando a espera de algo irá acontecer e o medo cresce de uma tal maneira, que a Palavra Coragem passa a não fazer parte da vida dos reclusos.

            A frase: Fique seguro, se proteja muitas vezes pode ser  entendida como Evite o perigo, mas outras vezes significa fique enfraquecido, terceirize suas escolhas e decisões. Neste tempo de pandemia as pessoas que podem ter empregos seguros ( funcionários públicos) condenaram as pessoas autônomas  pois estas não tem em si o desejo de enfraquecimento. Todas estas pessoas saem de casa para o trabalho pois para que os reclusos fiquem reclusos, alguém tem que trabalhar dia e noite para mantê-los onde estão.

            A diferença hoje em relação aos que se mantiveram em atividade por obrigação e necessidade e os reclusos é a força interior de cada um! O medo habita os reclusos, enquanto a coragem habita os que enfrentaram os bombardeios diários das noticias tendenciosas, de tantas estratégias para dizer que a doença se transmitia de uma forma avassaladora, que não havia cura, que milhões iriam sucumbir, que somente após algo muito seguro estas pessoas iriam voltar a sair de seus abrigos. Sabendo das consequências tenebrosas que uma vacina pode causar pior até do que a doença, colocam a esperança em algo que supostamente iria de fora os proteger, primeiro o  Estado e depois uma Vacina. Desacreditam em médicos experientes e em seu próprio sistema Imunológico feito por Deus para o combate diário das doenças.

            Eu sou muito preocupado com aquele tipo de Católico que é sempre muito cara de bonzinho, muito inocente e passivo. Ser católico é empunhar a espada da vencer os desafios. Jesus nos alertou que nos mandaria com ovelhas no meio dos lobos. Ele não disse que nós iriamos perante os lobos sermos inofensivos, não, esta ovelha luta até a morte. Nós DEVERÍAMOS SER MUITO MENOS CORDEIRO DE DEUS E MAIS LEÃO DE JUDÁ!

            Para muitos ser ovelha de Deus significa ser bonitinho, bonzinho, inofensivo, coitadinho, não, Jesus sendo o Cordeiro de Deus é aquele que é o Próprio Sacrifício, o Cordeiro é corajoso, o Cordeiro é perigoso! Jesus disse Eles me odeiam. Os anjos decaídos gritam e se afugentam com a Presença do Cordeiro! Não tem nada de fraco no Cordeiro de Deus! Jesus  diz que Ele dá a vida por suas ovelhas. Além disso Eles o odeiam. Ele continua, eles Me odeiam mas não podem Me fazer parar, nada Me deterá! Eles te odiarão também e mesmo assim eles não conseguiram vos deter também! NÃO TEMAIS!

            Não temais porque nós temos duas coisas para fazer,  a primeira é porque nós temos uma missão para realizar, e a segunda porque Deus se importa com cada um de nós!

            Os Cristãos construíram a Civilização Ocidental diante de todos os obstáculos que se antepuseram para que tivéssemos o que temos hoje. Graças a tudo aquilo que nós cristãos defendemos, o povo tem liberdade e não há lugar para escravidão. Mas o mundo atual deseja que nós nos calemos, que os jovens se afastem de Deus, que as Igrejas sejam destruídas, nossas Celebrações do Banquete do Cordeiro sejam a distância ou que não hajam, a família seja destroçada.

            Para sermos católicos agora, estamos cumprindo a Palavra do Senhor! Você pode ter na sua casa seu pai te odiando por sua religião, sua mãe, seu irmão e assim, vai. Mas nós não temos condições de nos tornarmos pessoas acomodadas e seguras. Deus sempre nos incomoda com Sua Palavra que nos motiva a não termos Medo de nada, apenas de ofendê-lo,  e que com Sua Mão sobre nós, seremos fortes Guerreiros.

            Vivemos num tempo onde ao invés de nos acovardarmos devemos vencer o retrocesso. Estamos vivendo um tempo onde a Mídia quer nos imputar conceitos errados, onde talvez somente nós devemos nos levantar e dizer errado é errado e certo é certo, mesmo que todo mundo diga o contrário. Somos os defensores da verdade pois somos seguidores de Jesus Cristo, que é o único da História a revelar a face de Deus e dizer Eu sou o Caminho, A VERDADE e a VIDA!. Nós defendemos nossa Igreja e Sua Tradição, defendemos a Verdade revelada por Cristo nas Escrituras e na Vida, bem maior que Deus nos deu!  Católicos não podem ser pessoas acomodadas e escondidas em pseudosegurança. Católicos são aqueles não se curvam às medidas que não fazem sentido.  Onde estão os Profetas de hoje? O povo sempre odiará profetas, pois são aqueles que dizem aquilo que o povo não quer ouvir! Jeremias anunciava o Exilio e o povo o odiava.

            O mundo necessita hoje de Católicos que não sejam acomodados, fora de perigo, mas que sejam Corajosos e Destemidos e Perigosos.

            Qual foi a razão pela qual os Londrinos sobreviveram e reagiram daquela maneira?  Pois eles sabiam e confiavam que os lideres do seu tempo estavam trabalhando para a libertação  do seu país, por isso suas ações eram importantes, faziam diferença. Esta demonstração de coragem que eles demonstravam após o bombardeio, ao irem para cima dos prédios e acenarem mostrando que havia um exército infinito de homens e mulheres de coragem, que eles não conseguiriam derrotar.

            Muitas vezes nós tomamos aquela posição de que as nossas escolhas não têm importância alguma. Bem, os ateus pensam assim, pois se Deus não existe suas escolhas são suas e não faz diferença nenhuma o produto disso. Você não pode perder assim, mas também não pode vencer. Agora se Deus existe, e você é importante para Ele, suas escolhas têm importância, sua vida tem sentido. Você pode perder e ir para o Inferno mas você pode vencer e chegar ao Céu! Você pode escolher Deus, e assim escolher ter vida em plenitude.

            Não temais, porque você é importante para Deus!

            Finalmente fecho com a história Jake Nanciter na Segunda Guerra Mundial, quando ele tinha 16 anos. Ele assume a fazenda . O governo nazista convoca todos os fazendeiros para dar 40% da produção para o governo. Jake se recusa. E ele não somente recusa, como ele abrigou 19 judeus fugitivos em sua propriedade e os escondeu durante a ocupação. Ele tinha a regra e ele quebrou. Ele não acreditava que a regra era justa então ele simplesmente a violou!  Jake teve que abrigar todos eles e mais sua família, com pouca comida durante um Governo Injusto. Aos 21 anos foi preso, sua propriedade confiscada. Jake foi torturado, abusado e quase morreu várias vezes. Ele disse:- O pior  que poderia acontecer era me matar.  Jake era um homem de Deus. Ele proclamava que tinha fé em Jesus Cristo e por isso não tinha medo! Ele dizia que nem sabia o que era medo. Jake tinha fé, e sabia que mesmo o que estava acontecendo com ele, não era o que realmente ele queria, contudo sabia que Deus estava com ele. Jake sobreviveu e se mudou para o Canadá, onde vive até hoje. Ele acreditou em Deus, e por isso não teve MEDO!

            Você é importante para Deus e não está fora de perigo, portanto se você realmente crê em Deus: – NÃO TENHAS MEDO!

           

 

 

 

 

            Oração: Abbá Pai. Venha oh Senhor sobre mim neste momento. Neste tempo de doença, neste tempo de manipulação dos fatos, das mentiras ditas como verdades, de toda espécie de interesse para nos tirar a nossa liberdade e nossa fé, precisamos de Ti Senhor! Vem Senhor, Maranathá, nós precisamos da Sua Vinda com Seus Anjos, pois este mundo está muito doente, doente de medo, medo de ficar doente, medo de proclamar as verdades e por isso se escondem atrás das covardes ações dos pagãos, daqueles que não conhecem a Deus e a Sua Onipotente Presença. Jesus, eu quero oferecer o Brasil e todos os governantes para sejam fortalecidos aqueles que te defendem e enfraquecidos aqueles aproveitadores que dia e noite estão fazendo o seu povo querido adoecer mais e mais. Dá-nos a Graça de sermos Destemidos, de Não Termos mais Medo e assim Sermos menos Cordeiro e Mais Leão de Judá!

 

                                                                                  

            Caríssimos, hoje estamos vivendo um tempo semelhante, claro guardando as devidas proporções, ao Exílio na Babilônia. A diferença é que não fomos transportados para terras longínquas físicas, como os nossos irmãos judeus  foram  para a Babilônia, mas de certa forma sim, fomos transportados para nossas prisões. Babilônia era um lugar magnífico, onde tudo acontecia, sabemos dos Jardins Suspensos da Babilônia, considerada entre as sete maravilhas do mundo antigo.  Depois de 70 anos, Ciro determina aos Judeus, vocês agora podem voltar a Jerusalém. O que significava voltar para Jerusalém! Voltar ao Templo, pois somente em Jerusalém havia o Templo e somente no Templo era possível adorar o Senhor dos Senhores, o Rei dos Reis, o Senhor dos Exércitos, YEAWEH!. Na Babilônia não haviam mais sacerdotes ,portanto não havia mais onde Adorar o Senhor, e assim o povo foi ficando sem as dimensões do Sagrado em seus corações.

            Bem, após umas dez semanas mais ou menos, seremos também liberados para sairmos de casa, do exílio, para muitos, pela condições sócio econômicas, uma prisão, com pouco espaço e muita gente aglomerada. Contudo algo que aconteceu com os Judeus e acontece conosco hoje, muitos de nós irão se perguntar, para quê voltar? Muitos Judeus perderam a fé e voltar para Jerusalém seria sem propósito, para muitos hoje sair de casa não faz sentido, pois grande parte do povo que sofre hoje, não tem mais para onde ir!

            Nós vivemos num Exílio hoje, perdemos a liberdade de viajar, de andar livremente pelas ruas, exceto aqueles ligados aos bens essenciais, ir à praia, encontrar os amigos e o mais importante, fomos privados de irmos ao nosso local de profissão de fé. Nós Católicos fomos privados de  ir à Igreja, de Celebrar a Eucaristia fisicamente. Apesar das mais diversas formas de transmissão online, nada substitui estar dentro do Solo SAGRADO!. Fomos separados dos nossos Padres. Ficamos afastados dos nossos Sacramentos.

            E a partir de agora muitos lugares estão liberando a vida das pessoas. Assim poderemos voltar a nossa Igreja e estar fisicamente na Presença do Sagrado. Na Babilônia também foi assim, liberados para voltar apenas uma pequena parte da população dos hebreus voltaram para Jerusalém, a maioria ficou na Babilônia. Eles disseram que não tinham razão para voltar. Imagine você, vivendo na Babilônia e de repente se vê na posição de que Adorar a Deus no Templo em Jerusalém não era importante, que não valeria a pena voltar. Quantos jovens respondiam: – Pode haver razão para os  meus avós, meus pais, mas para mim, eu não tenho razão para voltar.

            Estamos aos poucos voltando e em breve voltaremos para as nossas Igrejas, e alguns irão se argumentar: – Pra que voltar? Eu vou a Missa por hábito. Isso porque meus pais me carregam para a Missa.

            Um estudo recente falando a respeito dos jovens talvez duas gerações para esta, respondendo ao questionário sobre o porquê de terem se afastado das coisas de Deus, especialmente após terem entrado na faculdade e inicio de vida cheia de trabalho responderam: – Não é por algum escândalo na Igreja que eu me afastei, eu me afastei e esta foi a resposta mais comum disparado, porque eu não encontro razão para isso!

            Uma situação de exilo como esta, aqueles que já estão meio afastados, ficaram muito mais, pois em casa, não acharam mais razão para  acompanhar celebrações online.

            Caríssimos, hoje o que precisamos trazer para estas gerações de descrentes, sem sentido na vida, é a RAZÃO por que nós cremos, e como é lógico crer. Isto não é um hábito, uma obrigação mas uma razão. Eu tenho que ser, mas o coração é a razão. Qual é a razão? Por que voltar?  A resposta simples é : Jesus! Continuando neste raciocínio vamos ver no início da vida pública Dele, quando os galileus levaram um homem paralisado em uma maca, não havia como entrar, fizeram uma manobra fazendo aquele homem e sua maca descerem pelo teto até à frente de Jesus. Jesus disse:- Seus pecados estão perdoados, e todos ficaram chocados pois somente Deus poderia perdoar os pecados, e bem ali o LOGOS ( o Verbo) se manifesta um com o Pai e o Espirito Santo, portanto, Jesus é Deus, o LOGOS. Ele demonstra que Ele é o que Ele diz que é ( Marcos:2). Jesus cura o paralítico.  Antes da Sua Paixão em João : 11, Jesus ressuscita Lázaro dos mortos. Quem poderia fazer isso a não ser Deus?  E claro, ainda estamos no tempo Pascal, tempo que celebramos a paixão, morte e Ressurreição de Jesus, onde tudo passa a fazer sentido na nossa existência ( Santo Agostinho).  Jesus prova na Ressurreição que Ele é quem Ele diz que é!  A marca histórica de sua Presença e a fundação da Igreja sobre Pedro o Primeiro Ministro do Reino de Deus! Conhecemos como Primado de Pedro! – Pedro tu és Pedra e sobre esta Pedra eu edificarei minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela! A cabeça é Cristo!

            Jesus hoje nas Leituras acalma e dá esperança aos Apóstolos: – Eu irei, mas não vos deixarei sozinhos. Eu vos enviarei o Espirito Santo que habitará em todo Batizado para que dê Testemunho do Reino de Deus.

            O Segredo de tudo isso, como São Paulo, é dizer: Eu encontrei Jesus e o Amei! (Santo Agostinho), que ainda diz tarde te amei! Jesus é fruto de um Encontro, de uma experiência e de uma certeza que a vida que vivemos aqui não é nem de perto o que nos espera na Vida Eterna.  Por que você deve voltar? Porque você O encontrou e O amou.

            Amor não é um sentimento é muito mais que um sentimento. É desejar o melhor para o OUTRO!

            Amar a Deus é obedecer ( dar a Deus o seu coração). Siga meus mandamentos. Faça isso em memória de MIM! Este é o meu corpo e meu sangue! Não é um hábito, não é uma obrigação, mas Ele me pediu para fazer isso! Por Amor, eu desejo sempre voltar ao Seu encontro. A melhor maneira de Amá-lo é fazer o que Ele me pediu para fazer!

            A GRANDE RAZÃO PARA VOLTARMOS PARA MISSA DOMINICAL E OS QUE TEM A CHANCE PARA MISSA DIÁRIA É : PORQUE A RAZÃO DO ENCONTRO É JESUS!

            Nós precisamos nos alimentar Dele, que se dá em corpo e sangue para nos restaurar. Caríssimos, quantos de nós neste tempo adoecemos, quanto de nós , eu em especial, tivemos que deixar nossas casas e encarar os hospitais a trabalho, quantos de nós percorremos ruas e avenidas vazias. Contudo em tudo isso, a Mão Dele esteve sobre nós, e em cada oração que fizemos por nossos e por quem nós cuidamos ou amamos, foi a Ele que entregamos.

            Nós não somos os primeiros povos a serem separados dos outros, que viveram no Exilio. Cristãos no Japão por 250 anos após São Francisco Xavier viveram sem Missa, sem Padres. Veja hoje na China e em tantos lugares no Oriente Médio e Índia, vivendo em exílio, sem local para louvar e adorar o Senhor. Contudo quando os localizamos eles professam exatamente porque são Católicos mesmo arriscando suas vidas.

            Todos os Cristãos que sobreviveram nas perseguições, professando o Amor a Jesus para nós hoje, é o exemplo de como nossa Fé precisa desta Razão, que se torna mais importante do que doença, política ou perseguição. Quem realmente encontrou Jesus, não tem medo mais da morte, e vive um Amor que ninguém no mundo pode dar.

            Finalmente que a lição do ser obrigado a ficar em isolamento traga a todos o Verdadeiro Sentido da LIBERDADE que deve ser defendida custe o que custar. Jesus sempre nos deu liberdade até para errarmos , mas para termos a certeza de que Ele sempre nos espera em seus braços para o Recomeço!

           

            Oração: Abbá Pai. Preciso de Ti, quero caminhar contigo e não mais andar sozinho, Eu preciso de Ti. Por isso Senhor venha sobre cada um de nós, retira-nos desta Babilônia da indiferença que temos vivido, desta ignorância ao Seu Chamado, restaura em cada coração o desejo de voltar a Jerusalém Celeste que é a Igreja Santa a qual ardemos o nosso peito ao entrar, de portas abertas como o Seu Sagrado Coração, para nos consolar, para nos Curar e para nos Libertar das falsas idolatrias.   Batiza-me com Seu Santo Espírito, faça-se em mim nova todas as coisas. Derrama sobre nós a Sua Infinita Misericórdia! Amém.

           

 

           

 

 

           

 

 

        

 

        É fundamental para darmos o último passo na direção do que vem a seguir, sabermos que uma coisa é você ter confiança em uma pessoa que tem poder e conhecimento, outra tipo de confiança que é necessária quando uma pessoa está sem respostas e sem poder. Este último tipo de confiança é ter Fé em Deus! Em Deus onde devemos colocar tudo o que temos e o que não temos ao Senhorio do Senhor o Todo Poderoso! O poderoso que domina o Universo! Neste tempo de transição, quando nós temos que ir,  não podemos ficar. Muitas vezes na nossa vida, mesmo que nós desejemos ficar, não podemos, temos que ir. Seja neste tempo de final de semestre, de graduação para alguns ou mesmo TRANSFERÊNCIA. Nós temos que nos lançar.

         O que acontece quando nós temos que ir mas temos vontade de ficar? É possível acontecer as duas coisas? Ter que ir mas ser capaz de ficar? A realidade é que nós humanos, quando temos que ir em situações como essas, desejamos ficar.

         Continuando nossa meditação sobre o Próximo Passo, o que vem a seguir, meditamos na semana passada sobre coragem, quando as coisas fogem do nosso controle, precisamos de coragem. Coragem é fazer o que tem que ser feito no momento que é mais necessário. No dia de hoje estou refletindo especialmente sobre alguém que vai receber o Sacramento do Matrimônio. Como é necessário estar convencido de que este é o caminho. Quando o assunto é casamento, não basta apenas estar convencido, eu preciso pegar tudo aquilo que eu sei e colocar em ação, e muito mais, tem que  Ter Coragem para as batalhas de um futuro a dois. Então necessitamos para o que vem a seguir é ser convencido, estar convicto e ter Coragem e algo a mais que vamos falar hoje.

         Em 1999 na revista American Medical Association sobre pessoas que estavam para morrer, e perguntaram a eles qual era a coisa mais valiosa naquele momento? – O  resultado foi: Eles disseram em sua maioria, que o mais valioso é que eles perdiam o senso de Estar no Controle das coisas. Mesmo para quem estava indo rápido ou não para  morte, os pedaços das coisas onde o controle era a tônica, eles iam perdendo. Quando você tem que ir e perde o senso do controle, aí que entra poderosamente o que nos sustenta quando perdemos o controle. Na trincheira não existem ateus. O que sustenta os que perdem o controle é a fé. São João diz que em todos os atos que antes aterrorizavam os apóstolos, após o Pentecostes, todos tinham confiança num Deus vivo que se faz um de nós, e nos ergue quando estamos para cair. Por isso a palavra CONFIANÇA hoje é uma das nossas pérolas a meditar. Quando o assunto é encarar estes desafios entre a vida e a morte, confiança naquele que venceu a morte é tudo!

         Como você pode ter respostas quando você está sem poder e sem respostas, e tem  que encarar o que vem a seguir. Um dos grandes exemplos nisso, é Padre Sorelo Filipino, que foi preso pelos Jihadistas. Após descobrirem que ele era Padre, resolveram mantê-lo  vivo, para ser moeda de troca, pois todos os seus amigos presos no mesmo veiculo, foram brutalmente assassinados. Padre Sorelo Nacorda era ameaçado todos os dias durante longos dias. Um dia, em suas preces, se colocou de joelho e começou a orar com poder, clamando por Jesus vir ao seu socorro. Após alguns minutos ele viu a imagem luminosa entrar em sua sela e um rosto mais perfeito que ele já havia visto se adiantou naquele lugar. Jesus não disse nada, mas a partir daquele dia todas as noites sabendo que poderia ser enforcado ou cortado a cabeça no dia seguinte, Padre Sorelo dormia como uma criança. Por que! Porque tinha confiança  e muito mais, irradiava a luz de Cristo aos seus algozes. Ele não foi morto, e foram mais dois meses de prisão e torturas. Esse sacerdote  não tinha nenhum poder e nenhuma resposta, mas o que Ele tinha? Vamos descobrir  tempos depois, quando foi liberado, em sua primeira entrevista ele disse: Fé é a resposta,  eu tenho confiança em Jesus Cristo. Confiança em latim quer dizer Confidentia( Com Fé). Eu vivo com fé em alguém maior.

         Pedro e João, como lemos recentemente, passavam pelo Templo e um paralítico cruza o caminho deles, eles rogam ao Senhor e o paralítico fica curado. Pedro então se antecipa e diz: Homens de Jerusalém não fazemos isso por nossos próprios poderes mas pelo Poder do Nome de Jesus, Aquele que vocês mataram, mas Ressuscitou! Amados nós temos Confiança em Deus! Quando eu estou sem sabedoria eu recorro ao Senhor! Jesus está dizendo naquele momento e hoje para mim e para todos, Ide e permaneça! Ide e Permaneça Comigo, pois sem Mim nada podeis fazer!

         Eu vou mas eu não vou sozinho, eu Vou Com Ele! Eu confio em Deus e isso me basta. Jesus está dizendo hoje para mim e para você, Sem Mim nada podeis fazer, NADA!

         Yoyo Ma um dos grandes violoncelistas da história moderna, um dia declarou que para ele a música era um contínuo. Quando ele parava de tocar a música desaparecia. Assim é Deus, ativamente tocando a sua criação. Sem Deus nada existe e nada persiste. Quando Jesus diz sem Mim nada podeis fazer Ele diz hoje que nós somos a Sua música que ele toca sem cessar.

         Muitas pessoas tem aquela rebeldia de tentar fazer as coisas sozinhas e o que acontece nesses casos é que a pessoa quando falha, se culpa , entra na autocondenação. E vamos entrando no ciclo de rebeldia e autocondenação. Como quebrar esse ciclo?  Fazendo uma palavra: RENDA-SE. Renda-se a sua vida a Cristo, como Padre Sorelo. Redenção não é desistência, mas um ato onde você entrega sua vida em Cristo. Jesus eu quero render minha vida, quero me abandonar em ti, colocando meu trabalho, meu relacionamento afetivo, minhas perdas agora, meus lutos, meu desesperos, minhas doenças, minhas fraquezas. Todas as coisas da nossa vida de Cristão devem ser prostradas aos pés do Senhor. Especialmente aquelas situações onde nós cometemos erros sérios e vêm as consequências desses atos a nos atormentar, pois perdemos o controle sobres essas consequências. Isso porque as pessoas estão exaustas, e porque nos momentos de não ter poder e não ter respostas tentam se enganar buscando em si as respostas. Muitas vezes nós até conseguimos no início a arrumar uma forma de lidar com alguma situação, mas as outras vão crescendo e tendo muitos tentáculos que me envolvem e me destroem. Ao colocarmos tudo isso aos pés do Senhor, pois Ele nos convidou e nos convida a fazermos desta forma,  o que vem a seguir, nos convida  a buscarmos a partir de hoje algo muito mais sábio para nossas vidas. Irmos mas não irmos sozinhos! O que dizemos não é que não queremos ir, mas não queremos ir sozinhos! Nós precisamos ir, mas ir COM Ele!

    Oremos: Abbá (Pai) Amado, em tuas mãos entrego minha vida, meus projetos, minha falta de Confiança, me falta de coragem, minha falta de convicção, minha falta de convencimento. Sim Senhor ao final desta série eu preciso ser uma nova pessoa, um novo homem, uma nova  mulher, um novo discípulo, como Pedro, diante do Sinédrio, tudo igual a antes, mas o Poder de Deus estava sobre ele, por isso ele tinha coragem , porque ele sabia em Quem Ele Confiava. Eu sei em quem posso confiar, pois o Senhor dos Exércitos batalha em meu favor. Por isso eu me convenço Senhor que a partir de hoje Eu vou, mas eu vou Contigo! Pois indo Contigo, cada manhã é nova! Amém!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Liberta-me, Restaura-me Senhor!  Amém

Glória a ti Senhor nos mais alto dos Céus agora e para sempre, por todos os séculos dos Séculos. Amém!

 

O TÚMULO ESTÁ VAZIO

 

                  Muitas pessoas gostam de visitar túmulos e tumbas de personagens famosos no mundo, de Lincoln em Springfield a São Pedro no Vaticano. Nós sentimos uma sensação de paz ao redor desses lugares. Mas uma coisa que nós não esperaríamos em tais túmulos e cemitérios seria ação. É isso que nós encontramos no centro do Cristianismo, como São João narra hoje em Seu Evangelho Pascal.

         Todos os grandes personagens da história estão enterrados e se pode confirmar a presença dos restos mortais. Todo tipo de personagem, sejam militares, filósofos, músicos, artistas, políticos enfim, toda espécie de herói está enterrado e ali não existe mais ação, mesmo se a pessoa tenha sido extremamente  ativa.

         Após toda esta meditação sobre túmulos e história, vamos ao que ocorreu dois mil anos atrás. O túmulo deveria estar sereno, pacífico, calmo, mas ali não era nada calmo e sereno, havia um grande movimento. A primeira a chegar, trazendo   óleos, perfumes, talvez alguma coisa escrita, esta era intenção desta discípula, na verdade uma mulher. De repente a Pedra estava rolada, apesar do peso daquela enorme rocha, incapaz de ser movida por poucas pessoas. Dentro do túmulo está alguém dentro, alguém que se apresenta como um Anjo. Que tremenda sensação, esperar ver alguém morto e o que há é um vivo. Imaginem como os discípulos ficaram atordoados, quando experimentaram aquele acontecimento. O anjo proclama: – Aquele a quem vocês procuram não está mais aqui, vocês verão na Galiléia. Este túmulo é um local de choque, que amedronta as pessoas. Atingir este ponto, nós atingimos o Centro do Cristianismo. Por que os discípulos ficam com medo e saem correndo daquele lugar.

         Deus é o Inimigo da morte. Nós temos medo da morte. Ele nos mostra o seu Poder sobre a morte. Nossa mente odeia a morte. A Ressurreição mais aceitável para o mundo moderno, mostra que diferente dos outros túmulos, este túmulo traz uma ação incontestável. Neste local, Deus demonstra seu Poder.

         O túmulo de Jesus traz uma sensação de ação, pois está vazio. As pessoas não vão ao túmulo de Jesus. Ali se olha para a própria vida e toma direção da Vida Eterna, da Ressurreição.

         Finalmente, uma reflexão pertinente diz respeito ao homem que aparece no Getsêmani que corre nú, deixando a túnica para trás. Nesta passagem da Ressurreição temos esta mesma figura, que no momento da Verdade foge, ele vem com Pedro, mas não tem nome. Este personagem foge, deixando sua Sidonah (túnica) para trás. Quem é este?  Ele é cada um de nós, que precisa a partir da experiência do túmulo vazio, sair pelo mundo para anunciar a Boa Nova. Deixe ser transformado pelo Elã da Nova Evangelização. Ele Ressuscitou e está no meio de Nós! A pedra rolou, e a morte não tem mais poder sobre ninguém por Jesus Cristo! Aleluiah!