O segredo é ser livre!

“Um lugar de encontro”, assim começo contando minha experiência na Casa de Maria.

No tempo que vivi nesta Casa, tive o encontro da minha vontade com a vontade de Deus. Lugar onde Deus foi confirmando a cada dia, que era essa a Sua Vontade, que eu assumisse minha consagração “Para Sempre Canção Nova”.

Encontro da minha miséria com a misericórdia de Deus. Encontro com o amor incondicional de Deus que me escolheu, separou, e vê muito além das minhas misérias e feridas.

Faço parte da turma que ingressou na Comunidade CN em 1996. Nós vivemos um “noviciado” que descrevo no mínimo como extraordinário.

Deus nos convidava em cada momento a uma verdadeira fraternidade. Nós investimos nos relacionamentos, o que nos custou muito no final daquele ano, porque não queríamos nos separar. Queríamos que nossos responsáveis nos enviassem todos para a mesma missão, para continuarmos morando na mesma cidade, juntos. Foi como se estivéssemos nos separando dos membros da nossa própria família e de fato nos tornamos uma família.

O som deste lugar é um som de profundidade, de encontro.

Este ano que passei na Casa de Maria foi um ano de encontro da minha verdade com Aquele que é a Verdade.

Deus gritava aos nossos ouvidos todos os dias. Nós tivemos a graça que ter o monsenhor Jonas Abib todas as semanas conosco. Naquela época ele viajava o Brasil inteiro pregando sobre os fins dos tempos e quando chegava de missão se repousava na Casa de Maria, em Queluz/SP.

Creio que nenhuma turma de “noviciado” ouviu falar tanto da segunda vinda de Jesus como a nossa. More »

Gratidão a Nossa Senhora por me gerar como missionária

Há 8 anos sou missionária e atualmente moro na frente de missão da Canção Nova dos EUA.

Tive a graça de morar em algumas cidades onde a Comunidade Canção Nova está presente e me fizeram ser mais de Deus. Estar em missão é fazer a experiência que Jesus fez de ir ao encontro com o outro, de tocar e se deixar tocar, de olhar e ser olhado, de amar e ser amado.

Eu tive a graça de morar na missão de Cuiabá/MT por 4 anos e 6 meses. Morei em Teixeira de Freitas/BA apenas 4 meses. Também tive a graça de morar na nossa casa mãe em Cachoeira Paulista/SP por 6 meses e um tempo tão especial na Casa de Maria em Queluz/SP.

Hoje escrevo em especial do tempo em que vivi no Santuário do Carisma Canção Nova, em Queluz. Digo com toda verdade: na Casa de Maria aprendi ser missionária.

Providencialmente eu morei nessa casa por 9 meses. Nove meses é muito significativo, pois é o tempo em que um bebê passa dentro do ventre de sua mãe sendo gerado, formado, alimentado, para depois dali nascer e enfrentar todos os desafios da vida, chamado assim de período gestacional.

A minha vida na Casa de Maria foi exatamente isso, essa gestão. Foram 9 meses onde eu fui gerada no Carisma Canção Nova. A Casa de Maria é esse útero onde eu fui gerada, recebi toda a formação, o alimento para ir para as missões que o Senhor me confia.

Nesse ventre, na Casa de Maria, eu aprendi a rezar, a pregar, a cantar, a ouvir as pessoas. Eu me alimentei da Eucaristia, da Palavra de Deus, da oração. Durante a gestão alguns bebês acabam passando por algum probleminha, comigo não foi diferente. Esse trabalho ainda não acabou, mas dentro do ventre de Maria, eu pude ser envolta pelo Espírito Santo e ali receber todos os cuidados para viver uma profunda cura interior.

O ventre de Maria é envolto do Espírito Santo, que nos dá força. Ele nos fortalece nesse processo de gestão.

Na Casa de Maria eu pude aprender a ouvir a voz do fundador Monsenhor Jonas Abib e estar atenta na vivência daquilo que é do próprio do nosso Carisma. Dentro desse ventre materno eu pude chegar mais perto de Deus, mais perto do céu. Recebi o carinho da Mãe que cuida do seu filho. E por Ela, a mãe da Canção Nova, fui cuidada. Ela foi quem providenciou tudo para mim e continua fazendo isso até hoje.

Aquela mesma mãe que me acolheu em seu ventre na Casa de Maria, que me gerou e me formou, continua me guiando até hoje, me ensinando a dar passos, me formando.

Tudo o que hoje eu sou, como pessoa, como filha de Deus, como missionária eu posso dizer que foi Maria Quem me ensinou. Sinto que foi O Próprio Deus Quem me formou dentro do ventre d’Ela.

E hoje como filha missionária, sempre posso voltar na Casa de Maria, para nesse ventre, para ser cuidada quando preciso, para matar as saudades, para me sentir amada, para me reabastecer e me fortalecer.

Sou grata por Deus ter me dado a oportunidade de poder ser gerada nesse ventre, a casa de Maria!

.

Priscilla Rodrigues
fb.com/Priscilla.RodriguesCN | @who_loves_wait
Missionária da Canção Nova atualmente nos Estados Unidos

Veja também:

.: WebRadio Canção Nova nos EUA – www.cnusa.com

.: Outros missionários da Canção Nova nos EUA

“Mãe, o que eu faço? Me ajude, por favor…”

Cheguei na Casa de Maria para viver um ano de formação na Canção Nova. Era janeiro de 1997. Levava comingo duas malas com meus pertences pessoais e um coração cheio de sonhos e expectativas para o futuro.

Ainda me lembro bem do aspecto físico daquela casa com alpendres e varandas, muitas árvores e flores. Um lugar agradável e acolhedor. Mas também me recordo dos diversos sentimentos que povoavam meu jovem coração. Estava insegura. Eu saia de casa pela primeira vez para viver algo tão decisivo. Deixava para trás tantos sonhos, projetos e uma família linda que me ama tanto. No entanto, uma certeza me consolava: estar morando na Casa de Maria.

orquideas escada da casa de maria

Minha expectativa ao chegar na casa, foi que Ela, como boa Mãe que é, cuidasse da minha vida, da minha vocação e me ajudasse a acertar na vontade de Deus. Hoje, 15 anos depois, posso afirmar que é isso mesmo que Ela tem feito desde aquele dia.

Já no ano de 97, a formação na Casa de Maria se dava em vários aspectos, desde o cuidar da casa até a convivência com os irmãos. Nessas coisas eu ia percebendo a ação concreta de Deus e a intercessão de Nossa Senhora em minha vida. Com o passar dos dias eu percebia que a mudança acontecia em mim.

Recordo-me que durante um mês fiquei responsável pela limpeza da capela, onde até hoje tem uma imagem linda do Imaculado Coração de Maria. Eu não sabia nem por onde começar a limpeza… Então olhei bem para a imagem de Nossa Senhora e pedi a sua ajuda: “Mãe, o que eu faço? Sei que a Senhora está aqui, então me ajude, por favor!” Naquele momento senti a presença de Maria me acalmando e dizendo: “Não tenha medo! Você está em casa, na minha casa, e eu vou lhe ajudar”. E ajudou mesmo! Comecei a falar com ela e ouvia sua voz me dirigindo os passos. E assim comecei a me sentir livre para falar com ela. Partilhava da minha vida e de minhas lutas diárias. Aos poucos nos tornamos amigas. Esse diálogo foi se estendendo e, graças a Deus, até hoje conservo esse hábito de falar com a Mãe do céu.

Hoje sou casada e vivo na missão da Canção Nova em Fátima – Portugal. Em nossa casa temos uma imagem bem grande de Nossa Senhora e muitas vezes me pego conversando com Ela da mesma maneira que aprendi quando morei em Queluz (SP).

Compreendo que Maria é simples e gosta que nos relacionemos com ela assim, com simplicidade. É uma mãe e diante dela podemos agir como somos sem medo, sem rodeios. Ela nos entende mesmo quando não encontramos as palavras certas para nos expressarmos. Ela é mestra e por isso nos ensina a sermos, a exemplo de Jesus, obedientes a Deus a partir das pequenas coisas até chegarmos as grandes.

Sou grata a Deus por essas experiências! Sempre que volto a esta casa é como se ouvisse mais uma vez os conselhos de Nossa Senhora que se expressam nos detalhes do lugar.

Tenho certeza de que foi Maria quem me ensinou, naquele tempo, a limpar a capela e é ela que continua me ensinando a das os passos que preciso diante de casa situação.

Dijanira Silva missionária Canção Nova em Portugal - Casa de Maria Queluz
Como filha de Maria, peço que Ela seja também a sua formadora.

Dijanira Silva
Missionária Canção Nova em Fátima – Portugal

.

Edição do texto: Fernanda Mazoti (atualmente discípula CN em Queluz)

.

Veja também
.: Mais de 150 artigos de Dijanira Silva no canal formacao.cancaonova.com
.: Música CN: assunto do programa “De Mãos Unidas” apresentado por Dijanira Silva
.: Experiências de outros missionários na Casa de Maria em Queluz