Queira uma nova experiência com Nossa Senhora: ELA pode se manifestar a você!

Toda a minha vida foi marcada pela presença da Virgem Maria. É impossível falar da minha história sem mencionar o papel fundamental Dela. Desde a minha juventude, na minha vocação a Canção Nova, na minha missão de Mãe e esposa.

De maneira especial no ano de 1998, foi um tempo marcante da Virgem em minha vida: foi quando ingressei na Comunidade Canção Nova. Fiz meu noviciado (tempo de formação inicial) na CASA DE MARIA em Queluz/SP.

A Casa de Maria é o ventre gerador, onde somos gestados pela Virgem para “nascer” uma nova criatura, e comigo não foi diferente.

Eu tinha um grande anseio por ter uma experiência profunda com Maria naquela casa, pois nossa formadora sempre nos falava: “Maria caminha nesta casa”, e eu sempre pedia a Ela que se manifestasse a mim.

Em um determinado dia, enquanto fazia o meu Estudo da Palavra, eu fui levada a olhar para um quadro de Jesus crucificado, o mesmo que o Monsenhor Jonas Abib tinha passado pela experiência e ser convidado a ser as pernas e os braços de Jesus que estavam quebrados naquele crucifixo. More »

O segredo é ser livre!

“Um lugar de encontro”, assim começo contando minha experiência na Casa de Maria.

No tempo que vivi nesta Casa, tive o encontro da minha vontade com a vontade de Deus. Lugar onde Deus foi confirmando a cada dia, que era essa a Sua Vontade, que eu assumisse minha consagração “Para Sempre Canção Nova”.

Encontro da minha miséria com a misericórdia de Deus. Encontro com o amor incondicional de Deus que me escolheu, separou, e vê muito além das minhas misérias e feridas.

Faço parte da turma que ingressou na Comunidade CN em 1996. Nós vivemos um “noviciado” que descrevo no mínimo como extraordinário.

Deus nos convidava em cada momento a uma verdadeira fraternidade. Nós investimos nos relacionamentos, o que nos custou muito no final daquele ano, porque não queríamos nos separar. Queríamos que nossos responsáveis nos enviassem todos para a mesma missão, para continuarmos morando na mesma cidade, juntos. Foi como se estivéssemos nos separando dos membros da nossa própria família e de fato nos tornamos uma família.

O som deste lugar é um som de profundidade, de encontro.

Este ano que passei na Casa de Maria foi um ano de encontro da minha verdade com Aquele que é a Verdade.

Deus gritava aos nossos ouvidos todos os dias. Nós tivemos a graça que ter o monsenhor Jonas Abib todas as semanas conosco. Naquela época ele viajava o Brasil inteiro pregando sobre os fins dos tempos e quando chegava de missão se repousava na Casa de Maria, em Queluz/SP.

Creio que nenhuma turma de “noviciado” ouviu falar tanto da segunda vinda de Jesus como a nossa. More »

Mérito? Não! Puramente, graça de Deus…

O título deste texto é uma expressão que não é estranha para muitas pessoas, mas escolhi-o, porque fala daquilo que eu, Márcia Costa, membro da Comunidade Canção Nova há 22 anos, fiz quando nela vivi, durante quatro anos consecutivos.

Mas, antes de falar desta vivência, foi também na Casa de Maria, onde tive o primeiro atendimento com o meu acompanhador vocacional no ano de 1990, além de outros encontros vocacionais no mesmo ano.

Contudo, nesta pequena partilha, quero ressaltar a minha experiência nesta casa, onde durante quatro anos, trabalhei com os jovens que chegavam à Canção Nova para o seu primeiro ano de formação. Foram momentos fortes de experiência com Deus pelas mãos de Nossa Senhora, através de coisas muito simples, mas também, através de longos momentos de atendimento, onde a graça de Deus ia atuando na história de cada um, curando e libertando.

Deus fez muito na vida de cada um que foi dócil. Não foi mérito, mas foi pura graça de Deus, agindo durante os momentos de adoração, nas longas horas de oração comunitária, nos atendimentos, nos momentos comunitários de trabalhos na cozinha – que eram ótimos – nos momentos de recreação na segunda-feira a tarde. Enfim, na casa da Mãe, Ela age através das coisas simples, mas também em momentos muito fortes de formação, através de quem aplicava, como momentos com o nosso Pai-Fundador monsenhor Jonas Abib, que ao longo dos anos de 1994 a 1997 (foi o tempo em que vive nesta casa) sempre buscava estar conosco após as suas viagens missionárias. Podíamos sempre contar com a presença dele em nossa casa e com ele rezar, partilhar, receber tudo o que Deus queria nos dizer.

Foi nesta casa, que um dia, ao final de uma etapa formativa, ele disse algo que não me esqueço até hoje: Quanto mais difícil é uma vocação, mais vocação ela é! Ele falava isso, mostrando o quanto foi difícil a sua vocação como motivação para os noviços (nomenclatura usada na época) ao final de um ano de caminhada. Mas, como esta frase, muitas outras foram ditas e marcaram muito a nossa história.

Para mim, falar da Casa de Maria é falar de um privilégio de ser a primeira a Márcia Costa - consagrada na Comunidade Canção Novacontemplar a obra de Deus no coração das pessoas que me foram confiadas. Sou muito grata a Deus por me permitir fazer tal experiência.

Mas, na casa da Mãe, todos os filhos são muito bem-vindos e vi também o quanto Deus fez na vida de muitos que estavam para passar o final de semana, os que iam para os retiros, enfim, quem chega não sai de mãos vazias.

Esse é um pouco do que vivi na Casa da Mãe, onde Ela quis se servir de mim, para fazer na vida dos Seus filhos.

Depois destes quatro anos na Casa de Maria, Nossa Senhora me traz para estar novamente mais perto Dela, no Altar do mundo. Mérito? Não! Puramente, graça de Deus.

Bendito seja Deus por conceder-me tal graça.

Márcia Costa
Missionária da Canção Nova em Fátima – Portugal
www.cancaonova.pt

Eu te amo Maria, és minha Mãe!

“A Canção Nova é um ventre escolhido por Deus. Ela é a Casa de Maria, o ventre de Maria, aquele ventre que gerou o ‘Homem Novo’, Jesus, e que agora mais uma vez é escolhido por Deus para gerar ‘os homens novos e as mulheres novas’ para um mundo novo”. (Monsenhor Jonas Abib)

Eu creio que estas palavras do nosso Pai Fundador, Monsenhor Jonas Abib, resumem a experiência que vivi e que tantas pessoas viveram, na Casa de Maria em Queluz (SP).

Queluz é a primeira casa da Comunidade Canção Nova. Ela recebe por excelência este nome “A Casa de Maria”, pois, nela muitos missionários são formados. Muitos homens e mulheres novos são gerados para este mundo novo, que esperamos com a Volta de Jesus.

Esta foi a primeira casa da Canção Nova onde morei. Entrei na comunidade Canção Nova em 1994, aí fiz meu ano de noviciado. Foi um ano muito especial, onde Deus começou a trabalhar em mim, trabalhando antes mesmo da minha vocação, a minha pessoa, minha história. Ele foi me restaurando, curando e libertando, para então me formar para o Carisma Canção Nova.

A Casa de Maria, é um lugar extremamente acolhedor, lugar da presença e da ação de Deus, mas também é um lugar onde a Virgem Maria está muito presente. Sua presença é presença de Mãe, que acolhe, ama, ensina, forma, corrige. Com Ela, aprendi a ser mulher de Deus, aprendi a ser feminina, dócil, discreta, paciente. Aprendi virtudes valiosas que só Maria poderia me transmitir. Maria ensinou-me a oração que agrada a Deus, a oração humilde e sincera.

Quando me recordo de todas as experiências, fazendo memória daquilo que vivi neste lugar tão místico e especial, me vem logo a lembrança de uma grande reforma que fizemos na casa e na capela. Um desafio, já que não tínhamos todo o valor necessário para a obra, todo o dinheiro nos vinha pela venda de doces nos acampamentos de oração, doces que custavam entre 0,50 e  2,00 reais. Cada moedinha foi imprescindível para esta construção e ao final de cada mês tínhamos o necessário para pagar os pedreiros e o material de construção. Vimos a Providência Divina acontecendo na simplicidade da Casa de Maria. A fé que Maria teve em Jesus nas Bodas de Caná, Ela nos ensinou, fé que se manifesta quando n’Ele confiamos.

Hoje eu me sinto filha da Casa de Maria, filha de uma Mãe tão terna e especial que me faz querer todos os dias dizer: Eu te amo Maria, és minha Mãe!

Simone Cavazzani
Consagrada CN desde 1994
fb.com/simonicavazzani @cavazzani