Caros amigos, quem nunca passou por um estado de esgotamento ou stress?

Vivemos em uma sociedade exigente no qual somos rapidamente envolvidos pelo ativismo que traz como consequências estes dois fatores, tanto na vida secular como na consagrada.

Para superar o esgotamento e o stress não basta um simples descanso físico. O cansaço mental é mais complicado de ser superado. Muitas vezes, sendo necessário o acompanhamento de profissionais da área da psicologia e da psiquiatria. Por isso meu irmão(a), se você está nesta situação é hora de parar e procurar ajuda o quanto antes.

Por isso, a importância da precaução no cuidado de nossa saúde psíquica, é justo e necessário sempre parar e ter o merecido descanso físico e mental. Não abdicar-se da merecidas férias, como também durante o ano procurar bons retiros espirituais e momentos de convivências fraternas, procurar aquilo que é necessário para nosso descanso mental.

O esgotamento e o stress tem matado muitas vocações, precisamos nos cuidar…

Forte abraço,

Ademir Costa

Nossa perspectiva e esperança de vida deve estar sempre em Deus.

Meus amigos, como já partilhei aqui com vocês, sou um apaixonado por esportes. E com os Jogos Olímpicos fui à loucura… Com este gosto que tenho por esportes junta o meu patriotismo. Para mim, falar mal do meu país e quase como falar mal de uma mãe. Por isso, nesta Olímpiadas torci como maluco pelo Brasil, era como assistir meu país em uma guerra…

As derrotas do Brasil trazia-me um sentimento de frustação, tristeza, vazio, raiva, indignação… Quase que o dia acabava para mim com as derrotas em uma final de cada esporte. Fazia-me esquecer até as grandes vitórias dos atletas brasileiros… Percebi que nestes momentos a minha perspectiva, sentimento e esperança estava mais no esporte que em Deus. O esporte tinha deixado de ser um meio para ser o essencial.

Conversando com alguns irmãos, refletia sobre estes sentimentos… E concluímos que não devemos focar nossas vidas para estas coisas passageiras, tenho que viver de Jesus, Ele nunca nos decepciona.

Posso sim, curtir um esporte, torcer pelo Brasil nas olímpiadas e na Copa do Mundo, torcer por um time de futebol. Mas a minha perspectiva de vida não pode estar focado no esporte, mas sempre em Jesus. Posso assistir e participar destas coisas, mas sabendo onde está o meu essencial.

O esporte ou qualquer entretenimento deve ser um meio, e nunca deve estar acima daquilo que é o essencial que é Cristo Jesus. Por isso, digo que: Não só de “esporte” viverá o homem, mas de toda a Palavra de Deus. Porque em Cristo somos mais que vencedores.

Forte abraço

Ademir Costa

Meus amigos, como seminarista estou cursando teologia e temos tantas coisas para ler e aprender que a minha vontade era ter um HD como cerébro, no qual simplesmente bastasse inserir os  mais diversos arquivos e informações e tudo já ficaria ali guardadinho.

Mas, como não sou um “gênio” e não tenho um HD no meu cerébro. Desenvolvo um método particular para melhor estudar.

1) Procuro fazer um projeto de estudos com todas as coisas que pretendo e devo estudar durante um certo período – semestral ou anual.

2) Depois faço uma planilha detalhada para acompanhar tudo o que estou lendo e estudando, assim não me perco e não sou engolido pelas muitas tarefas.

3) Como também faço todos os dias um mapa mental daquilo que vou estudar.

Também gosto de fazer uma coisa de cada vez, pedra por pedra: um estudo de cada vez, um trabalho acadêmico de cada vez, uma leitura de cada vez, um vídeo de cada vez… Eu sou assim, se você consegue fazer mais coisas ao mesmo tempo, parabéns…

Claro que cada um pode desenvolver o seu método, mas uma coisa é essencial para um bom estudante: a disciplina e a organização. O estudante desorganizado vai se perder naquilo que realmente precisa estudar e vai acabar estudando absolutamente nada.

Sou sincero com vocês, não sou nenhum “nerd”, não me preocupo em tirar “dez”, mas me preocupo em aprender e compreender os conteúdos das Disciplinas. Como o meu cerébro não é um HD, luto para aprender…

Obs.: Uma dica de algo que tem me ajudado muito é um curso de memorização no Youtube do Canal Super Memória.

Forte abraço

Ademir Costa

Alex jogador da Seleção brasileira de basquete nos Jogos Olímpicos 2012

Neste tempo de Olimpíadas, vemos a luta dos atletas para conquistar uma medalha olimpíca. Para isso, treinam anos e anos exaustivamente de 08 a 10horas por dia para estar bem preparados. Isto exige muito esforço, despojamento, renúncias, dores, muita superação… É muita ascese para alcançar uma tão sonhada medalha olímpica.

Meus amigos, em nossa caminhada humana como cristão também devemos correr atrás de nossos sonhos como estes atletas olímpicos. Não podemos ficar sentado no sofá esperando cair do Céu nossas conquistas humanas, profissionais e espirituais.

Para nós cristãos, muito mais em nossa maratona para Vida Eterna, também como esses atletas, devemos ter uma vida de ascese com disciplina, esforço, renúncias, dores e superação. Devemos ter uma vida ascética em nossa espiritualidade. Não podemos ser preguiçosos, se queremos conquistar o Prêmio Maior vai ser preciso muita ascese, ascese e ascese.

Sejamos verdadeiro “Atletas da espiritualidade” na ascese da oração, da santidade, do amor…É certo que não seremos perfeitos, por vezes, como os grandes atletas, cairemos e falharemos, não venceremos todas as lutas. Mas façamos a nossa parte nesta caminhada espiritual que a graça de Deus completa o que falta a nossa capacidade humana.

Que eu busque todos os dias esta ascese espiritual para alcançar o Prêmio Maior, a Vida Eterna. Amém!

Forte Abraço…

Ademir Costa

16. julho 2012 · Write a comment · Categories: Diário · Tags:

Este dar “jeitinho” é manipular as situações e pessoas de maneira que as coisas aconteçam egoistamente do meu jeito.

Sou sincero em dizer que isto é algo que me irrita demais. Pois estes que agem assim, só pensa em si mesmo, no seu proveito pessoal, no seu “IBOPE” pessoal, na saciedade do seu ego. Não estão nem aí, se as suas manipulações irão prejudicar as pessoas. Para conseguir as coisas, não se importa com o meio, mas o que importa é o fim… Estes caras de paus usam até da Divina Providência como pretexto para suas manipulações.

Este dar “jeitinho” é quase sempre ato de egoísmo para auto-promoção, por vezes, um narcisismo que não mede consequências. Isto dentro de uma comunidade é uma praga porque mata a fraternidade. Estas pessoas conquistam a amizade e o reconhecimento dos grandes, mas exploram e perdem a amizade dos pequenos. Quem é assim sabe que no fim sempre serão pessoas sozinhas.

Forte abraço,

Ademir costa

12. julho 2012 · Write a comment · Categories: Diário · Tags:

Os animais devem ser protegidos dos maus tratos, porém muitos mais deve ser defendido o ser humano. Vemos nas mídias sociais e nos meios de comunicações em geral, campanhas em defesa aos animais de estimação. Reportagens dramatizando a situação dos bichinhos, fotos no FB de cachorros abraçando criancinhas etc. Por fim é quase uma tentativa de “humanização” dos bichos.

Penso que é muito salutar defender os animais, pois faz parte da criação divina. É pecado maltratar gato, cachorro, pássaros e etc. Mas tratá-los com fosse gente é um absurdo. Tem bicho que é tratado com mais dignidade que seres humanos. Poxa, tem animal que tem até plano de saúde, dentistas, cardiologistas, psicólogos para cãozinho e gatinho depressivo… Tem até spa e acadêmia para bicharada…

Cada um tem o direito de ter o seu animalzinho de estimação, para muitos é companhia em meio a solidão do mundo…Mas, o que critico é o exagero…Muitos deixam de ter um filho humano para ter um cachorro como “filho”. Os bichinhos merecem ser protegidos e até ser tratados com carinho, mas desde que não tome o lugar do ser humano.

Gente, o ser humano em primeiro lugar…

Até a próxima…
Ademir Costa

Neste tempo de festa junina e julina, fiquei me perguntando. É errado o cristão participar de festas juninas, conviver, se divertir?

Meu irmão! Até Jesus Cristo participava de festas. O seu primeiro milagre aconteceu em uma festa em Caná da Galiléia. Porque também nós não podemos participar de uma festinha?

Devemos sim, conviver, se divertir, se distrair, se reunir com os irmãos, fazer da vida uma festa. Claro que sabendo escolher a festa, como um bom cristão, não vou promover e nem participar de uma festa profana, tudo com discernimento, e sem mergulhar naquilo que possa nos levar a cair em pecado. Cada um conhece suas fraquezas…

Meus amigos e amigas, vivamos com alegria cristã as festas que a vida nos proporciona, momentos de alegria e fraternidade, para que no Céu possamos viver uma Eterna Festa junto de nosso Deus.

Forte abraço,

Ademir Costa

25. junho 2012 · Write a comment · Categories: Diário · Tags:

A resposta é lógica e simples, o remédio para o cansaço, stress, esgotamento físico e mental é o DESCANSO.

Se até Deus descansou no sétimo dia na criação do mundo, muito mais nós, pobres seres humanos. Por isso, é bobagem trabalhar de domingo a domingo, pensando que isso me trará um retorno financeiro, espiritual ou psicólogico. É certo que hora ou outra, a nossa natureza vai cobrar, e isso irá se refletir no físico e na cabeça.

Meus amigos, principalmente para nós consagrados, trabalhar sem descanso é um grande risco. Vemos isto na vida de muitos irmãos. Chega o momento que o corpo e a cabeça não aguenta. A pessoa se desgata ao ponto de ficar tão cansada, esgotada, stressada, no qual muitos entram até em processos depressivos. Estas coisas não acontecem somente na vida das pessoas comuns, mas também com os padres, freiras, consagrados e consagradas…

Nós que estamos envolvidos com os vários serviços da Igreja temos que tomar muito cuidado com o ativismo. Principalmente àqueles que estão à frente dos serviços, que com o pretexto de que tudo é para evangelização, mergulham em um cego ativismo. Meu amigo (a) perceba se você não está se matando e matando os seus irmãos? O Ativismo mata!

Por isso, meus irmãos e irmãs, em meios aos nossos muitos trabalhos, também tenhamos um tempo para o nosso descanso, isto é de direito. Se até Deus descansou no sétimo dia, quanto mais nós para melhor servir o Senhor.

O melhor remédio para o cansaço é o descanso.

Forte abraço,

Ademir Costa

De cabeça inchada! O meu Santos foi eliminado das Libertadores pelo Corinthians… Mas tomo isto como lição porque é preciso aprender com as derrotas. Elas nos ensinam o caminho da verdadeira humildade.

Nós estamos muitos acostumados e preparados para as vitórias. Mas quando nos vem às derrotas, prostramo-nos por terra. Ninguém gosta de ser derrotado, seja até mesmo em um jogo de dominó. Mas precisamos aprender que a vida não é feita somente de vitórias, é certo que em um dia ou outro seremos surpreendidos com a derrota. O sentimento pós-derrota é de sentimento de frustação, tristeza, vazio, luto…

Mas passado este primeiro momento de frustação, devemos saber tirar lições das derrotas para que no futuro saibamos valorizar as vitórias de nossas vidas. Por fim, as derrotas é um caminho certo para humildade nas vitórias.

Parabéns Gilbertinho pelo seu Corinthians “quase campeão das Américas”, QUASE…

14. junho 2012 · Write a comment · Categories: Diário · Tags:

Quando um animal fica de orelhas em pé, é sinal de atenção, está atento a perceber o que acontece ao seu redor. Para nós, este estar de orelha em pé é também estar atento às coisas e situações que nos rodeiam neste mundo.

Como por exemplo: a descriminalização do aborto, o casamento dos homossexuais, a legalização das drogas… O que antigamente era inaceitável, torna-se aceitável e lei, o que era errado hoje é tido como “certo”. O que realmente está por trás de tudo isso?

Meus amigos, claro que existe todo um movimento mundial por trás de todas estas coisas, as mesmas leis estão sendo aprovadas em vários lugares do mundo. Isso não é coincidência… Existe um movimento que orquestra politicamente tudo isso. Para servir ao mercado, satisfazer os gostos políticos de certos grupos e aliviar a consciência egoísta daqueles que estão envolvidos em tais situações, o homem faz uma revolução contra sua própria natureza.

Somos obrigados a engolir todas estas coisas, mas não podemos calar. Enquanto, ainda podemos falar e denunciar, vamos mostrar a verdade que não denigre e nem mata a pessoa, mas dá dignidade e vida àqueles que navegam contra as tendências do mundo que vão matando a natureza do ser humano.

Por fim, estejamos sempre de orelhas em pé, atentos a todas as coisas que acontecem ao nosso redor. Vigiai e orai!

Amém.


Em nossos dias, a maneira que o diabo mais se utiliza para nos tentar é pela nossa cabeça. Isto mesmo, nos nossos pensamentos, imaginações, por fim nas nossas fantasias. Por isso, não podemos ficar com a cabeça vazia…Como diz o ditado: “cabeça vazia, oficina do diabo”.

Nestes momentos de ociosidades, ocasionados por tantas circunstâncias da vida, devemos aproveitar para preencher o nosso tempo e a nossa cabeça com coisas boas. É um tempo precioso para aprofundar-se em boas leituras, ver e ler coisas que nos acrescentem algo espiritualmente e intelectualmente. Assim faziam os primeiros filósofos da Grécia Antiga e os primeiros teólogos (Santos Padres da Igreja).

Devemos saber aproveitar dos tempos ociosos sem deixar a mente vagando à deriva a serviço do inimigo, assistindo o “BBB”, novelas, programas de fofocas e muitas outras porcarias que são oferecidas gratuitamente pelos meios de comunicação.

Que Deus preencha minha cabeça com sua graça para não ser uma oficina do diabo.

Amém!

Forte Abraço…

Ademir Costa


“A paciência é a virtude daqueles que dependem dessa presença na história, que não se deixam vencer pela tentação de colocar todas as esperanças num futuro imediato, numa perspectiva meramente horizontal, em projetos tecnicamente perfeitos, mas longes da realidade mais profunda, aquela que dá a dignidade mais alta à pessoa humana: a dimensão transcendente, o ser criatura à imagem e semelhança de Deus, o levar no coração o desejo de elevar-se a Ele.” (Homília de Bento XVI aos Universitários, 2011)

Nesta sociedade imediatista, Deus se torna uma utopia no coração das pessoas. As mesmas vivem sem esperanças, sem expectativas de vida eterna. Por isso, vivem tristes e depressivas, se escondendo atrás de remédios, alcool e drogas.

Irmão e irmãs sejam vigilantes e pacientes. Não percamos esta certeza da vinda do Senhor. Do Deus que revela seu rosto àqueles que o procuram. Não deixemo-nos ser levados pela forte “correnteza’ da sociedade.

Sou sincero e transparente em manifestar um pouco de tristeza de presenciar na minhas últimas férias, o esfriamento da fé de pessoas que foram exemplos para mim. Muitos até relativizando a fé, vivendo a seu bel prazer a sua religião. Sei que não posso condenar ninguém, pois  a correnteza imposta pelo mundo é muito intensa, quase um “tsunami” sobre todos. E quem está de pé cuidado para não cair…

Mas amigos, não desanimemos, permaneçamos firmes e tenhamos paciência. Deus vê nossas lutas para se manter firmes e pacientes nesta espera.

“Sede, pois, irmãos, pacientes, até a vinda do Senhor” (Tg 5, 7)

Caros amigos, muitos tem a curiosidade em saber se um consagrado missionário tem férias.

Como todo ser humano precisamos de um período de descanso, senão o corpo e a cabeça não aguenta… Mas digo que o nosso ser missionário jamais saí de férias, pois onde quer que estejamos somos missionários e temos o dever de anunciar a Boa Nova. Se não anunciamos com palavras anunciamos com o nosso testemunho de vida. E ainda, temos o nossos compromissos espirituais de consagrados a cumprir diariamente. Quer dizer a alma não tira férias.

O missionário tem direito ao seu período de descanso, mas sempre com o coração voltado para Deus e à evangelização.

Deus abençoe a todos

Forte Abraço

Ademir Costa

“Recomeçar é de novo buscar
O caminho que me leva a salvação
Recomeçar é novamente acreditar…”(Banda Dom)

Inicia-se um Ano Novo, novos desafios, novas lutas, novos começos ou recomeços. Em nosso recomeçar devemos buscar este caminho que nos leva a salvação. Caminho que talvez tenhamos perdido nas lutas, quedas e derrotas do ano que passou. Mas Deus nos convida a novamente acreditar.

Não podemos jogar fora tudo o que vivemos n0 ano passado. Por mais que para muitos tenham sido um ano para se esquecer. Cavemos e separemos tudo o que foi vitória, por mais que sejam pequenas, estas serão as sementes. Peguemos o que foi quedas,  derrotas, frustações, decepções… e utilizemos como esterco no terreno de nossa vida para que este ano seja melhor. Assim, este recomeçar será sempre uma continuidade em nossa caminhada.

Irmãos, não desanimemos nos desafios que nos esperam, mas busquemos coragem e forças no Senhor para alcançarmos muitas vitórias e conquistas neste novo ano que começa.

Recomeçar é de novo buscar o caminho que nos leva a salvação. Recomeçar é novamente acreditar.

Amigos! Já se foi mais um ano de muitas batalhas, mas vencemos… Crendo que tudo se faz novo em Cristo. Desejo a você meu irmão e minha irmã, um Feliz Ano Novo 2012! Cheio do Poder do Espírito Santo… Aleluia!

Ademir Costa – Blog Diário de um Consagrado