Quando nós olhamos para trás, ou seja em retrospectiva, nós podemos ver de forma mais clara e aprender com nosso passado. Contudo, temos a tentação de Editar a história que nós contamos a nós mesmos. Nós podemos editar como contamos a história , mas não devemos Editar a maneira como lembramos dela. O Inimigo da memória é a Edição.

Scott Fraser é um dos maiores experts em analisar cenas de crimes e ele em vários artigos sobre como podemos ser enganados por nossa memória quando o assunto é cena do crime. Mas isso não para aí, sua estatística é assombrosa em seu projeto Inocência, onde ele conseguiu provar que em 280 pessoas condenadas que as mesmas eram inocentes e que o houve foi o que chamamos de erro de olhos testemunhais. Sim, estas pessoas foram presas, foram julgadas  e foram condenadas por crimes que jamais cometeram. Como nossa memória pode nos trair desta maneira? Estas testemunhas juraram sobre a Bíblia dizendo que elas viram com seus próprios olhos que aquela pessoa cometeu tal crime.  Scott diz como nossa memória pode ser fraca, ou imprecisa ou falsa. Ele chama  de Memória Reconstrutiva.  Você pode viver tendo a certeza de que você  viu algo que nunca aconteceu, criado por sua própria memória. Este nome em Psiquiatria se chama Confabulação.

Muitos de nós já ouvimos  um fenômeno mental chamado de Efeito Mandela. Esta idéia veio de uma  pessoa chamada Fiona Broom que descrevia e jurava que Nelson Mandela havia morrido nos anos 80, que havia lido sobre isso, ouvido no rádio e TV, ao passo que o mesmo estava preso e vivo, e somente iria morrer sete anos atrás.

Este Efeito também ocorre conosco com certos livros de infância, certos anúncios de TV quando éramos jovens e juramos que o que estava escrito era tal coisa e hoje quando checamos vemos que estávamos errados, mas não somos nós apenas, muitos pensam do mesmo modo. Como facilmente nossa memória nos trai.

Nós iniciamos na última semana a série Retrospectiva e como é difícil para cada um de nós prever o futuro. Nossa visão é muito boa mas não alcançamos o que vem. Pense novamente que o que temos de recente se chama Retrospetiva 2020 que foi péssima.  Olhamos este último ano e fazemos a seguinte  pergunta, o que nós sabíamos há um ano comparado com o que sabemos hoje? Voltar ao inicio de fevereiro de 2020. Pense então cuidadosamente após saber tudo isso sobre memória, sobre confabulação, temos que nos perguntar: – O QUE NÓS SABEMOS AGORA? Eu realmente me lembro de tudo? Eu não tenho a acurácia para os detalhes. Eu me lembro de muita coisa mas não de tudo.    Memória seletiva e Efeito Mandela me faz entender que nós precisamos ter consciência da maneira que nós contamos a história. Precisamos saber o modo como contamos a outra pessoa algo que ocorreu e que achamos relevante contar.

Quando nós começamos a editar muito na história que estamos contando podemos cair em algo que não ocorreu. Um pouco diferente de mentira, que temos consciência de que não é verdade. A Edição vamos colocando coisas na história e vai ficando a nossa história e não o que ocorreu.

Edição todos nós  fazemos. Quando você é um bom contador de história você precisa ser um bom editor. A história contada por você tem um sabor especial.

Edição é importante na história como o Profeta Jonas fez, como Pedro fazia e meu pai, que era um bom contador de história, costumava fazer. A edição é o Inimigo do modo como devemos realmente lembrar da história. Porque existem coisas nas nossas vidas que nós não queremos nos lembrar, não é mesmo?

A hipermnésia, também conhecida como síndrome da memória autobiográfica altamente superior, é um síndrome rara, sendo que as pessoas portadoras já nascem com ela, e não se esquecem de quase nada ao longo da sua vida, inclusive detalhes, como nomes, datas, paisagens e rostos. Somente 10 pessoas no mundo tem esta habilidade. Isso é sensacional  para as coisas boas, mas para as não boas, deve ser muito doloroso viver assim.

Imagine uma pessoa assim se lembrando o tempo todo com detalhes de 2020, sua retrospectiva é 2020.

Muitas vezes nós temos que nos confrontar com nossas retrospectivas e algumas coisas não legais que fizemos e magoamos alguém. A noite no nosso quarto refletimos sobre isso e muitas vezes vivenciamos. Precisamos passar por todo este processo de lidar com nossas lembranças, nossas misérias e nossas retomadas.

Eu não posso me dar ao luxo de esquecer a retrospectiva 2020. Pois é parte de minha história toda. Eu não pode me dar o luxo de pensar que não existiu.

Olhe para trás 2020, retrospectiva. O que você não pode dar o luxo de esquecer? O que você precisa se lembrar  e o que você não pode dispensar? Pode ser algo bom, por exemplo, você descobriu que é muito mais resiliente do que você pensava ser. Você descobriu que você é muito mais corajoso frente ao medo, do que você pensava ser.  Você é mais  fiel do que pensava ser. Você é muito mais uma pessoa de Fé do que jamais pensou ser.

Há muita solidão deste último ano, muito luto, muita dor que você enfrentou. Diante de tanta dor, ou você reagiu e se reergueu em termos de sua fé, ou você se entregou aos estragos depressivos e entediantes de tudo o que foi 2020.  Imagine alguém que por conta das medidas de 2020, teve que adiar algo tão sagrado quanto o Matrimônio. Eu te convido a se colocar no lugar desta pessoa neste momento. Eu jamais me esqueceria disso.

Muitos casais prosseguiram e com todas as precauções se casaram e esta celebração se deu de uma forma muito mais profunda e espiritual do que se tivesse sido com toda pompa e circunstância. Isso faz toda a diferença, o olhar da alma e não do corpo para as coisas que são Sagradas, que neste momento se elevam ao seu devido lugar.

Retrospectiva de 2020, eu não posso me dar luxo de descartar a força que me moveu durante todo este tempo e me move até o presente momento. Pois 2020 foi batalha do começo ao fim. Nós somos chamados assim a nos lembrarmos de TODA A HISTÓRIA e não somente pedaços , 2020 não permite edições pois foi vivido em cada momento.

Precisamos contar toda esta história a nós mesmos e ao Criador.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            Há uma menina do Sudão e quando ela tinha 8 anos foi raptada. Ela não sequer se lembrava de seu nome. Eles deram o nome de SORTUDA em Swahili, e isso é muito cruel. Imediatamente foi vendida há mil quilômetros de sua tribo. E assim sucessivamente foi comprada e vendida várias vezes até que um militar Turco a comprou e sua esposa fez cento e quarenta cortes com navalha em seu corpo, deixando a mesma totalmente coberta por feridas que o propósito era não cicatrizar de tanto retalho e isso foi feito ao longo de meses até seus vinte anos. Assim que o mundo funciona, sem menor razão torturar uma criança e mutilá-la. Enquanto ela era mutilada olhava para a natureza e se perguntava , quem poderia ter criado tudo isso de forma tão linda?

            Todos nós temos opções na vida, e certamente ficamos entre os amados e não amados, os que oprimem e os que são oprimidos, os vencedores e o perdedores.

            Como eu me pareço hoje? A vida me transformou muito? A vida tem me feito uma pessoa muito diferente do que Deus me criou? Será que eu tenho me conformado muito com o mundo? Infelizmente nós temos nos conformado muito com o mundo.

            Quantas pessoas se transformam quando se casam. Isto é muito chocante, pois deveríamos nos transformar para melhor. Poderíamos crescer juntos e não crescer separados, uma vez que somos uma só carne agora. Nós temos opção de não conformarmos com o mundo mas de acordo com o desejo de Deus.

            Quando somos discípulos de Cristo, Metanóia ( transformação), mudamos a nossa forma de pensar e agir diferentemente.

            Venha para a Palavra de Hoje, estamos na sequencia do Primado de Pedro. Pedro faz uma maravilhosa profissão de fé. E Jesus revela o que irá acontecer, todos passando a saber que Jesus era Rei, eles se regozijam, e Jesus vai revelar o que significava ser Rei, para o Reino de Deus. Que Ele deveria subir a Jerusalém, ser acusado, preso, torturado, julgado e condenado e morto e morte de cruz, mas depois de três dias ressuscitaria. Para o mundo parecia que Jesus teria perdido! Jesus vai disser: – Vocês agora sabem quem Eu sou, mas ainda não sabem o que isso significa!

            Eles olhando o que Jesus disse que iria passar eles entram em pânico! Pedro toma a Palavra e tenta interceptar o que Jesus estava revelando. O que Pedro estava falando era como o mundo via o que iria acontecer. Jesus interrompe Pedro e diz que naquele momento ele estava falando como o mundo e não como Deus.

            Em toda a vida de Jesus , em cada segundo Ele era tentado a se conformar com o mundo! Neste momento, no Primado de Pedro, Pedro está falando como o mundo! Por isso Jesus vai chama-lo de Satanás, pois era quem estava insinuando através de Pedro. Contudo não é o tamanho do Sacrifício de Jesus que nos salva mas o Quanto Ele nos ama!

            O amor de Cristo em Pedro quer fazer dele uma alma heroica e não medíocre. Alma heroica é Amar à semelhança de Cristo e não ao mundo. Amar requer sacrifício. Pegar a Cruz, ou seja, cada um tomando sua própria Cruz e em Sacrifício se por em movimento seguindo o Mestre, Cristo Jesus.  Isto não é estoicismo mas isso é feito não por si mesmo mas por amor a Cristo. Pois a medida da Salvação é a medida do Amor! Tudo que Ele fez foi bom e foi por Amor!

            São Paulo hoje nos diz que devemos entregar nossos corpos e nossas vidas em Sacrifício pelo Nome Santo do Senhor por Amor! Quem perder a vida por causa do nome de Jesus irá ganhá-la.

            Assim, como Eu me pareço agora? Após Amar com todo meu coração e minha alma a Cristo, como eu pareço agora? Alguém me vendo , vê Jesus!

            Após muitos anos, na Itália, a Sortuda foi parar na Itália e após muitas coisas, conheceu Jesus. Ela se encontrou com Jesus, quando tinha 30 anos, e onde foi batizada. Foi liberta da escravidão, pois na Itália, escravidão era Ilegal. Ao ser batizada ganhou o nome de Josephine Margareth Fortunata (Bahkita). Santa Bahkita com suas inúmeras cicatrizes foi modelo de Santidade, e no seu primeiro encontro com Jesus ela olhando para a Cruz e as chagas disse: – Patrão ( como ela sempre o chamaria), você também tem cicatrizes como eu? Eles também não gostaram de você?  Sua vida, seus testemunhos, tantas pessoas que foram maravilhosamente transformadas pelas preces, pela intercessão e pelo exemplo de vida no Convento. Certa vez perguntada o que ela faria se encontrasse com o algoz que tinha raptado , torturado e mesmo com quem havia feito as 144 cicatrizes em seu corpo,  o que faria?- Ela disse, eu beijaria suas mãos, pois através de tudo isso eu pude conhecer meu patrão Jesus e pude estar aqui.

            Como eu me pareço? Alguém que é sortudo, alguém que é amado? Espero que se pareça sempre como alguém que é continuamente amado pelo Amor! Alguém que se parece com a face de Jesus, o amado!

                       

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Eu sou pequeno, fraco e lerdo. Contemplando sua Palavra hoje vejo como Deus é bom em todo tempo, em todo tempo Deus é bom. Mesmo que num determinado momento eu não compreenda todo o seu plano, que eu tenha o coração sintonizado no Amor de Cristo e em seus planos. Seu Amor me faz superar tudo e me faz parecer sempre com o próprio Cristo! Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

Jesus e a mulher cananeia

 

            O que aconteceu com Jesus hoje? Todo mundo pensa isso quando se depara com o Evangelho de Mateus, onde temos Jesus e seu encontro com uma Cananéia. Não sabemos o nome dela. Sabemos que Jesus está fora da terra de Israel, provavelmente no Líbano. Jesus está cercado de vários estrangeiros, não havia muitos judeus, eram mais pagãos.  Nós vemos Jesus a principio falar palavras fortes para esta mulher, a primeira leitura parece ser meio grosseiro com ela. A questão não é isso. Claro que Cananeus eram povos muito diferentes dos Judeus e tinham muitas atitudes imorais, e eram inimigos dos judeus. Não tinham nada em comum entre eles. Mas esta mulher tinha algo muito especial em comum, ela tinha muito amor, ela não pedia por ela mas era capaz de se humilhar até o limite por amor à sua filha. Verdadeiro amor humano, amor de mãe.

            O amor de uma Mãe é uma das armas mais poderosas da terra. Contudo não tem o poder de libertar sua filha ou vencer o inimigo de Deus sozinho. Jesus não precisa saber o nome da mulher ou de sua filha, porque Ele já as conhecia muito antes de tudo isso.  Ele sabia tudo o que aquela mulher passava e o que ela significava. Ela tinha amor de mãe. Jesus não queria apenas isso , mas Ele queria que ela tivesse Fé Nele!

            No final Jesus vai proclamar que essa mulher era uma mulher de grande Fé. Fé que Ele havia colocado no coração dela naquele dia. Pergunte hoje a si mesmo que tipo de fé você tem? Que tipo de fé você quer ter? Pois a fé é mensurada à medida que é testada. Quanto maior a sua provação maior será a sua fé.

            Quantas pessoas estão esperando o dia final para ter grande fé. Jesus está oferecendo hoje a capacidade para mim e para você de ter esta grande Fé!

            Todo nós temos estas crises de fé. Todos temos. Uma das maiores façanhas do tentador é usar momentos de doença, de perda, de morte, de violência para testar nossa fé e oferecer saídas mais fáceis. Quando tiramos os olhos da Cruz somos tragados  pelas seduções mundanas, pois larga é  a porta que leva a perdição.

            Há quatro momentos neste Evangelho que nos mostra os testes que precisamos passar:

            O Primeiro: Ela clama por Jesus. E o que Ele fez? Silêncio. Deus não responde. Ele fez silêncio no momento da sua oração.

            O Segundo : Ela persiste na oração e os discípulos tentam afastá-la. Isso são as feridas da nossa Igreja. Em meio as feridas e as pessoas da nossa Igreja, de pessoas próximas, eu preciso conviver com tudo isso.

            O Terceiro: Jesus vai dizer que veio apenas para as ovelhas perdidas da Casa de Israel. Parece que Jesus está dizendo não a sua oração.

            Por último Jesus vai dizer que não ficava bem tirar o alimentos dos filhos para dar aos cachorros. Porque Jesus a chamaria de Cachorro? Esta é uma grande pergunta. Deus o Senhor realmente se importa comigo!

            Estas quatro coisas que a Cananéia passou nós todos passamos todos os dias. Aqui a força e fraqueza que testa a nossa Fé!  Somente uma Fé testada pode ser grande.

            Ao analisar nossa Fé precisamos nos comparar com aqueles que não tem fé e ver se a nossa Fé faz diferença. Veja bem através da sua vida pessoal, da vida financeira, quanto tempo você gasta com as coisas do mundo e com as coisas de Deus. Faz diferença? Tudo isso me faz ter uma vida diferente e melhor se não professasse uma fé em Cristo?

            Na Palavra de Deus vemos várias declarações de fé, com a de Pedro em seu primado, de Marta quando Jesus chega antes de ressuscitar seu irmão Lázaro e Tomás, quando faz a grande proclamação; – Meu Senhor e meu Deus! Nós precisamos declarar assim nossa fé. Declarar com convicção o que cremos!

            Neste Evangelho esta mulher Cananéia faz uma excepcional declaração e proclamação de Fé. Vai do nada ao tudo.  Mas não ficou apenas em uma declaração mas em demonstração de fé! Assim ela passa a ser parte deste relacionamento de um Deus Vivo e alguém que crê e se relaciona com Ele. Não é um convidado de um jantar, mas parte da família agora.

            Hoje, a fé desta mulher a fez persistente. Portanto amigos, nesta semana, olhe para sua fé. O que você está enfraquecendo sua caminhada na fé. Como está nossa persistência? Tudo isso nos dá a oportunidade para crescermos na fé . Eu quero crescer na minha participação , demonstração e relacionamento com o Senhor.

            Jesus diz agora; Grande é a sua Fé! Somente Fé que é testada pode ser grande. Seja sempre alguém persistente no caminho do céu!

           

            Oração: Abbá Pai. Neste dia onde contemplamos o Evangelho da Cananéia clamando ao Senhor que libertasse sua filha. Jesus vai aos poucos testando e abrindo o caminho no coração daquela mulher para no final dizer; Grande é a sua fé! Senhor eu quero ser grande na fé, não quero que minhas fraquezas me afastem de ti Senhor. Só tua voz me acalma, só o Teu Amor me sacia, Doce chama ardente, Que Consome tudo o que tenho e sou, no Seu Infinito Amor. Eu CREIO MAS AUMENTAI A MINHA FÉ! Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

 

 

 

Quanto de nós neste tempo ou até antes, quando alguém que há tempos não nos encontramos e pergunta sobre como estamos indo, temos a tendência errada de focar naquilo que não tem sido bom, ao invés de enfatizar no que é bom!

            Hoje ouvindo o Evangelho, quando Jesus acaba de saber que seu primo João Batista, o grande profeta foi morto e foi morto por injustiça, por um Rei fraco e fútil , totalmente manipulado por aqueles que estavam ao seu redor, Jesus ainda sentindo a ida de seu primo, se recolhe para rezar no Monte, para estar com o Pai. Ao voltar toma o barco com seus discípulos e chega até Tabgha, onde uma multidão o esperava, e começa a pregar, curar e prosseguir com o anúncio do Reino de Deus. A multidão estava ali e estavam com fome pois já era tarde. Os discípulos chegam para Jesus contando e  dizendo as quatro palavras: – É tudo que temos! Cinco pães e dois peixes. Os discípulos olham para toda a multidão mas eles focam apenas nas suas limitações: – É só o que temos. Isso é tudo que temos…Foco na falta! Isso nos leva ao descorajamento. E ainda  quando São João narra esta passagem ele dirá: – O que é isso para tantas pessoas? Nestas circunstâncias caímos na armadilha do congelamento, da imobilidade, do amedrontamento.

            Muitos de nós católicos temos nos transformados em católicos consumidores, a idéia de ter  de ser alimentado, de ter seus desejos alimentados e realizados, ao invés daquilo que devo servir. O quanto eu preciso ser servido do que servir. Se vou a Missa e não tenho minhas vontades realizadas então eu vou para outro lugar. Caso o Padre não haja segundo minhas expectativas, como um católico consumidor eu mudo de Igreja até achar aquilo que eu desejo.

            Eu posso ser Consumidor ou ainda ser Crítico, que terceiriza suas necessidades, coloca nas mãos dos outros aquilo que é de sua própria responsabilidade. O crítico é a aquele que observa o que está acontecendo e diz o que os outros deveriam fazer. Eles deveriam fazer alguma coisa. Como somos assim na Igreja. Dizemos que o Padre deveria fazer, os Bispos deveriam fazer e até o Papa. Esquecemos que somos as pedras vivas da Igreja junto ao Corpo Místico de Cristo. Estas são as armadilhas dos católicos consumidores e críticos.

            Jesus hoje, quebra tudo isso. Ele diz: – Ide, e dê a eles alguma coisa para comer. Ao discípulo consumidor Jesus disse, ao invés de você comer primeiro, dê aos outros. E ao crítico que falaria que os outros deveriam fazer, Jesus corrige e diz: – Você  irá dar a eles. Sua ação faz diferença.  Deixe me explicar. Quando o Salmo 118 vai dizer que Seus Mandamentos Senhor valem mais do que a prata e o ouro, o que isso quer dizer? Bem, quando Deus dá os Mandamentos ao povo judeu, Ele revela aos seus filhos que a reta ação, a maneira de viver de uma maneira correta faz diferença. Suas ações fazem diferença! SUA VIDA É IMPORTANTE PARA MIM, DIZ O SENHOR! Todas as vidas são importantes para Deus.

            Entenda que não é legal ser Católico consumidor  e crítico. Nós damos aquilo que temos, e muita calma na hora de dizer: – é só o que eu tenho! Jesus está dizendo:- Saia desta armadilha, pois suas escolhas importam para Deus! Deus se importa com cada um de nós. Dê o que você tem!

            EU NÃO POSSO MUDAR MEUS PROBLEMAS MAS POSSO MUDAR MINHAS PERSPECTIVAS!!!

            Pense comigo, se você tivesse nascido em 1900, em 1914 a 1 Guerra Mundial começaria e duraria até 1918, sua adolescência teria sido numa Guerra Mundial, e 22 milhões de pessoas morreram. Em 1918-1920 a Gripe espanhola tomou o mundo e matou aproximadamente 50 milhões de pessoas. Em 1929 o mundo seria abalado pela Grande Depressão que iria até 1933. Em 1939 você com 41 anos,  e mundo estaria em Guerra até 1945. 75 milhões de pessoas morreram. Não esqueçam que no meio de tudo isso, epidemias de varíola, os verões das poliomielites com paralisias e mortes. Depois nos 50 a Guerra do Vietnam e Guerra Fria. Você morre em 1974 e o quanto você passou em toda a sua vida.

            Nós podemos olhar tudo isso a partir dos problemas ou a partir das perspectivas, e dizer em tempo de dificuldade: – Isso é só o que eu tenho ! Em tempo de abundância dizer:- Isso é tudo o que tenho!

            Pensem hoje caríssimos: – O indescritível privilégio da Existência!

            Se Você tem o que perder, é  porque detém algo em suas mãos. Você tem alguém quem se preocupar, é  porque você tem alguém para amar e ser amado.

            A partir desta premissa, devemos ser Gratos, e responder com Generosidade e não como consumidores ou críticos.

            Cinco pães e dois peixes e Jesus ( a segunda pessoa da Trindade)  é igual : TUDO!

 

            Oração: Abbá Pai. Neste dia onde contemplamos o Evangelho da Multiplicação dos pães e peixes queremos nos curvar diante do meu Tudo que és tu Cristo Jesus e oferecer tudo o que sou e tenho para que O Senhor disponha conforme seu beneplácito! Sim Senhor pois tudo o que tenho e sou  vem de ti! Agradeço hoje pelo privilégio de existir e do que depender de mim, quero abrir os olhos de todos os católicos consumidores e críticos para a verdadeira razão de ser e existir como pedra viva da Igreja que é o seu Corpo Místico! Criai em mim um coração que seja a Sua Imagem e Semelhança, multiplicando em mim os dons e as virtudes que pensastes quando me criastes. Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

 

 

            TUDO QUE É BOM NA NOSSA VIDA VEM DE DEUS. ELE É A FONTE DE TUDO. ELE DEVE ESTAR ACIMA DE TUDO PARA CADA UM DE NÓS!

           

            Não sei se vocês conhecem a história de Andrew Hyde. Pois bem, Andrew Hyde escreveu um livro onde ele diz viver o extremo minimalismo. Ele tem em sua bagagem 15 itens apenas e prova que é possível viver assim e viajar ao redor do mundo. Tirando sua conta bancária, é claro, o restante ele não tem nada que o ancore. Tudo está na  sua mochila. Ele vive muitas vezes das coisas que outras pessoas dão para que ele viva bem.

            Quantas vezes em nossas vidas temos tantas coisas inúteis. Pense comigo, nesta quarentena como nós nos deparamos com os excessos, e não sei você, mas eu doei muitas coisas que não tem mais nenhuma função na nossa casa, e nisso vemos utensílios e vestuário. Porém quantas coisas em nossas vidas estão por ali porque nós estamos de alguma forma presos a elas. Não é tão mal assim, ter coisas que gostamos, mas estarmos apegados, eis a questão do excesso.

            Quanto mais nós crescemos mais coisas nós temos, e quanto mais coisas nós temos, descobrimos QUE TEMOS MUITO MAIS A PERDER.

            Há também pessoas em  nossas vidas que são valorosos para nós. Pessoas que tem nos amado e temos o risco de perdê-las.

            Como somos abençoados de termos um pai e uma mãe. São pessoas que sempre nos amaram, e mesmo que você nunca tenha sentido este amor, por razões outras que não é ponto hoje para a gente falar. Um pai e uma mãe, quando seguram seus filhos a primeira vez nos braços, entendem que jamais pensaram que um dia iriam amar tanto uma criaturinha tão adorável. Carne da sua carne, sangue do seu sangue. Um filho, uma filha são bênçãos!

            Entre os maiores mandamentos está Amar e Honrar Pai e Mãe. Porém Jesus vai dizer nas Escrituras, quem amar mais pai e mãe mais do que a Mim não é digno de Mim! Uhaul! O que é isso? Jesus na verdade está estabelecendo o lugar Dele! Todos os dons de Deus que Ele nos deu são fantásticos e devem ser honrados, mas Ele é o maior de Todos! Não existe maior poder entre um relacionamento que entre Pais e filhos, contudo acima disso está o relacionamento entre Deus e seu Povo!

            No Evangelho Jesus diz sobre isso. Eu sou a fonte de tudo aquilo que você ama! Todas as pessoas que você ama na sua vida, Ele nos deu!  Todos são dons e bênçãos. Tudo o que nós amamos vem de Deus, pois Ele nos amou por Primeiro! Por isso Ele é a razão de tudo que temos a perder. Deste modo, nós temos que a Amar mais o Doador ou o Criador do que as pessoas e a criação. Esta é a sua Missão e sua Razão.

                        SE Jesus é apenas algo a mais na nossa vida é a mesma coisa que dizer que Ele não é nada na nossa vida. Nós todos temos alguma coisa para perder . Se Jesus não é tudo, nós já o perdemos.

            Num tempo futuro, quando Jesus não é o nosso acima de tudo, aos poucos vamos perdendo tudo o que Ele nos deu. Nossa idade passa e o Dom da Juventude em nós já se foi.  A vida é assim, vamos passando a vida e deixando coisas para trás que já não fazem parte da nossa vida. Nossa energia se foi. Nossa possibilidade das coisas que vem pela frente já foi, nossa saúde, muitos de nós mesmo antes desta pandemia, já tínhamos doenças adquiridas. Vivemos às custas de remédios e procedimentos cirúrgicos. Nossa independência, nossa habilidade e nossa mobilidade, tudo isso vai se apagando com o tempo. Nossas amizades e nossos familiares de repente morrem e nós os perdemos.

            Todos nós somos batizados em Cristo,  somos batizados na morte de Cristo! Na Cruz! Nós assim morremos em Cristo para ressuscitar com Ele . São Paulo disse que nós não temos nada a perder, pois morremos com Cristo.

            Quando encontraremos Cristo de novo? Na sua segunda vinda ou na nossa ida para Ele. Acho que as duas coisas estão mais perto do que nunca. Todos os fenômenos em nossa volta, toda esta engenharia social, todo distanciamento inclusive agora nas celebrações, tudo  tudo para nos afastar uns dos outros e assim termos menos chance de amar ao próximo como a nós mesmos. Jesus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Ele se apresenta ao povo de Deus e diz que antes de  Salomão , Eu Sou!

            Precisamos ter bem claro em nossas vidas a quem devemos Amar sobre todas as coisas. Quem tem fé em Cristo crê que tudo vai certo. Claro, se cremos em Cristo sabemos que será um presente para nós quando Ele nos chamar para junto do Pai! Precisamos estar preparados para entregar a Deus tudo o que Ele nos deu! O que são os 15 itens que deveríamos cultivar em nós, abrindo mão de se apegar do resto? Sim, não deixe de identificar item por item e no final dizer: – Jesus meu tudo!

            A chave de tudo não é fé mas AMOR!  Busque conhecer Jesus profundamente para quando você se aproximar Dele sentir seu coração arder de Amor! Como a Profetiza Ana no templo: – Eu derramo meu coração diante do trono do Deus Altíssimo! Não é somente Fé, mas Alegria, pois vivendo intensamente o Amor em Jesus mais a Alegria brota do coração, mesmo diante de uma doença grave, de uma situação de restrição… Jesus não é apenas um dom, uma benção, mas ELE É TUDO! Assim não teremos nada a temer e nada a perder!

 

            Oração: Abbá Pai. Hoje estou aqui diante de ti, para te louvar e te amar e te glorificar, Senhor. Tu és o meu Senhor e meu Deus. O Senhor está acima de tudo em minha vida. Como muitas vezes é difícil em meio a tantos conflitos, batalhas diárias, preocupações ter o Senhor sempre em meus olhos, mas eu te Peço Senhor não deixeis que eu tire meus olhos do Senhor! Nestes tempos que são os últimos, Senhor, eu preciso de ti, pois se eu tenho o Senhor ante meus olhos eu não vacilarei! Amém