Quem me vê, vê  a quem?

 

Grande característica de todos aqueles que estudam durante toda as suas vidas é realçar os trechos daquilo que está se lendo. No caso dos religiosos muitas vezes ao abrirmos suas Bíblias ou seus livros de formação nos deparamos com marcações de texto de diversas cores e como isso é tão útil para nos fazer lembrar as coisas, inclusive onde elas estão, em qual página e assim vai.

            Realçar é uma arte. Em todos os meus estudos na Faculdade de Medicina eu usava do recurso de realçar textos em diferentes cores correspondendo os assuntos diversos, assim me ajudava a fixar melhor em minha memória.

            São Tomas de Aquino escreveu muitas coisas. Suma Teológica é a sua obra prima, e imagine um seminarista organizar toda a Suma através de cores, quão interessante seria, e quão profícuo seria, ter em sua mente de forma organizada a obra prima Tomita.

            Enfim para realçar bem são necessárias três coisas: – 1) Prestar a atenção  2) Aprofundar-se no assunto e 3 ) Marcar aquilo que é realmente importante. Caso contrário vamos marcando aleatoriamente e no final deixamos para trás coisas importantes. Claro uma vez realçado está realçado em tinta, então não se pode apagar mais.

            AQUILO QUE NÓS REALÇAMOS REVELA AQUILO QUE É IMPORTANTE PARA NÓS!

            Legal seria, se os casais antes de se casarem fizessem um exercício com um texto onde se falasse sobre as características de um ser humano como coragem, vulnerabilidade, e assim por diante e ao final da leitura de forma particular os noivos recebessem canetas de realce e assim poderiam assinalar as palavras que mais condiziam com seus sentimentos e desta forma ao final da leitura e da demonstração da leitura os casais poderiam realmente ter a noção um do outro e de suas realidades e das revelações de quem cada um era.

            Estamos na quarta parte da série Como eu me pareço e hoje ainda mais, Como eu olho as coisas? Sabemos que Cristianismo muda toda a maneira de ver o mundo e as coisas. Sabemos que nossa visão determina nosso destino e Cristianismo modela toda a nossa visão. Muda toda a nossa realidade. No mundo da nossa realidade como eu olho as coisas? Como para mim seria uma Boa Vida para uma vida Cristã? O que eu realçaria nesta vida?  São Paulo hoje na Segunda Leitura nos dá a resposta: – Jesus será glorificado em mim, na minha vida! Jesus Cristo será visto, será glorificado e será realçado com minha vida! Ele ainda vai dizer: – Jesus Cristo  será glorificado tanto na minha vida quanto na minha morte! Isto é realçado na vida dele! Jesus Cristo sem condições! Não importa! Sucesso ou falha não faz diferença se a vida do Cristão está realçando Jesus Cristo!

            Jesus é o objetivo não importando o prognóstico de tudo isso! Estando com saúde ou com doença! SE eu vivo o resto da minha vida só, ou morrer só. Vida longa ou curta! O que precisa ser realçado é Jesus Cristo!

            Muitas vezes nós tendemos a olhar o mundo como o mundo nos ensina e não como Jesus nos ensina, por isso São Paulo dirá também que não devemos nos conformar com esse mundo mas transformar o mundo com esta maneira de pensar!

            De acordo com o mundo vida boa é ter sucesso, ganhar dinheiro, uma família e uma aposentadoria farta.  Mas o que adianta isso não Jesus não for realçado na sua vida? Quanto você chegar diante do Senhor e se apresentar o que você irá dizer sobre o quanto Jesus foi glorificado na sua vida?

            Um grande pregador americano em frente a uma multidão de jovens universitários começou a falar sobre a palavra: – Tragédia! O que seria esta palavra? Então no início de tudo ele se refere Ruby e Laura que foram mortas em Camarões enquanto trabalhavam como missionárias. Ruby tinha 65 anos, foi solteira a vida toda e era enfermeira. Em seu trabalho como voluntária foi para Camarões para cuidar dos miseráveis. Ela gastou sua vida para fazer Jesus Cristo ser conhecido e amado cuidando dos pobres e doentes onde ninguém gostaria de estar. Laura era também aposentada como médica e também se tornou médica missionária. As mulheres mortas realçaram suas vidas em Cristo! Foram mortas e a caminhonete que elas estavam foram jogadas no precipício. A pergunta que ele fez foi : – Isso  foi uma tragédia? Um grande silêncio se fez naquele estádio e ao final o pregador disse: – NÃO!!!

            Em seguida o Pregador pega uma revista Readers Digest e Lê um artigo que dizia: Comece agora e se aposente cedo! O artigo menciona um casal que se aposentou com 56 e 51 anos e que foram para Flórida onde curtem a vida adoidado jogando golfe e coletando conchas. Falando para jovens Universitários este Pregador disse com todas as letras: – ISSO É UMA TRAGÉDIA!!!

            O que houve com Rubi e Laura? Elas passaram a vida realçando Jesus em suas vidas e gastando suas vidas para Glorificar o nome Santo do Senhor! Uma coisa, uma pessoa, uma família, uma vida, uma aposentadoria e coletar conchas e seria a última coisa que eles coletariam para depois se apresentar diante do Criador do Universo! Isso é uma tragédia. O que eles iriam mostrar ao Criador? Sua coleção de conchas e suas habilidades de golfe? O que foi realçado em suas vidas? Onde Jesus foi glorificado?

            São Paulo nos diz através desta Carta aos Filipenses:- Não importa o quanto você viva mas como você vive! Quem você realça com sua vida e quem você glorifica.

            O Evangelho de  hoje nos mostra um Rei que vai contratando pessoas ao longo do dia até no final da tarde e a todos paga com a mesma moeda. Claro que aos olhos do mundo isso parece injusto , mas não para o Reino de Deus! Ninguém por exemplo pensa em alguém desempregado, vendo todos seus amigos sendo contratados e está chegando o final do dia até que finalmente ele é contratado, quanta alegria brota ao seu coração por esta oportunidade. Como cada um deles olhou tudo isso? Infelizmente olharam para o que faltava. Eles murmuram, pelos olhos da inveja, eles se comparam, mas ninguém vê e reconhece a graça de ter sido contratado. Todos na parábola poderiam murmurar ou refletir sobre suas vidas. Como Cristãos quando somos chamados por Cristo para o trabalho seja as oito da manhã ou as cinco da tarde , tudo, mas tudo, é um Presente, um Dom de Deus e não um peso. Isso é uma Boa Vida!

            Porque nós temos alguma coisa, porque Deus é bom e reconhecer como Dom nos transforma em pessoas melhores não do que os outros mas para os outros. Quando meditamos sobre a existência, vemos Deus nos criando e por isso cabe a ele o quanto nós viveremos se é um dia apenas ou muitos anos! Tudo se resume em : – DEUS É BOM!

            Quantas vezes nós reclamamos de coisas que poderíamos não ter. Quando temos muito trabalho reclamamos que temos muitos trabalhos, mas não seria para agradecer, ao invés de reclamar? E se não tivéssemos trabalhos?

            Tudo é um presente. Assim é a vida do Cristão, ter total certeza de que a Vida é um presente e por isso devemos fazer tudo para glorificar o Senhor! Então eu hoje convoco a todos os Cristãos que tomem a Decisão de dar os passos segundo as convicções de São Paulo! Corte tudo na sua vida que não glorifique a Deus! Se eu estiver com muitos ou sozinho, doente ou saudável, que em tudo eu hoje possa dizer que : Eu pertenço a Cristo!  Não importando o resultado, se meu coração está em Deus, tudo é lucro!

           

            Oração: Abbá Pai. Hoje eu te peço que venha ser a minha Luz Senhor! Que todos aqueles que me vêem neste momento possam ver a sua face! Sim Senhor eu desejo realçar o Teu Santo Nome em minha vida, não importando os resultados. E quando  o Senhor me chamar que eu possa estar pronto e que tenha em minhas mãos as obras de amor que o Senhor me confiou.   Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

           

 

 

 

 

 

             

            Não existe perdão sem Justiça! Perdão não é desculpar e também não é contribuir com mal! Há sempre uma dívida que precisa ser paga…E alguém precisa pagá-la!

 

            Muitas vezes em nossas vidas nos deparamos com situações que ilustram a maneira Cristã de viver. Há dois anos atrás num domingo a noite, um pastor protestante em Arkansas, 26 anos, sentado em seu sofá assistindo Futebol foi surpreendido por uma mulher policial a paisana de arma em punho sua arma que o alveja a sangue frio, levando-o a morte. Amber Giger era seu nome e John era o nome da vítima. Amber fez tudo aquilo por engano, se confundindo com um meliante. Ele era inocente e ela tirou a vida dele. Este fato tomou conta do bairro, da cidade, do Estado e do País.  Muitas vezes as pessoas têm a tendência de julgar dizendo: – Ah, esta policial era branca e a vítima era negra.  A partir  daí, vários protestos por Justiça e assunto sempre na moda nos Estados Unidos vem a tona, Racismo. Muitos acreditam que a família de John não teve a Justiça que merecia, pois afirmam que Amber não teve a punição que ela merecia, sendo condenada apenas a 10 anos de prisão. Havia muita raiva em tudo isso. O irmão mais novo de John,, no dia do Julgamento, provocou o povo que queria sangue. Ele tomou a Palavra em frente a mulher que tinha tirado a vida do seu amado irmão e disse: – Eu desejo o melhor para você! Pois se você estiver arrependida neste momento e for neste momento diante de Deus Ele irá perdoar você, então quem sou eu para te condenar? Por isso eu não desejo nem que você vá para a cadeia, pois eu desejo o melhor para você assim como eu desejo o melhor para mim!

            Em um Livro de C.S.Lewis – Mero Cristianismo, no  Capítulo chamado Imperdoável, Ele diz: – Caridade é uma das mais impopulares virtudes do Cristão eu disse no capitulo anterior, mas eu não estou muito certo sobre isso, pois pensando bem, como cristão eu preciso fazer algo tão difícil que é Perdoar meus Inimigos!  Todos dizem que Perdão é algo maravilhoso, até ter que perdoar alguém!

            Estamos no meio da Série como Eu me pareço? Cristianismo é algo que muda tudo, que muda tudo, pois muda o ponto de vista! E se muda tudo, significa que nosso olhar define nosso destino! Então hoje estamos diante do grande obstáculo da vida humana, onde pessoas passam às vezes a vida toda sem conseguir escalar e vencer.  Quantas pessoas hoje estão sofrendo de doenças físicas e mentais por guardar dentro de si o que se chama de Falta de Perdão! Ressentimento é um veneno que tomamos para matar os outros!

            Como eu me pareço em frente aqueles que me machucaram?

            Pedro perguntou a Jesus, quantas vezes ele deveria perdoar alguém! Jesus o assombrou quando diz setenta vezes sete, ou que seria, todas as vezes que esta pessoa te ferir! Mesmo o que ele faça para você seja imperdoável!

            Transportando para Arkansas, para Amber, o que ela fez é algo que para a família de John parece imperdoável! Muitas vezes as pessoas acham que nós Cristãos somos insensíveis e portanto temos uma proteção cognitiva para não sermos machucados, mas não é isso, e longe disso! Como Cristãos devemos ver as coisas como Jesus nos ensina a olhar, com os olhos Dele! Deus é Justo e Ele não pode dar razão ao Mal, Deus não pode concordar com o pecado. Porém Justiça é : – Dar ao outro o que lhe pertence! Caso seja uma dívida, não há Justiça enquanto não for paga! Neste campo, há sempre um Custo se o assunto é Perdão! O preço por perdão!

            Muitas vezes o povo pensa que existe coisa de graça. Não existe nada de graça neste mundo, alguém está pagando por isso! Claro que é bem diferente, quando desconhecemos quem está pagando muitas vezes não levamos tanto a sério isso, mas se quem está bancando tudo está diante de mim, a realidade muda! Pense então, todas às  vezes que tiver recebendo algo de graça, que alguém está te dizendo diante de você: – Eu vou pagar por tudo o que você está consumindo aqui! Eu estou pagando a sua dívida! Como isso é muito mais pessoal! Eu estou pagando por você! Isso muda tudo! Isso muda o nosso interior!

            Quando vamos à Confissão estamos dizendo a Deus que reconhecemos que Jesus pagou por mim por todos os meus pecados, e todas as vezes que eu volto a pecar estou fazendo Jesus sofrer por cada falta de novo! Eu mereço a morte. Jesus declara na mesma hora que eu mereço a Vida, por causa Dele , Ele pagou por mim! Jesus Cristo tomou todas as minhas dívidas sobre Ele!

            Jesus diz no Evangelho do último Domingo que uma pessoa devia um Talento seria Seiscentos mil denários ( cada denário correspondia uma Hora de Trabalho). Em dinheiro atual seria um Talento mais ou menos um Milhão de Reais. Pois bem, Jesus conta a parábola do homem que devia muito ( Talentos) e o seu Senhor perdoou a sua dívida, e quando ele sai pela rua e pega um servo que devia poucos denários, ou seja, pouca coisa mesmo, e o destrói.  Como nós deveríamos como Cristãos parecer, alguém que a Divida já foi paga? Alguém que foi perdoado e por isso não podemos reter o perdão a ninguém, pois nossa dívida era impagável e Deus nos revogou toda a nossa dívida. Isso não muda as consequências mas muda o nosso futuro. Isso tudo nos traz muita responsabilidade para o futuro que nos resta.

            Deus espera que nós peçamos a Ele o perdão das nossas faltas e dívidas e que façamos o mesmo com aqueles que hoje estão nos devendo! Eu pareço alguém que foi perdoado, ou alguém que quer Justiça a todo custo, dente por dente olho por olho? Eu pareço alguém que foi perdoado e que perdoa os outros, ou alguém que foi perdoado e ainda continua machucando os outros e retendo o perdão?

           

            Nossa maneira de perdoar aos poucos vai se modificando, pois há muitas emoções, sentimentos, amarguras dentro de nós que precisa ser modelado com as mãos e a Graça que somente Jesus pode nos dar. Perdão não é superar, perdão não é esquecer, perdoar não desculpar, nem reconciliação, mas dois movimentos: – Quanto esta pessoa ainda te deve? Quanto que esta pessoa te custou? Quantas feridas te custou? Some tudo, pois o valor de tudo isso será enorme. Isso é ser Justo! E no segundo movimento, não é esquecer, não é depreciar, mas é dizer: – Isso é tudo que você me custou, que você me deve e EU ESTOU TE LIVRANDO, ESTOU TE LIVRANDO DE TODA ESTA DÍVIDA, ESTOU REALMENTE TE PERDOANDO! EU NÃO QUERO QUE VOCÊ ME PAGUE NADA! NA JUSTIÇA VOCÊ ME DEVE TUDO ISSO, MAS NA MISERICÓRDIA VOCÊ NÃO ME DEVE MAIS NADA! EU TE ABSOLVO DA SUA DÍVIDA!

            Assim o irmão mais novo de John disse: – Pessoalmente eu desejo o melhor para você Amber! O melhor seria isso ! Dê a sua vida para Cristo! Pois isso é o que nós dois desejamos! O nome do irmão de John ? Brant é seu nome! Este é alguém que sabe perdoar, que foi perdoado e que sabe perdoar!

POIS QUEM PERDOA , AMA POUCO, MAS QUEM PERDOA MUITO, AMA MUITO!

 

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Como eu me pareço hoje para o Senhor, meu Deus? Alguém que sabe perdoar? Alguém que ama muito? Senhor neste dia e com esta Sua Palavra eu desejo do fundo do meu coração experimentar a graça de perdoar de todo o meu coração todas as pessoas que passaram pela minha vida me humilhando, me machucando, me maltratando, me ferindo. Eu abençoo as horas em que ferido de tudo isso eu pude cair em Suas Mãos e experimentar a sua Graça Redentora me ensinando a perdoar todas estas pessoas e assim alcançando a graça de ter todas as minhas dívidas pagas e ser livre para amar como o Senhor me Ama!  Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

 

 

 

Como estou?

 

 

            David Brooks é um colunista do New York Times e recentemente publicou um artigo que fala um pouco sobre, como cada um de nós pode olhar uma situação e agir ou não! Ele conta a história real de uma cantora de pop rock e seu melhor amigo que também era da banda. Um dia eles estavam indo para um show e de repente o produtor ligou e disse que o show havia sido cancelado. A razão do cancelamento se deu pois, houve uma denuncia na internet que este cara havia enviado uma foto indecente  para uma fã  e que havia viralizado, se tornando algo bastante impróprio. Apesar do cara ter se retratado com ela e negado tudo, ela levou a situação a sério, foi para o facebook e escreveu um textão dizendo o quanto isso era sério, e que ele não fazia mais parte da banda. Pois bem, tudo na sua vida ficou arruinado e ele perdeu emprego, contatos e estava em uma condição bastante deprimente.

            Dois anos depois acontece algo parecido com ela. Esta história foi revelada quando a cantora ainda estava no High School(ensino médio), e que também envolvia foto dela e outra pessoa e que rapidamente viralizou, ela se tornou motivo de ódio das pessoas em sua volta e foi demitida da banda. Ela foi abandonada, discriminada e condenada à solidão. Sua carreira não existia mais. Ela disse que se sentia como um monstro. O Podcast que David Brooks mencionava finaliza com a entrevista do garoto que escreveu o post sobre a Cantora revelando tudo e levando-a a ruina. E David perguntou: – Como você se sente sobre isso ? – O Garoto respondeu: – Bem, me sinto incrivelmente prazeroso em destruí-la. Eu não ligo para o que aconteceu com ela. Eu não ligo se ela está viva, morta ou o que quer que seja.

            A pergunta para nós hoje é: – Como nos sentimos quando lemos tudo isso ? Como nós olhamos tudo isso ? Assim começamos nosso segundo capítulo da série: Como eu me pareço ? Como eu vejo as coisas ?

            Hoje, podemos responder a tudo isso de acordo com São Paulo aos Coríntios: – Não nos conformemos com este mundo mas mudemos a nossa maneira de pensar e reagir. Nós precisamos olhar o mundo como cristãos! Aprendamos com Chuck Wilson, grande evangelizador americano, figura carimbada nos presídios de segurança máxima dos EUA, respeitado por todos. Não importando onde ele estiver, a primeira pergunta que ele faz é: – O que é para você Cristianismo ? Muitos respondem que é Religião, uma filosofia…Ele diz: – Cristianismo é uma Visão do Mundo! Pois muda toda a nossa maneira de pensar e de ver o mundo.  Isso é importante pois A VISÃO DETERMINA NOSSO DESTINO! Se eu olho o mundo como o mundo, eu vou terminar condenando como o mundo faz, excluindo, porque se eu excluo eu retiro a minha opção de amar. Agora se eu olho o mundo como Cristo ( cristianismo) então eu acabarei observando e olhando e agindo como ELE.  Então como  eu olho, como eu me comporto quando há uma situação como esta acima ? Quando alguma pessoa faz alguma coisa errada como eu me comporto em relação a isso ? Eu me excluo, eu digo que isso não tem nada a ver comigo, ou que aquela pessoa merece pagar olho por olho dente por dente, ou pior ainda, em tempos de mídia social, eu tiro minhas conclusões condenatórias baseadas nos comentários ou críticas. Cada um deles tem a tentação de olhar para os exemplos acima e tratá-lo como NINGUÉM.

            Corinto antes da evangelização de Paulo era uma cidade do pecado, tipo como chamamos hoje Vegas. Eles contudo foram chamados  a uma tremenda conversão. Onde abunda o pecado superabunda a graça.  Paulo chega na cidade e ao  chegar encontra-se em  uma das comunidades um rapaz tendo um relacionamento com a esposa do pai dele. Paulo levanta a voz e diz: – Vocês não estão fazendo nada com relação a isso ? Parecia que todo mundo estava achando que aquilo era normal. Alguém faz alguma observação como se o cara fosse assim  mesmo, e tudo que ele fizesse se justificava pelo jeito dele. Não, não, Paulo se levanta e adverte . Quando nós olhamos algo errado perto de nós, e não falamos nada, muitas vezes estamos agindo assim porque NÃO É NOSSA RESPONSABILIDADE! Como assim ? Nós como Cristãos, não podemos olhar as coisas como  o mundo as olha. Não, nós somos  um povo que tem Mestre e este se chama Jesus e Ele não quer que nós vivamos uma vida como se a eternidade não existisse, ou como se nós fossemos politicamente corretos, quando devemos denunciar o que está errado. Quando não fazemos nada, estamos tratando aquela pessoa que está no erro como NINGUÉM! É tratá-los com desprezo.

            Deus envia seus profetas e os capacita para quando vir o Mal, denunciá-lo. O que nós como Profetas, pois batizados que somos, devemos sim tomar responsabilidade pelas coisas de Deus e denunciar o Mal. Ezequiel o profeta, deveria publicamente denunciar o Mal, pois sua motivação era a Justiça. Deus diz a Ezequiel que denuncie constantemente as obras do maligno pois se não, as outras pessoas irão ver as obras e achar que é normal. Irmãos e irmãs olhe para o Brasil hoje. Quantas pessoas fazendo coisas erradas com o povo brasileiro. Enganando, caçoando da cara de pessoas de bem, criando histórias difamatórias, liberando bandidos para a rua, prendendo pessoas de bem, atropelando a verdadeira ciência em favor de implantação de estratégias de medo e assim poderem trazer a pacificação falsa. Meus irmãos, pense se todo batizado brasileiro, consciente da moral e do direito, com a missão de denunciar as obras do maligno, se se pusessem a proclamar nas praças o que está acontecendo, nós teríamos a nação mais abençoada do planeta.

             Em Gálatas 2, Paulo adverte Pedro que vivia nos meios dos gentios ( pagãos) agora convertidos e quando chegavam os Judeus convertidos Pedro ficava meio enrolado com relação a comida e outras coisas. Paulo vai dizer : – Não! Somos um só povo, Jesus ensinou que deveriam ser irmãos e irmãs sem distinção. São Paulo diz: – Eu Publicamente critico Pedro face a face! Pedro estava dando mau exemplo publicamente e desta forma Paulo o corrige também. Para que todos soubessem qual é a regra, pelo bem da Justiça. Fazendo isso ele não estava se desfazendo de Pedro, mas sim, se ele estivesse ignorando Pedro.  Há também a segunda fonte da responsabilidade :- Relacionamento.  Se seu irmão (alguém que tem relacionamento contigo) pecar contra você, corrige particularmente. Muitas vezes nós fazemos tudo, menos isso. Levamos nossos problemas para os outros e não resolvemos com aquele que é  a nossa responsabilidade ( relacionamento). Assim não somente irmãos, colegas de trabalho, filhos, ainda mais, na nossa vida conjugal. Como é importante ouvir a palavra de um esposo ou da esposa: – Não me amola! Sim amolar, é tornar o instrumento cortante reto, preciso e cortante! Sim, nas correções das imperfeições vamos corrigindo quem amamos.

            Então o primeiro passo é pessoal e privado para correção. Caso não funcione, precisamos de mais alguém para esta conversa.  A maioria de nós, quando não funciona de modo particular e pessoal, tendemos a agir com se a pessoa fosse ninguém, ou seja, para mim  chega, não é mesmo! Então, não é o que Jesus diz: – Chame alguém de confiança para esta conversa.  Quantas vezes casais necessitam trazer alguém de fé para uma conversa sincera, pois vale a pena brigar por este relacionamento e não um com o outro. Seja persistente. E se não funcionar, traga para a Igreja! Trazer para Igreja significa oferecer tantos caminhos na Igreja que pode agir em cada um, grupo de oração, Missa, Direção Espiritual , Adoração e por aí. Não existe vencedor, existe vitória no relacionamento. Isso pode ser aplicado dentro do Prolife, não apenas luta para evitar o Aborto mas para derrotar toda a indústria do aborto.       

            Quando estamos lutando por alguém e o que estamos fazendo está machucando mais a outra pessoa do que a nós é hora de pararmos,  pois estamos fazendo alguma coisa errada.

            São Tomás de Aquino diz que: Talvez quando alguém apresentar uma pessoa para você, que tem o mesmo problema que você, Ele diz: – Quando Deus enviar alguém assim em sua vida, aprenda a não julgar a pessoa, a não condenar a pessoa, mas crescer com ela.  Pense nisso, nós somos fracos e miseráveis no mesmo problema que a outra pessoa, então que eu saiba crescer com ela, para juntos podermos nos livrar destas fraquezas que nos leva as nossas frequentes quedas, e convide esta pessoa a se arrepender contigo.

            Jesus termina dizendo apesar de  tudo isso, se você já fez tudo, foi paciente e persistente, foi compassivo e no final nada funcionar, é o risco de tudo isso. Mas você fez o que era para ser feito, pois existe o limite do outro sempre.

            Muitas vezes nós ficamos tristes com todos aqueles que tentamos e não trouxemos para dentro, Jesus vai dizer que devemos tratá-los como gentios e cobrador de impostos, não que Jesus não amasse a todos, mas eles preferiram ficar do lado de fora. Então a grande pergunta hoje é : – De que lado você deseja ficar hoje, de dentro ou de fora ?

            Como eu me pareço? Mesmo no meio do mal, eu olho para a Pessoa e não para o pecado! Como eu luto ? Como Cristãos,  nós lutamos pela pessoa. Para vencer com a  pessoa!

           

           

            Oração: Abbá Pai. Como eu me pareço hoje para o Senhor, meu Deus? Hoje eu te peço que me ensine a não julgar, a não ficar nas aparências e saber quando oportuno denunciar as obras do Mal. Não deixes que eu me torne omisso, em tantas coisas erradas que tem assolado nossa família, nossa cidade, nossa nação e nosso planeta. Que eu diminua e que o Senhor cresça em mim! Que cada passo que eu der na direção do meu irmão seja para maior honra e glória de ti Senhor!  Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

 

Evangelho de hoje (Mt 14,22-36) - Egídio Serpa | Egídio Serpa - Diário do  Nordeste 

 

            Distração é algo que tira nosso foco de onde ele deveria estar!

 

            Recentemente eu assisti um documentário chamando : The Last Dance, sobre a vida de Michael Jordan. Um documentário sério, e que demonstra aquilo que o autor Daniel Coyle em seu livro, o Código do Talento chama de Excelência. Este atleta não foi apenas um superstar da NBA, mas foi reconhecido por atletas de quase todos os outros esportes. O que fez de Michael Jordan tantas vezes homem do jogo de quase todos os jogos que participou? Bem, talento, trabalho duro e Foco! O foco elimina distrações. Quanto talentos são desperdiçados hoje no mundo pelas distrações. Você vê a excelência quando o atleta vive sua vida tão focada, que nada do mundo exterior pode alterar aquele momento. Aquele momento em que você demonstra seu talento mesmo que seu time perca, você sai aplaudido por seus adversários.

            Vindo para o Evangelho de Mateus onde os discípulos estão no Mar da Galileia no barco que vai confrontar a tempestade. Muitos de nós caímos na tentação de que os discípulos não tinham fé naquele momento, mas tudo começa quando eles entram no barco e partem para mar adentro, seguindo as ordens de Jesus, que havia permanecido na praia e subiu a montanha para orar. Como homens do mar, eles conheciam os ventos e sabiam o que eles enfrentariam, e partiram para a tempestade com fé. Eles estavam lá porque Jesus disse para eles estarem lá! A única razão  que fez estes homens entrarem no barco, no meio da noite e partirem em direção a tempestade foi para cumprir uma ordem de Jesus.  A fé fez Pedro entrar no barco muito antes de fazer Pedro sair do barco para andar sobre as águas.  Prestem atenção nisso: – Estamos aqui hoje, no meio da noite, no meio do mar, no meio da tempestade porque Jesus disse a cada um de nós para estarmos aqui! Isto é fé!

            Muitos  estão sentados no barco neste momento, sobre a vocação, sobre o discipulado, sobre o chamado porque Jesus disse para ficar neste lugar. Por outro lado,  muitos também estão prontos para sair, não para andar sobre as águas, mas para abandonar o barco.

            A pergunta que Jesus faz agora para cada um que quer abandonar o barco é:-  Por que você quer abandonar o barco?

            Pedro anda sobre as águas e por um momento ele tira os olhos de Jesus e coloca os olhos na natureza e duvida, daí afunda. A pergunta de Jesus é : – Pedro por que DUVIDAS?  Jesus nos faz  a mesma pergunta. Por que você parou? A FÉ NOS FAZ CAMINHAR PORÉM A DÚVIDA NOS PARALISA E NOS AFUNDA!

A FÉ FEZ PEDRO SE MOVER E A DÚVIDA FEZ PEDRO PARALISAR!

            Por que nós paramos?

            Pedro então diria a Jesus um cem número de desculpas justificando por que ele tinha parado? Exaustão, cansaço, vontade de estar na praia dormindo, cansado de estar no limite, cansado de lutar contra as ondas, enfim…Assim somos nós, com muitas desculpas, e a razão para nós casados querermos abandonar o barco seria porque nós hoje estamos mais velhos, somos diferentes, por este ou aquele defeito, muitas desculpas, mas Jesus nos olha e diz: – Por que vocês querem desistir? Seja matrimônio vocação, ser cristão, seja na Igreja.

            Irmãos queridos, uma coisa é fazer uma promessa outra coisa é MANTER A PROMESSA!

            Comece a ter a intenção de rezar outra é rezar continuamente. Uma coisa é caminhar na fé outra é manter caminhando continuamente na Fé!

            Jesus após Pedro dar todas as desculpas vai dizer: – Sabe por que você parou Pedro? PORQUE SE DISTRAIU!!!!

            Pedro caminhava na direção de Jesus, nenhum humano havia feito isso, momento absolutamente incrível e de repente , as Escrituras vão dizer que ele sentiu a força dos ventos e das ondas, ou seja, tirou os olhos do Criador e colocou na Criatura ( Romanos 1-7), e SE DISTRAIU! Ele viu a força do vento, ficou com medo, duvidou , parou e afundou!

            A distração pode nos tirar o FOCO, como pode nos tirar a vida.  Distração é qualquer coisa que tira a nossa atenção de onde ela deveria estar naquele exato momento!

            Hoje é tempo das distrações, sejam da mídia social, seja dos inúmeros eventos simultâneos em nossa vida, excesso de preocupação, etc.

            Mas há as grandes distrações aquelas que são mortais, como esta de Pedro, andando sobre as águas e a fúria do vento e das ondas, poderiam ser mortais. Há muitas coisas neste mundo que querem nos distrair e nos são mortais. Nossa dor ou a dor de alguém que amamos. Pobreza, miséria, fome são distrações mortais. Distrações internas podem ser várias como fraquezas, preocupações, pecados e culpas…Muitos hoje estão tão preocupados com o quanto eles são pecadores que se esquecem que tem um Salvador!

            Muitos vem para serem discípulos e não se preparam internamente para isso, tendo uma vida de feridas, fraquezas e pecados mais do que estarem livres para um perfeito Relacionamento com Jesus e após este grande momento, poderem servir a Ele seja onde for o que for. Caso contrário é tirar os olhos do Senhor e colocar sempre nas próprias misérias.

            No Evangelho anterior, Jesus tomou conhecimento que seu primo João Batista havia sido assassinado. Ele havia reunido seus discípulos para rezar, contudo quanto ele chega em Tabgah ele vê a multidão que o faz ter que focar em outra coisa. Ele então ensina, cura os enfermos, liberta os cativos e os alimenta. Depois de ter dispersado todos eles , volta ao foco inicial, a intenção inicial que é : – Subir ao monte e orar!

            Algumas vezes o trabalho do momento não é o que nós idealizamos para aquele momento, ok! Depois que cumprir aquilo que foi distração volte para o foco inicial.

            Mas antes de tudo há duas perguntas: – Eu posso fazer alguma coisa sobre isso? É uma distração, eu deveria fazer alguma coisa? É a hora certa? Se não, é apenas uma distração.

            Pedro é um cara fora do comum. Ele vai dizer em sua Carta que Jesus é o Filho de Deus. Nós seremos levados à tentação na escuridão de duvidar de tudo isso! Pedro passou por tudo isso e testemunha para que nós saibamos o que fazer nesta hora.

            Quando Pedro está para afundar ele se vira para Jesus e clama ao Senhor, e vê que Jesus estava lá! Quando volta a atenção para o Salvador, e grita: – Senhor Salva-me! São Mateus diz: – Imediatamente Jesus o segurou pelas mãos! A destra do Senhor me levantou! Não morrerei mas ao contrário viverei para louvar as grandes obras do Senhor.( Salmo 118).

            Jesus é maior que todas as forças da natureza pois Ele as criou!

            O problema na revelação do Talento está no FOCO! A diferença entre pecadores e santos está no FOCO! Pois o talento é permanecer no FOCO e não parar!

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Eu sou pequeno, fraco e lerdo. Neste dia de celebrar tamanho milagre de fazer com que Pedro andasse sobre as aguas, Senhor aumenta minha fé. Sim Senhor, não queremos ser apenas acomodados no barco da nossa vida, mas queremos andar sobre as águas e estar Focado no Senhor. Nada e ninguém pode me afastar da sua destra oh Senhor dos Exércitos. Reforça em mim todas as minhas defesas para que eu persevere no Seu Nome e alcance a Vida Eterna. Eu CREIO MAS AUMENTAI A MINHA FÉ! Obrigado Senhor, Louvado Seja Seu Santo Nome! Amém.

 

 

NOSSO PAÍS TEM UMA HISTÓRIA ONDE MUITO SE DOARAM PARA CHEGARMOS ATÉ AQUI E SERMOS HOJE UM PAÍS EMBORA MUITO CONTURBADO, AINDA LIVRE. OS ESTADOS UNIDOS SÃO MELHORES DEFENSORES DESTA LIBERDADE E QUE NOS SERVE DE EXEMPLO PARA MUITAS COISAS, PRINCIPALMENTE EM DEFENDER QUE ELES DERAM AO MUNDO UMA NAÇÃO REPUBLICANA QUE PARA SER LIVRE DEVERIA OBEDECER OS TRÊS PESOS: MORAL, VIRTUDE E RELIGIOSIDADE.

           

            PARA começarmos nossa reflexão desta semana, peguemos o livro dos Juízes. Juízes tem muitas história de glória como a  de Sansão e tudo mais. Mas não é exatamente aí que eu estou meditando hoje, estou no final do Livro e onde vemos coisas muitas sérias acontecerem, muito parecido com o que vivemos hoje em muitos lugares. “ E nestes dias era como se não houvesse Rei em Israel”. O povo sem Rei, sem alguém referência para o povo, faz com que  cada um haja  com o que lhe vier à cabeça, achando  o que é certo. No início deste Livro, o povo vivia a Anarquia, então o Senhor dá ao seu povo os Juízes, para poderem governar Seu povo com Sabedoria e aí volta ao final à Anarquia ao final dos três capítulos do Livro. Não é definitivamente um livro para crianças. Pense nesta história, um Levita tem uma filha e uma concubina, ela foge de casa, pois a situação em sua casa estava horrível e volta para casa dos pais. O Levita vai com sua filha virgem buscar a concubina. No caminho de volta chega numa praça na terra dos descendentes de Benjamim, perto de Gabaa.  Contudo ao chegar em uma  praça eles pensam em passar a noite lá pois ninguém queria os acolher. Um senhor mais velho vem se apresenta a eles e diz que eles não poderiam ficar ali pois poderia ser maltratados.  Daí então os levou para sua  casa. A noite os habitantes da cidade vieram e queriam maltratá-los, para não ferir o Levita lhes foi entregue a concubina e durante toda a noite, eles abusaram desta menina. Quando o Levita de manhã vem até a porta encontra a menina morta com a mão sobre a soleira. O  Levita volta para casa trazendo o corpo daquela menina, e ao chegar em casa ele corta seu corpo em 11 pedaços enviando cada pedaço para uma das onze tribos de Israel. Isso foi feito pela tribo de Benjamim. O Levita envia a mensagem junto ao corpo: – Isso que eles fazem ao seu próprio povo! Então ao final do Livro, as onze tribos se unem e destroem os homens da tribo de Benjamim. Ao final eles se perguntam, por que fizeram isso? Agora, pensam eles,  nós exterminamos a tribo de Benjamim ou seja, uma das tribos da benção de Deus! O que eles deveriam fazer?  Lembre-se que eles viviam a Anarquia, todos agiam por si mesmos. Aos que sobraram na floresta, os representantes dos onzes decidiram que os homens deveriam ir até a floresta e tomar para si quem eles encontrassem como esposa. E vai terminando dizendo: – E neste tempo não havia Rei de Israel e cada um  decidia o que via diante de seus olhos. Anarquia. Em seguida vem o Livro de Samuel, o último Juiz de Israel.

            No Livro de Samuel o povo foi até Samuel e suplicaram, Samuel nós precisamos de um Rei. Ao invés de Anarquia precisamos de Monarquia. Depois de relutar, Samuel ouve a Deus e constitui Saul seu Rei e depois Davi e depois Salomão, bons e maus Reis.

            Esta semana foi celebrado o Dia 04 de julho nos Estados Unidos, The Independence Day. O dia da Independência. Também poderíamos dizer, o dia da Liberdade. Para isso ilustra bem  é Benjamim Franklin ao ser interpelado por uma senhora que pergunta: – E aí Mr. Franklin, o que o senhor vai nos dar, uma Monarquia ou República?  B. FRANKLIN responde: – REPÚBLICA, SENHORA, SE VOCÊS PUDEREM MANTÊ-LA!

  1. Franklin sabia que a República significa Liberdade e para isso a luta é diária. Nós podemos receber o presente de sermos uma República, mas mantermos a República é uma outra história. É fácil viver em outros regimes, que tiram de cada um de nós a responsabilidade de manter. Pois República é o Governo do povo, para o povo e pelo Povo! A pergunta, que tipo de POVO?  Claro o país de República é habitada por um tipo de pessoa  que B. Franklin estava se referindo quando ele disse: – SOMENTE UM POVO VIRTUOSO É CAPAZ DE SER LIVRE!

            Os fundadores conheciam a história do povo ferido e machucado, do Livro dos Juízes, o livro de Samuel  e seus Reis, e por serem um povo pautado na Palavra de Deus, tem como a Virtude algo necessário e vital ao povo republicano. Pois somente um povo virtuoso é capaz de vivenciar liberdade! Liberdade não é fruto de passividade mas de luta e de batalhas. Somente dá valor a liberdade quem foi cativo.

            No livro de Eric Metaxas, If you can Keep it , ele menciona o escritor Os Guiness que descreveu O TRIANGULO DE OURO DA LIBERDADE. Liberdade requer Virtude. Virtude Requer Fé e Fé requer Liberdade.  

            Quando nós exigimos alguém que nos dirija em termos de governo, nós precisamos governar a nós mesmos primeiro!  John Adams foi o segundo Presidente do Estados Unidos e certa vez disse algo muito importante a respeito disso: – As futuras gerações da América se não tiverem um grande grau de virtude não terão liberdade que  perdure.

            O que estes radicais hoje fazem no Brasil e nos Estados Unidos é uma ameaça a história, para reinventá-la de forma vazia. Uma figura simbólica que está ali não é uma pessoa perfeita, mas uma pessoa que fez algo que contribuiu para que hoje as pessoas tenham um país mais livre. Um anarquista deveria sim, derrubar um monumento se ele já tiver algo maior que aquela figura que ali está representada. Qualquer animal adestrado com um martelo pode destruir uma estátua, mas apenas o Ser humano e sua criatividade pode fazer uma igual ou mais bonita. É fácil destruir mas muito duro construir. John Adams estava dizendo que as futuras gerações deveriam ser procurar serem melhores do que eles foram, para honrar o sangue derramado pelos seus libertadores. Você pode querer mudar o regime de um país livre, mas somente vai conseguir mudar em Tiranias e Totalitarismo, pois fora da República não há liberdade, pois não é construída por pessoas virtuosas que buscam sempre a verdade na fé.

            A Constituição dos EUA foi feita com base em pessoas com princípios morais e religiosos ( John Adams). Completando este pensamento temos Cristian Smith, ele é sociólogo da Universidade da Carolina do Norte, e fez um estudo bastante atual fazendo pergunta ao redor do pais para jovens e universitários a respeito de: – Como estes jovens tomam decisões baseados em princípios morais? A idade variou de   18 a 28 anos. Ele e sua equipe ficaram chocados. Cerca de 66%, dos jovens não tiveram condições de responder sobre questões morais. Eles não tiveram categorias ou habilidades para tomar decisões morais. Categorias sobre o que é certo ou errado, bom ou mal, eles não conseguiam aprofundar neste assunto. Falta de habilidade, seria perguntaram a uma jovem como você chegou a esta conclusão, ela responde que apenas teve um pressentimento sobre aquilo.  Lembre -se que assim, parece que não há Rei em Israel, ou seja, muitos nos Estados Unidos e Brasil vivem desta maneira. Todos fazem as coisas como lhes parecem frente aos seus olhos. Ser um povo virtuoso, significa que primeiro nós em primeiro lugar precisamos urgente nos tornar pessoas não bonzinhas, mas virtuosas, pessoas que buscam melhorar a cada dia , ter opinião formada sob coisas importantes que tem consequência nas nossas vidas e dos outros. Liberdade requer Virtude.

            São Paulo aos Romanos nos diz hoje, que nós não somos guiados pela carne, não somos guiados pelas paixões. Nós não recebemos o espirito de escravidão e sim de adoção. Como filhos adotivos temos parte no Reino, e devemos protegê-lo com toda força. Nós pertencemos a Deus e ao seu Reino que dita as regras, e estabelecer o Reino na terra requer a virtude que leva a liberdade.

            Alexis de Tocqueville escritor francês quinze anos após a Independência dos Estados Unidos, escreveu uma obra chamada A Democracia na América. Qual era o segredo da Independência da América,  ter sido mais pacífica do que a Revolução Francesa, que foi uma caos e  que trouxe muitas mortes. Em resumo o que ele descobriu nos Estados Unidos: – Eu pensei que a grandeza da América era porque eles tinham grandes portos e rios caudalosos para navegar, mas não era por isso. Eu pensei então que era pelos campos férteis e florestas e não era. Em minas e metais preciosos e não era por isso. Então eu pensei que era pela sua Democracia e sua Constituição, mas não era por isso. Finalmente eu entrei nas Igrejas da América e na maneira como os americanos expressam a sua fé. América é grande porque é Boa. América almeja por ser boa, e almeja por ser Grande. Segunda parte do triângulo, diz que a Virtude Requer Fé! Eu busco a Deus e ele responde. Ninguém pode se importar comigo mas Ele se importa comigo. Há um Deus no céu em que minhas escolhas importam para Ele. Liberdade requer Virtude e Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade. Nossas escolhas devem ser em Deus sempre livres.

            Tudo aquilo que hoje estamos vivendo desde março, seja doença,  o lockdown(isolamento), teorias da conspiração, uso de máscaras, engenheira social, enfim todas estas questões pairando por ai, este caos, violência, enfim o que é certo o que é errado. Eu moro aqui no Rio de Janeiro, então vem a pergunta: –  O que eu deveria fazer, além de viver através de opiniões na mídia social?   Irmão Brian, grande pregador católico americano, sempre é consultado quando há estas questões raciais, ele por ser negro tem uma opinião contrária aos BLM.  Suas palavras são muito sábias. Ele disse para mim e para você: – Você não precisa resolver isso, você não precisa ter todas as respostas. Eu devo me submeter a Jesus e me fazer a minha parte primeiro.

            Ao invés de dizer aos outros o que eles tem que fazer! Eu devo me fazer primeiro. Ao invés de dizer aos outros como eles tem que viver! Eu devo aprender a viver primeiro. A invés de me queixar dos meus lideres e governantes! Eu devo fazer minha parte primeiro. Antes de ficar seguindo tudo quanto é notícia, eu preciso fazer a minha parte primeiro. Ao invés ficar reclamando da Igreja! Eu preciso mudar primeiro. Antes de corrigir quem quer que seja, primeiro eu preciso me corrigir.

            Em um mundo onde não há um Rei, as pessoas fazem o que está a frente dos seus olhos, os nossos olhos estão fixos no Senhor! Nós submetemos tudo às suas mãos e ao seu cuidado , pois nós somos um tipo de povo que vive num mundo de caos, mas que antes de tudo precisamos nós sermos os primeiros e buscarmos sermos um povo Virtuoso, pois a Liberdade requer Virtude, Virtude requer Fé e Fé requer Liberdade e assim se fecha o Triângulo da LIBERDADE!

           

           

           

           

            Oração: Abbá Pai. Hoje estou aqui diante de ti, para consagrar meu país o Brasil e todos os países que buscam a viver a Liberdade e servir ao Senhor. Deus salve a América, Deus salve todo seu povo que agoniza perante tantas influências marxistas culturais e que tem assolado nos filhos e destruindo gerações. Senhor nós te pedimos que não deixe que caiamos nas mãos dos Inimigos que somente sabem roubar e escravizar. Nós somos seus Senhor e assim seremos até o fim! Amém