PESSOAL CURTAM COMPARTILHEM  , SE INSCREVAM NO MEU CANAL E DEIXEM SEU LIKE 

 

 

 

Ontem pudemos ver Persona Cristi, o Santo Padre Papa Francisco,  fazendo sua Via Sacra, sob seus ombros todo o peso da humanidade aterrorizada pois o Inimigo assola os continentes e pelo mundo a morte, o choro, o medo e as lágrimas. Vimos o Sucessor de Pedro abrir as portas do Céu ao  traçar o sinal de Cruz sobre a Humanidade e todos nós pudemos com ele falar, chorar, ouvir e ser refugiar nos braços de Maria e junto de Jesus Cristo o Salvador na Cruz Sagrada. Ouvimos o Evangelho segundo São Marcos quando Jesus acalma a tempestade e o vento e pergunta: – Por que temais? Homens de pouca fé!  E neste momento o mundo está procurando um Refúgio, para se defender de algo que não enxergam. Olham para todos os lados e buscam a ciência. Como entender? Olham para os governantes, quão difícil suas ações em momentos tão nebulosos, e lembram desta Palavra: Por que temais? Homens de pouca Fé! O meu e o seu lugar é no Senhor. O Senhor é o meu Refúgio, de quem temerei? 

No momento seguinte o Santo Padre acompanhado de longe pelo seu acessor se dirige para o interior da Basilica e alí traz Jesus Sacramentado aos seus olhos e os do mundo inteiro. O tempo em pudemos nos refugiar no Céu foi indescritível, quantas pessoas no mundo voltaram para o Senhor por aquele momento! Acharam o Refúgio. Em meio a toda espécie de desespero, o Senhor ontem foi Esperança aos abatidos e refúgio aos possuídos pelo medo e desespero. O tempo foi eterno,

Recebemos a Benção do Próprio Jesus Cristo, nosso Salvador e Redentor que anunciava ali naquele momento, Eu venci o mundo! 

Os efeitos da benção Ubi et Orbi de ontem, todos nós veremos com nosso próprios olhos a partir daquele momento na Itália e no mundo todo. O olhar de Jesus de Amor ao mundo que o profana, que o ofende , que o viola, que o persegue, que promove sacrilégios abomináveis, que o humilha, que o nega, que o renega, que o despreza. Deus é fiel. Jesus na Cruz toma todo o pecado do mundo e diz ao Pai, foi por cada um deles, e também :- Perdoa pois eles não sabem o que fazem! 

O NOSSO REFÚGIO ESTÁ EM DEUS QUE FEZ O CÉU E A TERRA! A chuva aumentou após a benção pois a natureza obedece o seu Criador e fomos lavados, com o Espirito Santo sendo derramado em todos os cantos da terra, mais ainda na China onde Igrejas foram destruídas em nome de sua ideologia anti-cristã. Em todos os rincões da Terra ouvi-se a Palavra de Jesus no Evangelho: – Por que temais? Jesus em sua benção nos disse aos brados e quando Eu for elevado atrairei todos a mim! 

E depois de muito tempo ontem as 15hs, hora da Misericórdia experimentamos a Verdadeira Paz que é Jesus! Nosso único Refúgio! Amém

 

 

 

 

 

                                                           Para uma profunda meditação neste tempo fecundo, iniciaremos por assim dizer, que Este mundo não é perfeito. Nós não somos perfeitos. Porém imperfeito não significa não ser AMADO!

Quantas pessoas estão por aí de mal humor. Quando perguntamos , eles sempre dizem nada não. Mas alguma está errada. A resposta pronta é nada não, ou uma distração, eu vou ver e te falo.

            O que as pessoas estão fazendo com  este algo errado que está rolando e ninguém sabe o que é? Quantos  por aí e nós mesmos nos distraindo com mídia social, com Netflix, Amazon Prime, HBO Go ou canais de entretenimento de mil maneiras… Enfim, estamos vivendo um tempo em que as pessoas não querem o silêncio, pois não querem olhar para si mesmos.  Colegas de quarto, quando um está tentando silenciar, vem o outro com telefone até tarde da noite, emitindo luz ou som. Casais que depois de tanto tempo que passavam este momento juntos em paz, pequenos diálogos e até  silêncio, agora iluminam seus quartos com os telefones e Instagram, facebook, WhatsApp, series, filmes e por aí vai. Ninguém quer admitir que há algo de errado. Alguma coisa está rompida no mundo.

            Um exemplo interessante é quando começamos a deixar nossos filhos no Ensino Médio, e eles insistem em ficar uma quadra antes. Eles não querem que os amigos saibam que eles tem um pai e uma mãe. Isto não é insano? Isto não é estranho?

            Eu não quero se associado as  pessoas que mais me conhecem , ou ainda que mais me amam! E todo mundo está achando que isso é normal! Porque  estamos tão rompidos, tão desfeitos? Estamos vivendo num mundo onde tudo está se desfazendo. Então desfeito é normal hoje em dia. Quando perguntamos o que está de errado para nossos filhos ou amigos, e a reposta é: -Nada de errado comigo. Eu estou perfeito do jeito que eu sou ou estou agora. Será realmente?  Você tem passado algum tempo consigo mesmo? Mais do que cinco minutos?  E é verdade. Dez minutos  e rapidamente sabemos que nada está normal.

            Sabem o porquê de nada está ok? Para nós cristãos. Deus não fez nada disso como está hoje. No princípio, tudo era bom e perfeito! Nós pertencemos a este ambiente feito para nós, perfeito em tudo, e não é o que estamos vivendo agora. Todas as árvores e a natureza eram para mim e para você.  Deus fez o Homem a Imagem e Semelhança Dele, completos. Porque então uma árvore que Deus criou seria inapropriada para o ser humano, a imagem e semelhança Dele consumir? Por que neste Amor perfeito entre tudo, e principalmente entre o Homem a Mulher e Deus havia esta árvore que poderia colocar tudo isso a perder?  Deus é Amor e no fez por amor! O Amor em sua essência  necessita da possibilidade da Rejeição! Todo o resto existia para servir o homem a mulher, e o Amor recomendou que não se provasse do único fruto, da única árvore que Ele ordenou que não tocassem. Deus não criou a morte  e nem desejou que tivéssemos desfeito a Aliança. Ele fez tudo bom! Contudo através do tentador a mulher e depois o homem comeram do fruto da soberba, de querer ser Deus, como Deus! Deus tinha ciúme dos seus, pois Ele queria os guardar. E o tentador desde o princípio, teve inveja do ser humano. Inveja, quer dizer eu não quero que você tenha tudo isso. Mais do que não ter, ele não queria que o outro tivesse, isso é inveja.  Com sua inveja, o Mal vai atrás de Eva. Ele faz a pergunta ao contrário. Ele disse: – É verdade que você pode comer o fruto de todas árvores menos desta? Isso se chama redução. Tira a atenção de tudo aquilo que eles tinham e foca no que Eles não tinham. E vai adiante, Deus não quer que você coma desta árvore pois se comerem terão toda a ciência do bem e do mal, serão como Deus! Deus não quer que você sejam como Ele! Eva esqueceu que Ela assim como Adão, já eram  a Imagem e Semelhança de Deus. Ela já era, por isso veio a mentira do tentador(o pai da mentira) e Ela não entendeu. A segunda tragédia disso, é que o tentador fez eles acreditarem que Deus não os amava.

            Quanto de nós hoje podemos acreditar em Deus, achar que Ele bom, mas não acreditar que Deus nos AMA! A maioria de nós crê que Deus nos tolera, que Ele é bom mas que não nos ama. Com Eva, ao não acreditar que Deus a amava, criou este rompimento, tudo estava Desfeito! Eis o momento da entrada do pecado no mundo. Este estado contínuo de imperfeição e instabilidade em que nos encontramos hoje. Esta escolha quebrou e rompeu o mundo. Desde então nós vivemos neste ato de ruptura. Tudo foi desfeito. Algo que falta no mundo e no nosso coração. Esta ferida é fruto deste ato desfeito. Pois então eu não sou o que eu deveria ser. Como vivemos fingindo que está tudo bem, diante das pessoas, porém nós temos a certeza que há algo desfeito dentro no nosso coração, dentro da nossa estima.

            Chesterton é um dos meu super-heróis. Ele viveu muito de sua vida como Ateu. O mundo estava desabando em seu tempo, devastado pela primeira grande Guerra, havia  morte por todo lado. Ele escreveu sobre: – O que há de errado com o mundo? Ele respondeu com uma carta: – Caros senhores, o que há de errado com o mundo começa comigo! E assinou a Carta que o eternizou!

            Chesterton se conhecia o suficientemente para assumir seus erros e suas misérias. Quanto menos tentamos ser o que não somos, melhor entendemos tudo isso. Isso é exemplificado pelo homem que entra pela porta da maternidade onde seu bisneto acabava de nascer, e ao vê-lo se enfureceu, rejeitou,  pois aquele bebê feito para ser amado teria a vida toda pela frente e ele não teria mais pois estava morrendo. Quão invejosos, arrogantes, cruéis podemos ser para com os que deveríamos amar. Não é o mundo que está errado, sou EU! Eu preciso de um Salvador! Sem Deus, eu sou apenas algo que será pó! Eu não sou nem de perto quem eu deveria ser, não sou perfeito, mas eu poderei ser , se entender que eu sou AMADO, por um Deus eterno, que se importa comigo!

            Porque Jesus se deixou ser tentado nas maiores situações que todos nós fomos, somos e seremos? – Pois onde tudo foi desfeito Ele reconstruiu, tomou sobre si nossas misérias e imperfeições.

            No Primeiro Domingo da Quaresma a Palavra de Deus vem unir estas Escrituras entre o Gênesis 2:7-9; 3:1-7 e Mateus 4:1-11. O que foi desfeito pela transgressão de Adão e Eva induzido por Satanás, Jesus vem refazer e mostrar concretamente que com Ele podemos vencer todas as maiores tentações que nos atingir, pois para Deus nada é impossível!

            Jesus após ter sido batizado no Rio Jordão é conduzido pelo Espirito Santo para o Deserto onde permaneceu por 40 dias sendo tentado por Satanás. Do ponto de vista teológico as três grandes tentações de Jesus Cristo no Deserto representam as três tentações que  fez o povo Hebreu cair, nos 40 anos no Deserto!  Eles  haviam se  queixado contra Deus, em situações de fome, os israelitas no deserto se sentiram abandonados por Deus, e Jesus responde, nem só de pão vive o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus, porque Ele nos Ama! A segunda tentação no Pináculo do Templo  desafia a confiança em Deus, sugerindo a queda para o anjos virem apanhá-lo, E Jesus responde: – Não tentarás o Senhor teu Deus! E por último a Idolatria, os Israelitas tentaram contra Deus ao construírem o Bezerro de Ouro e Jesus responderá eu Confio no meu Pai: – Adorarás o Senhor teu Deus e somente diante Dele te prostrarás! E o tentador se afastou e os Anjos se aproximaram para O Servir!

            Jesus refez tudo o que foi desfeito! Enquanto o tentador não se importava em ter mas que homem e mulher não tivessem. Jesus na Cruz vai dizer: – Ainda hoje estarás comigo no Paraiso. Que eu não perca nenhum dos meus !

           

           

Oração: Abbá Pai. Hoje eu quero te pedir, venha em mim refazendo tudo o que foi se desfazendo ao longo de toda a minha vida. Senhor, só tu podes me tocar com este Amor que vai  me curando e cicatrizando feridas que muitas vezes eu já tinha desistido de ter algum alento, quanto mais uma cura! Sim, Senhor lava toda a iniquidade que habita em mim! Jesus eu quero ser todo seu Senhor! Faz-me fiel no Teu Amor! Amém

           

 

 

 

           

 

 

 

 

Jesus nos salva de sermos órfãos ou abandonados.

 

            Eu fui salvo no meu Batismo. Eu estou sendo salvo. Eu espero ser salvo. O Pai Eterno nos adotou em Cristo. E Ele não pode voltar atrás. A propósito, nós vivemos como filhos  do Pai?

            Você é salvo? Tem certeza sobre isso? Já pensou sobre isso? É um excelente pergunta, mesmo que você tenha certeza, que bom é meditar sobre isso! Em todas as Missas nós testemunhamos que somos salvo justamente após o cálice ter sido levantado e consagrado. Pedro vai dizer, que em Nome de Jesus nós fomos salvos! Antes da Comunhão nós respondemos: – Senhor eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei um Palavra e eu serei SALVO! O nome de Jesus em Yeshua em Hebraico quer dizer : DEUS SALVA! Sim, nós somos Salvo pois fomos batizados. E devemos viver como pessoas que foram salvas.

            Dando sequencia a essa pergunta, Salvo do que? São Paulo vai esclarecer, Jesus veio ao mundo para nos salvar dos nossos pecados. Muitas pessoas pensam que isso não significa nada. Todos nós batizados sabemos pelo nosso Catecismo que a Palavra de Deus diz que todos nós somos pecadores e quem se diz não pecador é cego sobre si mesmo. Todos nós experimentamos pecado e necessitamos de salvação.

            Um dia em nossas vidas, um dia seja na adolescência, seja como adulto jovem, ou adulto ou até mesmo na velhice, nos depararemos com um momento de profunda experiência com Deus vivo. Neste dia onde experimentaremos um encontro pessoal com Jesus Cristo vivo e ressuscitado. A partir deste momento nosso coração se encherá de alegria do encontro e já não poderemos mais conter  de alegria e amor , desejando encontrá-lo mais e mais em cada Eucaristia,

Adoração ou momento de fé. No dia do encontro tomamos ciência da nossa condição de pecador e entendemos que Ele morreu na Cruz no nosso lugar, pelos pecados que nós cometemos , estamos cometendo agora e iremos cometer. E fica claro que necessitamos de um Salvador.

            A resposta Católica sobre se somos salvos:- Fomos salvos no Batismo e estamos continuamente sendo salvos pelo Senhor em cada Confissão e em cada Eucaristia. A Salvação foi um evento e permanece como um processo. É necessário continuarmos sendo salvos até o final.

            Salvação não é um cartão de libertação do inferno. Salvação é algo muito mais profundo. Salvação é ser livre de não se parecer com Jesus. Quando a Salvação começa a acontecer,  nós somos colocados no relacionamento de Deus com seu Filho , Deus Pai e Cristo.

            Nosso primeiro passo para este relacionamento, significa ser salvo de sermos abandonados, de não se transformar em alguém com perda da orfandade paterna. Deixar de ser escravo para ser Filho. Deixa de ser escravo para ser Filho Adotivo. Nós somos adotados e parece que não queremos morar na Casa deste Pai. Como se vê isso na Parábola do Filho Pródigo. Ele tem tudo, mas não quer viver na Casa do Pai. Todos temos em nosso coração este desejo de sermos só nós! Queremos experimentar viver a vida por nossa própria conta e responsabilidade.

            Como tudo isso é louco, nós queremos viver fora da Casa do Pai! Para ilustrar isso como o Pai nos vê e nos ama. Pense em um casal que resolve adotar uma criança e chega o grande dia, são chamados e de repente ao ver o bebê eles notam uma mancha feia no rosto do bebê e ficam em dúvida sobre se ficam ou não com um bebê, e um Padre ao ser chamado para aconselhar-lhos diz:- Puxa para mim este bebê é lindo. Em cinco minutos após os dois conversarem se vêem como o Pai Eterno os vê, como lindos não importando se eram ou não bonitos, e eles eram, aliás muito bonitos, e minutos depois estavam com o bebê nos braços para levá-lo para casa. Que alegria saber que o Espírito Santo vem em nós como São Paulo nos fala em Romanos : – O Espírito em nós fala: Abbá ( Papaizinho), Pai nosso que está no  Céu. 

            Muito importante sabermos que quem é adotado recebe tudo como  filho que está sendo adotado. Como se fosse uma criança naturalmente nascida. Na Lei Romana, se você tivesse um bebê natural e este bebê tivesse algum defeito , você poderia descartá-lo. Mas se você tivesse adotado, jamais poderia abandoná-lo.

            Nós somos adotados, como filhos, jamais seremos adotados. Nós fomos adotados para jamais sermos órfãos. Deus nos olha e diz : Eu jamais o abandonarei, jamais te deixarei. Deus me salvou quando me fez como seu filho. Continuamente Ele está me salvando. Um dia eu entrarei na Casa do Pai com Filho livre de todo pecado, pois: – “ por suas chagas fomos Salvos”. Lembre-se que Salvo e Curado em grego é a mesma palavra.

 

Oremos: Abbá (Pai) Amado, meu papai, meu papaizinho. Quero hoje me abandonar em seu amor e ser aquilo que o Senhor quer de mim, quero ser constantemente ser Salvo. Eu sei que quantas vezes o tentador me leva para fora da sua Casa e tenta me destruir como filho, que tenta me diminuir como filho, que tenta me convencer de que eu não sou filho e que não poderia ser salvo, mas O Senhor vem em Socorro das minhas fraquezas e sopra em mim o Espirito Santo que me defende, que  me ergue e me faz proclamar a minha filiação com o Pai Eterno.  Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém

 

 

 

         O Pai tem proferido sua declaração, cabe a nós responder ao seu chamado, ou seja, de coração darmos a nossa resposta.

         Todo o Cristianismo se resume a uma questão: – Deus tem permissão para te AMAR?

         Nós temos uma mania de complicar as coisas. Quando o assunto é Cristianismo aí sim nós complicamos ainda mais. Honestamente falando sobre isso vemos como muitos de nós não alcançaram o cerne da questão. Caríssimos podemos resumir em uma questão e uma pergunta. Reflita comigo!

         Os países quando são dominados por outro, no caso aqui no Brasil éramos uma colônia portuguesa. No dia sete de setembro de 1822 foi declarada nossa Independência. Declarar a independência não quer dizer que você é imediatamente independente. O Brasil precisou lutar para que a Independência se concretizasse e assim os Estados Unidos e outros países até hoje. Outro exemplo é um cara que fica falido e vai para rua e grita: – Eu estou falido! Não significa que gritando você pode juridicamente estar.

         Declarar livre não significa que você é ou está livre! Uma coisa é dizer outra e inteiramente diferente é Viver assim!

         Voltando ao início da nossa reflexão , qual é a pergunta que todo cristão deve ter em mente todos os dias! – Deus está te perguntando hoje:

         – Você Me dá permissão para te amar do jeito que você é?

         Esse é o amor de Deus, não importando todos os piores atos que eu e você tenhamos cometido em nossa vida toda. Esta é a grande diferença entre céu e inferno, vida e morte. Deus está hoje aqui te fazendo esta pergunta que ele faz todos os dias e só depende de nós darmos a resposta!

         Nós evitamos dar a resposta, nós adiamos a resposta, nós dizemos que quando formos melhores, quando ficarmos mais velhos! E Deus nos repreende hoje, nesse momento, e ao perguntar: – Agora? Hoje é o dia! Chegou a hora!

         Esta é a Declaração de Deus para conosco! Declaração de Amor! E  a resposta certa é: Sim, Pai , Eu dou permissão para que Senhor me ame Agora! E assim nós demonstramos que nós confiamos Nele!

         Em Harvard há um professor que todo primeiro dia do Semestre ele chega para sua turma e faz a seguinte questão antes mesmo de se apresentar: – Bom dia, se você hoje morresse, chegasse diante dos portões do paraíso e se apresentasse para Deus Pai, o que você responderia a Ele se a pergunta fosse essa: – Porque razão eu te deixaria entrar hoje?

         Quantas pessoas iriam responder: – Porque eu sou uma boa pessoa. Sim comparável a quem? Hitler, Stalin …Mas você e eu  nem somos bons assim! Sabe por quê? Porque comparando com o que nós poderíamos ser, não somos nem de perto tão bons quantos poderíamos e deveríamos ser, do que fomos feitos para ser.

         Outros responderiam: – Nós seguimos os mandamentos. Mas numa reflexão melhor vemos que nem aqueles que nós achamos que seguimos, realmente seguimos.

         Quantos de nós hoje estamos mais preocupados em Glória, glória dos homens, vanglória, ostentação do que de coração darmos a resposta certa: – Quem se glorie que se glorie no Senhor! São Paulo nos ensina praticamente  em todas as suas cartas sobre os perigos de nos gloriarmos e não remetermos a glória ao Rei da Glória!

         Quantas vezes São Paulo que foi reconhecido por ser uma pessoa irrepreensível, publicamente se declarava o pior dos pecadores. São Paulo foi açoitado pelos judeus cinco vezes com 39 chibatadas, pelo fato de pregar publicamente sobre Jesus Cristo o único Senhor e Salvador. São Paulo foi expulso de tantas e tantas cidades e sinagogas e jogado de penhascos. Tudo isso por amor a quem? Por estar falando em nome de quem? Falando de Jesus Cristo e mesmo assim não se vangloriava de suas provações.

         Quem somos nós para nos gloriarmos e dizermos por que estamos na Igreja servindo somos melhores que os outros. Deveríamos estar na Igreja sendo melhores para os outros assim fiéis seguidores do Cristo Ressuscitado.

         A RESPOSTA DE DEUS ATRAVÉS DE SÃO PAULO :- CRISTO ME AMA, DEUS ME AMA E DEU A VIDA POR MIM!  Porque Deus me ama por isso devo entrar no céu, pela Sua Misericórdia. Jesus não morreu por causa de mim, Mas Ele morreu por MIM!.

         Quantas vezes em minha vida eu tenho passado diante da Cruz de Cristo e tenho me atentado a isso? – Meu Senhor, o Senhor me Ama Demais!!!

         Após nós entendermos, tudo passa a fazer sentido. O Senhor se esvaziou por mim em sangue e água na Cruz! Uma amor incontestável, inesgotável!

         Uma coisa é declarar independência outra coisa é fazer valer essa liberdade. Uma coisa é Deus declarar o seu Amor por nós outra é darmos permissão para que Ele nos Ame do jeito que somos e estamos agora!

         No ano de 33 DC,  o Pai DECLAROU a cada um que habita sobre o mundo todo o seu Amor ! Cabe a cada um de nós dar a permissão para que Ele nos ame. Em caso positivo, todas as vezes que você for a Igreja, for a Confissão, for a Missa ao receber a Eucaristia você dará a sua resposta verdadeira dando permissão para que Ele te ame do jeito que você é HOJE!

        

        

         Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu quero Senhor, professar a minha fé em ti! Hoje eu quero nesse dia declarar o meu amor por ti Senhor. Sim Senhor eu creio na Sua Misericórdia infinita vindo ao meu encontro nesse momento onde Eu te dou livre acesso ao meu coração, Eu dou te dou permissão plena para me amar do jeito que sou hoje, aqui e agora. Vem Senhor nesse dia me curar, me libertar com a sua infinita Misericórdia, pois eterno é o seu Amor, e eterna é a Sua Misericórdia

Amém