Lucas 11

 

Os discípulos não queriam apenas que Jesus os ajudasse a ter uma “vida espiritual melhor” ou uma vida de oração mais profunda; eles queriam orar como Ele orava. E Jesus os ensinou. Ele ensinou a eles que a Quem oramos determina Como oramos.

Este tempo tão profícuo para atualizarmos o que Deus tem preparado para cada um de nós. Contudo não sabemos orar. Então ouvimos os discípulos pedirem ao Senhor: – Ensina-nos a orar como o Senhor!

Os discípulos observavam o Senhor orando e queriam saber como fazer para orar como Ele! Então eles mantinham a pergunta: – Senhor, ensina-nos a orar como o Senhor!

Jesus aponta não como orar, para  Quem orar, pois o Quem define o como!

Muitas vezes nós temos esta idéia do Velho Testamento, com o Abraão de que Deus  é Juiz. Esta idéia para nós não é ruim, o ruim é sermos Julgados. Contudo o Deus Juiz não é um Juiz passivo, Ele age, e age poderosamente. Ele não olha o povo de Deus e fica passivo, não, Ele age, Ele não permite que o Mal aja indefinidamente sobre seu povo.

Levando para o campo desportivo, para que o jogo seja jogado e ser justo, o Juiz precisa ser bastante atuante e ao mesmo tempo fazer o jogo fluir, do contrário o jogo se torna muito confuso e por vezes lances interpretados de forma injusta, interferem no resultado, causando indignação dos derrotados.

Para ser um bom Juiz é necessário se JUSTO!

Deus não vai fazer os justos perecerem pelos malfeitores. Nesta Escritura, Abraão descobre que Deus é Bom e Justo.

Quantas vezes nós estamos agindo em nossa fé de uma maneira ativista. Fazemos tudo de forma automática, e se não falamos a tal palavra que está lá dentro da novena, nada vai acontecer. Como se fosse uma máquina de retirar dinheiro, onde se não digita o código certo o valor não vai sair! Fazemos sim, isso com nossa fé, e esquecemos de que oração é conversa com Deus, e se entendermos isso, começamos a modificar a maneira de nos referir a Deus. Apresentamos nossas necessidades e ouvimos o que Deus tem para falar. Pode ser que Ele não responda nada. Pode ser que Ele permita que as coisas andem ou não. Deus não está demorando quando não responde a uma oração nossa, Ele está caprichando. Ele não tira nada de nós, Ele nos livra. Qual a imagem que você tem de Deus neste dia? Medite sobre isso!

Quando você orar, diga o Quem! Abba! Papai! Então o Quem determina o Como! A grande oração é: Humilde Confiança! Jesus eu confio em vós!

Como se torna diferente quando entendemos que a Quem estamos orando é o Mesmo que Jesus orava!

Observe as Escrituras em Lucas 11, quando ele usa a Palavra Persistência, na verdade esta palavra em Grego significa persistência vergonhosa. Aquela pessoa que não vai desistir de clamar, mesmo que todos queiram que o fiel se cale. Jesus está dizendo que Deus é muito melhor que um pai que dá coisas boas aos filhos, pois nós que somos maus, nós damos. Deus é muito melhor que isso, e sabe exatamente o que precisamos e como precisamos, nós não! Ele sabe nossa oração antes de nós fazermos. Deus é bom em todo tempo, todo tempo Ele é bom!

Em grego a mensagem é : Mantenha pedindo, mantenha perguntando, mantenha batendo a porta. Isso não é para convencer Deus que sabe todas as coisas, mas para forjar nosso caráter e nossa determinação em persistir humildemente. A oração não muda Deus, mas muda a cada um de  nós!

CS Lewis certa vez disse que Deus é bom e quer fazer coisas boas para nós, mas Ele não quer fazê-las sem a nossa participação.

Por fim, Deus está dizendo para mim e para você hoje: – Eu quero fazer isso, mas eu não quero fazê-lo sem você!

 

 

 

                          

                  Você nunca vai poder dizer eu estou pronto, se não você não se preparar para estar pronto.

                  Advento é um tempo de preparação. Nós nos preparamos para celebrar a primeira vinda de Cristo nesse mundo. Nós também precisamos estarmos prontos para Sua segunda vinda no fim dos tempos…Ou ao final de nossas próprias vidas. Durante o Advento, nós devemos estar prontos para MORRER.

                  Estamos chegando no tempo do ano onde todos devemos estar prontos para os exames finais, para os fechamentos, para teses, para publicações finais, de tudo aquilo que é para nós encerramento do ano, precisamos estar prontos para esse tempo, eu pergunto, vocês estão prontos?  Você estará pronto se realmente estiver pronto.

                  Existem duas razões para este questionamento em termos de Advento: – Em primeiro lugar celebrar a primeira vinda de Jesus e a segunda, a Segunda Vinda de Jesus. Devemos estar prontos para a Segunda Vinda. Estar pronto significa muito mais do que apenas essas palavras expressam. Jesus virá ainda na vida de todos nós. Por que? Porquê todos morreremos, até o presente momento pela ciência eu garanto que todo ser humano morrerá! Para nós Cristão Católicos cremos que  nós morreremos e encontraremos Jesus. Precisamos estar pronto para MORRER!

                  Todos nós, assim como nos preparamos para as provas finais, para o encerramento do ano, devemos nos preparar para morrer. Bronnie Ware, é uma enfermeira de pacientes terminais na Austrália. Ela escreveu um livro chamado: ANTES DE PARTIR, OS CINCO PRINCIPAIS ARREPENDIMENTOS ANTES DE MORRER. Nesse livro ela relata sua experiência e resume as cinco maiores queixas: – Eu deveria ter a coragem de fazer as coisas que eu desejasse e não o que os outros desejassem que eu fizesse. Eu deveria não trabalhar tanto. Ter a coragem de expressar meus verdadeiros sentimentos. Eu deveria estar mais próximo dos meus amigos e por último Eu deveria me fazer mais feliz.

                  Essa lista é extremamente patética. Todos esses arrependimentos são totalmente desnecessários e evitáveis. Todos nós sabíamos que essas coisas viriam e não fizemos nada para evitar ou nos prontificar  para combatê-las.

                  Nesta primeira semana  do Advento estamos nos preparando com as Leituras dizendo que as forças do céu se estremecerão. Nós que vivemos pela Palavra sabemos que quando esses sinais aparecerem será o sinal da Segunda vinda do Senhor e muitas delas já estão ocorrendo. Nós vivemos num mundo aterrorizado pela Morte, porque não estão preparados. Para alguém preparado a morte é apenas uma mudança, para um homem uma mulher de fé, é uma redenção.

                  Jesus alerta a todos sobre o coração que não está preparado, ou seja, que está com o coração endurecido por GULA, PREOCUPAÇÃO E EMBRIAGUEZ. Essas três coisas estão ligadas ao que herdamos com o pecado original. A primeira coisa é que nós vemos as coisas mas não totalmente como elas são. Nós temos desejo mas esse desejo é fraco. Segundo é concupiscência o que é , a atração pelo pecado. A terceira coisa é viver sempre antecipando as coisas, ou seja , se pré ocupando de coisas que não chegarão nunca. O que acontece quando nós estamos sob o efeito do álcool! Todos sabemos, ou seja, ele amplifica o efeitos do pecado original. Quantas vezes nessas festinhas de juventude, os jovens após se embriagarem fazem coisas que jamais fariam se estivessem sóbrios e assim somos nós ! Amplificamos em nós tudo isso.

                  Muitos de nós hoje estamos vivenciando algo que parece que pensamos nisso o tempo todo, ou seja, temos uma visão GO PRÓ, referindo a essa câmera fantástica que podemos colocar em nós ou em algo que está em nós como um capacete e que mostra tudo que está em frente, mas é uma visão limitada e muito rápida quando estamos em movimento. Outra maneira é mais sábia, a maneira de ver as coisas como um Drone nas alturas, e de lá observar tudo de um prisma bastante mais amplificado.

                  Nessa visão mais amplificada, onde  a sabedoria nos guia, nos preparamos para esse Advento, e assim estarmos prontos para MORRER. Do ponto de vista prático: Nesse Advento, escolha uma data e se prepare para morrer naquele dia. Por exemplo, dia 25 de Dezembro de 2018 eu morrerei. Então de hoje até o dia 25 faça tudo em seu coração que deva ser feito para estar preparado para esse dia, o dia de ir ao encontro do Senhor Jesus e assim voltar para os braços do Pai. Viva o Advento como preparação.

                  Essa preparação passa por uma experiência de perdoar e dar o perdão. Quem você hoje desejaria ficar um pouco junto antes de morrer. Existe alguém que você  deseja ligar e se encontrar antes de partir? Quando seria sua última confissão antes de partir? Esse Advento não vai ser uma opção e sim algo muito necessário. Não desperdice esse tempo tão precioso.

                  Quantas mortificações nós precisaremos fazer até o dia 25? Mortificações são pequenas mortes que nós vamos experenciando. Largando tudo para trás vamos ficar apenas com o essencial. Você católico não precisa fazer coisas loucas até o dia de morrer, pois seria desperdiçar, e nada emocionante será comparável o que virá após nossa morte.

                  Para morrer bem, esteja preparado em Sabedoria e Graça, sem arrependimentos pois diante da Confissão e em dia com os Sacramentos não temos nada que nos arrepender, pois tudo já foi lavado pelo Sangue de Jesus, na Confissão nós morremos para o pecado, para o passado e vivemos para Jesus que é Vida, e Vida em plenitude. Portanto, seja esse dia que chega não o último dia da nossa vida, mas o primeiro da Vida Eterna junto de Deus que é Amor!   

                 

        

        

                  Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu desejo do fundo do meu coração me preparar para te encontrar Senhor! Eu desejo romper com tudo aquilo que me obstrui de estar puro diante do Senhor no momento que o Senhor me chama! Sim oh Pai, tenho apenas alguns dias até o dia da minha partida e preciso estar mais do que pronto, para não me perder pelo caminho. Tira de mim até esse grande dia tudo que endurece o coração, combata em mim com seus Anjos a Gula, a embriaguez e a Preocupação. Pois na Sua Presença nada mais será importante pois tudo passou, da morte à Vida! Que eu possa Morrer para o pecado e viver para Vida Eterna!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém

 

                           O coração da religião é ADORAR A DEUS!  E o coração da Adoração é sempre o SACRIFÍCIO, um Dom que está  sendo derramado no altar. Onde o seu dom está sendo derramado? Onde é o seu altar?

                           Quando nós nos tornamos fãs de um determinado esporte, nós temos duas posições dentro desta realidade, uma é se tornar um atleta dentro daquele determinado esporte e o outro é ser um torcedor, ou seja, assistir o que outros estão praticando. Isso também serve para música, alguns decidem ser músicos e outros preferem ouvir músicas, ir ao concerto e assistí-lo. Quando vamos a um jogo de futebol, mesmo sendo expectadores desejamos fazer parte disso, temos a chance de participar e quando alguém do nosso time faz um gol, sentimos como se fosse nós mesmos a fazê-lo.

                  Problema quando o assunto é Religião Católica, quando vamos a Missa, e fazemos o mesmo. Ao invés de Participar da Celebração Eucarística, queremos apenas assistir os outros participarem. Nós não fomos batizados para assistir a Missa. Nós não fomos chamados para ficar a distância mesmo dentro da Igreja. Temos que fazer parte disso, pois fomos chamados para ADORAR a Deus.

                  Ninguém vem a Missa para ouvir a música, para ouvir o que o Padre irá falar nesse dia, para encontrar as pessoas. Nós devemos vir a Missa  para o Altar! Esse é o objetivo maior de mergulhar no Mistério da Missa. Sim, para entendermos o mistério é preciso mergulharmos nele. Quando dizemos que amamos alguém, não conseguimos traduzir isso em palavras, mas podemos dizê-lo porque mergulhamos no mistério do coração do outro.

                  Todos os que vieram à Missa no dia de hoje, têm algo em comum. Todos desejaram ao vir, amar a DEUS. E ainda mais, todos que vieram quiseram amar mais a DEUS!

                  Quando Jesus dialogou com um judeu, que de todo o coração perguntou a Ele :- Qual era o maior mandamento?  Jesus respondeu:

          – Amar a Deus sobre todas as coisas e amar aos outros como a si mesmo. Duas maneiras de amar à Deus: – Obedecer à Deus e o segundo é ADORÁ -lo.  A palavra hebraica Shachah: quer dizer não somente obedecer mas Adorá-lo.  O coração da religião não é o Credo. A Bíblia não é o coração da Religião. Tudo tem o seu lugar. Mas o coração  da Religião é a ADORAÇÃO e o coração da adoração é : SACRIFÍCIO.

                  Assim temos então a seguinte questão: Qual o lugar do Sacrifício? O local do Sacrifício é o ALTAR. Este o local da Adoração.

         Por isso é o local maior dos Judeus desde o antigo testamento. O local do altar é Templo. Não era Sinagoga, pois esse era o local da escola da fé, mas no Templo em Jerusalém era o local da Adoração. Quando os babilônios destruíram o Templo, o povo de Israel ficou sem local de adoração. O Templo é e será sempre o lugar de vencer todos os rivais, para ali adorarmos um Só Deus e Senhor. Romanos 10:9: Jesus é Senhor!

                  Falando sobre o Velho testamento, mais ainda no tempo da Escravidão do Egito, quando Deus através de Moisés anuncia a libertação e vitória sobre o grande Rival, os sinais que marcam a manifestação de Deus no Egito sobre o fenômenos naturais mostra o Poder de Deus sobre os rivais, sobre os falsos deuses que o povo egípcio cultuava e que tinham contaminado a fé do povo de Israel. Deus tornou o Rio Nilo num Rio de sangue dizendo eu sou maior que o rio Sagrado que vocês cultuam. Deus desce sobre o povo  as pragas e torna o sol em escuridão. Yahweh vence os falsos deuses e demonstra ao seu povo e ao povo egípcio o seu Poder. O Deus de Israel, Yahweh se faz presente,  o alfa e o ômega. Deus ordena ao povo de Israel que tomasse um cordeiro, preparassem cada um o seu e com o sangue marcassem suas casas, para que o anjo exterminador poupasse aquela casa. A marca do cordeiro era para que o povo cortasse definitivamente os laços com o Egito, que para os egípcios o cordeiro era sagrado e ninguém o sacrificava. Assim o povo matava o último rival e adorasse somente o Senhor dos Exércitos. Assim poderiam adorar a Deus no Altar! Moisés executando o que Deus  o instruía, toma o sangue do cordeiro no altar, metade derramava no altar  e metade sobre o povo ancião representando o povo. Olhe agora para Missa, comemos e bebemos o Sacrifício na presença de Deus.

                  Muitos vem para a  Missa e não sentem nada, pois não buscam a adoração. O  povo de Israel vinha ao templo mas antes ficavam uma semana com o cordeiro que iriam ofertar, para que pudessem ter afeto ao animal, e assim seu sacrifício ainda fosse mais valioso, pois era algo que tinha para eles muita valia agora e era o dono do animal e chefe de família que cortava a garganta do animal. Após o corte, colhiam o sangue do animal e ia ser depositado no altar e esse animal limpo iria para a casa para servir de alimento na ceia. Para Deus tudo! Não era mais anônimo o sacrifício, era algo que para eles tinha muito apreço.

                  O que nós temos que ver no Altar e no Sacrifício  não somente receber mais oferecer algo. Assim não se pode dizer que vem à Missa apenas para assistir após tomar consciência do que esse grande Mistério representa. Jamais diga que uma Missa é isso ou aquilo, pois toda Missa é composta dos mesmos mistérios, onde tudo está dirigido ao Senhor que dá através da nossa oferta o Sacrifício de suave odor a Deus. Devemos vir para adorar o Senhor, e tudo virá por acréscimo. Queremos fazer o que Deus quer, Adore o Senhor no Altar!

                  Quando Jesus se ofereceu por nós? Em primeiro lugar no Calvário, mas Ele disse que Ele se entregava como Sacrifício, na Última ceia. Jesus disse: –  Esse é o sangue que será derramado por vós e por todos para remissão dos pecados. Ele segue dizendo fazei isso em memória de mim! Meu corpo é verdadeiro alimento e o meu sangue verdadeira bebida.

                  O ofertório é o momento da Missa em que colocamos o Cordeiro no nosso ombro e caminhamos para o altar para oferecer a Deus. Esse é o Cordeiro que é o nosso mais precioso que trazemos no altar para Adorar o Senhor em Espírito e em Verdade.

                 

                 

                 

        

                  Oremos: Abbá (Pai) Amado, retira de mim todo o Espirito de tibieza para com as coisas sagradas da minha vida. Sim, Senhor, as coisas sagradas não são somente os dons que o Senhor me deu, mas as pessoas que o Senhor me confiou e as minhas funções em cada lugar onde o Senhor me coloca a cada dia para ser presença viva Dele onde eu estiver. Senhor que as minhas mãos estejam sempre limpas para ofertar de maneira pura tudo que tenho e sou, para a Glória do Seu Nome, para o nosso bem e de toda a Santa Igreja. Senhor me ensine a Adorá-lo em Espirito e em Verdade, com toda minha mente, com toda a minha memória com toda minha alma e com todo o meu ser! Desce sobre mim Senhor o Teu Santo Espirito!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém

 

 

 

         Hoje a Terra ficou mais pobre e o Céu mais Rico! É Assim quando um Servo Fiel do Senhor dos Exércitos é chamado de volta para a casa do Pai!

         Padre DeGrandis ou Bob, como ele  gostava de ser chamado, é para nós brasileiros um Ícone da Renovação Carismática Católica. Ele nos deixa hoje, em Baltimore, no ancionato dos  Padres Josefitas, sua Ordem, para a Eternidade. O homem é eterno quando suas obras permanecem, e ele foi um Missionário incansável pelos quatro cantos do mundo a pregar e exercer seu Ministério de Cura Interior. Tenho a honra de tê-lo com introdutor do meu Livro A PONTE. Desde que o conheci em Washington sempre que podia ia visitá-lo, tinha no meu coração o desejo de  não deixar que ele  ficasse sozinho e sem notícias do Brasil como ele tanto gostava. Todo o ministério de Cura Interior que o Senhor me confia, devo a ele e ao Padre Jonas, em seus ensinamentos.  

         Saber que a presença de um só homem, falando uma língua estrangeira, fez engarrafar a Rodovia Presidente Dutra em uma de suas passagens pela Canção Nova em Cachoeira Paulista, nos dá a dimensão do seu Carisma. Deus confiou muito a este homem simples, de fala mansa, mas de uma Unção acima da média. Agradecemos também a providência do Padre Eduardo da Século XXI seu amigo de tantos anos, que o trouxe a Terra de Santa Cruz.

         Tenho certeza de que muitos Sacerdotes, Freiras e Religiosos no mundo todo hoje estão de luto, pois foi através dos seus Retiros que muitos tiveram seu chamado para a Messe ou foram renovados em seus chamados, para uma vida, verdadeiramente Santa.

         Faço aqui esta homenagem na minha pequenez por esse grande homem, que nos deixou tantos escritos dignos de um grande formador, simples e profundo, amoroso e ao mesmo tempo profeta, que fala para sua época sem temor e anuncia para as gerações futuras.

         Não poderia deixar de agradecer a Deus, por tê-lo colocado em meu caminho quando eu mais precisei ao atravessar o meu tempo de dor e sofrimento e ele sempre esteve comigo, seja na presença seja na distância, me ligando para orar por mim pelo telefone, ou enviar uma mensageira do Espirito Santo , Irmã Beneditina Gemma Marie, Coreana , que passava um tempo aqui no Brasil em Sorocaba para no meu aniversário rezar impondo as mãos sobre mim, e me presentear com a quaresma do Perdão Incondicional, alguns meses antes da minha cirurgia. Eu me uno ao seu luto, Irmã Gemma Marie neste dia de adeus.

         Bem, Deus seja louvado sempre pelo Dom da Vida do Padre Bob Degrandis, e todas as sementes que deixou pelo caminho que cresceram e deram muitos frutos como o Padre Marcelo Rossi, e tantos outros, unidos a renomes como Padre Jonas, Padre Eduardo e tantos que lotam essa lista. Estádios lotaram para receberem esses Arautos e dali serem transformados pela Palavra de Deus e a Sabedoria que Cura todas as coisas ( Sab 16-12).

         Até breve meu amigo, meu conselheiro, meu diretor, meu Pai Espiritual, meu querido Homem de Deus, nada poderia mais homenagear a sua entrada no Céu, que ir para a Casa do Pai, no dia de São Domingos, pois os Arautos se atraem! O Que vejo é uma procissão de Anjos e os seus Santos de devoção te recebendo no seu pleno vigor, como esta foto que publico nesse artigo, pois é com esse semblante que eu guardarei  a ti no fundo do meu coração e da minha memória até o dia em que o Senhor me chamar, por isso , interceda por mim do céu!

         Amém!

         8 de Agosto de 2018.