ALGUMAS pessoas sabem exatamente o que elas querem e exatamente o que elas necessitam.  A Maioria de nós não! Por isso, me incluo neste grupo. Enquanto eu não necessitar verdadeiramente por um Salvador eu não serei capaz de experimentar a Alegria desta chegada. Mas quando eu sei o que eu espero e o que eu anseio, Natal se torna algo muito maior do que um simples feriado.

                             Nesta época do ano as pessoas tem a cada ano se transformados numa preocupação absurda sobre presentear as outras pessoas. Problema nenhum, se o convívio entre estas pessoas fossem no resto do ano, algo que justificasse. Muitas coisas nós ganhamos e não gostamos. Mais um trabalho para ter que trocar.

                             Mas hoje, o Senhor está te perguntando o que você Anseia, o que você quer?

                             NO Capitulo 7 Isaias, descreve o momento onde Deus revela ao seus filhos de Israel, que Ele iria lutar pelo povo judeu. Não somente iria lutar ao lado de Israel mas Ele viria habitar no meio de nós e seu nome seria Emanuel ( Deus Conosco). Muitas vezes em nossas vidas não sabemos o que queremos. Não sabemos pedir a Deus. Por isso Natal é tão profundo que nos leva a refletir sobre o nosso coração. A medida que eu Necessito do Natal, da vinda do Senhor maior é a minha expectativa da sua chegada.

                             MUITAS vezes estamos experimentamos estar fazendo as coisas da Igreja  de forma superficial e sem compromisso. De repente você se confronta com  uma necessidade vital por Cristo. Daí sua vida muda. NO momento em que você acorda para a realidade do Natal, para a necessidade de um Redentor, de um Salvador, de Jesus, então você está diante da realidade de quem sem Ele estaria morto.

                             A Alegria do Natal está diretamente relacionada a verdadeira expectativa daquele que reconhece que precisa de um Salvador. Isso é pessoal. E tem que ser. Mais de 40% dos católicos brasileiros não sabem que se podem ter um relacionamento pessoal com Jesus. Então a Celebração do Natal se torna coisa de criança, ou apenas uma festa de família.

                             Natal é um feriado religioso, no coração! Neste dia estamos então estamos num lugar muito maior do que alegria, música… Eu não sei se o que eu quero é o que Deus quer. Este dia revela o que Deus quer, como Ele responde: – Eu quero meu povo! Ou seja, Eu quero você, diz o Senhor. Deus sabe exatamente o que Ele quer. Então diga ao Senhor que você quer saber amá-lo de volta assim como Ele nos ama. Diga que quer um coração que ama a Deus. Assim neste momento abra seu coração e Louve o Senhor do jeito que você está agora. E o Natal acontecerá em você! Deus nos ama e nos quer imediatamente  quando nós nos abrimos. Venha ao Presépio ser amado pelo Senhor!

                                  

                             Oremos: Abbá (Pai) Amado, eu te peço hoje , que venha revelar nos corações dos descrentes o verdadeiro sentido do Natal. Senhor, seu povo tem se perdido em meio as preocupações do fim de ano, e principalmente em adquirir coisas, presentear coisas que muitas vezes é obrigação. E todas as pessoas foram às compras como tem ido a Igreja, simplesmente por obrigação. Senhor revela nos corações o que o verdadeiro sentido do Natal representa. Sim Senhor, os que se reconhecem precisar  ou necessitar de um Salvador se alegrarão com sua chegada. Ajuda-me nestes dias de Natal a te fazer contínua companhia no Presépio, que é o mais querido por ti, o meu coração! Amém.

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém

 

                              Quando vivemos continuamente de forma distraídos e incessantemente entretidos com alguma coisa divertida, nós nunca vamos nos encontrar onde os divertimentos são sem fim, mas pelo contrário, estaremos perdendo a capacidade de apreciar as coisas, aqui e agora. Nós somos interpelados nesta semana a alegrar, orar sem cessar e dar graças, como podemos fazer estas três coisas maravilhosas se não conseguimos apreciar nossos momentos?

                             Hoje quero refletir com vocês a respeito do que tem aniquilado muitos dos nossos jovens. Perderam a capacidade de apreciar alguma coisa como preciosa. Antigamente ficávamos nesta época esperando o lançamento de um tal disco de vinil, de um tal cantor, que quando tivéssemos em nossas mãos, provavelmente através de um presente ou amigo oculto, levaríamos para casa e não cansaríamos de ouvir as canções tão esperadas. Hoje os jovens perderam a capacidade de esperar, de gestar algo que é extra do ordinário, que vai além do normal, e, portanto, deveria ser precioso para eles. Mas não, pois tudo hoje é disponibilizado de maneira a atender os desejos de todos, então perdeu-se a graça de sonhar com aquilo.

                             Antigamente na época do Natal se passavam alguns filmes emblemáticos, como o Milagre da Rua 33 ou Rudolph, e era somente nesta época. Hoje qualquer um pode baixar a qualquer hora nas plataformas digitais e assistir quantas vezes quiser.

                             Alguma coisa que era um Evento passou ser uma coisa ordinária, qualquer coisa, sem ser especial. Tudo virou distração. Não acho que isso seja uma coisa ruim, mas a mensagem que vem disso é, nós perdemos alguma coisa mais profunda, nós perdemos a habilidade de apreciar as coisas. Qual foi a última vez que você disse que iria assistir algo na TV que era superespecial e você apreciou realmente aquilo e não apenas por distração. Qual a última vez que você ouviu uma música com os ouvidos do coração e pode sentir a profundidade de melodia e de onde a música deveria te levar.

                             Muitos de nós hoje, não comemos para saborear o que comemos, mas porque está lá. Ninguém mais assiste nada para apreciar mas para se distrair. Esta cultura atual está se tornando Viciada em Distração! Por isso não temos mais espaço dentro de nós para apreciar uma coisa, pois estamos inundados pelo desejo da distração que nos rouba nossos momentos especiais de degustação ou apreciação. Por isso estamos vivendo um tempo da ANEDONIA! ANEDONIA é a redução da capacidade de apreciar as coisas, como são os deprimidos ou viciados em drogas. E de repente estamos presenciando isso na Cultura da Distração.

                             São Paulo nos ensina na Leitura de hoje aos Tessalonicenses que nós devemos: Alegrar sempre, orar sem cessar e dar Graças porque esta é a vontade de Deus a nosso respeito. Nas três coisas há uma em comum, as três coisas nós não precisamos esperar para fazer, pode ser agora.

                             Eu preciso alegrar neste momento, agora. Reze agora. Imagine dar Graças agora, sempre no agora. Não importa o que você esteja passando neste momento, é possível fazer as três coisas. O que impede que você e eu façamos as três coisas agora é: Nós não vivemos neste momento presente!  Nós gastamos nosso tempo tentando ir para outro tempo, para outro lugar, eu tenho sempre uma outra coisa para fazer. Nós estamos tentando estar em outro lugar que este agora. EU NUNCA SEREI CAPAZ DE APRECIAR A VIDA SE EU NÃO APRECIAR O QUE ESTÁ AGORA DIANTE DOS MEUS OLHOS!

                             O que está sendo falado sobre tudo isso é: Deus está aqui e agora!

                             Todos nós conhecemos no Livro do Genesis a história de Esaú e Jacó, quando Jacó se encontra na situação difícil onde se ele voltasse para a cada seria morto por Esaú, e se prosseguisse seria morto pelos inimigos. Então ele resolve dormir, e no sonho ele visualiza uma escada onde partia da terra em direção ao céu e ele viu os anjos de Deus descendo e subindo onde ele estava. Então ele brada; Deus estava neste lugar e eu não o vi!!!

                             Isaias também confirma; Deus está aqui e agora. O problema é que nós não reconhecemos esta realidade. No Evangelho deste terceiro Domingo do Advento quando os fariseus chegam para João Batista e perguntam se ele seria o Messias, João responde: – Ele está no meio de vocês e vocês não o reconhecem.

                             Como nós podemos fazer as três coisas que São Paulo pede hoje? –  Simples, vivendo aqui e Agora. Porque Deus está aqui, porque Jesus Cristo está no meio de nós!

                             Hoje eu sugiro a todos que tentem nesta semana, neste tempo favorável, apreciar este dado momento! Pois este momento não poderá ser repetido. Então aprecie este momento, curta este tempo do jeito certo. Talvez você hoje precise de ficar perto de alguém pela última vez e não sabe. Quem de nós não daria uma fortuna para estar só mais um pouquinho junto daquele que amamos, antes que ele se parta para a eternidade?

                             APRECIE ESTE MOMENTO AQUI E AGORA.

                                           

                             Oremos: Abbá (Pai) Amado, eu te peço hoje que retire dos meus pensamentos toda Anedônia, toda a incapacidade de apreciar as coisas, e são tantas as coisas que o Senhor me convida hoje a apreciar. Eu quero alegrar-me sempre, em todas as circunstâncias, mesmo na tempestade ou mesmo na dor. Ensina-me a orar incessantemente, Senhor mesmo quando é tão mais difícil, mesmo que o mundo venha me requisitar eu preciso orar sem cessar. Ensina-me Senhor a dar graças, porque esta é a vontade de Deus a meu e ao vosso respeito!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém

 

                    É possível ter paz no meio da batalha? Paz não é ausência de guerra ou combates ou conflitos,  mas na presença de Alguém maior que a guerra e seus desafios…

                              A paz é encontrada quando alguém está pronto para o desafio atual e já fez tudo  o que deveria ter sido feito. Isto é, envolve principalmente na correta relação consigo mesmo, com os outros e mais especialmente com Deus. Arrependimento leva ao relacionamento correto e a Confissão é o grande presente que Deus tem oferecido a cada um de nós para que encontremos a Paz.

 

                              Santa Joana D´Arc, a donzela de Orleans tinha 17 anos quando recebeu um chamado de Deus para liderar o exército francês, na guerra contra a Inglaterra. Conversando com as pessoas do tempo de hoje, todos vão dizer que esta donzela era francesinha, louca, desvairada e motivada por insanidade. Mas não é a história que a Literatura mais séria nos apresenta. Sim, Sta. Joana recebe o chamado e o coloca em prática. Ela entendeu que todos nós estamos aqui por um propósito e realizar o propósito trouxe a ela, em seus escritos , mesmo nas batalhas,  Paz! Ela tinha paz inclusive enquanto enfrentava os Algozes Ingleses e seus exércitos.  Joana foi  capturada pelos ingleses e injustamente acusada , mesmo em tudo isso ela encontrava Paz! Ela estava em estado de Graça e  dizia:

         – Se eu não estou em estado de graça, Deus me colocou em Sua Graça! A donzela de Orleans tinha 18 anos quando disse isso publicamente.

                             São Pedro nos diz em sua carta, que devemos ser intrépidos para alcançar PAZ ( 2Ped3:8).

                             Paz não é ausência de problemas, estar sem fazer nada, em INATIVIDADE. PAZ não é não estar nem aí, se está em provas finais, ou em entrevista para emprego após a universidade, se der tudo bem e se não der tudo bem também, não, isso não é estar em paz isto é INDIFERENÇA.

                             Paz não é inatividade ou indiferença, Paz te faz mover para estar diante dos problemas com segurança .  A paz é quando você enfrenta um desafio e sente  que  está Pronto, bem postado.

                             Quando um atleta de maratona está para iniciar uma prova e ciente de que  tudo foi feito na preparação de forma correta, como está o atleta? Está em paz, pois fez tudo que precisava ser feito. O contrário é óbvio. Quando não estamos prontos, experimentamos Ansiedade, quando não estamos prontos, ficamos ansiosos e perdemos nossa Paz.

                             Estar pronto, é natural estar em Paz! Pessoas que estão a frente da morte, e mesmo assim estão em paz, experimentam esta paz pois  sabem que estão prontos para morrer, pois dizem que fizeram o que tinha que ter sido feito. Feito o que era necessário.

                             Deus quer que nós estejamos em paz! Por isso sempre nas Escrituras Ele nos convoca a estar em Paz.

                              A primeira coisa que quebra a paz é a Ansiedade. Falta de ação traz ansiedade, inatividade traz ansiedade.

                              Ação é o Antidoto para Ansiedade! Isso quebra a ansiedade e traz Paz! Não garante que você vença, ou que você consiga o emprego,  a nota fora de série, mas traz Paz!

                             Deus não é somente um bom Pai, Ele luta conosco por isso a expressão de quem está em Deus, é exalar Paz! Não importa qual situação esteja passando naquele dia, a Paz repousa sobre os que temem a Deus e andam em seus caminhos!

                             Segunda coisa que tira a nossa Paz é a falta de confiança que Deus esteja conosco. Na nossa última reflexão falamos sobre isso quando o povo de Deus se encontrava diante do mar vermelho com todo o cerco do Faraó, mas Palavra de Deus se apresenta e traz a confiança, faz com que  Deus haja e pela certeza da Sua Presença passaram a pé enxuto pelo Mar Vermelho! Deus quando se manifesta não de detém em generosidade, não faz nada pela metade

                             Quantas vezes nós duvidamos pois estamos em provação real, parece que Deus não está respondendo todos os nossos clamores. Deus nunca está atrasado em Suas Promessas, pois Ele está sempre agindo mesmo que nós não o reconheçamos.

                             No Capitulo 10 do livro de Daniel, Daniel para receber a promessa de Deus, quando ele visualiza a grande provação que o povo estaria sofrendo, uma calamidade iria acontecer. Ele reza por dias, jejua por dias, e não vê Deus agindo, até que tem a visão no dia 24o dia, quando ele tem a presença do anjo, e Deus fala através do anjo dizendo para Daniel que desde sua primeira oração Deus o :ouviu. Ele estará agindo no tempo certo. O anjo diz Daniel: –  Não temais! Deus ouve todas as orações. No mesmo momento pelo rei da Pérsia é induzido por um anjo das trevas e se inicia uma grande batalha espiritual. Os demônios fazem de tudo para retirar dos filhos de Deus a confiança em Deus. Todos nós no nosso dia a dia, estamos sendo tentados para que : a) Não acreditemos em Deus, b) Não confiemos em Deus, c) Não sintamos amados por Deus, d) De que não nos reconheçamos como filhos de Deus.

                              Estamos em uma franca batalha espiritual contínua, e esta batalha quer nos tirar a Paz, mas Jesus nos dá a vitória e restabelece a ordem das coisas e com nosso sim, nos devolve a paz! Duas coisas que tiram nossa paz é Inatividade e falta de relacionamento com Deus, porque quando não nos relacionamos bem com Deus, queremos ser deuses das nossas vidas, e como um deus que se preza precisa controlar tudo, e por não conseguirmos controlar tudo ficamos a mercê das nossas paixões, das nossas ansiedades, das nossas frivolidades e do nosso desespero, muitas vezes traduzidas em doenças  mentais e físicas.

                             A terceira e importante coisa que nos tira a paz é o pecado. Paz não e ausência de guerra, não é a  ausência de conflito, paz é a Presença e a realidade de ter uma correta relação com Deus. Paz também é fruto do relacionamento consigo mesmo( integridade) e com os outros. Esta é a ordem. Ordenando meu coração com Deus eu ordeno comigo mesmo e por conseguinte com os outros.

                             O que significa estar em correto relacionamento com Deus? Significa que você é o que Deus planejou para você, você assumiu o propósito que Deus confiou a você! Como Sta. Joana.

                             O que muitas vezes atrapalha este relacionamento saudável são os problemas de relacionamento. As vezes eu estou com problema de relacionamento com meu Smartphone, ou com meu trabalho, com minha esposa, com meu filho, com meu com meu Colega de Quarto, com meus amigos. Muitas vezes também esses problemas vem do tanto que eu valorizo os que os outros pensam de mim, ou ainda, eu tenho problemas com meu aspecto físico. Pessoas falam mal uma das outras e eu preciso saber entender quando falam de mim e não permitir que isso me tire a paz! Quando alguém fala algo ruim sobre mim eu preciso me perguntar duas coisas: – Isso é verdade ou não? Se for verdade eu preciso ver em que eu preciso mudar. Caso não seja verdade ignorar o que foi falado e não ficar ruminando comigo mesmo ou com terceiros, pois tudo isso tira a paz.

                             Quantos de vocês jovens, que estudam o ano inteiro com seus colegas e vão acumulando problemas de relacionamento, excluem pessoas, não ligam umas para as outras no seu próprio dormitório ou no alojamento.  Quantos de vocês estão em relacionamento amoroso, namorando e não estão tratando uns aos outros de forma saudável e respeitosa. Estes problemas são sérios pois atrapalham a vida do dia a dia, entre idas e vindas, entre crises e brigas, tudo para tirar a paz de cada um. Relacionamentos amorosos são complicados quando são turbulentos.  Tiram a nossa paz.

                             Muitas pessoas estão vivendo como  pessoas casadas sem serem. Querem viver casados antes de serem casados. Estatisticamente e comprovado cientificamente, é a pior coisa que você pode fazer para sua vida futura é namorar vivendo juntos como se fossem casados. Pergunte no dia de hoje como isso estará prejudicando espiritualmente você e quem você diz que ama, que você quer um dia apresentar a Deus Imaculada. O problema é o que fazemos aos outros, quando em sabendo que isso não é santificante ao outro e teimamos  em fazer assim mesmo, pelo nosso próprio prazer, com desculpas de que as coisas mudaram, que agora é assim, e que assim vão sabendo se vai ou não dar certo, podemos afirmar cientificamente que não vai dar! Esperar as coisas faz parte de sonhar juntos e construir um futuro juntos que vai durar, se depender de Deus, nada do que você fizer em Deus irá  falhar! Ele é um pai bondoso mais também Ele sabe educar. Nós muitas vezes dizemos que isso é legal, mas quando temos filhas, mudamos imediatamente de opinião, porque sabemos então como os pais sentem, como as coisas são na verdade e como as coisas sem Deus não prosperam e Deus quer o melhor para nós e isso não é o melhor, por isso perdemos a Paz! Pois não estamos em verdadeiro relacionamento com Deus, nem conosco nem com a pessoa que amamos, simples assim, por isso não há paz!

                             Infelizmente muitos jovens hoje não aprovam e não querem viver o que está na linha acima, mas é a realidade que Deus nos pede hoje, sejamos implacáveis para buscar a Paz! Como mudar esta situação, vá a Confissão para colocar aos pés da Cruz o que passou, onde perdemos o relacionamento com Deus e com os outros. Reconheçamos que estamos levando quem amamos ao pecado, e podemos ser perdoados. Quando vamos à Confissão, glorificamos a Deus, não é um local de vergonha, de perda, mas de Vitória, pois nós honramos Jesus que morreu na Cruz assumindo todos os nossos pecados!  Entregando nossos pecados na Confissão, estamos dizendo a Cristo, Jesus você venceu na minha vida! Pois eu posso pela Confissão nascer de novo, para o Caminho da glória de Deus! Nós não podemos ter medo de ter paz! Pense nisso todos os dias! Eu quero glorificar a Deus, Eu quero Santificar quem está ao meu lado e eu amo e por último quero ter minha consciência limpa, leve para que se o Senhor me chamar hoje eu esteja pronto! Em Paz! Como Joana D’ Arc., que dizia Eu não tenho medo de nada, pois eu nasci para Isso , e quem me confiou esta missão foi Deus!

                            

                                   

                             Oremos: Abbá (Pai) Amado, eu aceito Jesus Cristo como meu Senhor e meu Salvador! Como Daniel eu sei que desde minha primeira oração o Senhor Deus já me ouviu! Que coloca Anjos em minha defesa. Senhor eu quero colocar diante de ti todas as coisas que me tiram a Paz. Todos problemas listados aqui Senhor que me tiram a paz! Tira de mim a Ansiedade, a passividade, minha falta de confiança em ti Senhor e o pecado que está sempre a minha frente. Tira de mim Senhor todas as vezes que eu consciente ou inconscientemente dou ouvidos ao inimigo de Deus em minha vida. Senhor, eu não quero mais ter medo, pois eu nasci para isso, e quem me confiou esta missão foi o Senhor! Não quero mais temer de buscar novo emprego, de lutar contra esta doença, lutar contra  um Vicio, salvar minha família ou quem está ao meu lado hoje. Eu nasci para isso! Para todas as batalhas desta semana e deste tempo, Deus está conosco! Mesmo que esteja nervoso, ou com medo, socorre-me Senhor, pois eu quero estar sempre pronto para minhas batalhas e através delas alcançar a Vitória em Cristo e Glorificar ao Senhor dos Exércitos!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém!

 

            Algumas  vezes em nossas vidas deveríamos parar para refletir sobre qual o caminho estamos seguindo, para onde estamos indo? Isso é caminho de Céu ou não. Sendo não, qual a correção que devemos fazer.

                                       Hoje gostaria de refletir com vocês a respeito da Escuridão. Pois Jesus no primeiro Domingo deste Advento nos conclamava a VIGIAR! Fiquem preparados. O que ele queria se referir? Ele queria ser referir, o  que todo ser humano sente quando está diante da escuridão. Muitas vezes estou retornando para cidade pela Serra de Teresópolis e de repente me deparo com a condensação, com a neblina espessa, mal posso enxergar. Qual a reação imediata para isso? Ficar em alerta, as vezes até com o alerta do carro ligado para que os outros possam me ver.  Vigiai!

                                       Eu não sei qual a Escuridão que você possa estar passando neste dia mas eu tenho uma palavra para você do Céu: – Vigiai e orai!                

                                       Como médico e muitas vezes trabalhei em emergência desde minha formação, em situação de estresse, de crise diante dos acidentes ou das patologias emergenciais, como fazer passo a passo o que tem que ser feito sem perder tempo e sem colocar o paciente em risco desnecessário.

                                       Dentro deste contexto quando nós examinamos alguém num quadro emergencial, devemos procurar checar o nível de consciência do paciente, se está acordado, se está lúcido, se está orientado, se está cooperante. São escalas de avaliação do nível de consciência como a Escala de Coma de Glasgow. Que varia de 3 a 15 sendo 3 o pior cenário e 15 totalmente lúcido e orientado. Num momento de trauma e de emergência como é importante para o paciente se lembrar de quem ele é, onde ele está e como ele chegou lá.

                                       Em momentos de crise, como é importante para cada um de nós, se LEMBRAR! Neste tempo de Advento, que bom que a Igreja nos convida a parar para nos lembrarmos de como chegamos. Lembrar do passado para a Igreja significa encarar o futuro com coragem e sabendo de onde você está vindo e para onde estão indo! Diferente do mundo secular que para quem se lembra traz nostalgia, e normalmente fica até triste, para Igreja não é viver no passado, é trazer o passado para o presente e se reconciliar com ele, para se mover para o futuro!

                                       Quando alguém celebra um aniversário de relacionamento, seja de namoro, noivado ou matrimônio deveria ser feito de uma forma edificante. Lembrar de tudo como começou, da empolgação inicial, da paixão, dos esvaziamentos, das reconciliações, das brigas, das discussões, dos perdões, das retomadas, dos objetivos, do quanto o amor veio amadurecendo neste tempo, provado pelas crises, financeiras, doenças, acidentes e  acontecimentos. Celebrar este dia é tomar o fôlego necessário para buscar o futuro com esperança e coragem. Assim nos lembramos, para enfretarmos o futuro. Quando se está diante de uma Escuridão a melhor atitude é se lembrar! Como  eu cheguei aqui e como se faz para continuar e vencer esta escuridão até chegar na luz! Meu pai dizia que para se testar a organização de alguém deveria checar a localização das coisas quando não se tem luz, no escuro. Quando você  pode localizar as coisas no escuro você se lembrou de tudo, e para isso é  necessário que esta pessoa esteja sempre obedecendo a uma ordem, uma ordenação, uma rotina, um caminho o qual se pode trilhar até mesmo quando não se tem luz, na Escuridão.

                                       Casais muitas vezes brigam um com outro sempre pela mesma razão muitas e muitas vezes. Por que? Porque não se lembram de como foi a última briga. Porque quem faz isso da mesma maneira sem se lembrar do que sempre acontece é estúpido! Quando perguntamos o porquê estamos sempre perguntando a nós mesmos por que? Exemplo melhor é o marido que é casado há 15 anos e sua esposa sempre está atrasada para as coisas e ele sempre esperando. Por que esquecemos, ficamos irados da mesma forma  com esta atitude,  sempre ficamos novamente irados. Porém quando tomamos a consciência de  que o atraso não mudará, mudaremos  o  futuro, ao invés de ficarmos irritados. Se eu não posso mudar uma coisa eu preciso que as coisas me modifiquem! Esta é a oração da mudança e da lembrança. Lembre-se do passado e se mova para o futuro. Não seja tolo! Não se esqueça das coisas para não se tornar tolo.

                                       São Paulo diz que : Deus é Fiel! Sempre lembre-se disso. Escuridão, Trevas sempre virão. Mas Deus será sempre consistente. Nas trevas não pare, continue a marchar, pois Deus estará atuando. Por que nós estamos sempre pegando a Palavra, todos os dias, para os lembrarmos do quanto Deus é fiel!

                                       Pense no dia que o povo de Deus chega a beira do Mar Vermelho, de frente o Mar atrás o Exército mais poderoso do mundo da época. Coloque-se no lugar deles! O que eles sentiram, nós sentimos todos os dias quando estamos diante de uma situação de Crise e de Trevas. Mas a voz de Deus sempre vai soar aos nossos ouvidos, povo de Deus! – O próprio Senhor irá batalhar por nós! NÃO TEMAIS! Vocês verão a vitória!

                                       Jesus se aproxima da menina que havia morrido e ao proclamar: Talita Kum,  a menina se levantou. Jesus fez caminho onde não havia!

                                       O mesmo nós vemos em João 11-4 onde Jesus diz a Marta e Maria que aquela doença não traria a morte, mas por ela seria Glorificado o Filho de Deus! Lazaro estava morrendo e depois ele morre! Jesus chega e traz Lazaro à vida, quando não havia mais caminho, não havia mais saída! O que Deus tem feito por mim e por você  na nossa vida, perguntemos a nós mesmos. Escreva as coisas e marque com um marca texto tudo o que Deus tem feito na sua vida. Em inglês existe o Rose and Thorn baseado num personagem em quadrinhos que tem duas faces uma boa e outra má, mas o que isso quer dizer é: – Qual o melhor e o pior momento da sua vida e o que Deus fez em cada uma delas. Quais foram as crises e as trevas nas nossas vidas e o que isso mudou nossa vida, nossa maneira de agir, de viver.

                                       Duas irmãs adolescentes tinham o hábito de todas as noites antes de dormir escreverem no diário a pior e a melhor coisa do dia! Em um domingo quando o Evangelho versava sobre as Noivas prudentes e as imprudentes, uma das irmãs pegou uma frase e assinalou: – “Então a porta se fechou! Esta frase realmente é muito poderosa. Deus nos deu a vida toda, umas com muitos anos e outras com menos para escolhermos o caminho do céu e não deixar que a porta se tranque e não abra nunca mais para nós! Nós só temos uma chance para fazer das nossas vidas, vidas com valor para alcançarmos o Céu! Faça da sua vida uma vida valiosa “  E acrescentou uma frase do Senhor dos Anéis, quando Gandolf diz: – “O que nós temos que decidir é o que faremos com o tempo que recebemos !” Esta menina tinha apenas 15 anos e  Câncer! E em pouco tempo depois veio a falecer! Na homilia de sua morte o Arcebispo disse: – “ Nós não devemos educar nossos filhos para viver muitos anos, mas para a VIDA ETERNA!”. Como estamos hoje educando nossos filhos. Estamos dizendo a eles que eles viverão muito tempo e terão tempo para buscar a Deus, ou poderão achar a Porta TRANCADA?  Estamos perdendo a coragem de mostrar aos nossos filhos a frase do Gandolf. Não ensinamos a Palavra de Deus e as contas que vamos prestar! Deus nos quer! Deus nos deseja! Deus nos abençoa a cada segundo para que vivamos e cresçamos no Seu Caminho! Não importa o que aconteça conosco ou com nossos filhos que seja para a Glória de Deus! Esta menina ensinou tantas pessoas em dez meses de sua doença, porque durante  todos os dias com sua irmã achava motivos para escrever sobre alguma coisa muito legal e a outra coisa que não foi legal, mas a cada dia mesmo na escuridão, escrevia! Jamais em só dia ela deixava de se lembrar, pois a lembrança nos faz fortes e nos mostra de onde viemos! Nas trevas somente há um caminho, o caminhar em direção a luz com Deus! Quando estamos na Escuridão não precisamos ver precisamos LEMBRAR!!!

                             Diante desta situação de câncer numa menina de 15 anos todos vão perguntar por que ainda os pais teriam fé. Onde estaria Deus numa situação dessa? Onde? Como Deus não curava essa menina?  A resposta viria lendo o diário desta menina, e toda a sua fé transformada em palavras de consolação a quem se deparasse com o que estava escrito ! Ela já estava pronta para entrar no céu, muito mais do que alguém que vivesse muito mais!

                                       Seus pais já haviam educado sua filha para o céu! Esta é a grande função dos pais, educar para o céu e não para viver muito tempo!

                                       Em tempos de crise, em tempos de trevas, você não precisa ver, você precisa apenas se LEMBRAR!

                                              

Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu preciso da Sua Presença poderosa neste momento da minha vida. Sou pessoa fraca e de  inteligência limitada para alcançar todos estes mistérios da minha vida. Sim Senhor, hoje quero te oferecer tudo o que estou vivendo, recebe Senhor esta Escuridão, esta treva que me tira minha visão e por isso preciso aprender a me lembrar e portanto tomar o caminho da Luz! Ajuda-me nesta situação que pode hoje ser uma doença, uma crise financeira, uma provação que parece acima das minhas forças, uma separação, uma dor provocada por um ou uma filha. Senhor eu não estou sabendo educar meus filhos para o céu, ajuda-me Senhor! Fica comigo neste tempo, perto de mim! Perto do seu Sagrado Coração, para que eu mergulhando Nele possa me amparar diante de todos estes desafios e atravessar o Mar Vermelho das minhas provações!  

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém!

         Inferno não é somente Real, é uma possibilidade real. Aqueles que o Senhor descreve como sendo condenados, não  porque cometeram algum pecado por si só, mas como resultado da passividade. Pecados de omissão tem efeito não somente nesta vida, mas na vida Eterna.

            Quantas pessoas chegam ao final da vida e como disse nos outros capítulos, ao encarar de frente suas vidas, chegaram a conclusão: Que desperdiço de vida!. O que na verdade desperdiçaram? Desperdiçaram seus talentos e suas disposições, Não rejeitaram a passividade e assumiram suas responsabilidades.

            Olhe por este lado. Quando você morrer imediatamente será esquecido. Por outro lado não devemos ficar olhando para nossa vida, se somos ou não esquecidos, mas se somos lembrados na eternidade. Ter uma vida com significância significa ter tido uma vida trágica, ou seja, que não buscou a santidade em Vida! Nós teremos ao final de nossa vida, um veredito sobre o que fizemos com nossa vida! O que escolhemos, o que fizemos. Nosso veredicto será sobre o que não fizemos, pois nós desperdiçamos nossa vida, não fazendo nada.

 

Todos nós desejamos ter uma vida com significância, uma vida que valesse a pena, com muitas oportunidades, mas desperdiçamos, pelas nossas fraquezas. Isso não depende de Deus, Ele nos escolheu desde a eternidade. Pouco de nós deixará uma marca de vida super especial. Mas somos chamados hoje a acordar para esta realidade. Ser lembrado não que dizer que vivermos uma vida significativa. Mas ter vivido uma vida para ser lembrado na eternidade!

            Deus nos quer mesmo. Deus não quer nos perder. Ele nos escolheu. Ele nos quer com responsabilidade e rejeitando passividade. Deus quer que nós o escolhamos. Deus nos ama. Deus sabe que Ele fez tudo isso para respeitar nossa liberdade. Para Deus nosso valor é  a vida eterna e não morte. Ele quer que vençamos a indiferença. No Evangelho Jesus nos convida a vir ao seu Trono com Ele. Inferno foi feito para seus habitantes e não para os filhos de Deus. Deus não quer perder nenhum de nós. Jesus veio para  os pecadores, para convidar os banidos pelo mundo para voltar ao Senhor. Não há entre os vivos ninguém que esteja fora do Amor de Deus!

            Mas a passividade leva os filhos de Deus para o inferno. Para a ausência de Deus eternamente, pois não rejeitou esta passividade. A pergunta hoje é : Você quer o Senhor?

            Jesus hoje não  é somente o Rei, mas o nosso Rei. Nós pertencemos ou não ao Senhor? Por isso Ele nos convida a rejeitar a Passividade. Jesus nos deu as respostas do nosso exame final. Por isso Ele pergunta no Evangelho do Domingo do Cristo Rei, o que nós fizemos quando o menor de todos  estava preso, doente, abandonado, asilado, surrado, o que fizemos? A Ele que fizemos!

            Qual é hoje na sua e na minha vida a pessoa mais difícil para amarmos? Tenho certeza que é a pessoa que mais precisa do nosso Amor! (Santa Teresa de Calcutá).

            Quem são as pessoas ao nosso redor que estão precisando de nós! Absurdo hoje, 45% de nossa população experimentando SOLIDÃO CRÕNICA!!! Isso  é muito sério! As pessoas têm todas as coisas materiais para sobreviver, mas não estão sendo amadas. Jesus disse isso a Santa Margarida: O amor não é amado.

            Há um casal em Roma, que estão casados há 71 anos. Conhecidos em seu prédio, estão há duas semanas chorando, copiosamente, todos correm para acudi-los pensando em algum crime ou emergência, eles tão velhinhos, e quando chegou o socorro descobriram que eles choravam de solidão.

            Jesus hoje está dizendo para mim e para você: – Eu quero ser seu amigo. Quem está com Jesus tem sempre um amigo fiel. Jesus está dizendo hoje a todos os que se sentem esta solidão; – É muito bom você existir!

            Olhe para todos os seus próximos hoje, e veja se alguém na sua faculdade, ou na escola, ou vizinhança está precisando de Amor!. Somente Seres humanos podem dar AMOR! Somos  as únicas criaturas que podem dar de si mesmos para alguém!

            Diga para alguém hoje: – Posso sentar contigo hoje? Posso caminhar contigo? O que você vai fazer hoje a noite? Posso tomar um chá contigo? Olhe quantos em nossa volta estão esperando nosso olhar, nosso carinho, nossa compaixão, nossa alegria, nossa mão estendida.

            Como eu posso amar meu Rei hoje a noite? Abrace sua significância eterna, rejeite passividade, não seja passivo em não fazer nada e comece a dar de si mesmo aos mais necessitados.

 

Oremos: Abbá (Pai) Amado, neste último momento deste ano litúrgico quero agradecer todos os momentos e oportunidades que o Senhor me concedeu para vencer a indiferença. Senhor eu necessito da sua força e poder para ir ao encontro do outro, e me doar ao outro, tendo uma vida com significado. Eu escolho o Senhor! Somente quero a Ti e que seja o  meu maior prazer fazer a Tua Vontade!  

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém!