Oi gente! Sou Maria de Lourdes, tenho 20 anos, sou natural de Mossoró-RN e hoje sou discípula da Comunidade Canção Nova. Venho partilhar com vocês a minha experiência com a Palavra de Deus, que se dá na simplicidade e na busca constante por mais profundidade.

A Palavra de Deus tem sido para mim como bússola, que me indica o caminho a seguir que me trás de volta e me põe no rumo certo. Muitas vezes acho que estou bem, que estou dando passos corretos, mas vem a Palavra e assim me deparo com minhas verdades, me fazendo enxergar as minhas más intenções, mesmo que minhas iniciativas fossem boas acabaram saindo do que era plano de Deus. Ela me faz entender que mesmo que a minha vontade não seja ruim, seja boa, é preciso estar na vontade de Deus, é preciso estar no lugar certo!

Tenho feito à descoberta de quem é Jesus e de quem eu sou para Ele, nesse processo aceitando e assumindo que o Pai me ama como sou, o Pai me acolhe e me chama a uma vida nova em seu Filho.

Por tantos fatos de minha história, trazia comigo muitos medos, que foram sendo superados pelo auxilio da Palavra. É ela que me encoraja e muitas vezes não me deixa desistir. A passagem do meu chamado diz isso Daniel 3,40b: “Pois jamais haverá decepção para aqueles que em ti confiam”.  Quantas vezes eu precisei voltar para ela e nos medos, nas incertezas dizer para mim mesma “… jamais Ele te deixará na mão”, JAMAIS é JAMAIS e por isso tenho que confiar.

A Palavra me dá a certeza e a segurança de estar em Deus e de estar no rumo certo. Faça você também a sua experiência, como diz o Monsenhor Jonas “A Bíblia foi escrita para você”  e de fato foi! E quando recebemos algo feito especialmente para nós não podemos recusar, pois foi pensando em nós, tendo em vista o que somos. Receba este presente que foi escrito PARA VOCÊ!

Na Canção Nova nós utilizamos um método simples e eficaz que te levará a uma verdadeira experiência com a Palavra. É um método descomplicado, por isso não preocupe pois será fácil de entender e fazer. Se chama “a Bíblia no meu dia a dia” existe um roteiro de qual livro da Bíblia é melhor para iniciar o estudo.  Na forma de diário espiritual em um determinado capítulo separamos o que são: Promessas de Deus; Ordens de Deus; Princípios Eternos. Diante disso, em oração colhemos qual é a “mensagem de Deus para mim hoje” e “Como aplicar isso em minha vida”.

Quero muito que você se aventure na vivência da Palavra de Deus, mais do que eu é Ele que quer se revela a você! Faça sua experiência! Ele quer te amar plenamente!

Deus te abençoe! E que a Virgem Maria te leve a ser um homem e uma mulher da Palavra!

“Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o Amor de Deus é plenamente realizado.” IJo2,5

Maria de Lourdes Firmino Neta

 

Uma inspiração de Deus para “Reconstruir a tua casa”

Não tem como ouvir a palavra CÉU e não pensar em algo bom. No CÉU viveremos a perfeita e verdadeira alegria. Mas, é possível viver momentos de CÉU já aqui na terra?

Talvez você logo diga: “Claro que não Milena”! Porém eu lhe digo: É possível sim, basta se abandonar e não ter medo de tocá-Lo.

Não tenho medo de assumir que vivi MOMENTOS DE CÉU já aqui na terra. Momentos que estão gravados na minha alma e jamais serão apagados. E muitos deles foram na Casa de Maria, na casa da Mãe!

Sempre que venho aqui é tudo tão aconchegante, preparado com tanto carinho; a acolhida, a comida… é possível sentir o Amor aqui, e casa de mãe é assim mesmo; mas eu não sabia como era casa de mãe, nunca tinha vivenciado essa experiência, pois não fui criada pela minha mãe. E mãe é mãe!

Meu olhar e pensamentos muito limitados, jamais pensariam que um dia viveria isso aqui na terra, pois mesmo indo na casa da mãe de amigos, não era a mesma coisa. Sempre pensava: eu tenho minha Mãe do CÉU e lá no CÉU é que saberei como é ter uma MÃE. Só lá saberei o que é estar na casa da minha MÃE e ser acolhida pela minha MÃE.

Era um vazio dentro da minha alma! Sempre quis ter minha mãe por perto, sentir o seu abraço… me emociono ao fazer memória desse fato, que é um dos mais marcantes da minha vida aqui na Casa de Maria!

Eu esperei 28 anos para saber como era casa de Mãe e casa de Mãe sempre cabe mais um. Todas as vezes que eu peço à responsável pela casa de Queluz, a Maria Marta, se eu posso ir na Casa da Mãe, ela sempre me acolhe. Ela é só um instrumento, pois quem me acolhe é minha Mãe do CÉU, que diz: “Minha filha eu te acolho, aqui é a minha casa e eu sou sua Mãe”.

Hoje sei como é a casa da minha Mãe e o que é ser acolhida pela minha Mãe. Que alegria ao meu coração por ter vivido esse MOMENTO, que vou lhe contar:

“Em junho de 2012 vivi um MOMENTO DE CÉU tão forte, que eu não tenho receio nenhum de dizer que eu e todos os que estavam na capela tocamos o CÉU!

Estávamos adorando Jesus Eucarístico e o padre Arlon Costa nos conduzia a clamar o CÉU neste lugar. Meus irmãos, eu não encontro palavras para expressar o que foi esse MOMENTO DE CÉU. A corte celeste, os santos, todos vieram adorar Jesus nesta capela, aqui na Casa de Maria.

Foi algo tão forte! O canto era diferente. Havia uma harmonia e ninguém queria sair da capela. A impressão que eu tenho é que estávamos em êxtase.

Depois de um longo tempo adorando ao Senhor nosso Deus e cantando, quando saímos da capela, íamos dizendo uns para os outros: tocamos o CÉU. O CÉU veio até nós.

Sempre que me recordo desse dia. Não tem como não dizer que esse foi um MOMENTO DE CÉU! E o meu coração anseia ardentemente poder estar face a face com o Senhor e espero que o seu coração também espere ansiosamente pela vinda Dele!

Depois desse dia, tenho buscado com muito empenho a santidade, pois não há nada que me trouxe tanta alegria, do que viver esse momento com o Senhor!

São muitos MOMENTOS DE CÉU que vivi, que alegria poder fazer memória deles, mas partilho um que vivi recentemente, dia 7 de Setembro de 2013.

Estava na capela, junto com irmãos de comunidade rezando pela paz na Síria, como nosso querido Papa Francisco havia nos pedido. Rezando, comecei a cantar em línguas e conforme ia cantando me veio o refrão de uma música. Peguei o meu caderno e comecei a escrever todo o refrão e depois foram vindo frases separadas…

Após o momento, permaneci na capela e comecei a cantar para Jesus, e gravei no celular. Depois partilhei com um irmão, cantei para ele e ele foi tocando no violão. Quando eu ouvi a música nem eu mesma acreditava, e quando cantei para os irmãos, muitos vieram partilhar comigo que tinham sido tocados, que era uma inspiração de Deus.

Clique aqui para ouvir a música "RECONSTRÓI A TUA CASA"

Espero que você possa fazer uma experiência de CÉU nesta música! Tendo a certeza de que não estamos sozinhos, temos um Pai que nos ama, que cuida de nós e vê as nossas lutas. Se você hoje se sente fraco, desanimado, sem forças, pensando que não tem ninguém por ti ou que diante do que você vive não é possível viver MOMENTOS DE CÉU, eu peço ao Espírito Santo que você ao ouvir essa canção, seja fortalecido pela presença do Senhor. Que Ele mesmo te levante da situação em que você se encontra, por mais dura que seja.

Que Deus te abençoe e que Nossa Senhora te acolha!

Com carinho,
Milena de Fátima Paixão
fb.com/milena.paixao.3
Missionária da Canção Nova em Cachoeira Paulita/SP

Veja também:

.: LETRA e ÁUDIO da música “Reconstrói a tua casa”

Oração Mariana que passa de geração em geração

Senhor, tende piedade de nós,
Jesus Cristo, tende piedade de nós,
Senhor, tende piedade de nós,
Jesus Cristo ouvi-nos.
Jesus Cristo atendei-nos.
Deus Pai do Céu, tende piedade de nós
Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós

Santa Maria, rogai por nós
Santa Mãe de Deus, rogai por nós
Santa Virgem das virgens, rogai por nós More »

14 de setembro – Festa da Exaltação da Santa Cruz

Deus te salve, Santa Cruz, onde Cristo foi crucificado
Cruz da Casa de Maria em Queluze onde me penitencio da minha vida de pecados,
abençoando-me com o sinal da cruz (fazer o sinal da cruz).

Santa e Sagrada Cruz onde Cristo foi crucificado,
ampara-me e salva-me dos pecados mortais,

das presas dos bichos, das flechas dos índios,
dos naufrágios e das febres,
do poder do demónio, do inferno,
das chamas do purgatório
e do poder dos meus inimigos materiais e espirituais.

Livra-me Santa Cruz das guerras e da morte violenta,
das pestes, das dores e das humilhações,
dos acidentes e dos suplícios,
dos sofrimentos físicos e espirituais,
de todas as doenças e das aflições e tormentos,
em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo
(fazer de novo o sinal da cruz).

Guarda-me, Santa Cruz,
na hóstia santa e consagrada,
no cálice bento,
no manto da virgem e no sudário de Cristo
para que nenhum raio ou veneno me atinjam,
nenhum instrumento ou animal me ofendam,
nenhum olho me afecte ou faça mal,
nenhum ferro ou aço, ou bala me corte as carnes.

Santa Cruz, onde Cristo foi crucificado
e onde escorreu seu santo sangue,
pela última lágrima de Seu corpo,
pelo último suspiro do seu corpo,
que todos os meus pecados e crimes
sejam perdoados e que nenhum braço me tolha,

nem laço me prenda, nem ferro me detenha.

Toda a chaga em meu corpo
será curada pelo poder do sangue de Cristo,
escorrido em ti, Santa Cruz.
Todo o mal que se aproximar de mim será crucificado em ti,
como Cristo o foi.
Toda maldade contra mim será enterrada a seus pés.

Encanta-me, Santa Cruz,
pelo poder de Jesus Cristo,

para que eu seja protegido
contra todo poder
e a força da justiça esteja do meu lado.
Para que eu seja salvo da morte e da desgraça,
para que prisões não me segurem
e para que a sorte seja minha companheira.

Contigo, em Cristo e na Glória do Pai
eu andarei e me salvarei,
serei procurado, mas não serei achado,
serei caçado, mas não serei ferido,
serei alvo, mas não serei caça.
Quando me procurarem na terra,
estarei no ar.
Quando me quiserem no ar,
me esconderei na água.
Quando me buscarem na água,
estarei me aquecendo ao fogo santo da Santa Cruz,
na Glória de Deus Pai Todo-poderoso,
do Filho e do Espírito Santo.

Amém.

Nós te adoramos Ó Cristo e te bendizemos

Veja também
.: Tudo o que foi postado sobre Exaltação da Santa Cruz no cancaonova.com

As minhas maiores experiência nesta casa foram feitas no decorrer dos dias, em que nossas rotinas de davam pelas famosas faxinas. Sim, eram faxinas de limpar, lavar, varrer, arrumar, colocar as coisas no lugar e retirar o que não fazia parte daquele local. Nunca tinha vivido essa experiência de limpar de forma tão profunda os locais que muitas vezes se mostravam limpos.

No decorrer de cada dia de limpeza sentia que a própria Virgem Maria me levava a também querer limpar todo meu interior e descobrir o que estava com mofo, poeira. Mexer em lugares sujos, lugares que pareciam limpos; retirar o que não fazia parte de mim e principalmente: encarar a verdade.

Quando penso em me retirar para colocar as coisas no lugar, o primeiro lugar que me vem à memória é a Casa de Maria, pois é Ela que coordena a faxina e nós vamos limpando os lugares que Ela aponta estar sujo: nada fica oculto aos seus olhos!

Assim é a Casa de Maria: lugar onde posso me encontrar comigo mesma e com o que tenho de sujo. Claro, que  com a ajuda da “dona da Casa” sempre posso fazer uma bela faxina para que Jesus nasça, viva e reine em mim.

Digo com toda convicção que a Casa de Maria é a casa da minha vocação. Todas as vezes que entro nela é isto que sinto: que cada parte dela faz parte de mim e que eu faço parte de cada espaço dela. No tempo em que vivi neste Santuário do Carisma CN fiz uma experiência em cada lugarzinho.

Quando volto à Casa de Maria, volto-me ao meu interior, que “a cada faxina”, é purificado novamente.

.

Roberta Rodrigues [ à esquerda na foto ]
Missionária CN na Casa do Bom Samaritano

Aprender a esperar, a ter paciência…

Nossa Senhora

.Na Casa de Maria em Queluz é impossível não fazer uma experiência forte com Aquela que tudo fez e faz na Canção Nova: Maria. Ela também tudo fez e faz na nossa vida.

Eu poderia partilhar com você várias experiências, mas vou me deter em uma vivência muito especial. Fiz uma grande descoberta: que Maria caminha devagar no Santuário do Carisma Canção Nova. Isso mesmo! Neste mundo onde tudo é correria, em que as pessoas fazem tudo muito rápido, querem resolver todas as coisas num piscar de olhos, onde tudo precisa ser ‘para agora’, ‘pra já’. Imediatismo, que cultivamos até na nossa espiritualidade. Rezamos e queremos que Deus nos atenda logo, que as graças cheguem ao nosso tempo, ou seja, “ontem”. É exatamente neste mundo, que a Virgem tem um olhar demorado em todas as coisas.

Fiz o meu discipulado em 2010, onde me empenhei para ser uma boa discípula de Jesus e muitas coisas fazia rapidamente para poder ficar mais tempo aos pés do mestre. Mas após seis meses morando na Casa de Queluz sofri uma torção no tornozelo e precisei andar devagar, para minha recuperação. E enquanto muitos irmãos passavam sempre correndo por mim, (coisa que vivia normalmente até então), na vontade também de ir correndo com eles, fui perguntando a Deus o que Ele queria me dizer com tudo aquilo, qual era Seu ensinamento para mim. Pois nesta casa aprendi que Deus tem um propósito para cada situação de nossa vida. O Senhor se vale de tudo, em tudo Ele age.Regiane Calixto perna engessadaE Deus falou forte ao meu coração “Maria caminha devagar nessa casa”. E comecei a então me perguntar o que significava esse caminhar devagar. Então percebi que quando caminhamos devagar reparamos em detalhes que antes não tínhamos percebido. Descobri que Maria caminha devagar na casa de Queluz para que nenhum detalhe fique sem ser visto More »

Ontem, hoje e sempre: Maria presente!

Ingressei na Comunidade Canção Nova em 1998, na Casa de Maria, em Queluz (SP). Era o tempo de viver o Noviciado, hoje chamado Discipulado: a Formação Inicial no Carisma Canção Nova.

Na mesma semana em que cheguei, tive um sonho que me deixou constrangida. Sonhei que estava grávida! Pensei comigo, “nossa, que absurdo”! Partilhei com a nossa Mestra de Noviciado (a formadora da casa), e ela me disse: “Mas, é verdade! Você está mesmo grávida! Está gerando a mulher nova”! Ali começou a minha experiência com Nossa Senhora, na Casa de Maria. Era ela quem estava me ajudando a gerar a mulher nova, a mulher do Carisma Canção Nova. Eu estava gerando e sendo gerada no ventre de Maria, como chamamos essa casa tão preciosa!

Maria sempre foi uma presença marcante em minha vida; mas, nesta casa, eu convivia com ela de forma discreta, desde as coisas mais simples do dia a dia, como as mais complexas. Era um convívio diário e maravilhoso!

Maria era minha companheira nas escalas de serviço, quando lavava os banheiros, quando passava pano no chão, tirava a poeira, quando lavava a louça, quando fazia a grande faxina… Com ela, eu fui vencendo os meus medos de não dar conta do recado; o medo de não fazer bem feito, de ser criticada.

Era a minha companheira na vida de oração, quando rezava o terço, principalmente na Grutinha [foto abaixo]; quando fazia meu Estudo da Palavra. E, quando ia para a Capela rezar, ou fazer Adoração ao Santíssimo, ela estava lá, me esperando de braços abertos, pronta para me dar a sua benção materna, todos os dias, através da imagem da Virgem de Fátima.

Era a amiga com quem partilhava tudo, e com quem aprendi a viver ainda mais a transparência na partilha com meus irmãos e formadores.

Na Casa de Maria, aprendi com a Mãe, a essência da fraternidade, do cuidado com o outro. Aprendi a ser mulher, a me cuidar melhor; através de uma irmã muito querida, vi Nossa Senhora mudar todo o meu guarda-roupas, ensinando-me a vestir-me de forma mais feminina.

Era minha companheira no Apostolado, na Missão, na Catequese; Nossa Senhora me encorajava a ir em frente, com ousadia!

Era ali, no colo de Nossa Senhora, Mãe e Mestra, a imagem que fica na varanda, que eu me colocava todas as vezes que tinha saudade de casa, da família, dos amigos.

Foi também na Casa de Maria, que eu descobri “o meu José”, o homem que o Senhor tinha reservado para mim; mas eu guardava no meu coração, pois não era tempo de viver esse relacionamento. Então, era no Coração de Nossa Senhora de Fátima, na capela, que eu colocava o que estava sentindo, pedindo a ela, que, se aquele sentimento fosse de Deus, que ela me colocasse do coração daquele rapaz também. Tudo bem guardadinho no Coração da Virgem; e hoje, aquele rapaz, é o meu amado esposo Fábio Lira.

Nossa Senhora cuidou de tudo. Guardou minha vocação e eu fui gerada Canção Nova, no Seu Ventre Materno!

Em uma oração comunitária o Senhor me deu uma imagem, na capela: Era um anjo entregando-me um violão e uma folha, escrito a palavra “Profecia”. E o Anjo dizia-me: “Toque e cante a profecia”! Não compreendi por completo o que Deus quis me dizer naquele tempo. Mas, no decorrer dos anos de vivência na Comunidade, tenho me lembrado dessa imagem. E hoje compreendo que Nossa Senhora, ali, na Casa de Maria, ensinou-me, e tem me ensinado, a “tocar e a cantar essa Profecia” chamada Canção Nova.

Maria tem me levado a tocar o Carisma Canção Nova na minha vida, e cantar esse mesmo Carisma na vida dos meus irmãos.

Na minha vida, e de maneira especial, na minha vocação, foi Ela, Maria, a Mãe e Mestra da Canção Nova, que tudo fez! Sou muito grata a ela, por sua presença em minha vida. Sou grata a Deus por tudo o que Ele permitiu-me viver, na Casa da Mãe, o Santuário do Carisma Canção Nova.

Gilmara Maria Lira
Missionária, casada, mãe de 4 filhos
Atualmente roterista dos programas infantis da TVCN
fb.com/gilmaracn @gilmaracn

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

“Me chamo Cineide Maria e nesse ano de 2012 vivo meu discipulado na Casa de Maria. Fui a primeira pessoa da casa a ler seu texto Gilmara e fiquei impressionada de como Deus usou da sua partilha para falar comigo. Ao ler, senti que você escreve com o coração, com sentimentos. Muito do que você viveu nesta casa há 14 anos atrás, estou vivendo hoje. Obrigado. Deus abençoe sua família linda”!
[Deixe também seu COMENTÁRIO]

”Eu O conheço: Ele é Aquele que é!”

Hoje, assim como em outras inúmeras ocasiões, colho frutos do tempo que morei na casa de formação inicial da Canção Nova, em Queluz/SP. Frutos de um tempo intenso, e da promessa de Deus para a turma que fez o discipulado na casa, em 2010: “por onde passares, frutificarás!” (Som do Céu)… eu tomo posse desse dom!

Muitos são os casos em que nossos familiares, irmãos de comunidade, amigos e pessoas que procuravam a Casa de Maria também experimentaram da graça que provamos.  É muito interessante, mas Deus realmente é surpreendente e quer que todos, cada vez mais, se aproxime Dele.

Foi um período de grande transformação, intimidade com o Senhor, de liberdade interior, formação, reconhecimento da graça de Deus, conhecimento pessoal, e busca pela vontade  d’Ele. Tempo de conhecer profundamente os irmãos, de perceber os mais simples detalhes, por intercessão de Nossa Senhora, e mais, muito mais… eram tantas coisas que parecia até que eu ”não daria conta” (no bom sentido). Era preciso ”correr” para absorver tudo…para ”beber da graça”!

A graça de Deus foi abundante naquele tempo… eu quis fazer a experiência e hoje sou resultado desse Kairós (tempo da graça). E recordar o Discipulado é continuar louvando a Deus por Seus feitos, que foram muitos e que se estendem a tantas pessoas!

Louvo a Deus também por meus responsáveis que estiveram a frente da casa sendo a voz de Deus nos momentos de alegria, de dor, de questionamentos, de restauração, enfim, em cada momento.

Humanamente eu não consigo descrever tudo o Deus fez em mim nesse tempo: os frutos, as grandes amizades, a experiência com Ele, a confiança em Nossa Senhora…

Obrigado Espírito Santo por me fazer lembrar dos feitos do Senhor em minha vida! Isso gera vida! Dá força e perseverança!!!

Como Davi no Salmo 23 eu canto: ”Quem é este Rei da glória?” Eu O conheci: É o Senhor, o valoroso, o grandioso! Ele é Aquele que é!

André Gomes
Vivendo o 4º ano de Comunidade em Cachoeira Paulista (SP)
@andregomescn

.

Edição do texto / fotos: Lizia Costa / Liliana Paula (Discípulas CN 2012)