NÃO DESPERDICE SEU SACERDÓCIO. JESUS É O ÚNICO E ETERNO SACERDOTE. ELE TEM CHAMADO ALGUNS HOMENS PARA PARTICIPAR DO SEU SACERDÓCIO DE UM MODO ÚNICO. JESUS TAMBÉM TEM EXTENDIDO SEU SACERDÓCIO A TODOS OS SEUS SEGUIDORES, PARA QUE O PAI SEJA GLORIFICADO E O MUNDO REDIMIDO QUANDO O SACRIFÍCIO É OFERECIDO POR TODO O MUNDO.

                  Muitas vezes nós estamos procurando algo na internet e como Google conhece tudo o que nós gostamos ele nos oferece algumas curiosidades. Então se você começa a pesquisar mais sobre exercício físico, como ficar mais FIT, e de repente aparece umas coisas muito bizarras. Assim acabei me deparando com um colchão que você se envolve e que dá estímulos elétricos, usando é claro condutor a água. A idéia é que se você deixar passar essa corrente por você, você ficará FIT, você é eletrocutado e fica FIT, só que não. Não somente é uma idéia estranha como é um desperdício de dinheiro. E por aí vai outros aparelhos que te estimulam, para você ficar saudável. Quanta baboseira que vem e engana as pessoas, pois as pessoas querem acreditar em milagre para da noite pro dia as levar a ficar super FIT.  

                  São todas essas coisas que fazem com que as pessoas desperdicem tempo e dinheiro. Muitas pessoas estão em suas academias sentados em uma bicicleta ergométrica apenas assistindo uma série ou um programa e desperdiçando seu tempo, pois nem suando estão. Isso não é malhação, mas todos acham que estão malhando.

                  Quantas pessoas hoje estão dentro de uma biblioteca gastando tempo em nada. Os primeiros trinta minutos estão apenas mexendo em mídia social, depois começam a observar as pessoas em volta.  Das várias horas ali passadas talvez uns trinta minutos tenham sido realmente dentro do propósito de ter ido ali para isso, estudar para uma prova ou fazer um trabalho ou aprofundar para uma monografia.

                  Juntando  o exercício físico e os estudos, uma pergunta cai bem aqui: -Quanto eu tenho desperdiçado meu tempo? Por quê? Quando então nos movemos para o campo da Espiritualidade, quanto temos desperdiçado em nos aprofundar na Missa para apenas assistir a Missa!

                  Um exemplo recente está num documentário do Vaticano feito sobre a história de uma jovem Irlandesa que nasceu e cresceu numa periferia de Dublin, onde o meio era extremamente violento. Durante anos ela foi contrária a toda manifestação de fé, pois ao seu redor o que ela vivenciava era violência e crime. Um dia quando ela menos esperava, foi tomada em um momento de oração por um encontro pessoal com Jesus. Naquele dia ela foi tomada completamente pelo Amor de Jesus. Renunciando a tudo o que ela vivia, entrou para um convento e buscou o nome de Consagrada de Irmã Clara. Depois de doar sua vida pelos pobres veio a falecer, em Missão,  quando um forte terremoto assolou Equador, e antes de morrer deixou uma frase célebre: – Não conseguiria ir dessa vida sem ter me doado inteiramente aos outros pelo nome do Senhor Jesus, meu único prazer, amá-lo naquele que sofre, Eu temo não ter amado o Senhor. Lembra muito esta frase Madre Teresa de Calcutá. Isso quer dizer, Não dispersar a vida! O medo de morrer sem ter dado tudo de si para o Reino.

                  Nós muito facilmente dispersamos nosso tempo, nos esportes, na biblioteca e na nossa vida espiritual, especialmente quando vamos à Missa e não nos aprofundamos suficiente, nós não apresentamos nossos primeiros frutos, mas apenas nossas sobras. Com esta reflexão estaremos fechando nossas quatro semanas de reflexão sobre Vir para o Altar de maneira mais profunda. Nós estamos oferecendo o Filho ao Pai!

                  Sacerdócio é tudo, sem sacerdócio não há o que oferecer ao Pai, pois sem Eucaristia não há SACRIFICIO!  Sem Sacrifício não há o que Adorar. Sem adoração não  há salvação para o  mundo, pois o mundo estará perdido  não havendo Redenção para ele.

                  Quantos Sacerdotes há no mundo? A resposta é : Apenas um: Jesus Cristo o único e eterno Sumo Sacerdote. Todo Padre é consagrado pelo Sacramento da Ordem para ser Sacerdote Ministerial. O Padre participa do Sacerdote de Jesus Cristo, o único. Todos compartilham o Sacerdócio de Jesus Cristo. Mateus 28: Ide Batizei a toda criatura. Em João 20: Todos os pecados que vocês perdoarem serão perdoados e os que não serão retidos. Em Lucas, Jesus capacita seus sacerdotes para a Unção do Enfermos. Na última Ceia Jesus capacita seus apóstolos para Celebrar a Eucaristia a partir daquele momento. Sacerdócio Ministerial.

                  Em Atos 5 e 13, fica demonstrado a Sucessão Apostólica, impondo a mão aos discípulos e capacitando-os para Missão, tornando-os Pais para seus rebanhos. Santo Agostinho disse que existem grande Padres, Padres de Pedro e Padre de Judas. Santo Agostinho se aprofunda  e diz: Quando os Padres de Pedro batizam é Cristo quem Batiza quando Padres como Judas batizam é Cristo quem batiza. Os dons de Deus são irrevogáveis.

                  Jesus é o que age e o Pai é Glorificado. Por quê os Padres são consagrados e trazem os Sacramentos aos fiéis?  Por cada um de nós. Para fazer cada um de nós SANTO! A partir da nossa santidade alcançar nossa família, desde os primórdios foi assim.

                  Quando lemos o livro do Apocalipse Capítulo 1, lemos que Cristo tornou-nos Sacerdotes do Reino para a Glória de Deus. Quando somos batizados nos tornamos REI, SACERDOTE E PROFETA. Então somos todos sacerdotes do Reino. Quando oramos por cura interior, estamos exercendo os dons do Espirito Santo pelo nosso Sacerdócio do Reino.

                  Sacerdócio Ministerial é diferente do Sacerdócio do Reino onde como Sacerdote do Reino eu posso dizer que estou perdoando uma pessoa, mas Sacerdócio Ministerial diz: Eu perdoo você em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. O Sacerdote consagra Jesus Cristo na Eucaristia e oferece o Sacrifício ao Pai. Mas logo após o ofertório toda a Assembleia, sacerdotes do Reino e o Sacerdote Ministerial estão oferecendo o pão e o vinho para serem Consagrados e assim ser elevados ao Pai pela Mão do Sacerdote.

                  Quantos Sacerdotes Ministeriais hoje estão oferecendo o Sacrifício e estão mais assistindo do que penetrando no Mistério da Eucaristia, e do Sacrifício? Em certos Ritos o Sacerdote fica de costas para a Assembleia, porque Ele com a Assembleia  oferecem o Sacrifício ao Pai.

                  Venha ao altar para ir mais profundamente oferecer o Sacrifício ao PAI junto ao Sacerdote. Na próxima Missa logo após o Ofertório preste atenção na Oração que o Sacerdote vai fazer com a Assembleia…

                  Muitos Sacerdotes estão dispersando seu Sacerdócio, ocupados com tantas coisas que realmente não importa. Todas as orações na Missa estão dirigidas ao PAI! O Sacrifício é oferecido através de Jesus Cristo , o Sumo Sacerdote ao Pai!

                  Todos nós leigos estamos sendo chamados após o Ofertório com o Sacerdote para oferecer ao Pai o Sacrifício ( Cristo Jesus), corpo e o sangue, alma e divindade. As orações que nós fazemos diz isso, precisamos prestar mais a atenção no que falamos.

                  Venerável Fulton Sheen em seu livro, O  Padre não é para si mesmo, nos narra  que o Padre quando consagra, consagra Jesus, pois o Padre é Persona Christi, não somente o que oferece mas também a VITIMA.

                  Como Sacerdotes do Reino, nós devemos fazer o mesmo, não devemos apenas na Missa oferecer o Sacrifício mas ser o Sacrifício. João Paulo II nos ensinava que nós devemos oferecer como  oferta Eterna ao Pai, para o Glória do Pai. Nós somos chamados a ser o SACRIFICIO!

                  Outro ponto importante a salientar finalizando, é que após o nosso Batismo, nós somos chamados como Templo do Espirito Santo. Templo é o lugar onde Deus habita. No mundo antigo Templo era o local da Adoração e de Sacrifício, e onde está o Altar. Nós fomos feitos Sacerdotes do Reino, nós somos o Sacrifício neste Templo do Espirito Santo. Não venha mais a Missa para desperdiçar seu Sacerdócio. Ofereça a partir de hoje o Sacrifício e seja a Vítima, Adore o Senhor que está sendo Consagrado para a Salvação e Redenção do Mundo, por mim e por você!

                          

                  Oremos: Abbá (Pai) Amado, hoje eu preciso renovar o meu Batismo. Batiza-me Senhor com Teu Espirito pois Minh alma sedenta está. Sim Senhor como Templo do Espírito eu quero a partir de hoje exercer meu Ministério como Sacerdote do Reino em toda plenitude. Doar minha vida para o Reino, por ti Jesus, que se doa todos os dias em minha vida. Sim, Senhor  a partir de hoje eu não deixarei de não somente me fazer oferta mas também ser a VITIMA nesse Sacrifício de Amor, que és Tu Senhor!

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém

 

 

 

         Hoje a Terra ficou mais pobre e o Céu mais Rico! É Assim quando um Servo Fiel do Senhor dos Exércitos é chamado de volta para a casa do Pai!

         Padre DeGrandis ou Bob, como ele  gostava de ser chamado, é para nós brasileiros um Ícone da Renovação Carismática Católica. Ele nos deixa hoje, em Baltimore, no ancionato dos  Padres Josefitas, sua Ordem, para a Eternidade. O homem é eterno quando suas obras permanecem, e ele foi um Missionário incansável pelos quatro cantos do mundo a pregar e exercer seu Ministério de Cura Interior. Tenho a honra de tê-lo com introdutor do meu Livro A PONTE. Desde que o conheci em Washington sempre que podia ia visitá-lo, tinha no meu coração o desejo de  não deixar que ele  ficasse sozinho e sem notícias do Brasil como ele tanto gostava. Todo o ministério de Cura Interior que o Senhor me confia, devo a ele e ao Padre Jonas, em seus ensinamentos.  

         Saber que a presença de um só homem, falando uma língua estrangeira, fez engarrafar a Rodovia Presidente Dutra em uma de suas passagens pela Canção Nova em Cachoeira Paulista, nos dá a dimensão do seu Carisma. Deus confiou muito a este homem simples, de fala mansa, mas de uma Unção acima da média. Agradecemos também a providência do Padre Eduardo da Século XXI seu amigo de tantos anos, que o trouxe a Terra de Santa Cruz.

         Tenho certeza de que muitos Sacerdotes, Freiras e Religiosos no mundo todo hoje estão de luto, pois foi através dos seus Retiros que muitos tiveram seu chamado para a Messe ou foram renovados em seus chamados, para uma vida, verdadeiramente Santa.

         Faço aqui esta homenagem na minha pequenez por esse grande homem, que nos deixou tantos escritos dignos de um grande formador, simples e profundo, amoroso e ao mesmo tempo profeta, que fala para sua época sem temor e anuncia para as gerações futuras.

         Não poderia deixar de agradecer a Deus, por tê-lo colocado em meu caminho quando eu mais precisei ao atravessar o meu tempo de dor e sofrimento e ele sempre esteve comigo, seja na presença seja na distância, me ligando para orar por mim pelo telefone, ou enviar uma mensageira do Espirito Santo , Irmã Beneditina Gemma Marie, Coreana , que passava um tempo aqui no Brasil em Sorocaba para no meu aniversário rezar impondo as mãos sobre mim, e me presentear com a quaresma do Perdão Incondicional, alguns meses antes da minha cirurgia. Eu me uno ao seu luto, Irmã Gemma Marie neste dia de adeus.

         Bem, Deus seja louvado sempre pelo Dom da Vida do Padre Bob Degrandis, e todas as sementes que deixou pelo caminho que cresceram e deram muitos frutos como o Padre Marcelo Rossi, e tantos outros, unidos a renomes como Padre Jonas, Padre Eduardo e tantos que lotam essa lista. Estádios lotaram para receberem esses Arautos e dali serem transformados pela Palavra de Deus e a Sabedoria que Cura todas as coisas ( Sab 16-12).

         Até breve meu amigo, meu conselheiro, meu diretor, meu Pai Espiritual, meu querido Homem de Deus, nada poderia mais homenagear a sua entrada no Céu, que ir para a Casa do Pai, no dia de São Domingos, pois os Arautos se atraem! O Que vejo é uma procissão de Anjos e os seus Santos de devoção te recebendo no seu pleno vigor, como esta foto que publico nesse artigo, pois é com esse semblante que eu guardarei  a ti no fundo do meu coração e da minha memória até o dia em que o Senhor me chamar, por isso , interceda por mim do céu!

         Amém!

         8 de Agosto de 2018.

 

 LIVRE PARA SER SEGUROS

 

                  Continuando nossa reflexão sobre discipulado, já falamos anteriormente sobre ser Cristão não é ser simplesmente ser bom. Na verdade o que quero refletir com você hoje é sobre se ou não você se deixa aproximar do Pai Eterno, a ponto Dele te carregar.

                  Muitos de nós hoje nos encontramos divididos, amedrontados e escravizados ou acorrentados pelo pecado que traz o medo e o enfraquecimento. Basta uma Palavra e Jesus pode nos libertar, como libertou aquele homem que vivia assim e estava na Sinagoga naquela tarde e gritou ao ver o Senhor: – O que queres de nós Jesus de Nazaré, o Filho de Deus. Ele representa cada um de nós enquanto estamos ligados ao tentador, por isso o plural. Nunca olhe para este homem, que era uma pessoa e não um personagem fictício, como se você alguém distante de você, ele era um homem como eu e como você, e pense que nós somos assim. Somos assim, enquanto estamos ligados ao pecado e suas servidões, e acostumados a servir, pois mendigamos alguma coisa. Jesus hoje te convida a ser liberto para ser Seguro e não preso para ser escravizado, a escolha é sua! Vem comigo nesta reflexão.

                  Seguir a Jesus, não é ser chamado a ser apenas bom, a algo muito maior. Não é apenas comportamento, mudar o que fazemos, é deixar Jesus agir para assim  nos tornarmos alguém NOVO.

                  Eu preciso ser livre hoje para ser alguém melhor para os outros. Por que não somos livres ainda? Porque carregamos muita coisa ainda em nossas vidas que não nos permite sermos livres. Lembra da meditação de semanas atrás onde falamos que somos livres para romper nossas virtudes mas não somos livres para livrarmos de um Vicio, pois ele nos escraviza? Só Jesus é capaz de nos libertar, como diz a Palavra e sermos realmente livres.

                  Alguns anos atrás veio a história de Dick e Rick Hoyt ,ou melhor Team Hoyt. Rick foi acometido por uma Hipóxia no momento de seu nascimento( falta de oxigênio no cérebro) e pelas lesões cerebrais perdeu movimentos e prejuízos cognitivos. Seus pais apenas com 22 anos, Dick and Judy foram questionados se não queriam colocar o filho em uma Instituição para ser cuidado, mas eles disseram não. Este é o nosso filho, mesmo com Paralisia Cerebral, nós o  cuidaremos. Eles fizeram todo o esforço nos anos seguintes para que Rick pudesse se socializar, aprender alguma coisa mesmo ouvindo todo o tipo de comentários improdutivos. Através de todo esforço sobre-humano eles ajudavam Rick a se desenvolver, inclusive alfabetizando -o. Quando aos onze anos eles descobriram que através de uma linguagem dos olhos ele podia soletrar as palavras, então ele poderia seguir na educação. Com onze anos ele entra para escola contrariando as falsas previsões, e em todo este tempo ele sabia o que ocorria ao seu redor, para a surpresa de todos que achavam que o menino era alienado mental .

         Aos 13 anos de idade, um acidente trouxe uma paralisia a um menino de sua cidade que, era atleta. A cidade então se mobilizou com uma Corrida para angariar fundos para ajudar o menino que se tornara paralítico. Rick então se comunica com seu Pai Dick e diz:- Pai eu gostaria de correr esta maratona! Seu pai na época estava com 32 anos. Dick então se mobilizou para fazer tudo para que pudesse correr acoplado a cadeira de rodas do filho. Esta foi a primeira corrida do Team Hoyt, e hoje 72 maratonas depois, além 97 meia, 13 Iron man. Dick faz tudo isso carregando Rick. Team Hoyt é Pai e Filho. Rick hoje pode fazer tudo isso deixando seu pai estar tão perto dele que podem ser um único corpo a se deslocar e a completar estes desafios atléticos.

                  A mesma imagem temos hoje do ser Cristão. Somente conseguimos transmitir nossa verdadeira imagem se temos esta intimidade e proximidade  com o Pai Eterno. Ser Cristão não é apenas ser bom, mas é ser melhor para os outros e ainda mais, ser Livre para poder ser Segurado, ser suportado, ser carregado pelas Mãos de Deus. Isso é ser Carregado!

                  Mas nós, em muitas coisas na nossa vida não podemos ser carregados pois estamos limitados a sermos presos as certas coisas dentro de nós.

                  Voltando as Leituras do último Domingo encontramos um homem possuído por um demônio que diz: Marcos 1:21-28: O que quer de nós Jesus de Nazaré, você veio para nos destruir, eu sei quem você é?  

Tudo que este homem fala é importante pois nos coloca nos mesmo lugar: Divididos, amedrontados e acorrentados pelo pecado. O pecado nos divide, e cria em nós uma imagem falsa de nós, ou seja por isso o plural, porque agora divididos somos dois, um  Eu verdadeiro e um Eu falso.  

Podemos refletir hoje quantos estão por aí, criando um imagem falsa de si mesmos, seja em que situação de vida estejam vivendo. Quando criamos um Eu  falso, como nos ensina Thomas Merton, um grande Monge Cisterciense, escreve que o Eu falso é tudo aquilo que eu imagino ser, justamente fora dos desígnios de Deus. Meu Eu falso está fora do coração de Deus, das mãos de Deus. Esta versão falsa nossa na verdade não Existe, é uma construção, e é falsa. Esta versão não pode ser segurada, não pode ser carregada, então não pode ser Amada pois Deus não pode amar o que não existe, o que é falso, o que é irreal. Claro que Deus amaria se pudesse, mas Ele não pode negar a si mesmo. Ele somente ama o que é Real. Talvez isso seja importante para você hoje ouvir hoje. Deus deseja constantemente nos tornar apenas um. Nada dividido mas inteiro. Temos que parar de ter essa ideia estranha de Cristianismo de que Deus nos ama, mas ele vem tirar o que nós gostamos. Pois pensamos quando se diz, que veio para destruir, esta frase nós repetimos quando achamos que Deus vem tirar as boas coisas nossas, pois estas boas coisas nós pensamos que é, mas a vida vai mostrar na frente de que não era.

                  Claro que a resposta de Deus é : – Claro que eu não vim te destruir meu filho amado, eu vim para lutar ao seu lado na verdade para te carregar nas minhas mãos. Eu  vim destruir o que te escraviza e te acorrenta. Eu vim destruir aquilo que hoje te impede de ser VOCÊ. Eu vim para te libertar. Nos somos  divididos e amedrontados porque somos presos,  acorrentados. Eu venho destruir aquilo que afeta o que causa sua escravidão, diz o Senhor.

                  Síndrome de Estocolmo, o que vem a ser isso? –  Há 40 anos atrás em Estocolmo Suécia, dois ladrões mantiveram seis reféns em suas mãos após terem assaltado um banco. No entanto, enquanto prisioneiros se afeiçoaram aos bandidos. Foram libertos, mas já tinham criado uma relação afetiva com os ladrões, eles se identificaram com os ladrões. Essa situação acontece quando você está no limite da vida, e alguém que te tortura de dá migalhas de esperança, pequenos agrados. E cria esta situação.  Isso nos dias de hoje considerando Relações Humanas vemos muito isso prosperar, como exemplo, um relacionamento com outra pessoa que somente te dá migalhas. O que as pessoas pensam, é o que seria se estivesse fora deste relacionamento e então se mantem assim, com medo. Jesus vem te libertar e você pensa que Ele vem te destruir e na verdade vem te libertar verdadeiramente.

                  Quando nós fomos batizados somos libertados de tudo que pudesse te acorrentar, e todos os dias podemos ter a mesma libertação na Confissão. Todos os dias na sua vida que se sentir dividido, amedrontado e acorrentado venha à Confissão. Ouça as Palavras mais poderosas do mundo. Eu te absolvo. Seja livre para ser carregados , seguros pelas mãos de Deus. Isso é Paz.

                  Fé é isso é agarrar em Deus por inteiro e ser abraçado e carregado por Deus por completo, sem limites, sem restrições, sem divisões.

                  Todos os dias nós temos que lutar contra nossas fraquezas, todos os dias pedimos a Deus para sermos melhores cristãos, profissionais, esposos, pais,  irmãos , filhos, amigos…

                  Olhando para Dick e Rick não temos nunca a impressão de quem carrega se cansa ou se esmorece no carregar. Rick sempre diz a seu pai:  

–        Pai quando eu corro contigo eu nunca me sinto um paralítico.

                  E você, quando é carregado por Deus se sente paralitico? Minhas fraquezas quando Deus está me carregando me faz não senti-las e assim  não me sinto fraco nem trôpego mais. Eu somente preciso pedir ao Pai, me Ajude, Socorre-me Senhor, pois quando sou fraco é que sou forte pois o Senhor vem em Socorro das minhas fraquezas ( 2 Cor 12) …Seja Livre em Deus! Por isso Jesus disse: – Se eu não vos libertará vós não sereis verdadeiramente livres ( João 8:36)!

                 

                           Oremos: Abbá (Pai) Amado, eu te peço hoje, que venha nos visitar em nossa Sinagoga, no nosso templo que é nosso coração. Venha Senhor e toma todo este lugar com Seu Poder! Reina aqui Senhor! Restaura nossos corações de toda divisão, de todo medo e de toda a escravidão! Liberta-nos de todo pecado e expulsa de nossos corações tudo aquilo que tem contribuído para estejamos ligados ao tentador e suas malícias. Purifica o nosso coração, para que possamos de mãos e corações limpos sermos a verdadeira imagem do nosso Eu, e não mais um Eu dividido predominando um Eu falso que não pode ser amado, pois é irreal. Liberta-me de tudo aquilo que me afasta de mim mesmo, para que eu não caia mais nas armadilhas do tentador, e não mais deixe de ser carregado por Suas Mãos.

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Liberta-me, Restaura-me Senhor!  Amém

 

O que está por trás do sentimento de abandono

 

            Recentemente pudemos ler ou  assistir no cinema e agora no Netflix o filme  baseado no livro: Marte , livro de Andy Wheir. Acho que todos que assistiram ou assistirão terão um sentimento parecido. O que fazer quando você é deixado para trás? Além de ter sido deixado para morrer além disso ainda estava ferido. A lição que tiramos  desta experiência para refletir, enquanto estamos ali sofrendo com o autor naquela  situação dramática, é ver o possível. Este astronauta entende que para continuar vivo e ainda assim conseguir ser resgatado, deveria  se voltar para o passo a passo de tudo que precisava ser feito. Ele não olhava para o impossível e sim para o que era possível. Inicialmente tratar de sua ferida, tomar antibiótico. Depois como se alimentar neste tempo que poderia durar muito dias, meses ou anos.

Voltamos para o tempo de hoje, quantos acontecimentos no mundo. O mundo está louco, nosso país um manancial de informações a todo momento nos chocando e tentando nos paralisar. O que fazer? Bem, não paralise pelos acontecimentos, busque focar sua vida naquilo que você pode fazer e faça, não espere os outros fazerem. Não se canse de buscar todos os dias fazer o que tem que ser feito e fazê-lo bem. Precisamos buscar tomar as nossas decisões de forma correta e para isso saber bem o que fazer é um bom começo. Informação é a base de tudo.

                       Fazendo um paralelo com as escrituras desta semana, vemos o profeta Isaías profetizando cento e cinquenta anos na frente  de seu tempo, narranod sobre o Rei Ciro  que prepararia o povo de Israel para voltar a sua terra e reconstruir o Templo. Jeremias um pouco mais a frente vai também falar sobre este tempo, Jeremias 29: Vocês podem não saber tanto o que estará acontecendo nesses tempos, mas casem, cultivem, tenham filhos, construam suas casas. O que nos paralisa neste momento, é querer garantias! Contra esse sentimento tenha por base a fé. Nós sabemos bem o que temos que fazer agora e assim nos será garantido o próximo passo, pois Deus estará cumprindo Sua Promessa. Por que então nós procrastinamos tanto assim para tomar as decisões. Dizendo melhor por que nós demoramos tanto para fazer as coisas? Muitas pessoas acham que procrastinam porque são preguiçosos, mas isso não é verdade, procrastinam por que elaboram um mecanismo de evitar o Estresse que isso causa em nós. Estranho não? Mas é verdade. Nós queremos evitar o estresse. Todo mundo sabe como lavar pratos e porque não lavam e mantem as coisas sempre limpas? Pense nisso em sua vida hoje? Nós procrastinamos não para evitar as tarefas, os deveres e os afazeres, nós fazemos isso para evitar o estresse que a tarefa nos impõe. Isso revela algo muito profundo. Nós não nos movemos porque temos medo de não sermos suficientemente competentes. O maior medo é de não  ser competente, capaz, hábil o suficiente para realizar. Daí vem esta grande ANSIEDADE. Em nenhuma época da história o povo se sentiu com tanta ansiedade como vemos no presente momento! Nós estamos nos sentindo abandonados, indefesos, sem possibilidade de sermos ajudados, socorridos. Uma das razões desta ansiedade é a Supervalorização do perigo e a desvalorização da nossa capacidade de defesa. Por isso eu me paraliso. Uma das razões de tudo isso é ao invés de buscarmos um Crescimento Interior para conquistar as coisas de fora, a sociedade como um todo vem buscando Realizações, Conquistas EXTERIORES. Infelizmente é isso que vem acontecendo. Neste desvio de objetivo, estamos errando o objetivo que constrói a sociedade justa. Quando focamos no crescimento interior, mesmo que não vençamos, continuamos nossa batalha para vencer. Mas quando o foco é conquista exterior, as vitórias e as derrotas não dependem mais da pessoa, e daí vem o sentimento de perda, de falha, de derrota. As pessoas como muito medo de falhar ficam constantemente em ansiedade que vai tomando conta dela, como ansiedade generalizada. Por isso que quando sua vida é baseada em crescimento interior, o não entrar em uma determinada famosa Universidade não parece ser o fim do mundo, mas para uma pessoa que estas coisas significam quase  tudo na vida da pessoa, o não ingresso significa uma catástrofe, assim foi provado pelo estudo realizado na Universidade de Dortmund, avaliando candidatos  a esta estimada Universidade (Ivy League) em suas reações quando eram informados de suas reprovações, devido ao fato de  suas notas não serem suficientes para alcançar a admissão. Mesmo na falha a pessoa está sob controle quem se baseia sua vida em crescimento interior. Porém os que baseiam sua vida em não falhar, quando falham paralisam e foi isso que este estudo demonstrou.

                       Tim Greg descreveu algo muito importante para o dia de hoje: – Nós não estamos preparando nossos filhos para resolver seus próprios problemas. Não estamos dando a oportunidade a eles de entrar em algo complicado e conseguir resolver por eles mesmos. Fazer as coisas corretas, sem monitoramento adulto. Eles precisam sabe que podem falhar e continuar vivos e reagir. Assim nós estamos com filhos de 18 anos, adultos, pedindo ainda ajuda aos pais para resolver seus problemas de adulto.

                       O primeiro dever dos pais não é resolver os problemas de seus filhos, mas encorajá-los a lutar pelos seus sonhos, mesmo diante de tantos desafios que o mundo apresenta. Jamais proteja seus filhos do mundo e sim os treine para os desafios de suas vidas.

                       Quantas vezes principalmente as mães, querendo estragar seus filhos, permitem por razões muitos estúpidas, dores indeterminadas, febrículas, ou mesmo cansaço, que os filhos faltem às suas aulas. Quão irracional é este ato, pois tirou dos seus filhos a habilidade de superar estas frescuras e sobreviver! Não devemos tirar dos nossos filhos nunca a oportunidade deles em tendo chance de dizer sim a preguiça dizer não e encarar a superação. Assim se fazem crescer adultos batalhadores, que não qualquer dor, ou febrícula ou indisposição que pode impedir o cumprimento de seus deveres.

                       Não me esqueço do diálogo entre um filho e uma mãe no corredor da morte por seus crimes no Estado do Texas. A última palavra deste filho à sua mãe foi culpá-la por ajudá-lo a estar ali, por ter criado ele com rédeas soltas, bem linguajar de texano. Nada aqui para defender um lado ou outro mas para demonstrar as consequências de se deixar nossos filhos que já sabem andar ficarem nos nossos colos.

                       Você pode encarar o que te desafia e vencer. Você vai saber que é mais poderoso do que pensa. Deus é um pai educador e nos suporta para tudo o que é bom, para o nosso crescimento. Ser competente é fazer as coisas bem mesmo quando nos sentimos abandonados. Você pode agir mesmo quando você não acha que é capaz para aquilo. Não importa quão gênio você é, a vida é maior.

                       O Senhor disse a seu povo de Israel por Isaías tempos antes acontecer a libertação do seu povo do reino Persa, que iria operar esta libertação através de um Rei que nem conhecia o Senhor dos Exércitos. Assim Ele hoje quer fazer na sua vida e na minha. Dar-te a certeza de que ao darmos as rédeas ao Senhor, ao darmos a permissão para a Sua ação em nossas vidas, em nossos problemas atuais e futuros, em nossas missões, em nossas vocações, com todo o nosso sim e ação, se for para o nosso bem, Acontecerá! Creia nisso, pois é Promessa de Deus para nós!

                       Jesus nos disse pela boca de João. Que neste mundo teremos muitos problemas, muitas batalhas, muitas provocações, muitos desafios, mas não tema Eu venci o mundo e estarei com vocês até o fim! Mateus 28-18.

                       Louis Zambrine, um grande atleta preparado para ser um vencedor na olimpíada. Contudo foi chamado para o Exercito na Segunda Guerra Mundial.  Lutando no Pacífico como piloto, foi atingido pelo inimigo e caiu no mar onde tinham dezenas de tubarões e o inimigo ao redor. Lutando para sobreviver, imóvel para não ser descoberto pelo inimigo e nem pelos tubarões agarrado ao resto da aeronave. Finalmente conseguiu sobreviver e  foi lançado pelas ondas a uma praia onde antes mesmo de pisar na areia, acabou sendo capturado pelos japoneses e levado a um campo de concentração, onde por dois anos foi torturado até a beira da morte. Então veio o resgate, a rendição e o envio do Louis para a América novamente. Ao chegar em sua casa, durante anos apesar de ser amado por sua esposa, tratava todos com severidade e agressividade. Até que um dia após muitos maus tratos, sua esposa finalmente o desafiou a vir com ela, como última gota a um Retiro de Cura onde ele relutou até o fim, mas ela mostrou que era a última gota, última chance, último recurso  e ele se pôs a acompanhá-la. Para surpresa de todos mal o momento de oração começou e Louis se viu aos prantos de forma tão copiosa como jamais se viu na vida daquele homem desde que voltou do terror da guerra e do campo de concentração. Naquele momento Jesus o curaria da Síndrome Pós-traumática, dando a Louis a chance de uma nova vida, agora no Poder de um Deus que veio habitar um coração que sempre fora seu. Louis se achava superpoderoso antes e durante a guerra. Mas voltou derrotado e devastado, dependente químico. E agora descobriu que o Poder e a bondade vem somente de Deus como diz o salmista. Quando Jesus , Ele é mais do que o suficiente na nossa Vida! Ele gritou ao final eu não sou poderoso Jesus, Tu és! Louis perdoou todos que o torturaram. E Jesus fez grandes coisas através de Louis a partir daquela noite e manteve sua família até o fim!

                       Jesus é mais do que o suficiente em nossa vida. Receba o Senhor Jesus em sua vida hoje, dizendo: – Vem Senhor em socorro, todos os dias das minhas fraquezas. Eu não sou capaz de vencer este mundo, mas O Senhor Já venceu e vence e vencerá em todos os dias da nossa existência!

                      

            Oremos: Abbá ( Pai) Amado, hoje eu preciso entregar minhas batalhas, meus desafios, minhas derrotas, meus medos, minhas misérias, minhas concupiscências, meus vícios, meus tormentos, minhas ingratidões, meus falsos desejos, minha indiferença, minha ganância, minha autossuficiência, minha vanglória, minha avareza, minha soberba, minha falta de fé, minha idolatria ao mundo, ao reconhecimento público, ao lugar da frente da assembleia, ao exagero, ao apego, a tudo isso que me escraviza e me atormenta em suas mãos.

Pai em tuas mãos entrego meu coração! Cura-me Senhor, Restaura-me Senhor!  Amém!

nasserperfilmedco

 

Muitas vezes em nossa vida estamos sempre pedimos algo a mais do que já recebemos. Chegamos no Natal, e pensamos em tudo pedindo sempre algo mais. Isso porque temos uma parte dentro de nós INSATISFEITO. Deus nos fez assim. Dependemos do Amor Dele para prosseguirmos e perseverarmos na Alegria. João Batista envia os seus a Perguntar Jesus se Ele é ou se eles deveriam esperar alguém a mais. Esta quebra dentro de nós, carentes por algo ou alguém, nos dirige para perto ou para longe de Deus, depende do que colocamos dentro desta fragilidade.

Quando diante de Deus não fazemos certos acordos interiores nossos! SE eu fizer algo ganharemos outra coisa. Se eu não ganhar o que estou pedindo eu fico irado com Deus ou com as pessoas. Pessoas fazem isso dizendo eu vou a Missa então…Fé condicional. Caso Deus não me atenda ele não me terá.

Nossa fé é condicional nossa alegria será condicional também. Jesus responde aos discípulos de João Batista: – Os cegos vêem, os surdos ouvem, os coxos andam…Mas não foram todos, mas foram o que Deus em sua sabedoria escolheu para seu beneplácito. Porque Ele sabe que nesta vida para preencher nossas expectativas, não importa o que aconteça nada será o suficiente.

Quando você diz alguém eu confio em você, não pode haver lugar para condições. Confiança significa plenitude. Confiança não cabe em condições. Verdadeira confiança implica em ser incondicional. Dando a mão de sua filha a alguém para namoro, noivado e casamento significa: Eu confio em você através da entrega da minha filha amada…Sem condições…Eu confio e  pronto!

Seja feita a Vossa Vontade…

Sem condições, não há condições para Alegria quando estamos nas mãos de Deus.

É possível em toda a nossa vida podermos escolher pela Alegria, não importa com o que aconteça em nossa  vida.

Marie Provet ainda viva, sobreviveu a um campo de concentração japonês depois do ataque a Pearl Harbor, capturada pelos japoneses e  levada para China em um campo de concentração. Ela e suas amigas filhas de missionários americanos e ingleses sobreviveram. O segredo? Todos  os dias elas se lembraram das coisas que elas mais gostavam e o tanto que Deus amava elas. E que aquele lugar seria onde esta Alegria seria provada. E assim elas sobreviveram. Mesmo em um campo de concentração, vendo gente morrendo todos os dias, e elas tinham 12, 14 16 19 anos.  As moças,  mais velhas ensinavam as crianças a terem esperança, mostrando na Alegria que Deus estava ali também. Porque Deus estava ali.

Victor Franckel, disse em seu livro o Sentido da Vida, que o alimento que o manteve em Aushwitz vivo! Esperança e fé ! Ele e seus amigos cristãos ambos proclamando ou Pai Nosso ou Shamah Israel.

 

Deus é mais glorificado em nós quando nós estamos mais  satisfeitos Nele.  E assim teremos a Alegria que não se esgota, que não termina. Por isso devemos desejar Deus em todo o tempo da nossa vida, sem condições, sem nenhum reparo, mudando de amor condicional para amor incondicional, então Deus converterá em nós a Alegria condicional para a Alegria Incondicional.

QUE A ALEGRIA DO SENHOR SEJA A VOSSA FORÇA (NEEMIAS 8:10)