Paulo escreveu a segunda carta aos Coríntios depois de sair de uma provação que o tinha “acabrunhado ao extremo” (2 Cor 1,8). E começa a carta agradecendo a Deus tê-lo como que ressuscitado da morte (2Cor 1,9): “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, O Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. Ele nos consola em todas as nossas tribulações!” (2Cor 1,3-4). Deus é o Pai, o Pai de Jesus salvador; poderia ele não ser misericórdia para aqueles que se acham na angústia?

Já o Deus do Sinai, cuja majestade, não obstante, era temível, se revelara a Moisés como um Senhor de bondade e de misericórdia: “Iahweh passou diante dele (de Moisés) e ele exclamou: ‘Iahweh! Iahweh! (…) Deus de compaixão e de piedade, lento para cólera e cheio de amor e fidelidade’ (Ex 34,6).

Para celebrar essa misericordiosa ternura, a Bíblia hebraica dispunha de uma gama de termos, cada um dos quais rico de muitos harmônicos. Deus é hesed: é bondade, fidelidade benevolente misericórdia que perdoa. Essa bondade impeliu-o a fazer aliança com Israel; por causa dela, ele a guarda fielmente, apesar das faltas do povo, porque a hesed de Deus é maior que a traição dos homens: “Eu te amei amor eterno, por isso conservei para ti o meu amor” (Jr 31,3).

A ideia de fidelidade contida na hesed toma-se explícita na fórmula hesed e emet: “Eu dou graças ao teu nome por tua benevolência e tua fidelidade (…) Quando gritei, tu ouviste”. Se Deus é bondade e fidelidade, não é em resposta aos méritos de Israel, porque a história do povo era tecida de infidelidade: “Não é em consideração a vós que ajo assim, mas por causa do meu santo Nome” (Ez 36,22).

O termo rachamim confere à benevolência caráter de ternura quase carnal. Esse termo deriva de rechem, que designa o seio materno: “Por acaso, uma mulher se esquecerá da sua criancinha de peito? Não se compadecerá do filho do seu ventre? Ainda que as mulheres se esquecessem, eu não me esqueceria de ti!” (Is 49,15). “Minhas entranhas se comovem (por Efraim). Sim, eu o amo, eu o amo” (Jr 31,20). Poderíamos traduzir: “Por ele minha ternura transborda”, ou: “Tenho piedade dele, sim, muita piedade”. Uma vez que Deus é Pai, isso se explica: “Será Efraim para mim filho tão querido, criança de tal forma preferida?” (Jr 31,20). More »

377607_325643840783854_100000147223471_1476404_1212831493_nOlá! Sou George Lima Facundo, natural de Maranguape/CE, discípulo na Comunidade Canção Nova e vim partilhar um pouco da minha história vocacional. Fazer memória da vocação é tocar no território das promessas de Deus com o coração grato por tudo o que Ele tem feito.

“Antes de saíres do ventre, eu te consagrei e te fiz profeta para as nações” (Jr 1,5). A vocação de Jeremias me acompanha desde cedo. Em junho de 2001 fui batizado no Espírito Santo. Menos de um ano depois a palavra me veio: “eu te consagrei”, Deus me queria consagrado, exclusivo, separado para Ele. Acreditava que a promessa aconteceria ali, em Maranguape, na Comunidade que participava Fonte de Água Viva. Deus tinha outros planos e eu ainda não os compreendia.

Passei no vestibular, cheguei a procurar em outros lugares o meu lugar na vontade de Deus. Foi em vão! Me formei em comunicação, “ganhei” emprego em uma TV do Ceará, constituí carreira, até certo ponto estável. Parecia que a promessa, embora viva no coração, se tornava mais distante, apenas sonho. More »

No 2 de fevereiro, dia da Apresentação do Senhor, celebramos de forma muito especial o dia da vida consagrada. Para Comunidade Canção Nova, este é um dia de festa e ação de graças, porque juntos, em comunidade, renovamos nosso compromisso com Deus neste Carisma que nasceu da vontade de Deus.

A partir do “sim” de um sacerdote que, conquistado pelo Senhor e movido pelo Espírito Santo, ousou fazer também um chamado aos jovens em 1977 para seguirem mais de perto a Cristo, nasceu a comunidade. Ao longo dos anos, muitos outros foram chegando, cada um a seu tempo e, junto aos primeiros, protagonizam esta linda história que completa 37 anos. More »

Nossa Senhora Aparecida

São 298 anos de devoção à Padroeira do Brasil. Foi num outubro de 1717 que três pescadores acharam nas águas do Rio Paraíba, na cidade de Aparecida do Norte, interior paulista, os dois pedaços da imagem de Nossa Senhora: primeiro o corpo; depois a cabeça. Daí, então, a pescaria que antes não tinha rendido nada, deu de vento em poupa; João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia encheram as redes de lambaris, e os corações com a fé na imagem negra da Virgem Maria.

De lá para cá a sequência de milagres não parou e o número de devotos nunca mais deixou de crescer. O Brasil ganhava a sua padroeira. O decreto oficial veio apenas em 1930, com o Papa Pio XI. 50 anos depois, São João Paulo II consagrava a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, a maior basílica mariana de todo o mundo.

Neste dia dedicado à Virgem, unamos as nossas preces em favor do povo brasileiro, pedindo a Jesus, pelas mãos de Maria, que as nossas necessidades mais urgentes cheguem ao coração do Pai, tanto no contexto nacional (política, economia, emprego), quanto em nossas vidas em particular. Vamos rezar juntos a jaculatória?

Senhora Aparecida, milagrosa Padroeira, sede nossa guia nesta mortal carreira! Ó Virgem Aparecida, sacrário do Redendor, daí à alma desfalecida vosso poder e valor. Ó Virgem Aparecida, fiel e seguro norte, alcançai-nos graças na vida, favorecei-nos na morte! Amém!

 

     São-Jerônimo

     A Igreja celebra hoje, 30 de setembro, um dos santos mais importantes para a propagação do Evangelho e das Sagradas Escrituras: São Jerônimo. Presbítero e doutor da Igreja, foi ele o responsável pela tradução da Bíblia para o latim, língua oficial da Igreja, o que permitiu que mais pessoas tivessem acesso aos textos da Palavra de Deus! A edição ficou conhecida como Vulgata.

     A Igreja o escolheu padroeiro de todos os que se dedicam ao estudo da Bíblia e fixou o “Dia da Bíblia” no mês do seu aniversário de morte, 30 de setembro.

“Carne da minha carne e osso dos meus ossos”

     “Graças a Deus, não posso negar: a Bíblia faz parte de minha vida. Ela se tornou carne da minha carne e osso dos meus ossos. Eu comi, mastiguei, digeri, ruminei, assimilei a Palavra de Deus como um alimento. Hoje ela é como sangue que corre em minhas veias”. Essas são palavras de um homem apaixonado pela Bíblia: Monsenhor Jonas Abib!

jonas-abib-conhecer-e-viver-a-palavra-de-deus

     Monsenhor Jonas nos conta que muitas vezes as pessoas, ao mandar cartas ou bilhetes com pedidos de oração, acabava escrevendo “ao Pe. Jonas da Bíblia”, confundindo o sobrenome real do padre, Abib. Ele relata: “Foi a Palavra que fez em mim o que sou hoje. É a Palavra que me dá hoje a possibilidade de fazer o que eu faço. E tenho a certeza: ela tem muito ainda a fazer em mim. O que eu peço para mim, peço também para você. (…) Deixe que ela faça!”.

     A Palavra de Deus sempre esteve na história da Comunidade Canção Nova e de nosso fundador, Monsenhor Jonas Abib. Foi em um ‘encontro’ com a Sagrada Escritura, mais precisamente no capítulo 13 do Evangelho de São Mateus, que o padre teve o primeiro encontro pessoal com Jesus Cristo. De fato, a Bíblia não é apenas uma coleção de livros, mas o próprio Deus que se revela e nos orienta na direção de uma vida íntima e ofertada a Ele, através da busca da santidade.

Sem título

     A Palavra é nosso alimento sólido para a construção do homem novo. É nosso encontro diário com a voz de Deus para nossas vidas. Não à toa que o Estudo da Palavra faz parte das práticas de piedade da Comunidade Canção Nova. Nossa vida de intimidade com Deus é perpassada pela luz do Evangelho, nossa primeira regra de vida. Todos os dias temos esse encontro com o Verbo, seja na Santa Missa, pela liturgia da Palavra, seja na leitura orante da Bíblia, baseada no método que o próprio Monsenhor Jonas nos ensina: A Bíblia no meu dia a dia (para saber mais clique aqui).

     Peçamos o auxílio de São Jerônimo para que em nossos corações pulse um amor apaixonado pela Palavra de Deus!

“Ó Deus, criador do universo, que vos revelastes aos homens, através dos séculos, pela Sagrada Escritura, e levastes a vosso servo São Jerônimo a dedicar a sua vida ao estudo e à meditação da Bíblia, dai-me a graça de compreender com clareza a vossa palavra quando leio a Bíblia. São Jerônimo, iluminai e esclarecei a todos os adeptos das seitas evangélicas para que eles compreendam as Escrituras, e se dêem conta de que contradizem a religião Católica e a própria Bíblia, porque eles se baseiam em princípios pagãos e superticiosos. São Jerônimo, ajudai-nos a considerar o ensinamento que nos vem da Bíblia acima de qualquer outra doutrina, já que é a palavra e o ensinamento do próprio Deus. Fazei que todos os homens aceitem e sigam a orientação do nosso Pai comum expressa nas Sagradas Escrituras.

São Jerônimo, rogai por nós. Amém.”

Oi gente! Sou Maria de Lourdes, tenho 20 anos, sou natural de Mossoró-RN e hoje sou discípula da Comunidade Canção Nova. Venho partilhar com vocês a minha experiência com a Palavra de Deus, que se dá na simplicidade e na busca constante por mais profundidade.

A Palavra de Deus tem sido para mim como bússola, que me indica o caminho a seguir que me trás de volta e me põe no rumo certo. Muitas vezes acho que estou bem, que estou dando passos corretos, mas vem a Palavra e assim me deparo com minhas verdades, me fazendo enxergar as minhas más intenções, mesmo que minhas iniciativas fossem boas acabaram saindo do que era plano de Deus. Ela me faz entender que mesmo que a minha vontade não seja ruim, seja boa, é preciso estar na vontade de Deus, é preciso estar no lugar certo!

Tenho feito à descoberta de quem é Jesus e de quem eu sou para Ele, nesse processo aceitando e assumindo que o Pai me ama como sou, o Pai me acolhe e me chama a uma vida nova em seu Filho.

Por tantos fatos de minha história, trazia comigo muitos medos, que foram sendo superados pelo auxilio da Palavra. É ela que me encoraja e muitas vezes não me deixa desistir. A passagem do meu chamado diz isso Daniel 3,40b: “Pois jamais haverá decepção para aqueles que em ti confiam”.  Quantas vezes eu precisei voltar para ela e nos medos, nas incertezas dizer para mim mesma “… jamais Ele te deixará na mão”, JAMAIS é JAMAIS e por isso tenho que confiar.

A Palavra me dá a certeza e a segurança de estar em Deus e de estar no rumo certo. Faça você também a sua experiência, como diz o Monsenhor Jonas “A Bíblia foi escrita para você”  e de fato foi! E quando recebemos algo feito especialmente para nós não podemos recusar, pois foi pensando em nós, tendo em vista o que somos. Receba este presente que foi escrito PARA VOCÊ!

Na Canção Nova nós utilizamos um método simples e eficaz que te levará a uma verdadeira experiência com a Palavra. É um método descomplicado, por isso não preocupe pois será fácil de entender e fazer. Se chama “a Bíblia no meu dia a dia” existe um roteiro de qual livro da Bíblia é melhor para iniciar o estudo.  Na forma de diário espiritual em um determinado capítulo separamos o que são: Promessas de Deus; Ordens de Deus; Princípios Eternos. Diante disso, em oração colhemos qual é a “mensagem de Deus para mim hoje” e “Como aplicar isso em minha vida”.

Quero muito que você se aventure na vivência da Palavra de Deus, mais do que eu é Ele que quer se revela a você! Faça sua experiência! Ele quer te amar plenamente!

Deus te abençoe! E que a Virgem Maria te leve a ser um homem e uma mulher da Palavra!

“Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o Amor de Deus é plenamente realizado.” IJo2,5

Maria de Lourdes Firmino Neta

 

Oração

Salva, Senhor, teu povo e abençoa a tua herança;
concede à Tua Igreja vitória sobre os inimigos
e protege, pela tua Cruz, este povo que é teu.

Cristo Deus, que voluntariamente foste levantado na Cruz,
tem compaixão do teu povo que traz o teu nome.
Alegra, pelo teu poder, os nossos fiéis governantes,
dando-lhes a vitória sobre os inimigos:
encontrem na tua aliança
uma arma de paz, um troféu invencível.”

A Cruz exaltada convida toda a criação
a cantar hinos à paixão imaculada
daquele que sobre ela foi erguido:
sobre a Cruz ele levou à morte
quem nos tinha dado a morte,
ressuscitou os mortos
e, tendo-os purificado,
em sua compaixão e infinita bondade
os fez dignos de viver nos céus;
alegremo-nos, pois, exaltemos seu nome
e magnifiquemos a sua extrema condescendência.

Erguendo os braços para o alto
e pondo em fuga o tirano Amalek,
Moisés te prefigurou, ó Cruz veneranda,
glória dos fiéis, sustentáculo dos mártires,
ornamento dos apóstolos, defesa dos justos,
salvação de todos os santos.
Por isso à vista da tua exaltação,
a criação se alegra e exulta glorificando a Cristo,

cuja extrema bondade reuniu, por teu meio,
o que estava disperso.

Oração para ser rezada no dia da exaltação da Santa Cruz

14 de setembro
“Mil vezes o Nome de Jesus”

Serão rezados 20 terços, assim:
· Início:Creio, 1 Pai-Nosso e 3 Ave-Marias

· Nos Pai-Nossos: Se na hora da minha morte, o demônio me tentar, de nada vai adiantar, pois no dia da exaltação da Santa Cruz, mil vezes eu clamei o Nome de Jesus!

· Nas Ave-Marias(dezena): Jesus!
Observação: Esta oração poderá ser rezada para outra pessoa que precisa de conversão, dizendo: Se na hora da morte de (dizer o nome), o demônio o tentar…

Olá, me chamo Josiane tenho 29 anos, sou natural de São Caetano do Sul-SP e estou hoje aqui, para partilhar sobre minha história vocacional.

“Antes de formar-te no seio de tua mãe, eu já te conhecia, antes de saíres do ventre, eu te consagrei e te fiz profeta para as nações. Eu respondi: Ah! Senhor Deus, não sei falar sou uma criança. O Senhor me respondeu: Não digas: Sou uma criança, pois a quantos eu te enviar irás, e tudo o que eu te mandar dizer, dirás. Não tenhas medo deles, pois estou contigo para defender-te .”  Jeremias 1, 5-8

Assim como Jeremias eu fui chamada por Deus a viver em missão muito jovem. Após minha primeira comunhão, quando eu tinha aproximadamente 10 anos, comecei a participar de um movimento da Igreja, chamado “Infância Missionária”, que tem como missão crianças evangelizando crianças. O lema era: “Por todas as crianças do Mundo- sempre unidas”, e foi quando tudo começou, nesta época sentia um desejo enorme de evangelizar as crianças do mundo inteiro, queria que cada uma tivesse a mesma experiência que eu tive do amor de Deus, então com 12 anos comecei a ser animadora da Infância Missionária (é como se fosse catequista) evangelizava as crianças e assim continuei por mais alguns anos, fui crescendo e o meu desejo de levar o outro ao encontro pessoal com Jesus foi crescendo também. Continuei com as crianças, mas fui percebendo a necessidade da evangelização também para os jovens e adultos, e assim comecei a ser catequista do crisma e da catequese de adulto, foi uma experiência rica, mas em meu coração Deus me pedia mais.

Deus me constituiu profeta das nações, só não sabia como se daria isso, pois não me sentia chamada a uma vida religiosa, achava que só poderia servir a Deus na minha paróquia como já fazia ou sendo religiosa. Nessa época não conhecia a Canção Nova, quer dizer até conhecia, mas somente como uma TV Católica, na verdade não conhecia a Comunidade Canção Nova. Fiz a descoberta no grupo de oração (Jovens Sarados) através de um acampamento realizado na Canção Nova em Cachoeira Paulista (SP), quando cheguei lá fiquei admirada com toda a estrutura e Deus me inquietava para conhecer a comunidade, com isso descobri que existia pessoas leigas que dedicam a sua vida integralmente para a salvação das almas, isso era o que eu procurava desde criança mas não entendia.

Li o livro “Vocação: um desafio de Amor”, e decidi me aproximar da comunidade para descobrir o lindo chamado que Deus me fez. E aqui estou no meu 2º ano na comunidade Canção Nova. O que posso garantir para você, é que “Só é feliz quem realiza sua vocação”.

E você já encontrou o seu lugar? Não tenha medo de fazer as descobertas, será um processo lindo.

Josiane Teresinha de Sousa

No dia 25 de Maio, em nossa casa Canção Nova Queluz aconteceu o encerramento dos 50 dias de adoração ao Deus Imenso, com adoração, procissão e em seguida a Santa Missa presidida pelo Padre Aluísio.

Foram 50 dias de adoração, tempo de muitas graças.  Hoje nosso coração se enche de alegria, por poder tocar também no testemunho de muitas pessoas que estiveram conosco neste tempo, de suas casas, de seus trabalhos, que te alguma forma se fizeram presente, se uniram a nós nessa rede de intercessão.

Confira alguns testemunhos, com aqueles que estiveram conosco no encerramento:

             

 

Hoje toda a nossa casa está se preparando para o encerramento dos 50 dias de adoração a Deus Imenso, tudo está sendo organizado com muito amor e zelo por todos.

Padre Aluísio explica como está sendo os preparativos para este momento especial.

Esperamos você e sua família!!!