Conheça a devoção de Santa Faustina a Virgem Maria e algumas de suas experiências místicas a Mãe de Misericórdia.

Depois de celebrarmos a Festa da Misericórdia, nada mais justo do que recordar a profunda devoção de Santa Maria Faustina Kowalska, apóstola da Divina Misericórdia, a Santíssima Virgem Maria, a Mãe de Misericórdia. Pois, Nossa Senhora teve um papel fundamental na vida e na espiritualidade da Irmã Faustina e consequentemente na transmissão da devoção a Jesus Misericordioso para todo mundo.

Conheça a devoção de Santa Faustina a Virgem Maria e algumas de suas experiências místicas a Mãe de Misericórdia.

Nossa Senhora da Misericórdia

Santa Faustina atribuía à intercessão de Maria a graça extraordinária da perfeita castidade, que recebeu em 1929[1]. A partir disso, sua devoção mariana tornou-se ainda mais fervorosa. Em 1934, a Irmã chegou a dizer que um dos meios para garantir a virtude da castidade é “a sincera devoção à Santíssima Virgem Maria”[2]. Cada vez que recordava esta inconcebível graça recebida, Faustina dizia que uma nova chama de amor e de agradecimento acendia em seu coração. Ao fazer memória da graça recebida, ela testemunhou: “Desde esses dias, vivo sob o manto virginal da Mãe de Deus. Ela me defende e instrui. Estou tranquila junto ao Seu Imaculado Coração e, porque sou tão fraca e inexperiente, aconchego-me, como uma criança, ao Seu Coração”[3]. Continue lendo…

Saiba quais são as recompensas prometidas às almas que veneram piedosamente as dores da Virgem Maria.

A grandiosidade do amor da Santíssima Virgem Maria merece toda a nossa gratidão, que ela recompensa generosamente, especialmente se veneramos as suas dores. Por isso, mostremos a ela a nossa gratidão pelo menos pela meditação e compaixão de suas dores.

Saiba quais são as recompensas prometidas às almas que veneram piedosamente as dores da Virgem Maria.

Pietá, de Michelangelo

Em revelação privada, a Virgem Santíssima queixou-se a Santa Brígida que muito poucas são as pessoas que dela se compadecem, sendo que a maior parte dos homens esquecem-se de suas dores e aflições. Em seguida, Nossa Senhora recomendou à Santa, com muita insistência, que guardássemos contínua memória de suas dores. Continue lendo…

Especialmente neste Ano Mariano, rezemos juntos, com muita fé e devoção, a Coroa das Sete Dores da Virgem Maria.

A Coroa das Sete Dores da Santíssima Virgem Maria tem uma clara conotação cristológica e eclesial, ou seja, está intimamente ligada a nosso Senhor Jesus Cristo e à Santa Igreja. Pois, esta oração ajuda-nos a descobrir o significado salvífico da dor da Mãe de Deus no contexto do mistério de Cristo e da Igreja. Mas, ao mesmo tempo, esta tem uma conotação antropológica, enquanto faz-nos compreender o valor do sofrimento de Nossa Senhora relacionado com a nossa condição existencial, com as nossas lutas e angústias, aspirações e destino.

Especialmente neste Ano Mariano, rezemos juntos, com muita fé e devoção, a Coroa das Sete Dores da Virgem Maria.

Nossa Senhora das Dores

A Quaresma, especialmente esta Sexta-feira, que precede o Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, é um tempo propício para a oração da Coroa das Sete Dores de Nossa Senhora. Pois, se “na Virgem Maria tudo se relaciona a Cristo e tudo dele depende”[1], as suas “dores” também relacionam-se com o mistério da Paixão do seu divino Filho, que lhes é causa, lhes dá sentido e da qual adquirem eficácia salvífica na vida da Igreja e de cada um de nós em particular. Sendo assim, rezemos com devoção a Coroa das Sete Dores da Virgem Maria. Continue lendo…

Meditemos com Santo Afonso Maria de Ligório sobre o insondável mistério da Anunciação e a resposta generosa da sempre Virgem Maria.

O mistério da Anunciação do Arcanjo São Gabriel: “Ecce concipies in utero et paries filium, et vocabis nomen eius Iesum — Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus” (Lc 1, 31), foi coroado com a resposta da Santíssima Virgem Maria: “Ecce ancilla Domini, fiat mihi secundum verbum tuum — Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38) e o mistério da Encarnação do Verbo de Deus.

A Anunciação do Anjo a Virgem Maria

Podemos pensar que a reposta da Mãe de Deus aconteceu facilmente e que não houve uma reflexão a respeito desses elevados e sublimes mistérios. No entanto, a Santíssima Virgem ficou cheia de temor, pois foi colocada pela Anunciação do Anjo diante de uma decisão importantíssima. Não se tratava somente da decisão mais importante de sua vida, mas também de todo gênero humano. Continue lendo…

Leia artigo de Ana Lígia Lira com o tema “Ave-Maria do povo sertanejo”, sobre a devoção mariana do povo nordestino.

Neste artigo intitulado “Ave-Maria do povo sertanejo”, Ana Lígia Lira da Silva nos fala sobre a profunda devoção mariana do povo do sertão do nordeste, a partir de suas próprias raízes. A autora do livro “O Diário do Silêncio”, com palavras que nos remetem à simplicidade do povo nordestino, quer nos levar a conhecer a experiência de fé desse povo tão sofrido e, ao mesmo tempo, tão cheio de esperança. Sem mais delongas, seguem as palavras de Ana Lígia Lira:

Leia artigo de Ana Lígia Lira com o tema “Ave-Maria do povo sertanejo”, sobre a devoção mariana do povo nordestino.

Imaculado Coração de Maria e Sagrado Coração de Jesus

Ao receber o convite para escrever meu primeiro artigo para este blog, logo veio à minha mente a música “Ave-Maria Sertaneja” (Luiz Gonzaga). Talvez seja por ter vivido boa parte de minha vida no sertão de Pernambuco. Então, pensei em falar um pouco da fé que meus olhos viram e ainda veem por aqui. Continue lendo…

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com