testemunho-sou-um-milagre-estou-aqui-cleber-rodrigues-cancao-nova

Nest post, compartilho hoje com você o testemunho de fé e superação do ministro de música Rodrigo Ferreira durante o Acampamento PHN 2014, que aconteceu na sede da Comunidade Canção Nova. Ele testemunha que, com 23 anos, viveu uma grande perda em sua vida com o falecimento de sua esposa. Testemunhar é reconhecer a fidelidade de Deus em nossa vida! Continue lendo…

quando-o-sofrimento-bater-em-sua-porta-padre-fabio-de-melo-cleber-rodrigues-cancao-nova-g

Hoje, compartilho com você a pregação “Quando o sofrimento bater à sua porta” realizada por Padre Fábio de Melo na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP). Nesta pregação, Padre Fabio nos proporciona uma reflexão sobre as razões de nosso sofrimento e como transformá-lo em fonte de valores.  Continue lendo…

do-limao-uma-limonada-cleber-rodrigues-cancaonova

Hoje, compartilho com você um texto que li em “A vida sexual de solteiros e casados” (2002) de João Mohana (Edições Loyola), um livro clássico da bibliografia brasileira sobre educação sexual, que contém algumas dicas práticas que podem ajudar no processo de amadurecimento afetivo e sexual. Espero que possa de alguma forma te ajudar. Ah, e se a vida te der limões, não azede! Faça uma limonada e boa leitura!

Continue lendo…

oracao-de-cura-interior-para-as-mulheres-cleber-rodrigues-cancao-nova

Neste post, aproveitando a motivação da data – 8 de março, Dia Internacional das Mulheres – partilho de modo especial às mulheres, um arquivo de áudio com uma oração de cura interior realizada em Março/2012, por Salette Ferreira e Leticia Cavalli (membros da Comunidade Canção Nova), na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).   Continue lendo…

pregacao-sair-debaixo-da-mesa-padre-fabio-de-melo-cleber-rodrigues-cancaonova

Na sua infância, você já quebrou alguma coisa de sua mãe e ficou com medo de que ela descobrisse, e se enfiou debaixo da mesa para poder se esconder? Comigo isso sempre acontecia. Quantas vezes nos escondemos das situações debaixo da mesa. O medo é tão maior do que o que pode acontecer conosco que preferimos nos esconder. Mas vai chegar um momento em que teremos de enfrentar as dificuldades, as nossas fraquezas, os nossos erros. Continue lendo…

quero-ter-um-coracao-curado-1
Momento de Adoração realizado durante o Acampamento de Cura e Libertação, na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), com o tema: “Ele cura os corações atribulados e sara as feridas”

Continue para ouvir…

Só renovaremos o nosso coração se perdoarmos nosso próximo.

na-forca-do-amor-e-do-perdao-maria-gabriela-cancao-nova

Eu conheci a Sra. Maria Gabriela durante um aprofundamento sobre Cura e Libertação oferecido à minha turma de Pré Discipulado (fase de formação inicial aos membros da Comunidade Canção Nova) quando ainda morávamos na cidade de Lavrinhas (SP), localizada no Vale do Paraíba. Para mim, foi um “tempo forte” de muito aprendizado e oração. Por isso, ontem, ao vê-la pela TV Canção Nova pregando na Quinta Feira de Adoração, em Cachoeira Paulista (SP); pude fazer memória de vários conselhos e experiencia que ela nos transmitiu sobretudo na importancia da reconciliação como fonte de libertação. Quer ter um coração livre e curado? Ouça abaixo Continue lendo…

O papel espiritual da mãe (Padre Paulo Ricardo)
Hoje, compartilho com você uma palestra realizadas durante um Acampamento para Famílias, que aconteceu na sede da Comunidade Canção Nova. Neste conteúdo Padre Paulo Ricardo nos esclarece sobre o papel espiritual da mãe no processo formativo dos filhos. O que se espera de um pai e de uma mãe para a educação dos filhos? É um assunto importante para homens e mulheres que querem crescer em maturidade afetiva e espiritual. Ouça e descubra. Continue lendo…

o-perigo-das-novelas

 
Hoje, quero partilhar um assunto muito importante: o risco das novelas para a sua felicidade. Pode parecer exagero, mas não é! Estudo noticiado pela BBC relaciona o aumento do número de divórcios no Brasil nos lares onde existe o hábito de assistir  a presença das novelas costumam apresentar críticas a valores tradicionais

Estudo do BID relaciona novelas a divórcios no Brasil

Um estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) sugere uma ligação entre as populares novelas da TV Globo e um aumento no número de divórcios no Brasil nas últimas décadas. Na pesquisa, foi feito um cruzamento de informações extraídas de censos nos anos 70, 80 e 90 e dados sobre a expansão do sinal da Globo – cujas novelas chegavam a 98% dos municípios do país na década de 90.

Segundo os autores do estudo, Alberto Chong e Eliana La Ferrara, “a parcela de mulheres que se separaram ou se divorciaram aumenta significativamente depois que o sinal da Globo se torna disponível” nas cidades do país. Além disso, a pesquisa descobriu que esse efeito é mais forte em municípios menores, onde o sinal é captado por uma parcela mais alta da população local.

Os resultados sugerem que essas áreas apresentaram um aumento de 0,1 a 0,2 ponto percentual na porcentagem de mulheres de 15 a 49 anos que são divorciadas ou separadas. “O aumento é pequeno, mas estatisticamente significativo”, afirmou Chong.

Os pesquisadores vão além e dizem que o impacto é comparável ao de um aumento em seis vezes no nível de instrução de uma mulher. A porcentagem de mulheres divorciadas cresce com a escolaridade. O enredo das novelas freqüentemente inclui críticas a valores tradicionais e, desde os anos 60, uma porcentagem significativa das personagens femininas não reflete os papéis tradicionais de comportamento reservados às mulheres na sociedade.

Foram analisadas 115 novelas transmitidas pela Globo entre 1965 e 1999. Nelas, 62% das principais personagens femininas não tinham filhos e 26% eram infiéis a seus parceiros. Nas últimas décadas, a taxa de divórcios aumentou muito no Brasil, apesar do estigma associado às separações. Isso, segundo os pesquisadores, torna o país um “caso interessante de estudo”.

Segundo dados divulgados pela ONU, os divórcios pularam de 3,3 para cada 100 casamentos em 1984 para 17,7 em 2002. “A exposição a estilos de vida modernos mostrados na TV, a funções desempenhadas por mulheres emancipadas e a uma crítica aos valores tradicionais mostrou estar associada aos aumentos nas frações de mulheres separadas e divorciadas nas áreas municipais brasileiras”, diz a pesquisa.

Fonte:

  1. Soap Operas and Fertility: Evidence from Brazil (PDF)
  2. Television and Divorce: Evidence from Brazilian Novelas (PDF)
  3. http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2009/01/090130_noveladivorciobrasil_np.shtml
  4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Comédia_romântica

 


fale-comigo NOTA: Há muito tempo, me preocupa a realidade das subversão moral comunicada através do lixo televisivo sequenciado, também conhecido como tele-novelas (e que, infelizmente, que é exportado à tantos outros países). Basta, um pouco de inteligência para percebermos que a grande maioria das telenovelas brasileiras, tem enredos, no geral, com temas muito semelhantes se comparadas. Na maioria das vezes, misturam drama, romance e violência de uma forma bem peculiar, com o objetivo de ter como público-alvo: mulheres adultas (sexo feminino).

Talvez você nunca tenha percebido, mas o enredo de uma telenovela costuma ser muito parecido ao de uma comédia romântica. Segundo descrito na Wikipedia, “o argumento básico de uma comédia romântica é que duas pessoas se conhecem mas, apesar da atração óbvia que existe entre elas, não se envolvem romanticamente por algum fator interno ou por alguma barreira externa, como o fato de um deles ter uma relação amorosa com outra pessoa, por exemplo. Porém, em algum momento, depois de diversas cenas cômicas, eles se separam por alguma razão e, só daí, se dão conta do quanto eles são perfeitos um para o outro. Após um espetacular esforço, ou uma coincidência incrível, eles se encontram novamente, declaram-se amor eterno, e vivem felizes para sempre.”

Pronto! Está revelada a técnica usada para influenciar a sensibilidade feminina causando assim nas mulheres uma confusão sobre sua própria identidade afetiva e sexual. É uma escravidão, disfarçada de liberdade. Infelizmente, muitas mulheres tem sido influenciadas ao longo das décadas e sofrendo essa “lavagem” cerebral. Por fim, deixo como sugestão dois artigos que escrevi e poderão aprofundar o entendimento desta questão. São eles: “Feminino, feminilidade e feminismo: a ideologia por trás da etimologia” e “Blood Money: indústria do aborto é desmascarada em documentário“.

Mudança de hábito exige criatividade. Inove, mude a tradição do “horário nobre” em sua casa. Quem disse que a única diversão na sala da casa é diante da TV? E mesmo se for diante do televisor: assuma o controle remoto. Não pense duas vezes em trocar de canal ou escolha bons filmes. TVs conectadas à internet pode favorecer o acesso a conteúdo formativos e com bons valores. Quer ser feliz? Dê mais qualidade aquilo que oferece em sua casa. Se preciso, traga os álbuns de fotos e conte outras histórias. Afinal, é justamente neste storytelling que somos naturalmente atraídos: boas histórias e narrativas.

Esclarecimento: Assista a explicação do Padre Paulo Ricardo sobre como as novelas são comprovadamente utilizadas para moldar o comportamento social e destruir as famílias.

Que Deus abençoe as famílias. Amém.


Cleber Rodrigues
Comunidade Canção Nova

pega-ele-jesusHoje, minha dica sonora é a pregação “Pega ele, Jesus!” do Padre José Augusto realizada na Comunidade Canção Nova. Nesta pregação, realizada há 16 anos (em 06/05/2000) nos é ensinado como podemos viver melhor, a medida que deixamos o Espírito Santo nos conduzir no dia a dia, nos afastando do pecado. Que a graça de Deus nos “pegue”. Bora ouvir? Continue para ouvir

Só Jesus pode completar o amor que lhe falta.
adoracao-ao-santissimo-curados-para-amar “Cura Senhor, onde dói / Cura Senhor, bem aqui / Cura Senhor, onde eu não posso ir” (…) Neste dia, seguindo uma moção interior, quero partilhar com você um momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento conduzido por Roberto TannusPadre Sóstenes Vieira e Eugênio Jorge gravado durante o acampamento de oração “Curados para Amar” e, peço a Deus, que este seja um momento de profunda libertação e de cura interior.

Seja bem vindo(a) à enfermaria da alma. “Com amor eterno vou te amar, infinitamente vou te amar… Sempre vou te amar, sempre vou te amar, sempre vou te amar”. Essa é uma promessa de Deus – para mim e para você. Pois, humanamente, até podemos declarar um afeto pelos outros, mas, no fundo, somente Jesus pode completar o amor que nos falta.  Ouça, adore e compartilhe.

 

 Ouça agora: Adoração “Curados para Amar” (gravado em 19/03/11) Continue lendo…

Formar homens novos e mulheres novas para um mundo novo
“Nós todos sabemos que não há família perfeita, e até mesmo o marido perfeito ou a esposa perfeita. Existimos nós, os pecadores. Jesus, que nos conhece bem, nos ensinou um segredo: nunca terminar um dia sem pedir perdão, sem que a paz retorne à nossa casa, à nossa família. Se aprendermos a pedir perdão e a nos perdoar, o matrimônio irá durar, irá em frente.” (Papa Francisco)

 Ouça pregações que podem transformar seu relacionamento:


Para ouvir, clique sobre o nome da pregação. Para salvar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar destino como…

  1. Casamentos refeitos por Maria (Monsenhor Jonas Abib)
  2. Como a Sagrada Família (Monsenhor Jonas Abib)
  3. Crucifixo e Bíblia em nossas casas (Pe José Augusto)
  4. Fecundos como Abraão e Sara (Monsenhor Jonas Abib)
  5. Homens e Mulheres restaurados (Monsenhor Jonas Abib)
  6. Leigos santos: profecia de Deus (Monsenhor Jonas Abib)
  7. Minha família é uma benção (Monsenhor Jonas Abib)
  8. Sete dicas para sua família (Ricardo e Eliana Sá)
  9. O Senhor escolheu e consagrou sua casa (Monsenhor Jonas Abib)
  10. Reedificarei minha casa em ruínas (Monsenhor Jonas Abib)

Para ler

 


 Veja também: pregações sobre namoro, afetividade e sexualidade e como encontrar a pessoa certa.


Até a próxima. Que Deus nos abençoe.

Cleber Rodrigues
Comunidade Canção Nova

A dependência afetiva é uma prisão.

Quando ela ocorre passamos a não viver mais sem a ajuda do outro. A dependência afetiva é um estado que faz parte da natureza humana por nascermos dependentes tanto no campo físico (alimentação, cuidados, etc.) quanto no campo afetivo. As experiências que vamos adquirindo em nosso desenvolvimento farão com que tenhamos ou não nossa independência afetiva. É muito importante esclarecer que essa independência não significa individualismo, muito menos com solidão.

Para aprendermos sobre esse assunto, compartilho uma entrevista do portal cancaonova.com com a psicóloga Elaine Ribeiro. É um tema libertador. Confira!

 No áudio abaixo, você confere esta entrevista na íntegra: Continue lendo…

Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro. 

AMIZADE-PELA-FENeste post, recomendo a pregação O dom de ser anjo” realizada pelo Padre Fábio de Melo. O tema central é amizade e nos ensina aquilo que podemos por em prática para nos relacionarmos melhores. O primeiro passo é acolhermos do Espírito Santo, o dom de sermos presença na vida dos outros, principalmente na vida daqueles que são os nossos amigos. Jesus Cristo é o melhor amigo, aquele de todas as horas. Agora, olhando para sua vida, responda: Quantas pessoas você tem realmente como amigo(a)? Qual a qualidade destas amizades? Continue lendo…

A partir da pureza e da transparência é possível viver a santidade nos relacionamentos.

SADIA-CONVIVENCIA-HOMEM-MULHER

Hoje vou falar sobre um tema polêmico, que tem circulado em alguns telejornais, que é essa infeliz onda dos chamados “encoxadores” do transporte público. Antes de continuarmos, reconheço que o termo é tão sujo, tão baixo e tão doentio que estava (e ainda estou) com vergonha de mencioná-lo aqui. Mas o assunto é sério e preciso ser concreto na abordagem. A reflexão inicial que desejo propor é: será que vivemos em um contexto social que demonstra ter uma afetividade e uma sexualidade saudável? Sem querer fazer grandes teses ou discursos dialéticos embromations sobre comportamento humano, quero sim, simplificar para conversarmos com a maturidade que a situação exige. Penso que não seja necessário muito esforço intelectual para percebermos que há uma (aparente e crescente) anormalidade no contexto do uso da sexualidade. Continue lendo…

Com certeza, Deus não criou pessoas feias. Pois, feiura ou beleza são conceitos subjetivos de interpretação pessoal ou cultural. Portanto, o foco aqui é conversarmos sobre auto-estima.

Se por acaso, você se considera uma pessoa feia, veja algumas dicas bem-humoradas para se tornar uma pessoa mais bonita:

  1. Encontre-se com Deus
  2. Olhe para o espelho todas as manhãs e diga: “hmmm que gato (a) que sou!” rs
  3. Identifique a beleza que há em você. Olhe-se com carinho e veja as características e qualidades que são maravilhosas.
  4. Seja feliz, bem humorado(a): leve a vida “na esportiva”.

 

Se você olhar bem para as pessoas, perceberá que cada pessoa tem sua beleza própria. Mas, você precisa enxergar isso: principalmente em você. Quem não enxerga beleza em si mesmo, não se cuida e quem não se cuida contribui para a ‘enfeiruização’ do mundo. Cultive a auto estima e o amor por si mesmo(a): entregue-se pra Jesus, saia da feiura e… tome água pelo menos 5 vezes ao dia!

Na exortação apostólica “A Alegria do Evangelho“, papa Francisco pede que a beleza seja também uma via de evangelização e destaca não se trata de fomentar um relativismo estético, que pode obscurecer o vínculo indivisível entre verdade, bondade e beleza, mas de recuperar a estima da beleza para poder chegar ao coração do homem e fazer resplandecer nele a verdade e a bondade do Ressuscitado”.

Que Deus te abençoe.
Um abraço,

Cleber Rodrigues

Veja também:

“O amor jamais acabará” (I Cor 13, 8)

NAMORO-CLEBER-RODRIGUES-CANCAO-NOVA

A dica de hoje é, especialmente, para você que está namorando ou quer namorar: uma coletânea sobre namoro. São 7 pregações exclusiva sobre esse tema que nunca sairá de moda!

Assim, espero que você ouça, compartilhe e indique para quem você ama. É uma ótima oportunidade para você organizar internamente seus sentimentos, emoções e quem sabe definir seu estado de vida. Não tenha medo de se abrir ao desejo mais profundo do ser humano: amar e sentir-se amado. Que seu coração e seus ouvidos sejam abertos aos direcionamentos do Espírito Santo: dê os passos necessários!

 

 PREGAÇÕES (Se preferir, baixe em MP3):  Continue para ouvir…

blood-money-industria-do-aborto-e-desmascarada-em-documentario-cleber-rodrigues-blog-cancao-nova

Hoje, minha dica é que você pare o que estiver fazendo e assista “Blood Money” (que numa tradução literal significa “Dinheiro de Sangue”) que desmascara a indústria do aborto e relata os inúmeros traumas causados na mulheres que, infelizmente, por falta de orientação já realizaram o assassinato dos próprios filhos. É um documentário excelente pela abordagem testemunhal de mulheres que praticaram o aborto, se arrependeram e decidiram esclarecer outras mulheres para que jamais sejam enganadas.

Independente do motivo que te trouxe a esse artigo – curiosidade, necessidade de ajuda ou esclarecimento – saiba: a possibilidade de trazer filhos ao mundo é sempre uma bênção e o Catecismo da Igreja Católica (470) afirma que “o ser humano, desde sua concepção, deve ser respeitado e protegido de modo absoluto em sua integridade”.

Assista também: Animação sobre o aborto: “Ouça a minha voz”

No livro da Gênesis no relato da Criação, vemos como Deus manifesta esse desejo à humanidade: “Sejam fecundos, multipliquem-se, encham e submetam a terra” (Gn 1,28). Contudo, seja por falta de conhecimento, ignorância ou desinformação (a repetição dos sinônimos aqui é proposital) algumas vozes tem dito por aí que o planeta já tem gente demais (mentira!), que no futuro haverá escassez de alimento (mentira!), poderá faltar água (mentira!), etc, enfim, uma enxurrada de mentiras sobre a questão populacional, mas quer saber? Mesmo que venham outros bilhões de homens e mulheres ao mundo, se tivermos amor e responsabilidade, basta colocar “água no feijão” e dará tudo certo. Aqui não estou apregoando uma conduta irresponsável quanto ao sentido da paternidade e da maternidade, mas, sim te lembrar que para tudo tem jeito: até pra morte – afinal Jesus, nos ensinou a viver bem, para morrermos bem e nos deu a certeza da vida eterna.

Portanto, caso você (ou conhece algum conhecido) estiver vivendo uma situação de gravidez inesperada a palavra de ordem é: o aborto (assassinato) da criança jamais deve ser a escolha. Tenha calma e peça ajuda aos seus familiares. Isso requer humildade e maturidade. Acreditar sempre e desesperar jamais.

Assista na íntegra (o vídeo começará a partir de 1min20seg):

Leia mais sobre aborto aqui, aqui, aqui e aqui.

Que Deus te abençoe!

Um abraço,
Cleber Rodrigues