Venha descobrir as raízes da fé cristã.

departures-01

 

 

Seja bem vindo(a) a bordo. Acomode-se confortavelmente em sua poltrona, ajuste o volume de áudio, verifique se não há outras abas abertas no navegador ou comunicadores instantâneos que possam te distrair durante esta viagem. Sou o “comandante” Cleber Rodrigues e juntamente com toda tripulação (analista de NOC, servidores e data centers), apresentamo-lhes as boas vindas a bordo. Este é o “vôo da Fé” com destino aos Santuários Marianos, na Terra Santa. Continue lendo…

Referência nacional em História e Arte Sacra.

mas-sp

O Museu de Arte Sacra de São Paulo é fruto de um convênio celebrado entre o Governo do Estado e a Mitra Arquidiocesana de São Paulo, em 28 de outubro de 1969 e sua instalação data de 28 de junho de 1970. A partir desta data, o Museu de Arte Sacra de São Paulo passou a ocupar a ala esquerda térrea do Mosteiro de Nossa Senhora da Imaculada Conceição da Luz e a antiga Casa do Capelão, antes administração, e onde, desde 1999, está exposto o acervo de presépios do museu.

A parte mais antiga do complexo foi construída sob orientação de Continue lendo…

Muito alegre eu te pedi o que era meu, partir, um sonho tão normal
Dissipei meus bens e o coração também, no fim meu mundo era irreal”

abraco-pai-misericordia-filho-prodigo
“Estava ainda longe, quando seu pai o viu e, movido de compaixão, correu-lhe ao encontro, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou”
(Lc 15,20) Essa foi a reação do “pai misericordioso” ao rever seu filho voltando arrependido pra casa. Existe um olhar de Deus, querendo vê-lo(a) agora. Não se trata de um olhar de condenação, mas um olhar misericordioso que quer te acolher de volta à Igreja, não somente para o espaço físico em si, mas para uma vida em comunidade. Deus quer seu coração de volta. Ele quer sempre nos acolher de cabeça erguida e felizes. Na boa, vale a pena confiar no amor misericordioso de Deus Pai. Vale a pena voltar! Topa esse desafio? Continue lendo…

Quem não tem teto de vidro que atire a primeira pedra.

justiceiros-violencia-urbana-2O assunto e hoje é polêmico, porém, muito necessário. Para não dizerem que “falo somente das flores”, sinto-me impulsionado por Deus, a falar também das pedras. “Ãh, pedras?” Que legal, então o assunto será geologia, petrologia? Não. Hoje não falaremos sobre petrologia (pelo menos, não diretamente) e prefiro deixar as estruturas ígneas, sedimentares e metamórficas para outro momento. Porém, para não frustrar os geeks de plantão, manterei a analogia geológica: vamos conversar sobre “corações endurecidos” e petrificados.

Começaremos refletindo sobre a violência urbana, passaremos a conduta justiceira e terminaremos no poder transformador da misericórdia.

Provavelmente, você já deve ter acompanhado nos noticiários a onda “sem-noção” de querer “fazer justiça com as próprias mãos” manifestadas, principalmente, por determinados grupos. É algo tão vergonhoso e assustador ao ponto das autoridades policiais já terem registrado, neste ano de 2014, casos de espancamentos, linchamentos e humilhação pública por outros cidadãos em diversas localidades do País. Infelizmente!

Que a vida está dura pra todo mundo, que há uma sensação de impunidade, que a corrupção é praticamente um “câncer social” com metástase em quase todas as áreas, disso tudo nós já sabemos. Que a tendência do mundo é piorar, isso não é também não é novidade (basta ler na Bíblia Sagrada, o livro de Mateus a partir do capítulo 24, por exemplo). Que a paz e a segurança definitiva será somente quando Jesus vier pela segunda e definitiva vez  – para se encontrar aqueles que perseverarem até o fim – também não é novidade. (leia, por exemplo, em II Pedro 2,3ss). Mas, o que de fato está acontecendo? Voltamos à época do “olho por olho, dente por dente”? Pagar as ofensas igual por igual não muda situação de ódio. A expressão “olho por olho, dente por dente”, também chamada de “Lei do Talião” pode ser encontrada no livro do Êxodo 21, 24 e refere-se quando a justiça era feita pelas mãos dos homens. Tal a reparação qual o dano, ou seja: bateu? Levou! 

Mas, qual deve ser a postura dos cristãos diante destes fatos? Será que somos tão perfeitos(as) assim? Qual a diferença entre justo e justiceiro? Continue lendo…

Olá! Neste post, compartilho com você um trecho da homilia “Temos um Deus que é Nosso Pai” do Padre José Augusto realizada dia 22/03/14, durante o Acampamento Jovens Sarados, na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista(SP).

padre-jose-augusto-cancao-nova“Acreditamos pela fé, somos provados na Fé. Seria tão bom se Deus aparecesse, mas Deus não vai aparecer. Pela fé estamos aqui e acreditamos que Ele existe. (…) Você sabia que Deus não força ninguém a nada? Se eu matar alguém, Deus é o culpado? Claro que não! Eu matei na liberdade. Em nossa liberdade toda vez que fazemos alguma coisa errada, Deus diz: ‘Não faça’!  (…) Na confissão muitos dizem:Caí no pecado da masturbação;Caí na sexualidade;Assisti vídeos pornográficos. Pergunto:Porquê você cai? Não é por tentação, nem porque é jovem, menos ainda porque não reza. É porque você gosta! Se você comete o pecado, você ofende a Jesus. Prove que você ama a Cristo, e não faça! (…) Decida-se a partir de hoje fazer da sua vida o que quiser, e fique com Deus para sempre!” diz Padre José Augusto.

Como diz a expressão popular: “durma com esse barulho!” Pude acompanhar ao vivo pela TV Canção Nova e partilho que as exortações me ajudaram a retomar o ardor pela santidade, a perseverar na caminhada cristã e ousar ainda mais nas minhas atividades de evangelização. Conto com você e você pode contar comigo: estamos juntos na luta! Assim, pra quem gosta (ou não) de suas pregações: recomendo ouvir na íntegra!

ico-audio Ouça: “Temos um Deus que é nosso Pai” (Pe José Augusto)

Continue lendo…

São José mereceu o nome de “Justo” porque possuía, de modo perfeito, todas as virtudes.

SAO-JOSE-ANUNCIONo dia 19 de março, mesmo em meio ao Tempo Quaresmal é dia solene, porque é o Dia de São José, esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus Cristo. No dia dedicado a esse homem fiel, obediente, cheio de fé, totalmente entregue a Deus e a Seu serviço, também celebramos o Dia dos Homens – que são chamados a seguir esse modelo de santidade.

São José nos ensina hoje que, quem quer receber Jesus, precisa receber também Sua Mãe, esse tesouro precioso do Senhor. José, companheiro; José, amigo; José, homem de Deus!

Segundo Papa Francisco “José é ‘guardião’ porque sabe ouvir a Deus, deixa-se guiar pela sua vontade e, por isso mesmo, se mostra ainda mais sensível com as pessoas que lhe estão confiadas, sabe ler com realismo os acontecimentos, está atento àquilo que o rodeia, e toma as decisões mais sensatas. Nele, queridos amigos, vemos como se responde à vocação de Deus: com disponibilidade e prontidão; mas vemos também qual é o centro da vocação cristã: Cristo. Guardemos Cristo na nossa vida, para guardar os outros, para guardar a criação!”

Continue lendo…

A reciprocidade faz parte da amizade: é preciso cativar.

transfiguração-bloch

A meta de todo cristão precisa ser o Céu. Essa é também a minha meta! O episódio da “Transfiguração de Jesus” mencionada no evangelho de Mateus 17,1-9 foi o tema da liturgia neste 2º Domingo da Quaresma. Por ser, para mim, um dos trechos mais bonitos e intrigantes das Sagradas Escrituras, resolvi partilhar algumas percepções com você. Em primeiro lugar, destaco alguns elementos interessantes para aqueles(as) que buscam encontrar-se com Deus e ouvir a sua voz: a necessidade ir para “um lugar retirado”, “numa alta montanha” e, também, elementos sobrenaturais “nuvem luminosa” que possui (?) “sombra” que cobre aqueles que dela se aproximam.

Você já fez a experiência de subir numa montanha? “Ouvir” o silêncio? “Respirar” um ar mais rarefeito? “Ver” o quão longe sua visão pode alcançar? “Descansar” no cansaço? “Saborear” a conquista? É uma grande aventura: para os corajosos e as corajosas. Porém, uma vez lá no alto, a satisfação da conquista e a experiência adquirida não tem preço. Vejo que é com isso que Jesus quer nos “presentear” e nos fazer ainda mais próximos uns dos outros, na caridade e no amor fraterno.

Por que será que Jesus não chamou os Doze, mas somente os três para subir?

Continue lendo…

Tudo pode ser mudado pela oração.

VDEUS DEMORAocê já teve a tentação de achar que Deus está demorando em fazer aquilo Ele “precisa” fazer?

Pois bem, isso é uma tentação! E aqui, não vou repetir o clichê de que “Deus não está demorando, mas caprichando”. Na boa, sem ser fatalista ou determinista: se não aconteceu é porque ainda não chegou a hora ou simplesmente, não era pra acontecer.

Tenha calma. Aprenda esperar e se não chegou, louve. Quer mudar a realidade? Então, ore. Quem não é amigo(a) do tempo, tem dificuldades de ser amigo(a) de Deus.

Converse com Jesus. Peça a graça para que: tudo em você, principalmente em seu coração, seja mudado pela força da oração. Peça a virtude da paciência. Peça o Espírito Santo! Continue lendo…

quando-o-sofrimento-bater-em-sua-porta-padre-fabio-de-melo-cleber-rodrigues-cancao-nova-g

Hoje, compartilho com você a pregação “Quando o sofrimento bater à sua porta” realizada por Padre Fábio de Melo na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP). Nesta pregação, Padre Fabio nos proporciona uma reflexão sobre as razões de nosso sofrimento e como transformá-lo em fonte de valores.  Continue lendo…

“Alegrai-vos sempre no Senhor!” (Fl 4,4)

dddHoje, ainda em clima de carnaval, quero partilhar o áudio do show de “Grampulino e Ambrósio”, que são a “Dupla DDD – Doidin de Deus” da Comunidade Obra de Maria, com a missão de evangelizar com a alegria dos ritmos do Nordeste.

Estive lá um momento marcante foi quando durante o show, a dupla prestou uma homenagem a querido Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova e seus missionários, cantando em ritmo de samba: “Pode a tristeza durar até anoitecer”. Espero que você goste!

headphones-9Ouça aqui na íntegra o show ”DDD – Doindin de Deus” (02/03/14) Continue lendo…