Deus quer te envolver de amor, volte!

Quantas barbaridades nós mesmos cometemos durante a nossa vida? E quantas consequências disso nós colhemos até hoje? Na pregação “É tempo de superar”, Monsenhor Jonas Abib, nos ensina que “nada do que fazemos é neutro” e que “tudo tem uma consequência seja para o bem ou para o mal”. Assim, para refletirmos sobre o tempo que estamos vivendo, recomendo que você ouça essa reflexão e faça uma profunda experiência de retomada na vida de santidade.


 

Ouça: “É tempo de superar” (Monsenhor Jonas Abib)

Se preferir, baixe em mp3

Olhe as consequências das “burradas” e das loucuras que nós cometemos na nossa sexualidade. Não é apenas gravidez [como muitos creem], mas há as consequências da alma, do espírito e até mesmo do corpo da pessoa. A natureza é um relógio de alta precisão. E quanta gente se estragou pelas tolices que fez no campo da sua sexualidade e afetividade! Paixão não é amor. As consequências das coisas vividas na paixão são sentidas até hoje. Quantos meninos e meninas carregam nas suas vidas as consequências duras de uma paixão mal vivida.

Não só quero falar da questão afetiva, mas também da questão financeira. Quantos fizeram compras, seduzidos pela liberdade de pagar em muitas parcelas. E para pagá-las se envolveram em empréstimos, se envolveram com agiotas e acabaram tornando sua vida um “inferno” por causa de uma decisão mal tomada.

Muitas vezes, você, mais do que ser culpado, é a vítima das paixões dos outros, da afetividade errada deles. Você sofre decepções de pessoas que você ama profundamente. Decepções de pai e de mãe. Você foi a vítima. Hoje é você quem sofre. Muitos ressentimentos você vive por causa das atitudes dos outros.

O Evangelho diz que o sol se levanta sobre os maus e sobre os bons. Assim, também, os sofrimentos se levantam não somente sobre os maus, mas também sobre os bons. É nessa hora que você tem de fazer a diferença e entregar o seu caminho ao Senhor.

Deus sabe como cuidar das marcas e das feridas que você vem trazendo. Ele mesmo disse que carregaria o fardo com você.

(Trecho da palestra “É tempo de superar” com Monsenhor Jonas Abib)

Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/pejonas/informativos.php?id=2525

 


 Nota: Ontem uma famosa marca de dispositivos eletrônicos, lançou um modelo de relógio. E, antes de fazer apologia ao novo gadget quero te propor uma reflexão musical justamente sobre o tempo. Ouça essa música: “Quanto tempo você tem?” da Banda DOM.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Que Deus nos abençoe.

Cleber Rodrigues
Comunidade Canção Nova