Saiba como adquirir o conhecimento de Jesus Cristo em preparação para a consagração a Virgem Maria.

Como conhecer Jesus Cristo

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Na terceira semana de preparação para a consagração, como intenção de nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras, pediremos o conhecimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Além disso, podemos ler e meditar alguns textos a respeito do Filho de Maria, no Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, de São Luís Maria Grignion de Montfort. Pois, estes escritos nos ajudarão a conhecer nosso Mestre e Senhor Jesus Cristo. Conhecendo a Sua história, percebemos que durante toda a sua vida oculta, o Filho de Deus se escondeu na casa de Maria, em Nazaré, e dela dependeu inteiramente. Nossa Senhora também esteve presente na vida pública de Jesus, desde o primeiro milagre nas Bodas de Caná1 até o Seu sacrifício na Cruz2. Estes fatos são elementos fundamentais para um verdadeiro conhecimento de Jesus Cristo.

Receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

Jesus Cristo é o novo Adão3, que veio ao mundo em seu Paraíso Terrestre, no seio virginal de Maria, para aí achar as suas delícias e operar, às escondidas, maravilhas de graça. “O Deus feito homem encontrou a sua liberdade em se ver aprisionado no seio d’Ela; fez brilhar a sua força, deixando-se levar por essa jovem Virgem. Achou a sua glória, e a de seu Pai, escondendo os Seus esplendores a todas as criaturas da Terra, para só os revelar a Maria; glorificou a sua independência e majestade dependendo desta amável Virgem na sua concepção4, nascimento5, apresentação no templo6, na sua vida oculta de trinta anos e, até, na sua morte. Maria devia assistir a essa morte, porque Jesus quis oferecer com Ela um mesmo sacrifício e ser imolado ao Eterno Pai com seu assentimento, como outrora Isaac também fora imolado à vontade de Deus pelo consentimento de Abraão7. Foi Ela que o amamentou, nutriu, sustentou, criou e sacrificou por nós”8.

O Verbo de Deus, onipotente e eterno, não somente escondeu-Se dos homens em Maria, mas também fez-Se dependente daquela que se fez “Serva do Senhor”9. “Ó admirável e incompreensível dependência de um Deus! Nem o Espírito Santo a pôde ocultar no Evangelho para nos mostrar o seu valor e glória infinita, embora tenha escondido quase todas as maravilhas operadas pela Sabedoria Encarnada durante a sua vida oculta. Jesus Cristo deu mais glória a Deus Pai pela sua submissão a Maria durante trinta anos do que lhe teria dado se convertesse toda a Terra operando os maiores prodígios. Oh! Quão altamente glorificamos a Deus quando nos submetemos, para Lhe agradar, à Virgem Santíssima, a exemplo de Jesus Cristo, nosso único modelo!”10.

O Filho de Deus ama ardentemente a Mãe Santíssima, mais do que qualquer outra criatura neste mundo, por isso ficou escondido em sua casa e dela dependeu para realizar o desígnio divino da salvação. Por isso, seguindo seu exemplo, devemos também amá-la ardentemente, com todas as nossas forças, com toda nossa mente, com todo nosso coração, com toda nossa alma. Devemos amar a Virgem Maria, não por ela mesma, mas por causa de Deus. Se por causa do Senhor devemos amar até mesmo nossos inimigos11, muito mais temos a obrigação de amar a sua Mãe Santíssima, aquela que Ele mais amou na Terra. Mas, para obter da Divina Misericórdia um verdadeiro amor e uma verdadeira devoção à sua Santíssima Mãe, e para inspirá-los a todo o mundo, peçamos primeiramente a graça de amá-Lo ardentemente.

Para alcançar a graça de amar Jesus Cristo, São Luís Maria nos convida a rezar com ele esta oração inflamada, com Santo Agostinho e com os verdadeiros amigos do Senhor:

“Ó meu Jesus, Vós sois o Cristo, meu Pai Santo, meu Deus misericordioso, meu Rei infinitamente grande. Vós sois o meu Bom Pastor, meu único Mestre, meu Auxílio, todo bondade, meu Bem-amado de arrebatadora beleza, meu Pão da Vida, meu Sacerdote eterno. Vós sois o meu Guia para a Pátria, minha Luz verdadeira, minha Doçura toda Santa, meu Caminho direto. Vós sois a minha Sabedoria sublime, minha Simplicidade pura, minha pacífica Concórdia. Vós sois toda a minha Defesa, minha preciosa Herança, minha eterna Salvação. Ó Jesus Cristo, Mestre adorável, porque é que eu amei ou desejei em toda a minha vida outra coisa fora de Vós, Jesus, meu Deus?! Onde estava eu quando não pensava em Vós?! Que o meu coração, ao menos a partir deste momento, só arda em desejos de Vós, Senhor Jesus; que só para Vos amar ele se dilate. Desejos da minha alma, correi doravante: já basta de delongas! Apressai-vos a atingir o fim porque aspirais, buscai em verdade Aquele que procurais! Ó Jesus, seja anátema quem não Vos amar! Seja repleto de amargura! Ó doce Jesus, sede o amor, as delícias e o objeto da admiração de todo coração dignamente consagrado à Vossa glória. Deus do meu coração e minha herança, divino Jesus, que o meu coração esvazie-se do seu próprio espírito, para que Vós possais viver em mim, acendendo em minha alma a brasa ardente do Vosso Amor, que seja o princípio de um incêndio todo divino. Arda incessantemente sobre o altar do meu coração, inflame o mais íntimo do meu ser, e abrase as profundezas da minha alma. Que no dia da minha morte eu compareça diante de Vós todo consumido no Vosso Amor! Amém. Assim seja”12.

Assim, inspirados por esta admirável oração de Santo Agostinho, rezemos todos os dias desta semana de preparação para pedir o amor e o conhecimento de Jesus Cristo, que buscamos na consagração por intermédio da Virgem Maria. Peçamos várias vezes nestes dias: “’Senhor, que eu Vos conheça!’ Ou então: ‘Senhor, fazei que eu veja quem sois Vós!’”13. Durante esta semana, meditemos sobre Jesus Cristo, o Deus escondido e dependente da Virgem Maria. Pois, com Ele aprenderemos a ser dependentes da Mãe de Deus e a nos esconder no seu Imaculado Coração. Com Jesus, aprendamos a permanecer na casa de Maria e a depender inteiramente dela para realizar a vontade do Pai em nossas vidas. Com o Filho de Deus, aprendemos como nos consagrar, nos entregar inteiramente, e a amar a Santíssima Virgem Maria. Nossa Senhora da Imaculada Conceição, rogai por nós!

Informações: as orações preparatórias desta segunda semana, para quem faz sua consagração no dia 12 de Dezembro, começam dia 6 de Dezembro e terminam dia 11. Convidamos todos os que fazem ou renovam sua consagração neste dia 12, ou em data próxima, a participar da 5ª Campanha Nacional de Consagrações à Virgem Maria. Para fazer sua inscrição, basta enviar os seus dados, preenchendo o formulário até o dia 09 de Dezembro de 2014. Os nomes dos participantes da 5 ª Campanha serão colocados nas intenções na Festa de Nossa Senhora de Guadalupe, presidida pelo Padre Paulo Ricardo, no dia 12 de Dezembro, em Cuiabá (MT).

Referências:

1 Cf. Jo 2, 11.

2 Cf. Jo 19, 25.

3 I Cor 15, 45.

4 Cf. Lc 1, 28-38.

5 Cf. Lc 2, 1-19.

6 Cf. Lc 2, 42-52.

7 Cf. Gn 22, 1-12.

8 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, 18.

9 Cf. Lc 1, 38.

10 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Op. cit., 18.

11 Mt 5, 44.

12 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Op. cit., 67.

13 Idem, 230.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com