Padre Paulo Ricardo responde duas perguntas sobre a consagração e a salvação, o juízo e o purgatório.

A consagração e a salvação, o juízo e o purgatório.Neste artigo, Padre Paulo fala sobre a consagração e a salvação. O Padre Paulo Ricardo tem pregado muito a respeito da consagração a Virgem Maria, segundo o método do livro “Tratado da Verdadeira devoção à Santíssima Virgem”, de São Luís Maria Grignion de Montfort. Recentemente, o sacerdote pregou na Canção Nova sobre a consagração em nosso processo de santificação. Depois da palestra, Padre Paulo respondeu a algumas perguntas dos presentes sobre a consagração e a devoção a Nossa Senhora. A pedido de nossos leitores, postaremos uma série de artigos, divididos por temas, com as respostas do Padre Paulo. O primeiro artigo foi sobre os protestantes e a devoção a Maria. O segundo, sobre a validade da consagração dos filhos pelos pais. O terceiro artigo responde a algumas perguntas sobre a consagração e a oração do Terço. No quarto artigo, Padre Paulo Ricardo testemunha porque, depois de 18 anos de sacerdócio, fez a sua consagração a Virgem Maria. Saiba o que Padre Paulo responde: Porque a solução para não entrar no purgatório é Maria? Quem não aceita Maria e morre, o que será desta pessoa?

Receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

Porque a solução para não entrar no purgatório é Maria?

Para não irmos para o purgatório, precisamos amar Deus de todo coração. Porém, temos dificuldade de amar Deus de todo nosso coração por causa do pecado original. Por causa do pecado e da nossa fraqueza, temos dificuldade de entregar tudo nas mãos de Deus. A gente entrega tudo nas mãos de Deus, mas daqui a pouco estamos pegando de volta. No entanto, existe uma facilidade de entregar as coisas nas mãos de Maria. Quando o pecado original distorceu nosso coração, a primeira consequência foi que começamos a ter medo de Deus, por isso, Adão e Eva se esconderam (cf. Gn 3, 8). Nós temos medo de Deus, ainda que o Seu amor por nós seja infinitamente maior do que o amor de Maria por nós.

Quando nossa mãe está enferma no hospital, temos medo de dizer a Deus: “seja feita a Tua vontade” (Mt 6, 10). Deixar que Deus faça a Sua vontade é uma coisa da qual temos medo. Esse é um defeito nosso, não de Deus. Mas, quando falamos com Maria, nós entregamos a ela, dizemos com facilidade: Nossa Senhora, toma minha mãe no colo e faz o que você quiser. Para nos desapegar das coisas deste mundo, temos medo de Deus, por isso, precisamos entregar essas coisas nas mãos de Maria. Nas mãos de Jesus funciona, mas o problema é que entregamos e depois pegamos de volta. Nas mãos de Maria, é mais fácil de entregar porque temos confiança de que ela sabe o que é melhor. Quando começamos a entregar tudo nas mãos de Maria, começamos a ter mais facilidade de entregar as coisas nas mãos de Jesus. Isso vai curando dentro de nós a ferida do pecado original. Passamos a aceitar muito mais a vontade de Deus como vontade amorosa, de alguém que nos quer realmente bem, porque o amor da Mãe é intérprete do amor do Pai.

Assista resposta do Padre Paulo Ricardo à questão: “O purgatório é uma invenção medieval?“: 

Ouça resposta do Padre Paulo Ricardo à questão: “O purgatório é uma invenção medieval?”:

Quem não aceita Maria e morre, o que será desta pessoa?

Se uma pessoa tem um verdadeiro amor a Jesus, mesmo que ela teve dificuldade de aceitar Nossa Senhora, esse amor foi gerado por Maria, quer ela aceite, quer não. A questão de como essa pessoa vai ficar no Céu, não sabemos, porque Deus é quem julgará os corações. Mas, se existe um verdadeiro amor a Jesus numa criatura humana, este foi gerado por Maria, que fica feliz que alguém ame seu Filho, ainda que não reconheça o papel dela.

Ouça a palestra e as respostas de Padre Paulo Ricardo na íntegra:


Natalino Ueda é brasileiro, católico, formado em Filosofia e Teologia. Na consagração a Virgem Maria, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort, explicado no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”, descobriu o caminho fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar a Jesus Cristo. Desde então, ensina e escreve sobre esta devoção, o caminho “a Jesus por Maria”, que é hoje o seu maior apostolado.

3 Comentários

  1. Maira é nossa mãe e intecersesora, tudo que pedimos ela eitercede por nós junto ao nosso Pai que é Jesus.Ela passa na frente de todos os nossos problema quando pedimos com fé.

  2. Maria mãe de Jesus e nossa. Peça a Mãe que o Filho atende…

  3. joão evangelista pinto de mesquita

    Tudo que ensina nossa querida Canção Nova na Pessoa de Padre Jonas, é sem sombra de dúvidas, bênçãos e mais bênçãos para o povo de Deus. Jesus manso e humilde de coração, fazei o meu coração semelhante ao VOSSO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com