Saiba mais sobre a ligação de Papa Francisco com Nossa Senhora de Fátima e a sua presença no Jubileu dos 100 anos das Aparições.

A visita do Sumo Pontífice, Papa Francisco, na celebração do Jubileu dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima está confirmada. A presença do Santo Padre em Fátima, que se dará nos dias 12 e 13 de Maio, revela a sua profunda devoção mariana. Desde o início de seu pontificado, Papa Francisco tem demonstrado um apreço especial pela devoção a Nossa Senhora do Rosário de Fátima.Saiba mais sobre a ligação de Papa Francisco com Nossa Senhora de Fátima e a sua presença no Jubileu de 100 anos das Aparições.

Em 2015, o Santo Padre já havia manifestado o seu desejo de visitar o Santuário de Fátima. Esta visita do Santo Padre a Portugal é uma resposta ao convite dos bispos portugueses e do Presidente da República. No entanto, como acontece há 50 anos, a visita será apenas a Fátima, o que é um sinal da devoção mariana do Pontífice. Continue lendo…

O Santo Padre, Papa Francisco, nos ajuda a compreender como foi a fé de Maria e qual o seu efeito em nossas vidas.

O Santo Padre, Papa Francisco, nos ajuda a compreender como foi a fé de Maria e qual o seu efeito em nossas vidas.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós

O Sumo Pontífice, Papa Francisco, dedicou um encontro a Santíssima Virgem Maria, Mãe de Cristo e da Igreja, e fez uma meditação a partir da pergunta: como foi a fé de Maria? Não há dúvida que Maria foi uma verdadeira mulher de fé. Entretanto, a sua fé foi muito mais do que acreditar e esperar em Deus. A testemunho de fé não somente ilumina nosso caminho espiritual, mas também nos ajuda a entrar na dinâmica do Mistério da Salvação. Nesse sentido, Maria é nossa Mãe na fé por três razões fundamentais: a fé da Virgem Santíssima desata o nó do pecado, da desobediência, da incredulidade, atado por Eva1; a fé da Virgem de Nazaré dá carne humana ao Verbo Eterno, gera o Homem-Deus Jesus Cristo; a fé de Nossa Senhora é caminho, que ela mesma trilhou no seguimento do seu Filho. Estes são os temas propostos pelo Santo Padre para meditarmos sobre como foi a fé da Virgem Maria e qual a ajuda que ela pode nos dar em nosso caminho espiritual. Continue lendo…

O Santo Padre, Papa Francisco, conta-nos qual a importância do Rosário em sua vida.

Papa Francisco e o Rosário

Papa Francisco

Desde pequeno, Jorge Mario Bergolio, nosso querido Papa Francisco, tem o hábito de rezar o Rosário da Virgem Maria diariamente. O Rosário mariano é, para o Santo Padre, um auxílio para vencer as próprias fragilidades: “isso é o que eu penso sobre a fragilidade; pelo menos é a minha experiência. Uma coisa que me faz forte todos os dias é rezar o Terço a Nossa Senhora. Sinto uma força tão grande, porque vou ter com ela e sinto-me forte”1. O seu costume de rezar o Rosário todos os dias está ligado com as experiências em família com a Virgem Maria. Desde a sua infância, viveu esta devoção mariana, que permanece até os dias de hoje: “sou do Rosário diário”2, testemunha o Sumo Pontífice. Continue lendo…

Papa Francisco visitou a Terra Santa para um encontro fraterno e um verdadeiro diálogo com autoridades civis e religiosas.

Papa Francisco e a sua visita à Terra Santa

Papa Francisco na Terra Santa

Em preparação para a sua viagem à terra Santa, Papa Francisco foi à Basílica de Santa Maria Maior, que fica no centro de Roma, na Itália. Ele visitou a Basílica para rezar diante do ícone de Maria “Salus Populi romani” (protetora do povo romano), privadamente, e “confiar a Nossa Senhora sua viagem a Amã, Belém e Jerusalém”1. Como de costume, depois da sua oração, o Santo Padre ofereceu flores a Virgem Maria. Papa Francisco visitou a Terra Santa, do dia 24 a 26 de Maio, onde encontrou-se com autoridades eclesiásticas e civis, para dialogar especialmente sobre a promoção da vida, a busca pela comunhão, o amor fraterno e a paz no mundo. Continue lendo…

Papa Francisco nos fala sobre a Virgem Maria e a alegria da ressurreição de Jesus Cristo.

A Virgem Maria e a alegria da ressurreição de Jesus CristoNa oração mariana Regina Coeli (Rainha do Céu) de 21 de abril de 2014, que no tempo pascal substitui a tradicional oração do Angelus, Papa Francisco faz uma preciosa reflexão sobre a alegria da ressurreição de Jesus Cristo, expressa no Evangelho, especialmente em Maria Madalena e na Santíssima Virgem Maria. Em primeiro lugar, o Santo Padre felicitou a todos os presentes pela Páscoa: “Boa Páscoa! ‘Cristòs anèsti! – Alethòs anèsti!, ‘Cristo ressuscitou! – Verdadeiramente ressuscitou!’ Está entre nós, aqui, na praça!1” Em seguida, incentivou-nos a continuar a trocar felicitações pascais durante esta semana, a Oitava Pascal, como se fosse um único dia, pois este é o grande dia que o Senhor fez para nós. Depois das felicitações, o Santo Padre nos dirige a palavra falando sobre a alegria que transparece nos textos do Evangelho que descrevem a ressurreição de Jesus. Continue lendo…

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com