A perfeita devoção a Santíssima Virgem ou perfeita devoção a Jesus Cristo.

A consagração como perfeita devoção a Jesus por MariaA consagração conforme o “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, de São Luís Maria Grignion de Montfort, é também chamada pelo santo de perfeita devoção a Santíssima Virgem ou de perfeita devoção a Jesus Cristo. Esta consagração é assim chamada porque nos conforma, nos une e nos consagra de modo mais perfeito a Cristo. Maria é a pessoa que mais se conformou a Jesus e a devoção a Ela é a que mais consagra e conforma a Nosso Senhor. Por isso, a perfeita consagração a Jesus Cristo é a perfeita consagração a Virgem Maria (cf. TVD 120).

Receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

Nesta consagração, ou perfeita devoção a Maria, entregamos tudo nas mãos de Nossa Senhora, para que por ela sejamos inteiramente de Jesus. Isso quer dizer que: nosso corpo com seus sentidos; nossa alma com todo seu potencial; nossos bens materiais presentes e futuros; e nossos bens espirituais, que são os méritos, virtudes e boas obras passadas, presentes e futuras, são entregues nas mãos de Maria. Através desta entrega, pertencermos mais perfeitamente a Jesus Cristo (cf. TVD 121).

Os bens espirituais das boas obras que fazemos têm um valor satisfatório e um valor meritório. O valor satisfatório de nossas boas obras levam à satisfação da pena devida por causa dos pecados cometidos. Damos a Virgem Maria as nossas satisfações para que Ela as comunique a quem ela achar melhor e para a maior glória de Deus (cf. TVD 122). Já o valor meritório das boas ações é o mérito ou merecimento da graça e da glória eterna, que vamos adquirindo durante a vida. Nossos méritos são oferecidos a Jesus por Maria, para que Ela os conserve, aumente e aperfeiçoe. Pois, os méritos, graças e virtudes não podem ser oferecidos a outros. Somente Cristo pode nos comunicar seus méritos (cf. TVD 122).

Por esta consagração a Maria, damos a Cristo tudo o que podemos lhe dar, inclusive os bens espirituais, de modo mais perfeito, pois o fazemos pelas mãos de sua Mãe. Damos muito mais do que nas outras devoções, pois nelas entregamos parte do nosso tempo, das boas obras, de nossas satisfações e mortificações. Na consagração conforme o Tratado de São Luís Maria, entregamos o direito de dispor dos bens interiores e satisfações pelas nossas boas obras, o que nem mesmo os religiosos renunciam. Estes renunciam as riquezas pelo voto de pobreza, a própria vontade pelo voto de obediência, aos bens do corpo pelo voto de castidade e, em alguns casos, até mesmo a liberdade física pelo voto de clausura. Livremente eles renunciam a tudo isso, mas não renunciam ao bem mais precioso que são os bens espirituais, as satisfações e os méritos de suas boas obras (cf. TVD 123).

Ao consagrar tudo a Jesus por Maria, não podemos dispor das satisfações e dos méritos de nossas boas ações. Tudo que sofremos, pensamos, dizemos e fazemos pertence a Maria, para que Ela disponha de tudo conforme a vontade e para a maior glória de Seu Filho Jesus Cristo. Porém, esta perfeita consagração de tudo nas mãos da Virgem Maria não prejudica em nada as obrigações de estado dos religiosos ou membros de comunidades. No caso de um sacerdote que tenha por obrigação oferecer as satisfações e os méritos da Santa Missa a um particular, ele o faz conforme a ordem de Deus e os deveres de estado (cf. TVD 124). Por isso, a consagração não prejudica em nada as pessoas que assumiram estas obrigações, mas serão auxílio para o cumprimento fiel de seus deveres.

Por fim, a consagração conforme o Tratado de São Luís de Montfort, é a perfeita devoção a Maria pois é uma consagração feita a Nossa Senhora e a Jesus Cristo ao mesmo tempo. Nos consagramos à Santíssima Virgem como meio mais perfeito que Cristo escolheu para se unir a nós e para nós nos unirmos a Ele. Nos consagramos, também, a Nosso Senhor como nosso fim último, como a razão e o sentido das nossas vidas. A Jesus devemos tudo que somos, pois Ele é nosso Redentor e Nosso Deus (cf. TVD 125). Cristo nos deu Sua vida para que tenhamos a vida verdadeira com Ele pela eternidade.


Natalino Ueda é brasileiro, católico, formado em Filosofia e Teologia. Na consagração a Virgem Maria, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort, explicado no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”, descobriu o caminho fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar a Jesus Cristo. Desde então, ensina e escreve sobre esta devoção, o caminho “a Jesus por Maria”, que é hoje o seu maior apostolado.

8 Comentários

  1. Quero fazer a perfeita consagração a Maria, que devo fazer pra mim consagrar toda a Maria?

  2. Silvana Catarina da Silva Oliveira

    Eu e minha filha de3 anos fizemos a consagraçao a Nossa Senhora eu particularmente sinto uma paz interior muito grande e uma vontade de falar sobre modestia cristã as pessoas que não conhece eu tenho que divulgar isso por amos a Jesus Cristo a exemplo da santissima Virgem Maria

  3. Devoção e amor resumi-se em um nome! Maria mãe de Jesus

  4. Busca a “FRATERNIDADE ARCA DE MARIA” o Pe. Rodrigo Maria, fundador da comunidade, terá muito prazer em recebe-la lá.. na casa de Anápolis-GO os contatos no Brasil são

    Anápolis-GO casa são josé fone:(63) 3316-5841 /sede
    casanossasenhoradospobres@yahoo.com.br

    Jaboatão dos Guararapes-PE fone:0055(81) 85099930
    casanossasenhoradasgraças@yahoo.com.br

    Vitória de Santo Antão-PE (noviciado feminino)

    Ituiutaba-MG fone: 0055(34) 32620769

    Guarulhos-SP fone: 0055(11) 81803046

    Salvador-BA fone: 0055(71) 87028130

  5. Valdemar Tarifa Navarro

    Ao ler alguma coisa sobre o tratado de São Luiz Maria, entendi o seguinte:

    A consagração, segundo ele, é feita a Jesus Cristo pelas mãos de Maria, sua mãe e nossa.
    É diferente da consagração tradicional a Nossa Senhora, onde, segundo direcionamento das palavras, nos consagramos diretamente a ela.
    Se estou certo no meu entendimento, a consagração, conforme o tratado de São Luis Maria é mais cristocêntrica e nos afasta de qualquer perigo de idolatria.
    A consagração a Nossa Senhora, no modo tradicional, oferece o perigo de uma afetividade excessiva a Nossa Senhora, que nem ela quer. Maria é aquela que colocou Deus como prioridade absoluta na sua vida e deseja que façamos tudo o que o seu Filho disser e mandar. A Ele devemos ser consagrados.

  6. Ednéia Camargo da Silva

    Estou lendo o Tratado, é muito lindo e rico, nos permite uma espiritualidade maravilhosa com Jesus através de Maria!!

  7. Edia Aparecida Gabriel Marques

    Irmãos eu fiz minha consagração dia 24/03/2018 recentemente… Estou muito feliz por ser consagrada a jesus pelas mãos da Santíssima virgem Maria. Em seguida já entrei na comunidade doce mãe da Eucaristia… Sou casada, mãe vó porém essa comunidade podemos usar a modéstia cristã… Onde temos o vestuário certo a usar ( se for de nossa vontade ser uma verdadeira Mariana, ser toda de Jesus por Maria, ser santa como Maria foi, porque Jesus nos chama a ser Santos. Então eu decidi por minha própria vontade a me entregar totalmente a Maria, não como religiosa, mais como consagrada é a usar a modéstia cristã ( vestuário da comunidade) saia azul marinho longa, blusa azul claro com as escritas Totus tuus Marise, e Santa escravidão, a veste escapulário que vai por cima da camisa e saia e as camisetas da comunidade. Decidi tbm a usar as cadeiazinhas no braço e pés, em todas as situações dainha vida. Com o auxílio de nossa rainha e mãe do céu quero tirar somente para tomar banho e dormir . Foi uma decisão minha , mais tive o o auxílio da Doce Mae da eucaristia, apoio de minha família( marido , filhos netos noras) e irmãos na fé. Estou muito feliz , foi a melhor realização de minha vida. Com a minha vida dedicada a Deus e agora consagrada… A virgem santíssima tem conduzido minha vida dentro dos planos de Deus… Consagramos se… E serão tão felizes qto eu sou… Salve Maria!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com