Conheçamos três belíssimas orações de consagração e de reparação ao Sagrado Coração de Jesus.

A consagração e a reparação ao Sagrado Coração de Jesus são devoções que têm uma longa tradição na Igreja Católica. São João Eudes (1601-1680), primeiro teólogo que tratou da devoção ao Sagrado Coração de Jesus, dizia que: “O Coração augusto de Jesus é uma Fornalha de Amor que espalha seu fogo e suas chamas por todos os lados, no Céu, na Terra e em todo o universo”[1].

Conheçamos três belíssimas orações de consagração e de reparação ao Sagrado Coração de Jesus.

Sagrado Coração de Jesus

No século XVII, nosso Senhor Jesus Cristo apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690) e, muito triste, queixou-se: “Mas, em paga, eu não recebo da maior parte dos homens senão ingratidão”[2]. Esta piedosa queixa de Jesus parece ecoar até os nossos dias, pois são muito poucos os homens que amam o Sagrado Coração de Jesus como Ele deseja ser amado.

Jesus Cristo é Deus e quer a nossa amizade e o nosso amor não por causa de uma carência afetiva, porque é infeliz ou lhe falta alguma coisa, mas porque Ele quer dividir sua felicidade plena e eterna conosco. Sendo assim, somos chamados a nos consagrar ao Sagrado Coração de Jesus e a desagravar as ofensas cometidas contra Ele, para o nosso próprio bem e de toda a humanidade.

Inscreva-se e receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

Consagração Individual ao Sagrado Coração De Jesus

Eu ______, Vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus Cristo, minha pessoa e minha vida, minhas ações, penas e sofrimentos, para não querer mais servir-me de nenhuma parte do meu ser senão para Vos honrar, amar e glorificar.

É esta a minha vontade irrevogável: ser toda(o) Vosso e tudo fazer por Vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto Vos possa desagradar.

Tomo-Vos, pois, ó Sagrado Coração, por único bem de meu amor, protetor da minha vida, segurança da minha salvação, remédio da minha fragilidade e de meu inconsciente, reparador de todas as imperfeições da minha vida e meu asilo seguro na hora da morte.

Sê, ó Coração de bondade, a minha justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim a Sua justa cólera.

Ó Coração de amor, deposito toda a minha confiança em Vós, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero de Vossa bondade!

Extingui em mim tudo o que possa desagradar-Vos ou que se oponha a Vossa vontade.

Seja o Vosso puro amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu esquecer-Vos nem separar-me de Vós.

Suplico-Vos por todas as Vossas finezas, que o meu nome seja escrito no Vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como Vossa(o) escrava(o). Amém[3].

Consagração do gênero humano ao Sagrado Coração de Jesus

Dulcíssimo Jesus, Redentor do gênero humano, lançai os Vossos olhares sobre nós, humildemente prostrados diante do Vosso altar. Nós somos e queremos ser Vossos; e para que possamos viver mais intimamente unidos a Vós, cada um de nós neste dia, se consagra espontaneamente, ao Vosso Sacratíssimo Coração.

Muitos há que nunca Vos conheceram, muitos desprezaram os vossos mandamentos e Vos renegaram. Benigníssimo Jesus, tende piedade de uns e de outros e trazei-os todos ao Vosso Sagrado Coração. Senhor, sede o Rei não somente dos fiéis que nunca de Vós se afastaram, mas também dos filhos pródigos que Vos abandonaram. Fazei que estes tornem, quanto antes, à casa paterna, para não perecerem de miséria e de fome.

Sede o Rei dos que vivem iludidos no erro, ou separados de Vós pela discórdia, trazei-os ao porto da verdade e à unidade da fé, a fim de que, em breve, haja um só rebanho e um só Pastor.

Senhor, conservai incólume a vossa Igreja e dai-lhe liberdade segura e sem peias; concedei ordem e paz a todos os povos; fazei que, de um a outro polo do mundo, ressoe uma só voz:

– Louvado seja o Coração divino, que nos trouxe a salvação! Honra e glória a Ele para sempre. Amém[4].

Assista ou ouça ao programa do Padre Paulo Ricardo sobre a “Solenidade do Sagrado Coração de Jesus”:

Ato de desagravo ao Sagrado Coração de Jesus

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens, é deles tão ingratamente correspondida, com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados diante do vosso altar, para Vos desagravarmos com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias, com que é de toda a parte alvejado o Vosso amorosíssimo Coração.

Reconhecemos, porém, com a mais profunda dor, que também nós, mais de uma vez, cometemos as mesmas indignidades. Para nós, em primeiro lugar, imploramos a Vossa misericórdia, prontos a expiar não só as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não Vos querendo como pastor e guia, ou desprezando as promessas do Batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da Vossa santa Lei. Senhor, de todos estes tão deploráveis crimes, queremos nós hoje desagravar-Vos, mais particularmente da licença dos costumes e imodéstias do vestido, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfêmias contra Vós e Vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino amor, e enfim, dos atentados e rebeldias oficiais das nações contra os direitos e o magistério da Vossa Igreja. Oh! Se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniquidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, Vos oferecemos, com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os Santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação, que oferecestes ao Eterno Pai sobre a Cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre nossos altares.

Senhor, ajudai-nos, com o auxílio da vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a vivência da Fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da Lei e caridade evangélica, reparar todos os pecados cometidos por nós e por nossos próximos, impedir, por todos os meios, novas injúrias a Vossa Divina Majestade e atrair ao Vosso serviço o maior número de almas possível.

Recebei, ó benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria Santíssima Reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes até a morte, no fiel cumprimento dos nossos deveres e no Vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à Pátria bem-aventurada, onde Vós com Deus Pai e o Espírito Santo viveis e reinais para todo o sempre. Amém[5].

Links relacionados:

TODO DE MARIA. A devoção ao Coração de Jesus e o Coração de Maria.
TODO DE MARIA. A devoção aos Corações de Jesus e de Maria.
TODO DE MARIA. O Sagrado Coração de Jesus e o mistério do amor.

Referências:


[1]  ARAUTOS. São João Eudes: Apóstolo do Coração de Jesus e Maria.
[2]  FREI SALVADOR DO CORAÇÃO DE JESUS. A Grande Promessa, p. 30. Esta oração é de autoria de Santa Margarida Maria Alacoque.
[3]  Idem, p. 43.
[4]  Idem, p. 59.
[5]  Idem, p. 60-61.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com