Temos uma alta vocação, mas diante das perseguições, para os sofrimentos, como ter a têmpera dos mártires?

Como ter a têmpera dos mártires?O método de consagração do “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, de São Luís Maria Grignion de Montfort, foi provado na história, deu têmpera aos fiéis e produziu muitos mártires para a Igreja. A França foi regada pelo sangue dos mártires. Chegou a hora do Brasil mostrar que não é capaz somente de produzir carnaval, safadeza, droga e mortandade, mas que é capaz de produzir mártires para Nosso Senhor Jesus Cristo, que essa é a Terra de Santa Cruz e não começou com esse nome à toa. Nós temos uma alta vocação, o nosso país tem uma alta vocação, somos chamados por Deus para esse martírio. Mas temos que ser sinceros, nós não estamos prontos. Então, vamos seguir no caminho da verdadeira devoção.

Como podemos, diante de nossas fraquezas, vencer as tentações e sermos fiéis a Jesus Cristo?

Receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

Vamos colocar os princípios teológicos da verdadeira devoção a Santíssima Virgem. O princípio teológico básico é o seguinte: Deus não muda, Deus é fiel, Ele é constante na sua forma de agir. Para salvar a humanidade Deus gerou o Seu Filho Jesus neste mundo. Para salvar a humanidade, Deus poderia ter vindo num cavalo branco e, num instante, ter acabado com a história, mas não foi isso que Ele fez. Paulo diz que Jesus veio ao mundo nascido de mulher (Gl 4, 4). Por isso, Jesus virá na sua vida nascido de mulher. Os nossos irmãos protestantes vão ficar escandalizados com o que eu vou dizer. Se eles amam Jesus, e eles amam, foi porque Maria gerou isso no coração deles. Quer eles queiram, quer não, Ele só vem nascido de mulher. É uma ingratidão muito grande que a fé em Cristo Senhor seja gerada em nosso coração e nós desprezemos o vaso da eleição, o caminho sagrado que Deus escolheu para que Ele viesse ao mundo. Jesus vem em nossa vida e a finalidade de nossa vida de cristãos é ser outros cristos, é dizer vivo, mas não eu, é Cristo que vive em mim (Gl 2, 20).

Como é que vamos conseguir ser mártires? Somente se Jesus viver em nós, porque nós não damos conta. Como é que eu vou me entregar à morte? Como é que eu vou me entregar nas mãos de Nosso Senhor? Eu não dou conta. Somente se Ele vier. Vivo, mas não eu! O Não eu é importante, não sou eu que faço isto, é Cristo que está fazendo em mim. Como vou fazer esse não eu? É esse método que eu vou ensinar. Como é que eu desapareço, para que Cristo apareça. Ora, é necessário que Cristo seja gerado em nosso coração.

Nós olhamos para um santo como o Santo Padre Pio de Pietrelcina, o único sacerdote da história da Igreja que recebeu os sagrados estigmas. Ele foi configurado a Cristo de tal forma que recebeu os estigmas, mas a maior configuração do Santo não foram tanto os estigmas da carne, mas os estigmas da alma, daquilo que ele teve que sofrer, caluniado, perseguido, atacado pelo demônio. Santo Padre Pio passou anos terríveis sendo perseguido, não pelos comunistas, pelos maçons, mas foi perseguido por padres e bispos da Igreja. Ele foi configurado a Cristo e foi martirizado, vamos dizer assim, com esses grandes sofrimentos. Como é que ele conseguiu isso? Ele conseguiu porque não era ele, era Cristo que sofria nele. Não era ele que era caluniado, era Jesus. Não era ele que era perseguido, era Jesus. Não era ele quem sofria, era Jesus quem sofria nele. É assim que uma pessoa consegue ser de Deus.

Padre Pio foi consagrado a Virgem Maria, como tantos outros santos e santas, por isso, foi fiel a Jesus Cristo em seu sacerdócio. Isso somente foi possível porque Maria gerou Jesus em São Pio. Nossa Senhora lhe deu um coração dócil a Deus e isso fez com que ele fosse formado à semelhança de Jesus Cristo. Nós também, se quisermos ser fiéis a Cristo, precisamos deixar que Maria gere o seu Filho em nós e isso se dá de modo privilegiado na consagração total a Santíssima Virgem. Somente assim seremos fiéis, vencendo os sofrimentos e provações deste mundo, pois não seremos nós, mas Jesus Cristo, que vence por nós.

Este é o primeiro de uma série artigos retirados de palestras do Padre Paulo Ricardo no I Consagra-te de Cuiabá, em 2011. Esta é a continuação desse post, intitulado “Como ser fiel a Jesus Cristo?”.

Confira as palestras em vídeo na íntegra, no site Consagra-te.


Natalino Ueda é brasileiro, católico, formado em Filosofia e Teologia. Na consagração a Virgem Maria, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort, explicado no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”, descobriu o caminho fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar a Jesus Cristo. Desde então, ensina e escreve sobre esta devoção, o caminho “a Jesus por Maria”, que é hoje o seu maior apostolado.

8 Comentários

  1. Maria Aparecida Rodrigues de Oliveira

    Gostei muito muito do texto . Sou devota de Nossa Senhora e tenha recebido muitas milagres na minha vida, pois passei por momentos
    dificies , nao contra o homens de carne ,mas contra as forças espirituais do mal, é ela soube interceder quando mais precisei.
    PEÇO TODOS OS DIAS PARA NOSSA SENHORA INTERCEDER SOBRE MINHA VIDA E MINHA FAMILIA.

  2. Maria Cleide Bessa

    Eu quero me consagrar a Santíssima Virgem. Quanto ao Padre Pio, tenho livros e DVD dele, amo de paixão o sacerdócio de Padre Pio. O mundo precisa de sacerdotes como ele. Padre Pio, interceda por mim no Céu.

  3. elizabete salomão morais balsarin

    sou muito devota a nossa mãe, peço sempre a interceção dela; ja recebi muitas graças.

  4. Carmelita Fernandes de Carvalho

    Em tudo na minha vida e da minha familia eu coloco mãezinha na frente,e so tenho que agradecer as graças alcançadas.

  5. Claudia Fernanda dos Santos

    Gostei muito muito do texto . Sou devota de Nossa Senhora e tenha recebido muitas milagres na minha vida, pois passei por momentos difíceis e ela intercedeu por mim.

  6. MARIA DE FÁTIMA FERREIRA CATAIA

    Sou muito devota a Nossa Senhora ela esta sempre presente em minha família e minha vida,nunca tens nos deixado faltar seu auxílio,peço sempre que nos cubra com seu manto e nos coloque aos pés da cruz de seu filho amado Jesus.

  7. Sou apaixonada por Maria, nos momentos mais dificil de minha vida tenho certeza que intercedeu por mim junto ao Pai. Amém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com