Como consagrados a Virgem Maria, podemos pedir, colocar intenções, e oferecer orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras por uma pessoa ou causa?

Quando estamos para fazer a nossa consagração a Jesus Cristo pelas mãos da Santíssima Virgem Maria, as dúvidas que mais nos atormentam é se podemos pedir por nós mesmos, por outras pessoas ou causas e oferecer nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras. Pois, a perfeita e total consagração de nós mesmos à Nossa Senhora “consiste em nos darmos inteiramente à Santíssima Virgem, para que por ela pertençamos inteiramente a Jesus Cristo”1. Isto significa que entregamos nosso corpo, com todos os sentidos e membros; nossa alma, com todas as suas potências; nossos bens materiais, presentes e futuros; “nossos bens interiores e espirituais, que são os nossos méritos, virtudes e boas obras passadas, presentes e futuras”2.

Como consagrados a Virgem Maria, podemos pedir, colocar intenções, e oferecer orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras por uma pessoa ou causa?

Imaculado Coração de Maria

Pela consagração, damos tudo o que temos na ordem da natureza e na ordem da graça, e tudo o que podemos vir a ter no futuro, na ordem da natureza, da graça ou da glória, a Jesus Cristo, pelas mãos maternas da Virgem Maria. Sobre esta entrega de amor, se tudo entregamos a Nossa Senhora, podemos perguntar: Não ficaremos desamparados? Podemos pedir por nós mesmos e pelos outros? Podemos oferecer nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras? Não sofreremos muito no Purgatório?

Receba o conteúdo deste blog gratuitamente em seu e-mail.

O que entregamos na consagração a Nossa Senhora?

Por esta devoção, consagramos tudo a Virgem Maria, inclusive as nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras. Entregamos o valor satisfatório e meritório de tudo a Nossa Senhora. Esses valores passam a pertencer a Maria e é ela quem os empregará da melhor maneira possível. Consequentemente, não podemos oferecer as nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras. Com isso, podemos pensar que dessa forma saímos perdendo, mas acontece o contrário. Pois, quando consagramos tudo a Mãe de Deus, entregamos nosso tesouro espiritual à quem sabe, melhor do que nós, como usar do valor das nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras.

Dessa forma, nós mesmos, nossos amigos, parentes e benfeitores, não seremos prejudicados pelo fato de nos termos dedicado e consagrado sem reservas ao serviço do Senhor e da sua Mãe Santíssima. Pensar o contrário seria uma “injúria ao poder e à bondade de Jesus e de Maria, que saberão muito bem socorrer os nossos parentes, amigos e benfeitores com o nosso pequeno tesouro espiritual, ou por outros meios”3. Isso significa que, quando nos consagramos e entregamos tudo nas mãos de Maria, não perdemos nada, mas até ganhamos pois não dependemos somente dos valores das nossas boas obras. Quando necessário, a Virgem Maria certamente usará de outros meios, inclusive de seus próprios méritos, para alcançar-nos aquilo de que necessitamos e pedimos.

Os consagrados a Virgem Maria podem pedir em suaas orações?

O fato de consagrarmos tudo a Nossa Senhora não impede que rezemos, façamos jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras por nós mesmos ou pelos outros, pelos vivos ou pelas almas do Purgatório, ou ainda por alguma causa importante, embora não podemos oferecer os seus valores, pois a aplicação destes depende da vontade da Santíssima Virgem. Podemos sempre pedir, ou seja, colocar intenções às nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras. O que não podemos é oferecer os valores destes, pois estes pertencem a nossa Mãe. Com isso, não ficamos desamparados, pois a Virgem Maria saberá, melhor do que nós, aplicar bem os valores de tudo que lhe ofertamos.

Entregar tudo a Mãe da Igreja nos levará a “orar com mais confiança, precisamente como uma pessoa rica que tivesse entregado toda a sua fortuna a um grande príncipe, para o honrar melhor, suplicaria com mais confiança a este príncipe que desse esmola a algum dos seus amigos que lhe pedisse. Daria até prazer ao príncipe por proporcionar-lhe assim ocasião de mostrar seu reconhecimento para com uma pessoa que se despojou para o revestir, e que se fez pobre para o honrar. O mesmo se deve dizer de Nosso Senhor e da Santíssima Virgem: nunca se deixarão vencer em gratidão”4.

Não ficaremos muito tempo no purgatório se entregarmos tudo a Nossa Senhora?

Podemos ainda pensar que se damos à Santíssima Virgem todo o valor das nossas ações para que o aplique a quem quiser, talvez será preciso sofrer muito tempo no Purgatório, antes de entrar no Reino dos Céus. Este pensamento – que nasce do nosso amor próprio e da nossa ignorância a respeito da liberalidade de Deus e da Virgem Maria – destrói-se por si mesmo. Pois, “uma alma fervorosa e generosa, que preza mais os interesses de Deus que os seus; que dá a Deus, sem reservas, tudo o que tem, sem poder dar mais; que só anseia pela glória e pelo Reino de Jesus por Maria; que se sacrifica inteiramente para o conseguir; essa alma generosa e liberal haverá de ser castigada no outro mundo por ter sido mais liberal e mais desinteressada do que as outras? De modo algum: é para com essa alma […] que Nosso Senhor e sua Santa Mãe são mais liberais neste mundo e no outro na ordem da natureza, da graça e da glória”5. Por isso, confiantes na liberalidade da Mãe e do Filho, não tenhamos medo de nos prender a Jesus e a Maria pela santa escravidão de amor, pois “as suas cadeias são cadeias de salvação”6.

Assim, entregando nossas intenções a Virgem Maria, podemos ficar despreocupados, pois ela sabe, melhor do que nós, o que precisamos e o que as pessoas, por quem pedimos, necessitam. Pois, se a solução das situações pelas quais pedimos está de acordo com a vontade e o tempo de Deus, certamente seremos atendidos pela Mãe de Deus. Por isso, façamos nossos pedidos, colocando nossas intenções a Nossa Senhora, pois ela as atenderá, no tempo certo, conforme a vontade de Deus. Desde já, consagremos tudo, nossas orações, jejuns, penitências, sacrifícios e boas obras a Jesus pelas mãos de Maria, pois a Mãe do Senhor sabe melhor do que nós aplicar os valores que lhe entregamos. Por fim, com a ousadia de São João Damasceno, digamos: “Tenho confiança em Vós, ó Mãe de Deus, serei salvo. Tendo a Vossa proteção, nada temerei. Com o Vosso socorro combaterei e porei em debandada os meus inimigos: porque a Vossa Devoção é uma arma de salvação que Deus dá aos que quer salvar!”7. Nossa Senhora, refúgio dos pecadores, rogai por nós!

Links relacionados:

TODO DE MARIA. A consagração a Maria e a vida de oração.

TODO DE MARIA. A consagração a Maria e o combate espiritual.

TODO DE MARIA. Podemos nos consagrar a um título de Maria?

Referências:

2 Idem, ibidem.

3 Idem, 132.

4 Idem, ibidem.

5 Idem, 133.

6 Eclo 6, 31.

7 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Op. cit., 182.


Natalino Ueda é brasileiro, católico, formado em Filosofia e Teologia. Na consagração a Virgem Maria, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort, explicado no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”, descobriu o caminho fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar a Jesus Cristo. Desde então, ensina e escreve sobre esta devoção, o caminho “a Jesus por Maria”, que é hoje o seu maior apostolado.

22 Comentários

  1. Sou consagrada também, e amei esse texto que nos traz a certeza de termos escolhido o melhor caminho de chegar a Jesus por amor a Maria Santíssima. Salve Maria

  2. Pingback: O CONSAGRADO A MARIA PODE PEDIR EM SUAS ORAÇÕES? | Salve Maria Imaculada!

  3. Quando somos consagrados podemos pedir para que as pessoas rezem por nós?

    • Natalino Ueda

      Cara Larissa,
      Quando nós somos consagrados, podemos pedir que as pessoas rezem por nós normalmente. A diferença é em relação às nossas orações. Podemos rezar na intenção das pessoas, mas não podemos oferecer os valores das nossas orações, como é dito no texto do artigo. Deus te abençoe e a Virgem Maria te guarde.
      Natalino.

  4. Sou consagrada a Nossa Senhora, eu intercedo por muitas pessoas, peço a Mãe para passar na frente das intenções e no final de minhas orações eu consagro a pessoa sempre a Nossa Senhora, o que eu estou fazendo é algo louvável, posso continuar intercedendo?

    • Natalino Ueda

      Cara Thais,
      O que vocë está fazendo é o que Nossa Senhora tem pedido para fazermos. Rezar pelas pessoas, principalmente pelos pecadores, por quem não tem quem reze por elas. Continue perseverante e, se possível, faça jejuns, penitências e sacrifícios nessas mesmas intenções. Deus te abençoe e a Virgem Maria te guarde.
      Natalino.

  5. Não entendi sobre entregar os valores das boas obras.Se eu posso fazer jejum por alguma intenção, eu já não estou oferecendo esse jejum,já não é uma oferta?.Como assim,Não podemos entregar os valores… Fazer o jejum já não é uma boa obra?Achei que não poderia mais fazer jejum por intenção nenhuma,e sim por entrega…Fiquei confusa.Quero me esclarecer pois vou me consagrar essa semana.

    • Natalino Ueda

      Salve Maria!
      Colocar uma intenção é fazer um pedido, diferente de oferecer. Pedir nós podemos sempre, sem nada possuir. Qualquer mendigo pode pedri. Mas, não pode oferecer alguma coisa que não possua. Não é verdade? Se damos tudo que possuimos a Virgem Maria, nossos bens materiais e espirituais, passados, presentes e futuros, não podemos oferecer nada mais pelo resto de nossas vidas. Quando fazemos um jejum, o seuvalor pertence a Nossa Senhora, por isso não podemos oferecer por alguém ou alguma causa. Mas, podemos fazer o jejum e colocar uma intenção, fazer um pedido junto com ele. Esta é a pobreza espiritual característica desta consagração.
      Para saber mais, recomendo dois links:
      http://blog.cancaonova.com/tododemaria/como-entregamos-os-bens-materiais-a-virgem-maria/
      http://blog.cancaonova.com/tododemaria/como-entregar-meus-bens-espirituais-a-maria/
      Caso não consiga entender completamente, não se preocupe, pois na hora certa o Espírito Santo te iluminará e você compreenderá mais claramente o significado da consagração.
      Deus te abençoe e a Virgem Maria te ajude a compreender bem a consagração!
      Natalino.

  6. ola salve maria fui consagrado a nossa senhora no dia 13 de maio mais ainda estou com algunhas duvidas na questão do santo terço ou o rosário eu posso oferecer falando o nome das pessoas normalmente so não pode na questão das penitencias e dos jejuns ne isso?

    • Natalino Ueda

      Salve Maria!
      Caro Jorge, o Terço ou o Rosário, bem como os jejuns, as penitências, os sacrifícios, as boas obras, tudo que fazemos não nos pertence mais. Por isso, não podemos oferecer, mas podemos sempre pedir, colocar intenções, às nossas orações, penitências e boas obras. O que muda é que, ao invés de dizer eu “ofereço” essa oração pelo fulano, dizemos eu rezo este terço na “intenção” de fulano. Para saber mais, acesse este link:
      http://blog.cancaonova.com/tododemaria/a-consagracao-e-a-oracao-do-terco/
      Deus te abençoe e a Virgem Mariua te guarde.
      Natalino.

  7. Boa noite irmao a paz d cristo poderia medizer passo a passo como consagrar em casa? Abraços

    • Natalino Ueda

      Cara Elisabete,
      Caso não seja possível fazê-la na Santa Missa, a consagração pode ser feita em uma Capela, ou até mesmo em casa, diante de uma imagem de Nossa Senhora. O ato de consagração pode ser impresso ou escrito a mão e deve ser assinado depois da consagração e, se possível, assina também uma testemunha, que pode ser um Padre ou um leigo, que saiba que você está se consagrando a Jesus Cristo e a Virgem Maria. Caso tenha mais alguma dúvida, no link abaixo você poderá encontrar informações que precisa:
      http://blog.cancaonova.com/tododemaria/a-consagracao-a-maria-passo-a-passo/
      Deus te abençoe e a Virgem Maria te guarde.
      Natalino.

  8. Ando a pensar em fazer a Consagração e tenho algumas dúvidas:
    – Podemos rezar diretamente a Nosso Senhor ou temos sempre que dizer “Por Intercessão da Santíssima Virgem..”?
    – Como fazer antes da Santa Missa? Devemos oferecê-la Nossa Senhora?
    – E na hora da comunhão? Entregamos a comunhão á Nossa Senhora?
    Tem algum texto ou palestra que me ajude?

  9. Boa Tarde,

    Para me consagrar, preciso fazer algum curso ou posso fazer sozinha seguindo os exercícios espirituais?

  10. Olá, salve Maria@
    Como consagrada poderei me dirigir a Jesus, fazer minha oração pessoal normalmente? Na minha oração a Jesus poderei pedir por mim e pelos outros, por exemplo pedir a conversão de alguém?
    Quando impor as mãos sobre alguém que me pedir oração, como deverei rezar?
    Vou me consagrar e estou cheia de dúvidas

  11. Olá Natalino

    Mais umas dúvidas:

    – Eu posso colocar várias intenções no terço e no jejum?
    – Posso pedir por mim mesma né, por minhas intenções?

    Ontem foi minha consagração e hoje acordei com medos e receios de fazer algo errado, de rezar errado. Confesso que estou meio perdida ainda, sem saber como agir. Medo de ser infiel.
    Obrigada

  12. Salve Maria Imaculada!! Artigo maravilhoso e muito esclarecedor. obrigada Natalino.

  13. Oi bom dia ! Estou me preparando para fazer minha consagração e estou com as mesmas dúvidas de todos . Confesso que estou até com medo de me consagrar e fazer tudo errado. Nas orações eu posso rezar por minha família? Posso rezar pelas pessoas ? . Pelo que eu entendi eu posso rezar pela intenção de alguém mais não posso prometer algo mediante a isso, tipo cumprir uma promessa caso receba tal graça? Está correto? Por favor me ajude a compreende como devo fazer minhas orações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com