Meditemos sobre a Páscoa do Senhor Jesus Cristo neste ano dedicado especialmente a Virgem Maria.

Neste Tempo Pascal deste Ano Mariano, no qual comemoramos os 300 anos de Aparecida e os 10 anos das aparições de Fátima, meditemos sobre a Páscoa de nosso Senhor Jesus Cristo e à luz da fé inabalável da Santíssima Virgem Maria. Esta meditação torna-se ainda mais significativa e oportuna, pois estarmos comemorando a Páscoa neste mês dedicado a Nossa Senhora. Além disso, foi justamente no dia 13 de Maio que a Senhora do Rosário apareceu aos Três Pastorinhos de Fátima, Portugal.

Meditemos sobre a Páscoa do Senhor Jesus Cristo neste ano dedicado especialmente a Virgem Maria.

Aparição de Jesus ressuscitado a Virgem Maria

Esta meditação torna-se ainda mais especial se praticamos a Devoção dos Primeiros Sábados, em reparação das ofensas cometidas contra o Imaculado Coração de Maria. Pois, uma dessas práticas reparadoras é a meditação de 15 minutos a respeito de um ou mais mistérios do Santo Rosário. Este texto que se segue, uma transcrição e adaptação de um vídeo do Padre Paulo Ricardo sobre “A fé de Maria no Ressuscitado”, pode nos ajudar a meditar sobre a Páscoa de nosso Senhor Jesus Cristo, que a Igreja Católica comemora durante cinquenta dias. Continue lendo…

Vivamos esta Páscoa especialíssima do Ano Nacional Mariano na companhia da Bem-aventurada Virgem Maria.

No programa “Uma Páscoa com Maria”, gravado especialmente por ocasião do Ano Jubilar Mariano de 2017, no qual celebramos os 300 anos de Aparecida e os 100 anos de Fátima, Padre Paulo Ricardo nos ajuda a meditar sobre os principais mistérios do Tríduo Pascal, sobre a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo na perspectiva de sua Mãe, Maria Santíssima.Vivamos esta Páscoa especialíssima do Ano Nacional Mariano na companhia da Bem-aventurada Virgem Maria.

Meditaremos sobre a instituição da Eucaristia, passando pela paixão e morte de Cristo e pelo silêncio do Sábado Santo na companhia de Nossa Senhora, e veremos de que modo ela pode ajudar-nos a colher os abundantes frutos espirituais que o mistério Pascal de Cristo tem a nos oferecer. Continue lendo

Meditemos com Santo Afonso Maria de Ligório o mistério das dores e da morte do Senhor Jesus Cristo.

Na proximidade da Semana Santa, é muito oportuno que meditemos sobre o mistério doloroso da morte de nosso Senhor Jesus Cristo. Primeiramente, é conveniente meditarmos sobre o mistério da dor e da morte de Jesus, por que Ele sofreu e morreu por amor a cada um de nós em particular. Pois, sendo Deus, Jesus conhece os nossos corações e, apesar de nossas misérias e fraquezas, quis entregar-Se e morrer por amor a nós!Meditemos com Santo Afonso Maria de Ligório o mistério das dores e da morte do Senhor Jesus Cristo.

Neste primeiro sábado do mês de Abril, esta meditação sobre o sofrimento e a morte de Jesus Cristo torna-se especialmente oportuna na prática da devoção reparadora das ofensas cometidas contra o Imaculado Coração de Maria. Pois, por essa devoção consolamos o Coração amoroso de Jesus Cristo, que tanto padeceu por nossos pecados, inclusive pelas ofensas contra sua Mãe Santíssima. Sendo assim, meditemos com piedade o mistério da paixão e morte de nosso Senhor Jesus Cristo na intenção da reparação das ofensas contra o Imaculado Coração de Maria. Continue lendo…

Meditemos com Santo Afonso Maria sobre a profundidade do mistério da Epifania do Senhor Jesus Cristo.

Hoje, no dia da Solenidade da Epifania de Nosso Senhor Jesus Cristo[1], nós propomos que meditemos com Santo Afonso Maria de Ligório sobre um dos mistérios da manifestação do Filho de Deus aos homens, que é a adoração dos três Reis Magos do Oriente. Este texto é muito recomendável para as pessoas que praticam a devoção dos primeiros sábados em reparação das ofensas contra o Imaculado Coração de Maria. Para as pessoas que ainda não praticam, este texto é um convite para esta devoção tão querida por Jesus Cristo e pela Virgem Maria.

Meditemos com Santo Afonso Maria sobre a profundidade do mistério da Epifania do Senhor Jesus Cristo.

A adoração dos três Reis Magos ao Menino Jesus

Uma das práticas da devoção reparadora dos primeiros sábados é a meditação de um ou mais mistérios do Santo Rosário, durante pelo menos 15 minutos, na intenção reparadora ao Imaculado Coração da Virgem Maria. Sendo assim, o texto que apresentaremos será um grande auxílio para viver bem esses 15 minutos, meditando sobre o mistério da Epifania do Senhor, que se insere no 3º mistério gozoso, no qual contemplamos o Natal do Menino Jesus Cristo. De qualquer forma, meditar sobre a manifestação de Jesus Cristo neste Tempo do Natal, será de grande valor espiritual para todos nós. Continue lendo…

O tempo do Natal é propício para renovar nosso amor primeiro e incondicional a nosso Senhor Jesus Cristo.

No Natal, celebramos a vinda de Jesus Cristo em família, com os amigos, queremos estar com aqueles que mais amamos. Não há nada errado com este amor humano. Mas, neste Natal, quando “completaram-se os dias em que (Maria) devia dar à luz; e deu à luz o seu filho primogênito — Impleti sunt dies ut pareret (Maria); et peperit filium suum primogenitum” (Lc 2, 6b-7a), podemos ir além desse amor humano e meditar sobre a precedência do amor divino em nossas vidas.O-Natal-e-o-amor-a-Jesus-Cristo

Imaginemos ver o Menino Jesus já nascido na gruta de Belém, e ouvir os anjos cantar glórias a Deus e desejar paz aos homens de boa vontade (cf. Lc 2, 14). Pensemos em quais devem ter sido os sentimentos que despertaram no coração da Santíssima Virgem Maria, ao ver o Verbo divino feito seu Filho! Ponderemos sobre a devoção e a ternura de São José ao apertar contra o coração o santo Menino! Unamos as nossas mentes e os nossos corações aos de Maria e de José para meditar sobre o Amor, que não é amado. Continue lendo…

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com